Concursos DF: PLDO de 2019 traz mais de 3 mil vagas!
Coordenação

Concursos DF: PLDO de 2019 prevê mais de 3 mil vagas e reajuste a servidores

Previsão de 133 vagas para o Legislativo e 1.010 para o Executivo

Foi publicado o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) para 2019 com a previsão de mais de 3 mil vagas a serem preenchidas no Distrito Federal. De acordo com o Anexo IV do projeto, serão 133 vagas para o Legislativo e 1.010 vagas para o Executivo.

Além das contratações, prevê um reajuste de R$ 200 milhões para os servidores do Executivo. Também autoriza a CLDF a conferir aumento de R$ 9,2 milhões e ao TCDF, de R$ 18,4 milhões.

Obs: lembramos que o PLDO ainda precisa ser aprovado. Os parlamentares precisam aprovar o texto até o fim de junho, sob pena de não entrarem em recesso no meio do ano.

Confira abaixo a tabela com a vagas previstas para 2019:

concursos distrito federal 2018

Março 2018

GDF divulga calendário acelerado de nomeações.

Após ser cobrado pela Câmara Legislativa, o Governo do Distrito Federal divulgou  o calendário de nomeações de concursados para este ano. As nomeações em ano de eleição tem prazo determinado apara acontecer então devem acontecer o mais rápido possível.

O anúncio foi de que em março seriam convocados 1.485 novos servidores para a Saúde (295 médicos, 256 enfermeiros, 767 técnicos e 167 especialistas), 63 para a Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF), 39 para o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-DF) e 34 auditores de controle interno para as secretarias de Fazenda e de Planejamento, Orçamento e Gestão.

Já em abril seriam nomeados 242 agentes do sistema socioeducativo e 20 servidores da Secretaria de Cultura, sendo dez para a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro.

A Polícia Civil do DF também receberá reforço. Serão nomeados 160 policiais — 65 delegados, 65 peritos e 30 papiloscopistas — de maio a dezembro.

Fevereiro 2018

O governo do Distrito Federal publicou hoje no DODF, a lei de número 6.098, que estabelece normas para suspender prazo de validade dos concursos realizados, modificando artigos da lei 4.949 de 2012 .

Caso a Administração decida suspender as nomeações de um certame já homologado, seu prazo de validade será automaticamente prorrogado por igual período, ou seja não haverá dano para quem aguarda ser nomeado.

Outra novidade é que, caso as nomeações sejam suspensas, independente do tempo de suspensão, quando o prazo voltar a correr ele será a soma do tempo que faltava da vigência original do certame mais o tempo de prorrogação.

Exemplo: Passou um ano em que o certame foi homologado e a Administração decidiu suspender qualquer nomeação. Assim, mesmo que se passem 06 meses ou 03 anos, quando essa suspensão acabar, teremos o 01 ano que faltava + os 02 anos de prorrogação para que a Administração nomeie os aprovados.

Para finalizar, caso as nomeações sejam suspensas como resultado de excessos nos gastos da Administração, será realizada uma redução de despesas por meio de exoneração de ocupantes de cargos em comissão e função de confiança.


Agosto 2017

O Diário Oficial do Distrito Federal de hoje, 24 de agosto, foi publicado com duas novas leis que alteram normas para a realização de concurso!

Lei 5.976

Acrescenta ao art 8º da Lei 4.949 que o portador de visão monocular tem direito de concorrer às vagas destinadas às pessoas com deficiência.

 

Lei 5.968

Reduz em 50% o valor das taxas de inscrição para os doadores de medula óssea cadastrados no banca de dados.

Lei 5.866/2017

Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal, a Lei 5.866 de 2017, que dispõe sobre a proibição de agendamento de provas de concursos públicos, no âmbito do DF, na mesma data de outro certame similar já previamente marcado.

Além desta proibição, a lei determina o que considera como concursos similares e dispõe que: são considerados similares, os certames que tenham como critério o mesmo nível de escolaridade e possuam a mesma faixa salarial.

Confira a publicação abaixo!

Concursos GDF

CÂMARA LEGISLATIVA (CLDF): Certame  já tem nova banca organizadora! São  86 oportunidades distribuídas entre cargos de nível médio e superior (várias formações), como consultor legislativo, consultor técnico-legislativo e procurador.

O salário inicial – incluindo gratificações – para nível médio é de R$ 10.143,07, e o de nível superior é de R$ 15.123,30. Além das 86 vagas imediatas, o concurso deverá prever a formação de cadastro de reserva, a exemplo do certame realizado em 2005.

PM DF – Soldado

Outra grande oportunidade na série concursos DF é o certame da Polícia Militar da Capital Federal. Edital publicado com mais de 2 mil vagas.

O certame é um dos mais esperados para concurseiros que buscam uma carreira policial e acontece neste mês de maio. São mais de 500 vagas para soldado e outros 1500 cadastros de reserva. A remuneração anima qualquer um. Os salários iniciais para soldado da PM do DF ultrapassam os R$ 4 mil.

SEDEST DF

A Secretaria de Planejamento do DF já definiu uma comissão organizadora para realizar um concurso para o órgão e o edital sairá até julho de 2018.

 A oferta será de 314 vagas, além de formação de cadastro reserva em cargos de ensino médio e superior. O último concurso foi realizado em 2009 pela Fundação Universa.

SEFAZ DF

Depois de 16 anos sem concurso para o cargo de Auditor-Fiscal Tributário, a Secretaria de Fazenda do Distrito Federal autorizou a realização de um novo certame para o preenchimento de 40 vagas na carreira de Auditor Tributário do DF + duas vezes o número de vagas em cadastro reserva. O cargo de auditor da Sefaz DF exige nível superior em qualquer área de formação e oferece remuneração inicial de R$ 14.970. O valor pode chegar até R$ 22.196,62 com a progressão dos anos. 

TCDF

Um dos mais esperados volta a ter previsão de acontecer. O PLDO para 2019 traz a oferta de 47 vagas para o Tribunal. Dessas, 37 para nível superior e 10 para nível médio. Ainda sem previsão de data para acontecer, o Tribunal oferece remuneração inicial de R$ 10.286,80 para Técnico e R$ 17.177,54 para Auditor (superior)

TRT DF (10ª Região)

O último concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região aconteceu em 2012 e desde então o órgão nomeou 445 candidatos. O concurso foi para os cargos de Analista e Técnico Judiciário em diferentes áreas. Os rendimentos variavam entre R$ 4.052,96 e R$ 6.611,39.

ADASA: órgão possui comissão organizadora formada para acompanhar realização de concurso. Vale lembrar que a Lei de Diretrizes Orçamentárias do DF para 2017 (LDO) prevê seleção de pessoal para a ADASA, com 25 vagas distribuídas em 3 cargos: 15 para Regulador de Serviços Públicos; 3 para Advogado; e 7 para Técnico de Regulação de Serviços Públicos.

 


Concursos DF

Confira os CURSOS CONCURSOS DF

Natália Scarano
ASCOM
[email protected]


Receba notícias de Concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram!

Cadastre-se clicando no ícone abaixo

Notícias de concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram

 

 

Compartilhe:

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Artigos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Vídeos Relacionados
Depoimentos dos Aprovados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.