Concurso INSS: regiões Sudeste e Nordeste perderam mais servidores em 2019
Coordenação

Concurso INSS: regiões Sudeste e Nordeste perderam mais servidores em 2019

Com novo número, INSS chega a mais de 22 mil cargos vagos

Um levantamento feito pela equipe de jornalismo do Estratégia Concursos apontou que nos primeiros meses do ano de 2019, 3.362 servidores deixaram a autarquia entre janeiro e maio deste ano. É perceptível o que vemos na mídia quanto à precariedade nos serviços públicos. E o quadro atual exige ainda mais um novo concurso INSS.

Atualmente, o INSS sofre com um déficit de servidores muito grande. No levantamento feito pelo órgão e enviado com exclusividade ao jornalismo do Estratégia, registrou mais de 19 mil cargos vagos. Com o novo número, o INSS chega a uma carência de mais de 22 mil servidores.

As regiões que tiveram o maior aumento de cargos vagos em 2019 foram o Sudeste, com 1533 vacâncias registradas até maio e o Nordeste, com 802 servidores a menos. Os Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo foram os que mais perderam servidores, com 1.419 novos cargos vagos.

Ao todo, são 22.613 cargos vagos em todo o país. Na recomendação enviada ainda no fim do mês de abril, o MPF deu um prazo de 30 dias úteis para que a pasta autorize a realização do concurso INSS. A resposta veio no último dia estabelecido pelo prazo…

De acordo com o ME, por conta da situação fiscal do país, fica impossibilitada a realização de um novo concurso INSS, neste momento.

Mas, você sabe quando e de que forma um novo concurso INSS pode ser autorizado? Em resposta à declaração do ME, a Procuradoria da República do Distrito Federal deve acionar o Ministério da Economia judicialmente, por meio de uma ação civil pública. A meta é garantir na Justiça a abertura do concurso INSS.

Muitos processos têm anos para serem analisados e, mesmo com alguns processos digitalizados, a presença e o trabalho humano é essencial. E o que pode pressionar o governo federal para que um novo concurso seja autorizado é uma determinação judicial.

O que você vai ver nesta página?

Concurso INSS – órgão perde mais de 3.300 servidores em 6 meses

O Instituto Nacional do Seguro Social registrou um aumento dramático de seu déficit de servidores nos primeiros cinco meses do ano: de acordo com levantamento divulgado pelo próprio órgão, foi identificada a perda de 3.362 servidores.

O número já é superior a todos as vacâncias verificadas em 2018: durante todo o ano passado, 2.632 vacâncias foram verificadas na autarquia. A maior parte das vacâncias é de aposentadorias: 3.296 servidores se aposentaram, enquanto que os outros cargos vagos são originários de demissões, exonerações e posses em outros cargos, por exemplo.

O Sudeste concentrou cerca de 45% das vacâncias registradas no país em 2019: foram 1.533 servidores a menos, seguido do Nordeste, com 802 vacâncias até maio deste ano.

Os estados com o maior número de vacâncias foram São Paulo (552), Rio de Janeiro (441) e Minas Gerais (426). Santa Catarina e Rio Grande do Sul perderam, cada um, 199 servidores.

Cargos vagos em 2019 por motivo de desligamento

  1. Aposentadoria: 3.296
  2. Exoneração: 21
  3. Posse em outro cargo: 16
  4. Falecimento: 15
  5. Redistribuição: 9
  6. Demissão: 4
  7. Decisão judicial: 1

Vacâncias nas carreiras de Analista, Técnico e Perito

  • Técnico do Seguro Social: 2.163
  • Analista do Seguro Social: 21
  • Perito Médico Previdenciário: 63

Vacâncias em 2019 por Região

PosiçãoRegiãoVacâncias
Sudeste1533
Nordeste802
Sul519
Centro-oeste337
5 ºNorte170

Vacâncias em 21019 por Estado

PosiçãoUFVacâncias
São Paulo (SP)552
Rio de Janeiro (RJ)441
Minas Gerais (MG)426
Rio Grande do Sul (RS)199
Santa Catarina (SC)199
Distrito Federal (DF)171
Bahia (BA)162
Ceará (CE)134
Paraná (PR)121
10ºEspírito Santo (ES)116
11ºParaíba (PB)116
12ºPernambuco (PE)106
13ºSergipe (SE)88
14ºGoiás (GO)77
15ºPiauí (PI)70
16ºAlagoas (AL)64
17ºAmazonas (AM)54
18ºPará (PA)48
19ºMato Grosso (MT)46
20ºMato Grosso do Sul (MS)43
21ºMaranhão42
22ºRôndonia (RO)32
23ºRio Grande do Norte (RN)20
24ºTocantins (TO)15
25ºAcre (AC)7
26ºAmapá (AP)7
27ºRoraima (RR)7

Concurso INSS – após negativa do ME, MPF deve entrar com ação na Justiça

O Ministério Público Federal (MPF) enviou em abril uma recomendação ao INSS e ao Ministério da Economia para que promovam a reposição do quadro de servidores da autarquia, em regime de urgência.

A recomendação indicava que o novo concurso teria que ofertar um quantitativo não inferior às vagas/cargos em aberto e também para cadastro reserva. Segundo a Procuradora da República Déborah Macedo Duprat, o déficit de pessoal no INSS alcança 10.000 cargos.

Entretanto, o número de cargos vagos no órgão é ainda maior. Em levantamento realizado pelo próprio INSS e repassado com exclusividade à equipe de jornalismo do Estratégia Concursos, a autarquia possui hoje 19.251 cargos vagos dentre os 45.711 previstos na carreira do Seguro Social.

Após a solicitação do Ministério Público Federal (MPF) para que o INSS realize um novo certame em caráter de urgência, ainda não houve uma posição oficial do Instituto Nacional do Seguro Social quanto as decisões que deverão ser tomadas sobre a pauta. Mas, o Ministério da Economia já deu parecer sobre o caso.

O MPF estipulou um prazo de 30 dias úteis para que seja publicada autorização para um novo concurso INSS. Nesse prazo, o Ministério da Economia deveria informar ao MPF quais seriam as ações tomadas em cumprimento à essa Recomendação. Mas, a situação não avançou para um cenário positivo.

Nesta terça-feira, 11 de junho, o Ministério da Economia enviou e-mail à equipe de jornalismo com a negativa de que não vai ter concurso para o INSS, neste momento. Isso porque a situação fiscal do país impede que novas contratações aconteçam na instituição.

Diante da negativa, a Procuradoria da República do Distrito Federal já prepara uma ação civil pública para garantir judicialmente a abertura de um novo concurso. Vale lembrar que um inquérito civil já havia sido instaurado em 2017 para avaliar os impactos da falta de servidores na prestação dos serviços pelo INSS.

Com a medida, o Ministério da Economia pode acabar forçado a realizar um novo concurso. Segundo estimativas do próprio INSS, 34% pode tornar o déficit de mão de obra na autarquia ainda mais dramático.

Pedido de concurso INSS segue em análise

Mesmo sem ter seu concurso autorizado, tramita desde o ano de 2015, no Ministério da Economia, na época Ministério do Planejamento, um pedido de autorização para o concurso INSS. O pedido solicita a abertura de 7.888 vagas, voltou a ser protocolado em janeiro de 2018. As vagas solicitadas pelo órgão foram distribuídas conforme o quadro abaixo:

CargoVagas
Técnico do INSS3.984 vagas
Analista do INSS1.692 vagas
Perito Médico INSS2.212 vagas
TOTAL7.888 vagas

A solicitação indica o quanto o INSS precisa de novos servidores. Informações obtidas com exclusividade pelo jornalismo do Estratégia Concursos dão conta que cerca de 34% dos 32,1 mil servidores ativos do INSS estão em condições de solicitar aposentadoria, apenas aguardando a incorporação de gratificações.

Segundo dados do Ministério da Economia, mais de 3 mil servidores já se aposentaram em 2019. Só em janeiro deste ano, segundo o INSS, 293 servidores deram entrada no pedido de aposentadoria. Até o final do ano, o próprio Instituto falou que até o final do ano de 2019, a situação deve ainda piorar. A previsão é que mais de 10 mil servidores se aposentem.

O pedido de abertura de um novo concurso INSS já tramitou por diversas vezes desde o início de 2019. A última movimentação do processo foi registrada em 17 de janeiro de 2019, após análise da Coordenação-Geral de Benefícios Previdenciários.

Há um enorme déficit de pessoal no INSS. Em entrevista publicada em um canal de TV, o Gerente Executivo do INSS no estado, Nely Lopes, indicou que o edital de um novo concurso para a autarquia pode ser lançado até o 2º semestre de 2019. Mas, por conta do pronunciamento do Ministério da Economia, o edital deve atrasar mais um pouco.

Linha do Tempo do Concurso INSS

  • Dezembro / 2015: É publicado o último edital do concurso INSS.
  • Maio / 2016: Realização das provas do último concurso INSS.
  • Dezembro / 2017: O INSS solicita a nomeação dos excedentes aprovados no concurso de 2015.
  • Janeiro / 2018: O INSS protocola pedido no então Ministério do Planejamento para a abertura de novo concurso. São solicitadas 7.888 vagas.
  • Agosto / 2018: Encerramento do prazo de validade do concurso INSS, sem convocação dos excedentes.
  • Janeiro / 2019: É sancionada a LOA 2019, autorizando o provimento de mais de 11.000 vagas para o Poder Executivo Federal. Especula-se que muitas dessas vagas sejam reservadas para o concurso INSS e até para a Receita Federal.
  • Janeiro / 2019: É instituído bônus de produtividade para os servidores do INSS, como forma de estimular a retenção da força de trabalho pelo órgão.
  • Fevereiro / 2019: É apresentada pelo governo ao Congresso Nacional a PEC da “Reforma da Previdência“. A implementação da PEC da “Reforma da Previdência”, muito provavelmente, exigirá a contratação de mais servidores para o INSS.
  • Abril / 2019: MPF recomenda que Ministério da Economia realize levantamento de informações quanto aos cargos e vagas que poderão ser ofertados no novo Concurso INSS. Recomendou a realização do concurso e elaboração de cronograma para consecução do mesmo.
  • Maio/2019: uma portaria que autoriza a implementação do teletrabalho no INSS. Neste artigo, você vai conferir as principais informações sobre o concurso INSS, a recomendação do MPF pedindo ao Ministério da Economia urgência na realização de um novo concurso, a situação do quadro de servidores e todos detalhes sobre o INSS.
  • Junho/2019: Ministério da Economia responde a recomendação do MPF e afirma que não será possível autorizar a realização de um novo concurso INSS.

Concurso INSS – vacâncias

No final de 2018, o INSS enviou ao então Ministério do Planejamento uma nota técnica ratificando a urgência na recomposição do quadro de pessoal do órgão.

Segundo a nota técnica, o quantitativo de vagas do concurso de 2015 não foi suficiente para amenizar o déficit de servidores, sendo de extrema importância a autorização de vagas adicionais no novo edital.

A Nota Técnica mostra, ainda, o número de vacâncias do cargo de Técnico do INSS. O quadro II mostra o número de vacâncias até março de 2018, referentes a aposentadorias, demissões, óbitos, decisões judiciais e exonerações.

AnoAposentadoriasExoneração e Posse em outro cargoDemissão/óbitoDecisão JudicialTOTAL
20126511371110889
201366426311411042
201460527013011006
201580817613511120
20167101121120934
201716577910401840
2018241110311802632
TOTAL7506114082439463

Outro detalhe importante, que sugere a urgência no concurso, é que, até o ano de 2021, mais de 10 mil servidores devem se aposentar. Com esse elevado número de vacâncias decorrentes de aposentadoria, o INSS não terá outra opção a não ser realizar um novo concurso.

Concurso INSS: o que faz um Técnico do Seguro Social?

O Técnico do INSS é o servidor responsável por inúmeras atividades no órgão, dentre as quais citamos as seguintes:

  • a) Realizar o atendimento, orientação e esclarecimento de dúvidas daqueles que estão pleiteando a obtenção de benefícios previdenciários.
  • b) Agendar perícias médicas para os segurados da previdência.
  • c) Analisar processos que envolvem pedidos de concessão e revisão de benefícios.

Como Técnico do INSS, você terá contato direto com pessoas em situação de vulnerabilidade. São pessoas em momentos difíceis de suas vidas e que, portanto, merecem toda a sua dedicação, empenho e boa vontade em resolver os problemas.

Para se tornar Técnico do INSS, o requisito necessário é ter nível médio. Não há necessidade de ter formação em nível superior para prestar o concurso e tomar posse no cargo.

Concurso INSS – quanto ganha um Técnico do INSS?

Remunerações Atualizadas

A remuneração do cargo de Técnico do INSS é composta de três parcelas:

  • a) Vencimento Básico
  • b) Gratificação de Atividade Executiva (GAE)
  • c) Gratificação de Atividade de Desempenho de Atividade do Seguro Social (GDASS).

O vencimento básico é a menor parcela da remuneração do Técnico do INSS. No início de carreira, seu valor é de R$ 712,61; no final de carreira, o valor vai para R$ 1.102,02.

A Gratificação de Atividade Executiva (GAE) equivale a 160% do vencimento básico. No início de carreira, seu valor é de até R$ 1.140,18; no final de carreira, o valor vai para R$ 1.763,23.

A Gratificação de Atividade de Desempenho de Atividade do Seguro Social (GDASS) é a maior parcela da remuneração. No início de carreira, seu valor é de até R$ 3.595,00; no final de carreira, o valor vai para R$ 6.234,00.

Somando-se os valores das remunerações, chegamos ao total de R$ 5.344,87 para Técnico. Já o cargos de analista e perito médico oferecem, respectivamente, ganhos de R$ 7.954,09R$ 10.616,14 .

No vídeo abaixo, o Prof. Rubens Maurício explica todos os detalhes da remuneração dos servidores do INSS.

Concurso INSS: como funciona o Bônus de Produtividade?

Enquanto o edital do concurso INSS não sai, uma excelente notícia foi publicada para quem deseja seguir carreira no Instituto Nacional da Seguro Social: foi criado um bônus de produtividade para Técnicos, Analistas e Peritos.

Instituídos pela MP 871/2019, editada pelo Presidente Jair Bolsonaro na última sexta-feira, os bônus fazem parte de uma iniciativa importante para a descoberta de fraudes no pagamento de benefícios do INSS.

Os Técnicos e Analistas do INSS terão direito a um bônus de R$ 57,50 por processo finalizado, ao passo que Peritos receberão R$ 61,72 por perícia extraordinária realizada.

O programa tem duração até 31 de dezembro de 2020 e remunera atividades realizadas sem o prejuízo da rotina normal dos servidores do INSS.

É possível prestar o concurso INSS para os cargos de Técnico e de Analista?

No concurso de 2015, as provas de Técnico e Analista ocorreram em horários diferentes, tornando possível a realização dos dois concursos ao mesmo tempo.

Há que se destacar que foram várias as disciplinas em comum entre os dois cargos. Assim, preenchendo-se os requisitos para os dois cargos, era plenamente possível prestar as duas provas.

O que estudar para o concurso INSS?

Disciplinas exigidas para Técnico INSS

  • Língua Portuguesa – 15 questões
  • Raciocínio Lógico – 6 questões
  • Noções de Informática – 5 questões
  • Ética no Serviço Público – 6 questões
  • Regime Jurídico Único – 6 questões
  • Direito Constitucional – 7 questões
  • Direito Administrativo – 5 questões
  • Seguridade Social – 70 questões
    TOTAL – 120 questões

Disciplinas exigidas para Analista INSS

  • Língua Portuguesa – 14 questões
  • Raciocínio Lógico – 5 questões
  • Noções de Informática – 5 questões
  • Legislação Previdenciária – 10 questões
  • Legislação de Assistência Social, do trabalhador e da pessoa com deficiência – 6 questões
  • Direito Constitucional – 4 questões
  • Direito Administrativo – 6 questões
  • Serviço Social – 70 questões
    TOTAL – 120 questões

Concurso INSS: materiais gratuitos

Vade Mecum INSS

Em nome de nossos professores, gostaria de lhes apresentar o Vade Mecum Estratégico para Técnico INSS, que foi preparado com muito cuidado para que possa lhe ajudar nesse caminho rumo à aprovação.

O Vade Mecum Estratégico é uma compilação das principais normas do seu concurso. Queremos que ele seja um material de consulta, a ser utilizado em toda a sua preparação.

Pretendemos que ele seja o seu companheiro sempre que você estiver assistindo nossas videoaulas ou lendo os nossos livros digitais (PDFs). O Vade Mecum INSS aborda os pontos mais importantes da legislação do órgao.

Vade Mecum INSS – Baixe Grátis!

Análise Crítica do edital INSS

Aqui é Ricardo Vale, professor e coordenador do Estratégia Concursos. No artigo, gostaria de conversar com você sobre aquele que é o concurso mais aguardado de 2019: o INSS. 

A expectativa pelo edital INSS é enorme e há vários indícios que nos levam a crer que a autorização está próxima. Há um pedido de autorização do concurso tramitando no Ministério da Economia, o qual foi protocolado ainda em 2018.

Nesse pedido, o INSS solicita a abertura de edital com 7.888 vagas.

Continue lendo o edital INSS

Quando o edital do concurso INSS 2019 será publicado?

O concurso INSS é, sem dúvida, o mais aguardado dos últimos 4 (quatro) anos. Todos estão muito ansiosos pela publicação do edital, mas é bem difícil precisar com exatidão quando ele será publicado.

Em nossa opinião, o concurso INSS deverá ser publicado no 2º semestre de 2019, sob pena de o órgão ficar com sua força de trabalho ainda mais prejudicada, resultando em fortes prejuízos a todos aqueles que, em situação de vulnerabilidade, pleiteiam pela concessão de benefícios previdenciários.

Caso se repita o que ocorreu no concurso INSS 2015 (provas 5 meses após o edital), acreditamos que há boas chances de provas no final de 2019 ou no início de 2020.

Último concurso INSS

Como mencionado acima, o último certame aconteceu em 2015. Na época, foram oferecidas 150 vagas para o cargo de Analista do Seguro Social e 800 para Técnico do Seguro Social. A banca organizadora foi o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), denominado Cespe.

Para o cargo de Analista foi exigido nível superior em Serviço Social, além de registro no órgão de classe específico (o vencimentos era de R$ 7.496,09, correspondente à remuneração bruta). Já para o posto de Técnico, foi necessário certificado de conclusão de curso de ensino médio (remuneração de até R$ 4.886,87, correspondente à remuneração bruta).

Ambos os cargos deveriam cumprir 40 horas semanais de trabalho.

Concurso INSS: Inscritos e demanda por vaga

Foram  1.087.789 candidatos inscritos neste concurso, tornando-se um dos maiores dos últimos anos.

  • Analista: 43.982 inscritos (concorrência de aproximadamente 293 candidatos por vaga)
  • Técnico: 1.043.807 inscritos (concorrência de aproximadamente 1.304 candidatos por vaga)

Concurso INSS: Simulados Inéditos

Neste seção você vai poder encontrar os sete simulados inéditos para o concurso do INSS aplicados pelo Estratégia Concursos em 2019. São questões cuidadosamente elaboradas pelos nossos professores, com foco no estilo de cobrança dos temas do programa do edital e nas estatísticas dos assuntos mais cobrados.

Disponibilizamos aqui o PDF de todos os cadernos de prova. Para conferir a correção basta acessar a área do aluno. Confira:

Quer estudar para Concurso INSS?

Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo? Então, confira os nossos cursos e comece a estudar para o concurso INSS:

CURSO INSS

Assinatura Anual Ilimitada*

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado a todos os nossos cursos.

ASSINE AGORAAssinatura Ilimitada

Ascom Estratégia
[email protected]

Ficha técnica Concurso INSS

Informações do último concurso INSS

  • Data: 2015
  • Vagas: 950
  • Cargos: Analista e Técnico
  • Lotações: Nacional
  • Banca: Cespe
  • Escolaridade: Nível Médio e Superior
  • Nota Técnica INSS
  • Edital: INSS 2015

Receba notícias de Concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram!

Notícias de concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram

Posts Relacionados

Compartilhe:

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.