Como estudar redação para o ENEM: dicas para melhorar seu desempenho!
Daniel dos Reis Lopes

Como estudar redação para o ENEM: dicas para melhorar seu desempenho!

Estudar redação para o ENEM costuma ser algo que gera muita insegurança nos estudantes. Mesmo para aqueles que têm alguma facilidade com a matéria, questões como “quais temas treinar?” e “quanto tempo dedicar à redação na rotina de estudos?” podem suscitar dúvidas.

Este artigo ajudará você a responder essas e outras perguntas. Mais do que isso, funcionará como um guia sobre como estudar redação para o ENEM e como melhorar o seu desempenho no dia prova.

Redação é uma matéria crucial para melhorar a sua nota final no ENEM. Já falamos sobre isso em artigo tratando da Redação Nota 1000. E aprimorar seu estudo nesta matéria pode conduzir você até a almejada aprovação. Então, vamos lá?

Antes de tudo, a teoria

Muitos candidatos partem para a confecção da redação sem antes conhecer com detalhes o que é cobrado. Sem ter esse pilar teórico, no entanto, dificilmente o texto conseguirá uma boa pontuação. Estudar redação para o ENEM é, antes de tudo, entender que tipo de texto é cobrado e que estrutura é considerada válida pelos examinadores.

O gênero exigido pelo ENEM é o dissertativo-argumentativo. Isso significa que, em seu texto, você precisará criar uma tese em relação ao tema apresentado no enunciado. Em seguida, precisará estabelecer um ponto de vista (introdução), argumentos (desenvolvimento) e uma proposta de intervenção (conclusão). Veja o esquema a seguir:

Como estudar redação para o ENEM: o primeiro passo é entender a estrutura do texto dissertativo-argumentativo
Como estudar redação para o ENEM: o primeiro passo é entender a estrutura do texto dissertativo-argumentativo

Ao estudar redação para o ENEM, portanto, você deve ter em mente que os examinadores exigirão a produção de um texto em prosa, do tipo dissertativo-argumentativo, sobre um tema de ordem social, científica, cultural ou política.

Na redação, você deverá defender uma tese – uma opinião a respeito do tema proposto –, apoiada em argumentos consistentes, estruturados com coerência e coesão, formando uma unidade textual. E você também deverá́ elaborar uma proposta de resolução para o problema apresentado.

Assim, antes de partir para escrever redações em sequência, dedique o primeiro momento de seu estudo para compreender a estrutura cobrada no ENEM, para ler sobre coesão e coerência e sobre unidade textual. Ou seja, crie a sua base conceitual. É sobre ela que você andará a partir de então.

Como estudar redação para o ENEM: quanto tempo dedicar ao estudo de redação?

Não há uma resposta padrão. Mas há um conceito-chave: estudar redação para o ENEM deve ser encarado como estudar para qualquer outra matéria.

O que isso significa?

Significa que redação não deve ser postergada para o final de semana ou para quando sobrar tempo à noite. O estudo de redação deve estar inserido em seu quadro de horários ou ciclo de estudo como português ou matemática também estão (já falamos neste artigo sobre a diferença entre ciclo de estudos e quadro de horários e as peculiaridades de cada um).

Nesse aspecto, o cálculo do tempo dedicado à redação deve ser feito levando em consideração a sua dificuldade na matéria e o seu tempo semanal de estudos. O ideal é que, a cada semana ou rodada no ciclo de estudo, você passe pelo estudo de redação ao menos duas vezes.

Boas ideias não garantem uma boa redação. É preciso que o candidato saiba organizá-las. E a desenvoltura só virá com o estudo persistente da matéria.

A prática faz o mestre

Sim, estudar redação para o ENEM é, em 80% do tempo, praticar. Escrever muito, anotar os erros mais comuns. Escrever mais ainda, evitando os erros anteriores. Aprender redação não é algo que acontecerá do dia para a noite, mas é resultado de um processo que envolve muita prática. E, assim, quando você menos esperar, estará escrevendo boas redações, em cerca de 1h30, sobre qualquer tema.

Para alunos iniciantes, que ainda não estão familiarizados com o processo de escrita, a preocupação não deve recair sobre o tempo. Inicialmente, você pode levar 2 horas para construir uma introdução ou um parágrafo.

Nos primeiros textos, o tempo não deve ser um parâmetro de desempenho da escrita. Ainda que se leve uma semana produzindo uma redação, o importante será o texto produzido: quais erros estão presentes nele, quais caminhos podem ser melhorados.

Por isso, é muito importante que alguém corrija as redações produzidas. Você pode fazer um curso completo ou mesmo um curso específico, voltado apenas para a correção de textos, no qual o professor apontará os erros, baseado no que é cobrado no ENEM. O importante é saber que não adianta ser um escritor voraz sem um feedback sobre o que se escreve.

Ninguém está imune aos erros quando se dedica a escrever uma redação e apenas a consciência desses erros é que pode fazer a escrita melhorar. Entre os motivos que podem fazer você perder muitos pontos ou mesmo zerar a redação, por exemplo, estão os seguintes:

  • Fuga do tema
  • Cópia dos textos de apoio da prova
  • Não atendimento ao tipo de texto solicitado
  • Não apresentação da proposta de intervenção na conclusão

Esse são os erros mais perceptíveis e, uma vez notados, mais fáceis de serem evitados. Mas uma infinidade de detalhes (uso correto de conectores, concordância verbal e nominal, encadeamento da lógica de argumentação, pertinência temática) são mais difíceis de notar, como se estivessem abaixo de um linha visível. Observe a tabela a seguir:

Como estudar redação para o ENEM: erros mais visíveis X erros menos visíveis
Como estudar redação para o ENEM: erros mais visíveis X erros menos visíveis

Os erros mais difíceis de notar são, justamente, os que podem fazer você perder mais pontos na redação. Ter consciência deles – através da prática e da correção – é o melhor caminho para não cometê-los no dia da prova.

O conteúdo deve estar acima de tudo

Estar atento à gramática é importante. Mas estudar redação para o ENEM é saber que o conteúdo se sobrepõe à forma. Muito mais importante do que a grafia ou a letra legível, os examinadores querem saber se você é capaz de argumentar sobre determinado tema.

Na redação do ENEM, os avaliadores valorizam quando o candidato demonstra conhecimentos sobre assuntos atuais e conseguem relacioná-los de maneira apropriada no desenvolvimento do texto. Ao escrever sobre os temas pertinentes ao mundo contemporâneo, o candidato que demonstra capacidade de análise e de contextualização na redação soma mais pontos.

Dessa forma, estudar redação para o ENEM é, também, estar atento ao mundo a nossa volta. É ter domínio dos principais assuntos do momento e saber relacioná-los com eventos históricos e geográficos (muitos deles, você verá no seu próprio estudo de Geografia e História).

Crie, então, o hábito de ler as notícias dos principais jornais ou revistas do país. Assista aos telejornais sempre que possível. Veja filmes ou documentários sobre temas relevantes (sustentabilidade, escravidão no Brasil, mobilidade urbana, ensino à distância, etc.). As imagens são uma importante forma de absorver novas informações.

Se achar necessário, crie um caderno de anotações sobre o que você viu ou assistiu a respeito de determinado tema, escreva as principais ideias abordadas e alguns dados apresentados. O objetivo não é decorar essas informações, como se decora uma fórmula matemática, mas ampliar o seu vocabulário de mundo.

10 temas para você estudar redação para o ENEM

Como dito, estudar redação para o ENEM é praticar a escrita. Isso garantirá a você velocidade e bagagem para produzir textos melhores. Logo abaixo, estão elencados 10 possíveis temas de redação para o ENEM. Agora, é só escolher um deles e… escrever.

  • Desafios da mobilidade urbana no Brasil
  • O impacto da inteligência artificial no mercado de trabalho
  • Uso de redes sociais e a proteção de dados privados
  • Cyberbullying e crimes virtuais
  • O papel da língua estrangeira na formação do jovem contemporâneo
  • O conceito de família na século 21
  • Desenvolvimento sustentável: como torná-lo realidade no Brasil?
  • Os desafios da democracia na sociedade contemporânea
  • Mulheres na política: os caminhos para a representatividade
  • Desmatamento X produção de alimentos: como resolver essa equação?

Abraços,

Daniel Reis

Como estudar para o ENEM

Como calcular a nota do ENEM

Cursos para ENEM

Posts Relacionados

Compartilhe:

Daniel dos Reis Lopes

Daniel dos Reis Lopes

  Meu nome é Daniel Reis, graduado em Ciências Biológicas (Licenciatura) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Fui aprovado em 2º lugar na Escola de Formação Complementar do Exército em 2009 na área de Magistério Ciências Biológicas, onde obtive a primeira colocação na área de Magistério durante o Curso de Formação de Oficiais. Nessa escola desenvolvi monografia sobre o Oficial de Controle Ambiental no Exército Brasileiro, através da qual obtive o grau de Especialista em Aplicações Complementares às Ciências Militares. Exerci a função de Oficial de Meio Ambiente na Companhia de Engenharia de Força de Paz – Haiti, e sou professor do Sistema Colégio Militar do Brasil.    

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Estamos aqui para ajudar você!
x