0

Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB parte 1

Fala, estrategista! Tudo bem? Neste e nos próximos artigos, o nosso foco de análise será o concurso da Funsaúde-PB. Primeiramente, falaremos sobre a parte de Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB. Serão três artigos buscando cobrir os pontos mais importantes do edital! Posteriormente, faremos análises para outros cargos.

Recentemente, tivemos a publicação do edital para o concurso da Funsaúde-PB, que engloba vários cargos, de níveis médio e superior. A banca responsável pelo concurso será a VUNESP. O foco de nossa análise, como já dito, será o cargo de assistente administrativo.

O cargo de assistente administrativo exige apenas nível médio completo, oferecendo 15 vagas + formação de cadastro reserva. O cargo oferece a remuneração de R$ 1.300,00. Para um resumo mais aprofundado sobre todos os cargos oferecidos, número de vagas, remunerações e cronograma do concurso, acesse a página do concurso Funsaúde-PB aqui no Estratégia Concursos.

Para conhecer o conteúdo programático completo do cargo, bem como as informações completas sobre o concurso, confira o edital do concurso Funsaúde-PB, que contempla o cargo de assistente administrativo, foco do presente resumo.

Com esta análise, buscaremos cobrir os temas mais importantes e que tenham mais chances de serem cobrados na prova de Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB. Como o conteúdo programático é relativamente extenso, este resumo será dividido em três artigos, para cobrirmos a maior parte possível de conteúdo.

Sempre que possível, nossa análise buscará trazer questões anteriores da VUNESP, tendo por objetivo traçar um perfil da banca e de sua forma de cobrança.

Nos próximos tópicos, iniciaremos a análise dos pontos mais importantes de Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB.

Evolução da administração

Iniciando a nossa análise de Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB, o primeiro tópico será dedicado à parte de Evolução da Administração.

O edital traz expressamente as abordagens clássica, burocrática e sistêmica da administração. Nossa sugestão é dar maior enfoque a estas, porém, estudando também a escola das relações humanas e a abordagem contingencial. Para isso, o nosso resumo sobre Teorias Administrativas para concursos pode ajudá-lo.

Como nas outras bancas, a abordagem clássica da administração ganha proeminência na VUNESP. Vejamos como a banca já explorou o assunto:

EBSERH (2020)

“A Escola Clássica empreendeu esforços em busca pela eficiência nos âmbitos do chão de fábrica e da gerência. Seus teóricos mais conhecidos, Taylor e Fayol, possuíam abordagens distintas e complementares. As pesquisas desses teóricos ocorreram, respectivamente, em quais países?

A) Inglaterra e EUA.

B) EUA e França.

C) Canadá e EUA.

D) Itália e Bélgica.

E) Alemanha e Inglaterra.”

O gabarito é a alternativa B. A Abordagem clássica subdivide-se em duas teorias administrativas: a “Administração Científica” e a “Teoria Clássica”.

Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB - Teorias Administrativas - abordagem clássica
Abordagem clássica (Alvarenga, 2020)

A Administração Científica teve por pai o norte-americano Federick Taylor, e seus estudos eram focados em aumentar a produtividade das organizações mediante um incremento de eficiência operacional. Assim, a Abordagem Científica focava no chão de fábrica da organização, a Organização Racional do Trabalho (ORT), a tarefa.

Já a Teoria Clássica surgiu na França com o engenheiro Henri Fayol, e seu objeto de estudo principal era a estrutura organizacional, acreditando que uma boa organização da estrutura geraria eficiência.

Dentre as maiores contribuições de Fayol para o estudo da administração, podem ser citados os 14 princípios da administração, e a definição das funções básicas da empresa, que o autor estabeleceu como as funções: técnica, comercial, financeira, segurança, contábil e administrativa.

Funções da administração

Avançando com o nosso resumo de Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB, falaremos sobre as funções da administração, ou processo administrativo. Trata-se de assunto decorrente dos estudos da Teoria Neoclássica.

A VUNESP não tem uma preferência de cobrança no tema, explorando as quatro funções (planejamento, organização, direção e controle) de forma semelhante. Abordaremos a função de planejamento, pois as outras funções serão abordadas em outros tópicos do nosso resumo de Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB.

Vejamos uma questão da banca:

Câmara de Mogi Mirim (2020)

“No Planejamento Estratégico, há duas ações fundamentais: definir o que deve ser feito e como, com que recursos fazer isso. Essas ações são, respectivamente,

A) diagnóstico; metas.

B) objetivos; metas.

C) objetivos; planos.

D) diagnóstico; objetivos.

E) objetivos; controle.”

O gabarito é a alternativa C. O planejamento deve estabelecer o que deve ser feito, ou seja, os objetivos, aquilo que se pretende alcançar. É importante não confundir objetivos com metas, pois estas são os detalhamentos dos objetivos.

Além disso, a questão pede o “como”, com que recursos o objetivo deverá ser alcançado. Isso nos leva ao conceito dos “planos”. Os planos são o desdobramento do planejamento, sendo a sua principal decorrência, e servem como um guia, um balizador que especificará o caminho para os esforços da organização em direção ao alcance de seus objetivos e metas. Assim, definem como se alcançar os objetivos.

Ainda, os planos são um instrumento de integração da organização. Conforme Chiavenato, “os planos servem para integrar os vários objetivos a serem alcançados em um esquema organizacional que proporciona coordenação e integração.”.

Por fim, sugerimos a leitura do nosso Guia Definitivo sobre as funções do processo administrativo para concursos, em que há a abordagem das outras funções administrativas, além de um maior detalhamento sobre a função de planejamento.

Estrutura organizacional em Administração Geral

Seguindo com esta análise de Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB, este tópico será dedicado à Estrutura Organizacional. Trata-se de temática relacionada à função administrativa de “Organização”.

Sobre o presente assunto, a VUNESP costuma explorar características dos diferentes tipos de estruturas, além de conceitos aplicáveis a todos os tipos de estrutura, como amplitude de controle e linhas de comando. Para auxiliá-lo em seus estudos, sugerimos a leitura do nosso artigo sobre as Estruturas Organizacionais para concursos, em que há um resumo com maior riqueza de detalhes.

Vejamos como a banca já cobrou o tema:

EBSERH (2020)

“Um empreendedor gostaria de criar uma estrutura organizacional que fosse, ao mesmo tempo, ágil e possuísse clareza de comunicação entre os diferentes níveis organizacionais e na qual houvesse uma assessoria técnica para a tomada de decisão da presidência da empresa. Ou seja, a estrutura organizacional recomendada, nesse caso, é a

A) Linear.

B) Matricial.

C) Linha-staff.

D) Funcional.

E) Dinâmica.”

O gabarito é a alternativa C. Na estrutura linha-staff, as posições de linha continuam existindo, representando a supervisão direta sobre o funcionário. As posições funcionais assumem caráter de staff, ou seja, assessoria ou consultoria, apoio, suporte e recomendações relativas à sua área de especialização. Assim, os órgãos de staff são de caráter consultivo, buscando prestar auxílio especializado aos gestores de linha.

Ainda, os órgãos de staff costumam ficar diretamente ligados à presidência da empresa, funcionando como seus consultores, nas respectivas áreas de especialização do staff. Tem como desvantagem a possibilidade de gerar disputa de autoridade e conflitos entre a autoridade de linha e o staff, em decorrência da possível ambiguidade de orientações aos subordinados.

Cultura Organizacional

E no último tópico da primeira parte do nosso resumo de Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB, o tema a ser tratado será a Cultura Organizacional.

A VUNESP costuma cobrar o conceito de cultura organizacional, suas diferenças para com o clima organizacional, além dos níveis da cultura organizacional. Para auxiliá-lo em seus estudos, sugerimos a leitura do nosso Guia Definitivo sobre Cultura Organizacional para concursos, em que são abordados diversos temas referentes ao assunto em análise.

Perceba como a banca costuma explorar o tema:

EBSERH (2020)

“As ações voltadas para a definição ou para o fortalecimento da cultura organizacional têm por objetivo

A) aumentar a qualidade de processos.

B) efetivar ações estratégicas.

C) disseminar responsabilidades

D) promover recursos disponíveis.

E) estabelecer orientações gerais.”

O gabarito é a alternativa E. A cultura organizacional pode ser definida como o conjunto de valores, hábitos e crenças compartilhados pela comunidade de uma determinada organização. Assim, a cultura organizacional baliza o comportamento dos colaboradores da organização, estabelecendo, sim, orientações gerais para os funcionários.

A cultura é a “personalidade” da organização. Com isso, a forma pela qual os funcionários atuarão e comportar-se-ão dentro da organização será sempre influenciada pela cultura organizacional da organização em questão.

Muitos podem ter achado a letra B correta, mas ela possui alguns problemas. Primeiro, a cultura não serve para efetivar ações estratégicas, mas, sim, para balizar tais ações. Quem vai efetivá-las são os membros da organização. Além disso, a cultura não irá balizar apenas ações estratégicas, mas, também, ações táticas e operacionais.

Conclusão

Chegamos ao fim da primeira parte do resumo de Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB.

Utilize este resumo em conjunto com as aulas teóricas e com a resolução de muitas questões sobre os temas apresentados.

Nos próximos artigos, continuaremos analisando os principais assuntos de Administração para assistente administrativo da Funsaúde-PB.

Abraços e bons estudos!

Paulo Alvarenga

https://www.instagram.com/profpauloalvarenga/

Referências:

Chiavenato, Idalberto. Administração geral e pública. Idalberto Chiavenato. – 2.ed. – Rio de Janeiro: Elsevier, 2008

Cursos e Assinaturas

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país!

Assinatura de Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Sistema de Questões

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Concursos Abertos

mais de 15 mil vagas

Concursos 2021

mais de 17 mil vagas

.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *