Artigos do Prof. Dane Fernandes

Professor: Dane Fernandes

Dane Fernandes

Você consegue PARAR um rio?

A primeira pergunta é: você sabe como nasce um rio? Uma gotinha escorrendo no solo. Depois, outra. E mais outra. Pronto! O rio está formado. Já disse um certo pensador que provérbios são sentenças curtas obtidas de longas experiências, daí a dificuldade de entender provérbios profundos. No caso do rio, temos muito que aprender com ele. Vamos lá: 1) Ele já nasce com um objetivo. Ou seja, desde o começo, o seu objetivo é chegar ao mar, custe o que custar. O problema dos humanos é que nós não sabemos definir nossos objetivos. Quando encontramos um obstáculo, logo pensamos em…

Dane Fernandes

Todo AVANÇO tem um PREÇO!

Vou iniciar com uma pergunta. Você quer ter sucesso na vida? A resposta, imagino eu, é positiva. Se eu perguntar para qualquer cavalo, para qualquer jumento ou animal que puxa uma carroça será: “Eu quero”. Todo mundo quer ir para o céu, mas ninguém quer morrer. O que eu quero dizer com isso é que, para ter sucesso, você vai ter de passar por algumas dificuldades. Existe um adágio que diz o seguinte: “Pare com a ideia de sorte, azar ou destino. Acredite em decisão, estratégia e trabalho”. Verdade seja dita, este raciocínio vem desde o tempo de Adão e…

Dane Fernandes

VENCEMOS PELA RESISTÊNCIA!

Hoje vou contar uma história. Em 1874, nasce, na Irlanda, Sir. Ernest Henry Shackleton. Esta figura era um explorador antártico, e foi personagem de uma aventura extraordinária. Em 1914, organizou uma expedição para a Antártica, denominada “Expedição Transantártica Imperial”, cujo objetivo era atravessar, a pé, o continente antártico. O objetivo era atracar o navio de um lado da Antártica, seguir a pé e chegar do outro lado. Simples assim. Algumas pessoas se candidataram, incluindo “três raparigas desportistas”. Dos cinco mil candidatos, somente vinte e oito foram selecionados (uma espécie de seleção do Cespe, à época). Antes de seguir viagem, precisavam…

Dane Fernandes

Tem MUITA gente QUERENDO, e POUCA gente FAZENDO.

Existe uma estatística bem alarmante que diz que a grande maioria dos candidatos a um cargo público acabam desistindo depois de algumas derrotas. A situação está difícil, não tem vaga para todo mundo, a digitalização de processos está “na crista da onda” e o velho hábito de estudar sequencialmente está sendo substituído por técnicas mirabolantes divulgadas na internet. A relação de candidato versus vaga não é, e nem será, o motivo de o candidato não lograr êxito. A formação acadêmica influencia pouco na disputa. São fatores ligados à personalidade do candidato que contribui para o sucesso ou fracasso. Explico. Eu…

Dane Fernandes

A história de DAVI e ADÃO.

Pessoal, esta postagem é bem curtinha, mas é carregada de sabedoria. Não é sobre a história de Davi, muito menos sobre a história de Adão. Na verdade, o objetivo aqui foi fazer um “misturadão” e trazer o resultado para o mundo dos concursos públicos. Vamos resumir os fatos: 1) Davi: Nasceu em uma família humilde, foi escolhido por Deus, deu uma pedrada na cabeça de um gigante e, de quebra, virou rei. 2) Adão: Foi criado à imagem e semelhança de Deus, recebeu tudo de “mão beijada” e o resto, vocês já sabem. O que aprendemos com isso é o…

Dane Fernandes

Você é o seu maior inimigo.

Já faz algum tempo que venho nesta caminhada sobre concurso público. O ato de fazer provas proporciona algum aprendizado, seja bom ou ruim. Não digo apenas em relação à preparação para um concurso, mas um aprendizado sobre como funciona a mente de um candidato a uma vaga. Compartilho alguma coisa neste artigo. Aqui não há embasamento estatístico e nem científico. Todos são frutos do meu “achômetro” na tentativa de desvendar o labirinto do coração do candidato. Acredito que tenha alguma coisa de bom. Alguns são pesados, outros nem tanto. Talvez você concorde, talvez não. Mas vamos em frente. Se você…

Dane Fernandes

Dissecando o Edital – OFICIAL DE JUSTIÇA – TJ RS

O que esperar do próximo edital para o cargo de Oficial de Justiça PJ-H do TJ RS? Na minha opinião, deve ser um tanto parecido com o de 2014. Algumas coisas devem mudar, mas a formatação deve ser a mesma, com praticamente o mesmo conteúdo programático. Em relação à banca organizadora, acredito que permaneça a mesma. Ou seja, o “estilo da prova” deve ser semelhante ao passado. 2.1) Análise das vagas Segundo o último edital (2014), foram disponibilizadas 116 vagas e foram convocados 235 aprovados. Historicamente, o Tribunal de Justiça do RS costuma, para Oficial de Justiça, convocar o dobro…

Dane Fernandes

É na SUBIDA que a canela ENGROSSA.

A primeira vez que vi esta frase ela estava escrita em um para-choque de um caminhão. Na época, lembro que causou certa graça, mas, com o passar do tempo, vi que este adágio estava carregado de sabedoria. Assim é a vida. Se você analisar alguns exemplos, verá que figuras ilustres também tiveram seus momentos de desmotivação, onde tudo parecia estar contra eles. Vejamos: – Aos onze anos, foi cortado do time por deficiência do hormônio do crescimento, o que o tornou muito pequeno diante dos garotos da sua idade. Lionel Messi. ———————————————————————————– — expulso do time de basquete da escola;…

Dane Fernandes

Deixe para TRÁS o que não te leva para FRENTE.

Enxugue as lágrimas, esqueça o companheiro ferido que está ao seu lado, pegue sua faca de combate e vá à luta! Hoje vou falar um pouco sobre Hernán Cortez, um explorador espanhol que ficou conhecido por conquistar o território que hoje é o México. Vamos olhar com carinho a realidade da época: doenças, índios querendo cortar a sua cabeça, desconforto, calor, alguns animais da região (onças e serpentes, sendo estas das mais variadas cores e tamanhos) e mato, muito mato. Um ambiente nada romântico. Dizem as más línguas que, para evitar que algum desertor voltasse ao seu país de origem,…

Dane Fernandes

Engatinhar, andar e correr.

Esta é uma técnica milenar (creio que utilizada desde o tempo de Adão e Eva), mas vou tentar reproduzir, aqui, em termos de concurso público. – Engatinhar: Esta é a fase do candidato a cargo público que, quando sai um edital, o que mais lhe chama a atenção é o ganho (ou quanto vai entrar na conta no final do mês). Este é o primeiro erro (que pode ser fatal), pois ele não avalia a sua condição de competir pela vaga, mas sim o quanto irá ganhar. Nesta linha de raciocínio, o resultado é uma catástrofe. Não virá nenhum raio…

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Estamos aqui para ajudar você!
x