INSS: Governo altera Regulamento da Previdência Social
Concursos Públicos

INSS: Governo altera Regulamento da Previdência Social

O Governo Federal divulgou no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 24 de setembro, um Decreto que altera pontos do Regulamento da Previdência Social. Portanto, para quem deseja prestar o próximo concurso INSS voltado ao cargo de Analista, deve ficar atento aos detalhes.

Vale ressaltar que no ano de 2015, época em que foi realizado o último concurso para o INSS, os candidatos às vagas de analista tiveram que responder itens de Legislação Previdenciária. Sendo que, dentre os diversos tópicos exigidos na disciplina, foi cobrado o Decreto nº 3.048/1999 e suas alterações posteriores.

Segundo informações das novas regras, foi alterado no art. 53, presente na subseção que fala sobre a aposentadoria por idade.

“O valor da aposentadoria programada corresponderá a sessenta por cento do salário de benefício definido na forma prevista no art. 32, com acréscimo de dois pontos percentuais para cada ano de contribuição que exceder o tempo de vinte anos de contribuição, para os homens; ou de quinze anos de contribuição, para as mulheres”.

O segurado em gozo de aposentadoria que voltar a exercer atividade abrangida pelo Regime Geral de Previdência Social, observados o disposto no art. 168 e, nos casos de aposentadoria especial, o disposto no parágrafo único do art. 69, fará jus:

  • I – Ao salário-família e à reabilitação profissional, quando empregado, inclusive o doméstico, ou trabalhador avulso;
  • II – Ao salário-maternidade.

Outros detalhes importantes para a aplicação da lei, como alteração de datas, revogação de cláusulas e alteração nos textos de outros artigos também constam na publicação feita no dia 24 de setembro.

Lembrando que o último concurso INSS ofertou 150 vagas para o cargo de Analista do Seguro Social e 800 para Técnico do Seguro Social. A banca organizadora foi o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

Para o cargo de Analista foi exigido nível superior em Serviço Social juntamente com registro no órgão de classe específico (o vencimento era de R$ 7.496,09, correspondente à remuneração bruta). 

Já para o posto de Técnico, foi necessário certificado de conclusão de curso de ensino médio (remuneração de até R$ 4.886,87, correspondente à remuneração bruta).

Mais informações: Concurso INSS

Quer estudar para Concurso INSS?

Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo? Então, confira os nossos cursos e comece a estudar para o concurso INSS:

CURSO para o INSS

Assinatura Anual Ilimitada*

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

ASSINE AGORAAssinatura Ilimitada

Sistema de Questões

Estratégia Questões nasceu maior do que todos os concorrentes, com mais questões cadastradas e mais soluções por professores. Clique no link e aproveite os descontos e bônus imperdíveis!

ASSINE AGORA – Sistema de Questões

Materiais Gratuitos INSS

Fique por dentro de todos os concursos:

CONCURSOS ABERTOS

Editais iminentes ou que podem sair até o fim do ano:

CONCURSOS 2020

Confira as previsões iniciais para o próximo ano!

CONCURSOS 2021

Posts Relacionados

Rubens Mauricio Corrêa

Rubens Mauricio Corrêa

Rubens Maurício é Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil - AFRFB, além de ser professor de Direito Previdenciário no Estratégia Concursos. Também é responsável pela elaboração e análise estatística do Passo Estratégico de Direito Previdenciário.  É formado em Eletrônica e Direito, com especialização em Direito Tributário e Previdenciário. Foi aprovado e nomeado nos seguintes concursos: - Tribunal Regional do Trabalho - 2ª Região; - Tribunal de Justiça de São Paulo; - Segundo Tribunal de Alçada Civil de São Paulo; - Analista Tributário da Receita Federal do Brasil; - Auditor-Fiscal da Previdência Social e - Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil.   Atua também como instrutor da Escola de Administração Fazendária - ESAF e multiplicador de sistemas internos na RFB. Tem mais de 20 anos de experiência em concursos públicos.  

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados