PASSOS DE GIGANTE 62/365
Concursos Públicos

PASSOS DE GIGANTE 62/365

Fala Águia! Bom dia das Galáxias! ;) Arghhhhhhhhhh… Hoje vamos decolar de uma forma surreal! O tema será pesado e eu te pergunto:

– “Você está preparado para decolar?”

Então Bora Boraaaaaaaaaaaaaaaaaargh!

“Frequentemente as pessoas põem a culpa em alguns acontecimentos por aquilo que suas vidas se transformaram. Entretanto, o que realmente determina a nossa vida é o significado que atribuímos aos acontecimentos.

Dois homens sofreram ferimentos no Vietnã, foram aprisionados e torturados repetidamente. Um deles cometeu suicídio. O outro forjou uma crença mais profunda em si mesmo, na humanidade e em seu Criador. Hoje em dia, esse homem, o capitão Gerald Coffee, conta sua história para nos lembrar do poder que o espírito humano possui para superar qualquer nível de dor, qualquer obstáculo ou problema.

Capitão Gerald Coffee

Você, ou algum conhecido, deixa que uma circunstância do passado limite a felicidade de hoje? O que mais esses acontecimentos poderia significar? Eles o tornaram mais forte? Mais sábio? Capaz de aconselhar outras pessoas diante dos mesmos desafios?” (ROBBINS, Anthony, pag. 77. Passos de Gigante: Pequenas mudanças que fazem grande diferença. 2ª ed. Rio de Janeiro: Viva Livros, 2016)

Vamos fazer diferente hoje? Responda as perguntas e só depois continue a leitura, combinado? Tá contigo! 100% sua responsabilidade :)

Mais uma vez irei utilizar como exemplo a história da minha Vovózinha, hoje com 95 anos. Durante a juventude e a fase adulta dela, acontecimentos terríveis fizeram com que o estado emocional dela fosse completamente impactado e muitas sequelas permanecem até hoje.

O mais traumático de todos ocorreu quando ela ainda era uma menina se descobrindo mulher. Bendita são vocês mulheres, seres tão especiais, capazes de gerar vidas e a cada geração mais e mais fortes. Parabéns para todas as mulheres, leitoras dos Passos de Gigante. Coraçãozinho para vocês S2.

FOCO, RAPHAEL!!!

Decidi jogar a moral de vocês lá para cima, pois o que vou contar agora é bem punk. Bem hardcore mesmo.

Minha avó morava em Macaé, município do Rio de Janeiro. Isso… muito antes da cidadezinha se transformar em uma cidade grande.

No início da década de 1970, Macaé viveu um novo momento econômico a partir da descoberta do petróleo na Bacia de Campos, plataforma continental brasileira. Esse fenômeno trouxe um grande impulso à economia local sendo foco de interesse da Petrobras que se instalou no município. Isso fez de Macaé uma das cidades que mais contribuíam na geração de riquezas do Estado do Rio de Janeiro. 

Muito antes desse boom econômico, minha avó já havia fugido para o Rio de Janeiro. Ela era virgem… inocente… imaculada… Ela desejava de todo coração casar virgem e construir a família dela.

Tudo poderia ter acontecido da forma que ela sempre sonhara… mas um dia… e não foi um belo dia… deve ter sido um dia de merda na vida dela… Um dia… eis que um homem aparece na porta da casa dela para falar com meu bisavô Jerônimo. Ele estava bem arrumado, era um mulato e dizia querer a mão da minha avó em casamento.

Meu bisavô, bicho brabo, osso duro de roer, questionou o motivo e ele disse que havia tirado a honra (virgindade) da minha avó.

SÓ QUE ELES NUNCA TROCARAM UMA PALAVRA SEQUER!

UMA PALAVRA SEQUER!!

NEM UMAZINHA!!!

Meu bisavô escolheu acreditar num MONSTRO a acreditar na filha dele.

Os argumentos dela de nada adiantaram… nada… nada vezes nada… Ela foi forçada a ficar com ele.

Na primeira noite de núpcias (de merda elevada ao infinito), ele a estuprou violentamente…

Desse ato repugnante… desse crime que considero o pior de todos contra as mulheres, nasceu um filho… e ela então fugiu para o Rio de Janeiro deixando o filho para ser criado com a minha bisavó.

Essa foi a história que ela me contou quando a questionei por que ela não sorria muito.

Essa conversa entre mim e a vovó aconteceu em 1998 quando pedi ajuda dela para pagar meus estudos para ingressar na Academia da Força Áerea como piloto militar.

Eu tinha menos de 20 anos… feio como cão com sarna chupando no manga no asfalto quente… duro… pobre… tinha sido desligado da Epcar… e a vovó era minha única esperança… Isso aconteceu na época em que eu tentei persuadir, sem sucesso, minha avó a aprender a ler e a escrever. Não rolou, como já disse para vocês no Passo de Gigante 60.

Minha avó sempre contava histórias tristes, sempre… eu não escutava nada de bom saindo da boca dela… nada de bom… eu perguntava muitas e muitas coisas… até que um dia, eu perguntei o motivo dela não contar pelo menos uma história de felicidade… nem que fosse o dia do segundo casamento ou o dia do nascimento dos outros três filhos… nada… nada de positivo saía da boca dela… Que vida amargurada…

Vocês não fazem ideia da compaixão que eu tenho pela vida dela. Não tem como medir. Ela está viva… Graças a DEUS, não se matou como o suicida do texto do Robbins. Todavia, viver sem ser feliz ou sem ter histórias felizes para contar… Que vida é essa amigo? Que vida é essa amiga?

E você aê reclamando da suspensão dos concursos pelo Paulo Guedes?

Artigo 37, incisos II e III, CF 88.

Por um acaso as pessoas (servidores públicos) irão deixar de morrer ou de se aposentar? Vou deixar vocês responderem essa pergunta.

Respondeu?

Proposição de raciocínio lógico… Logo… Então… Conclui-se… Assim…

SEMPRE HAVERÁ CONCURSO PÚBLICO!

Esse instituto está previsto na constituição federal de 88, na Carta Magna! Então, para de mimimimimi (se é que você está fazendo isso) e vai estudar!

O que de positivo eu posso aprender no Passo de Gigante de hoje?

Águias, seja o que for que tenha acontecido com cada um de vocês… se deixarmos os traumas, as mágoas, os remorsos corroerem nossos sonhos… o que sobrará de nós?

De todo o meu coração, racionalmente, eu não conseguiria superar essas dores.

Eu acredito que a espiritualidade pode nos conceder forças avassaladoras, indescritíveis… Foi assim com Capitão Gerald Coffee e com os sobreviventes dos campos de extermínio nazista durante a Segunda Guerra Mundial.

Um clássico da superação, o livro “Em busca de sentido”, do autor Viktor E. Frankl (1905-1997) foi escrito em 1946 e conta uma das histórias mais bizarras, cruéis e terríveis da história humana.

Como é que um homem tendo perdido TUDO! Família, pai… mãe… irmão… esposa… morrendo de fome… tendo suas necessidades básicas testadas além de todos os limites… vendo seus valores dilacerados… sentindo a miséria… o frio… a violência aos colegas e a expectativa de ser o próximo na sentença de morte… Como é que esse cara conseguiu ESCOLHER VIVER?

Não vou contar mais detalhes, pois não sou de dar spoilers.

Se você já pensou que a história de Jó, da Bíblia, nunca pudesse acontecer na vida real, então você precisa ler esse livro. Olha só essa página… melhor… só esse páragrafo:

“O que faz necessário aqui é uma reviravolta em toda a colocação da pergunta pelo sentido da vida. Precisamos ensinar às pessoas em desespero que a rigor nunca e jamais importa o que nós ainda temos a esperar da vida, mas sim exclusivamente o que a vida espera por nós.” (FRANKL, Vicktor E., pag. 101. Em busca de sentido. 42ª ed. São Leopoldo – RS: Sinodal, 1985)

Esse trecho fez todo sentido para mim, pois quando eu estudava para concurso, eu já sabia que seria aprovado, então eu não esperava a aprovação, era a aprovação que deveria me esperar. Esse é o tipo de coisa que você fortalece APENAS DENTRO DE VOCÊ, apenas contigo. Ninguém, a não ser você e seu guia espiritual (caso você tenha um). Eu conversava diariamente com Jesus Cristo e clamava para aquele sofrimento acabar logo, pois enfrentei uma fase bem crítica depois da anulação do concurso de auditor fiscal, mas isso é outra história! ;)

Quer um motivo forte para ler “Em busca de sentido” FORA dos seus horários de estudos, isto é… no seu horário de lazer… lá vai:

Livro do século

Em 1991, uma pesquisa realizada entre leitores dos Estados Unidos apontou os 10 livros que mais influenciaram e fizeram a diferença em suas vidas. No topo da lista não houve surpresa: a Bíblia continuava liderando com facilidade (fato que se repete até os dias de hoje nos EUA). A consulta, conduzida pela prestigiosa instituição norte-americana Library of Congress – a maior biblioteca do mundo com um acervo atual de mais de 35 milhões de livros e outros impressos –, em parceria com o Clube do Livro, também consagrou um texto escrito por um médico judeu vienense, intitulado Man’s Search for Meaning (Em Busca de Sentido, na edição brasileira). Uma escolha que se repetiu anos mais tarde, em 2000, no Japão, com os leitores do Yomiuru Shimbun, de Tóquio, o jornal de maior tiragem diária do mundo (10 milhões de exemplares), que listaram o livro de Frankl como um dos 10 mais importantes do século 20. Fonte: site observatório da imprensa.

AÇÃO ÁGUIA! Lute! Dê o seu melhor! O lápis e o papel estão contigo neste momento PRESENTE para você crescer e contribuir. O nosso Brasil precisa de você, de mim, de NÓS!

Fez isso? Parabéns… estamos juntos na jornada rumo à realização dos seus sonhos. Abraço de Giganteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee…!

QUER CONHECER MINHA HISTÓRIA? CLICA AQUI :)

NÃO GOSTA DE ESTUDAR E QUER SER ALGUÉM NA VIDA? CLICA AQUI :)

QUER VOAR RUMO AOS SEUS SONHOS, ENTÃO SIGA MEU CONTEÚDO NAS REDES SOCIAIS EM… 

Youtube: RAPHAEL LACERDA – EDUCAÇÃO TOP

Facebook: LACERDAF3

Instagram: LACERDAF3

Twitter: @Lacerda300

Uma quinta-feira incrível e com estudos extraordinários. Que seus sonhos se tornem realidade… acreditem… é possível… Aos astros e além!

Raphael Lacerda – Master Coach FEBRACIS (Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico)

Posts Relacionados

Raphael Lacerda (BALBOA)

Raphael Lacerda (BALBOA)

RAPHAEL LACERDA (BALBOA) Consultoria e Coaching Natural do Rio de Janeiro, formou-se em ciências contábeis em 2008, além de ter servido na EPCAR, na EEAR, como especialista em eletrônica, e na AFA, como aviador. Atualmente é Auditor-Fiscal da Receita Estadual do Estado do Rio de Janeiro, aprovado no concurso de 2011. Ingressou no mundo dos concursos militares em 1996, em 2008 iniciou seus estudos nos concursos públicos. Se você quiser conhecer um pouco mais da trajetória dele, leia o depoimento do Balboa aqui mesmo no site do estratégia. O link segue abaixo: https://www.estrategiaconcursos.com.br/blog/como-me-tornei-afre-rj-auditor-fiscal-da-receita-estadual-do-rio-de-janeiro/ Meu grande objetivo é fazer com que o sonho de vocês vire realidade assim como o meu se tornou!​ "Niguém baterá tão forte quanto a vida. Porém, não se trata de quão forte pode bater, se trata de quão forte pode ser atingido e continuar seguindo em frente. É assim que a vitória é conquistada".  (Rocky Balboa) Outras aprovações: MPU – Perito Contábil (2010, 3º lugar) AFRM – Angra RJ (2010, 67º lugar) AFRFB (2009, 1ª fase) EEAR – Escola de Sargentos (12º lugar) AFA - Academia da Força Aérea (2000 – 3º lugar) Escola Naval (2000, 47º lugar) EPCAR (1997, 161º lugar)

Veja os comentários:

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados