Raciocínio Lógico para concurso - materiais GRATUITOS!
Guilherme Neves

Raciocínio Lógico para concurso: como estudar? Materiais gratuitos!

Raciocínio Lógico para concurso – como estudar?

Você sabe como estudar raciocínio lógico para concurso de forma bastante eficiente? Neste artigo eu quero te apresentar o método que tenho utilizado para que mesmo os meus alunos com mais DIFICULDADE consigam enfrentar esta disciplina.

Hoje vamos tratar da sua preparação! Os melhores e mais disputados concursos públicos do país exigem cada vez mais dos candidatos e, portanto, a preparação precisa ser profissional.

Não há vagas para amadores!

Cada detalhe na preparação é importante e não pode ser negligenciado. A preparação precisa ser encarada como um grande projeto, que precisa de planejamento, execução e controle adequados, ou seja, é preciso saber COMO estudar.

Os maiores vencedores no mundo dos concursos, aqueles candidatos que passam em vários dos melhores concursos do país, utilizam segredos e técnicas que estão à disposição de todos, mas que, infelizmente, são postos de lado por grande parte dos estudantes, que preferem o caminho mais fácil de começar de qualquer jeito, o que leva a repetidos resultados indesejados.

Se você quer passar para o lado dos vencedores, precisa se espelhar no que eles fazem. Entre os vários segredos que os gigantes dos concursos escondem está a forma adequada de estudar e revisar.

Um estudo sério para concursos exige um planejamento adequado do momento certo para fazer revisões, que precisam ser feitas em momentos adequados, de forma periódica, seja por meio de resumos, seja por meio da resolução de uma quantidade enorme de questões. Se resolver questões em grande quantidade é fundamental no estudo de qualquer matéria para concursos, quando falamos de Raciocínio Lógico e Matemática, essa necessidade aumenta fortemente.

No entanto, a ansiedade por ir direto às questões sem a assimilação completa dos fundamentos teóricos, em outras palavras, a ida com muita sede ao pote, pode levar muitos concurseiros desprevenidos ao fracasso, ao desânimo. É isso que devemos evitar. O que fazer então? Qual o grande segredo?

Aprenda uma coisa, amigo: não existem atalhos! Como diz o grande coach Paulo Vieira: se atalho fosse bom, não era atalho, era caminho. E o que queremos é te ensinar o caminho da aprovação. Um caminho sólido, firme, que, claro, exige mais, mas que aumenta de forma significativa suas chances de passar no concurso dos seus sonhos.

Assim, não se engane: você não pode negligenciar, deixar de lado, passar por cima de forma rápida e superficial sobre o estudo teórico!

Cada palavra colocada nas minhas aulas foi calculada para que os assuntos façam sentido e você compreenda não apenas os conceitos, mas o contexto em que devem ser aplicados. Ora, se eu, Guilherme Neves, gasto horas planejando e preparando o material teórico, por que alguém acharia que uma leitura dinâmica, desatenta, seria suficiente para assimilação de conceitos tão importantes nas mais diversas disciplinas?

Assim, em matérias de Exatas, como o Raciocínio Lógico e a Matemática, constitui um grande erro pular para o rol de questões quando a teoria não está ainda completamente compreendida.

Não estou falando para que se adie de forma indefinida o momento de resolver questões. Não se trata disso. Ao final da primeira leitura, claro que você pode se aventurar na resolução de algumas questões, até para ajudar na sedimentação do conhecimento.

O que quero dizer é que a hora de resolver a maior parte das questões, principalmente as que servirão para realizar as já mencionadas e importantes revisões periódicas, é apenas quando o conhecimento teórico está completamente compreendido, caso contrário haverá uma grande e injustificada frustração ao se deparar com os mais diversos tipos de problemas possíveis numa prova de Raciocínio Lógico.

Assim, não se preocupe se houver necessidade de uma segunda ou terceira leitura até que todos os pontos de um determinado tópico estejam claros. Isso, muitas vezes, é necessário. Com Raciocínio Lógico não seria diferente.

Essa segunda ou terceira leitura deve ser ativa, com a utilização de caneta marca-texto, de processos mnemônicos, elaboração de fichas-resumo. Isso tudo exige mais dedicação e tempo, eu sei, mas perceba que esse árduo trabalho inicial vai lhe economizar um tempo enorme no futuro, pois suas revisões periódicas futuras serão feitas de maneira muito mais rápida.

Exemplo: não é muito mais fácil ter aprendido e memorizado (utilizando a técnica que achar mais adequada) as equivalências lógicas mais pedidas em prova do que precisar sempre começar do zero quando se deparar com uma questão que parece tratar, aparentemente, de um assunto não identificado?

Com o tempo, você irá perceber que as questões de Raciocínio Lógico em concursos sempre deixam pistas (palavras-chave), que nos induzem a qual técnica ou conceito devemos recorrer. Mas isso exige, como falado, uma sedimentação teórica anterior, caso contrário, as pistas nada significarão.

Assim, reforço: não pule etapas! Se preciso, reduza um pouco o ritmo, esclareça todas as suas dúvidas conosco e então, após a sedimentação teórica, inicie a etapa mais pesada das questões.

Os maiores aprovados em concursos passaram por todo esse processo mais trabalhoso antes de entrar em velocidade de cruzeiro e começarem a passar em vários concursos ao mesmo tempo.

Acredite nisso! Se utilizar o método correto, sua hora também vai chegar e você passará para o lado dos aprovados.

Aqui no Estratégia Concursos disponibilizamos uma infinidade de conteúdos gratuitos para ajudar na sua árdua caminhada rumo à aprovação. São vários arquivos, artigos e também vídeos no nosso canal do Youtube já disponíveis para você.

Você também tem acesso a resolução de questões e dicas diárias  gratuitas  no meu Instagram: @profguilhermeneves.

Grande abraço,

Guilherme Neves

[email protected]

PS: Confira esta aula gratuita de Raciocínio Lógico para Concursos, ministrada pelo amigo e professor Brunno Lima:

Compartilhe:

Guilherme Neves

Guilherme Neves

Guilherme Neves é professor de Matemática, Raciocínio Lógico, Estatística, Matemática Financeira e Física. No biênio 2007-2008 foi bolsista pela UFPE - Bacharelado em Matemática - FACEPE -Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - com o trabalho "Análise Matemática e Equações Diferenciais Parciais" sob a orientação do Dr. Lucas Ferreira (UNICAMP). É professor em cursos preparatórios para concursos desde 2006. Em 2010 também publicou o livro Raciocínio Lógico Essencial para Concursos pela Editora Campus/Elsevier. Atualmente, mora nos Estados Unidos, onde está se graduando em Engenharia Civil pela UCF (University of Central Florida).

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados
Depoimentos dos Aprovados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.