2

Concurso TJ BA: seleção para Analista e Técnico expirou em 2019

Concurso TJ BA: certame convocou mais candidatos que o número previsto no edital

O Tribunal de Justiça da Bahia teve seu último concurso público para o quadro de servidores expirado em julho de 2019. O concurso foi realizado entre 2014 e 2015 e posteriormente, prorrogado por dois anos.

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Se você já está se preparando para o próximo concurso público do Tribunal de Justiça da Bahia, ao longo deste artigo vai poder conferir as principais informações sobre a situação atual do certame e como foi o último edital, publicado em 2014.

Concurso TJ BA: Situação atual

O último concurso do Tribunal de Justiça da Bahia foi realizado em 2015 e teve sua validade prorrogada por mais dois anos, expirando no dia 19 de julho de 2019. Sem a possibilidade de uma nova prorrogação, os concurseiros ficam na expectativa de um novo certame.

Em contato com o setor de Comissão de Concursos do órgão, foi informado ao Estratégia que no momento ainda não existe nenhum planejamento para um novo certame. O levantamento mais recente disponível no Portal da Transparência do TJ BA ainda não aponta nenhum cargo vago para Analista e Técnico.

Concurso TJ BA: Carreira

Salários e Benefícios

Conforme consta no Portal da Transparência do TJ BA, os vencimentos iniciais dos cargos de Analista e Técnico variam entre R$ 3 e 5 mil reais. Vale ressaltar que esses valores não estão acrescidos das possíveis gratificações.

Analista Judiciário:

  • Inicial: R$ 5.876,75
  • Final: R$ 9.895,76

Técnico Judiciário:

  • Inicial: R$ 3.581,83
  • Final: R$ 6.031,36

Além do vencimentos inicial e gratificações, os servidores também tem direito ao auxílio alimentação no valor de R$ 1.100,00 e auxílio transporte.

Atribuições dos cargos

Analista Judiciário/ Subescrivão – Área Judiciária – Especialidade Direito:

  • Escrever, em devida forma, todos os termos dos processos e demais atos praticados no Juízo a que servir;
  • Lavrar procurações, por termo, nos autos;
  • comparecer, com antecedência, às audiências marcadas pelo Juiz e acompanhá-lo nas diligências de sua Serventia;
  • Executar, quando lhe couber, as intimações e praticar os demais atos que lhe são atribuídos pelas leis processuais;
  • Elaborar nota ou resumo do expediente a ser publicado nos órgãos de divulgação oficial e afixar uma cópia no lugar de costume;
  • Zelar pelo recolhimento da taxa judiciária e demais exigências fiscais.

Analista Judiciário – Área Administrativa:

  • Prestar assistência nos assuntos relativos a sua área de atuação, coligindo informes técnicos necessários ao exame e apresentação de sugestão sobre a matéria, encaminhando-os a apreciação da Presidência do TJ;
  • Elaborar relatórios conclusivos ou de acompanhamento sobre suas atividades;
  • Produzir dados e informações que sirvam de base à tomada de decisões quanto ao acompanhamento e execução das atividades dos programas destinados ao atendimento das demandas da área.

Analista Judiciário – Área apoio especializado – Administração:

  • Prestar assistência nos assuntos relativos a sua área de atuação, coligindo informes técnicos necessários ao exame e apresentação de sugestão sobre a matéria, encaminhando-os a apreciação da Presidência do TJ;
  • Elaborar relatórios conclusivos ou de acompanhamento sobre suas atividades;
  • Produzir dados e informações que sirvam de base à tomada de decisões quanto ao acompanhamento e execução das atividades dos programas destinados ao atendimento das demandas da área;
  • Acompanhar e fiscalizar os contratos pertinentes à sua área de atuação;
  • Elaborar estudos relativos a proposta orçamentária anual de sua área de atuação; e
  • Executar outras ações e atividades concernentes à sua natureza e determinadas pelo superior hierárquico.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Contabilidade:

  • Efetuar os registros contábeis no FIPLAN – Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças;
  • Fazer o registro e controle contábil das receitas e despesas, correntes e de capital, orçamentárias e extraorçamentárias;
  • Executar a escrituração contábil do Poder Judiciário e de suas unidades gestoras, inclusive o Fundo de Aparelhamento Judiciário – FAJ e proceder à contabilidade orçamentária, financeira e patrimonial;
  • Proceder ao controle contábil de depósitos, cauções, fianças.

Técnico Judiciário / Escrevente – Área Judiciária:

  • Executar atividades judiciárias de nível médio, de natureza processual judiciária e, eventualmente, administrativa;
  • Digitar publicações, mandados, editais, ofícios, certidões, atestados, declarações e correspondências em geral referentes aos processos do Cartório;
  • Arquivar documentos, correspondências, e processos do Cartório; organizar os processos do cartório na ordem estabelecida pelo Diretor de Secretaria;

Técnico Judiciário – Área Administrativa:

  • Executar atividades administrativas de nível médio;
  • Auxiliar as unidades em ações administrativas e estratégicas; Participar de estudos voltados à eficiência das ações administrativas;
  • Elaborar relatórios periódicos sobre as atividades realizadas; e
  • Exercer outras atividades pertinentes ou que lhe forem delegadas.

Requisitos dos cargos

Analista Judiciário/ Subescrivão – Área Judiciária – Especialidade Direito:
Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito.

Analista Judiciário – Área Administrativa:
Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação.

Analista Judiciário – Área apoio especializado – Administração:
Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Administração e registro no Conselho Regional de Administração.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Contabilidade:
Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Contabilidade e registro no Conselho Regional de Contabilidade.

Técnico Judiciário / Escrevente – Área Judiciária:
Diploma de conclusão de curso de nível médio completo.

Técnico Judiciário – Área Administrativa:
Diploma de conclusão de curso de nível médio completo.

Último concurso TJ BA

O último concurso TJ BA teve seu edital publicado no final de 2014, mas efetivamente realizado em 2015. Sob organização da Fundação Getúlio Vargas, a FGV, foram ofertadas 200 vagas para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário, que exigem nível superior e médio, respectivamente.

Na ocasião, foram registrados 134.793 inscritos, uma concorrência de aproximadamente 674 candidatos por vaga. O cargo com maior demanda foi o de Técnico Judiciário / Escrevente, com 76.110 inscritos, número que representa mais da metade das inscrições.

Distribuição das vagas

Analista Judiciário – Nível superior

  • Área Judiciária – Especialidade Direito (65 vagas)
  • Área Administrativa (6 vagas)
  • Apoio Especializado – Administração (1 vaga)
  • Apoio Especializado – Arquitetura (2 vagas)
  • Apoio Especializado – Serviço Social (2 vagas)
  • Apoio Especializado – Comunicação com habilitação em Jornalismo (1 vaga)
  • Apoio Especializado – Contabilidade (1 vaga)
  • Apoio Especializado – Economia (1 vaga)
  • Apoio Especializado – Enfermagem (1 vaga)
  • Apoio Especializado – Engenharia Civil (1 vaga)
  • Apoio Especializado – Engenharia Elétrica (1 vaga)
  • Apoio Especializado – Engenharia Mecânica (1 vaga)
  • Apoio Especializado – Medicina (6 vagas)
  • Apoio Especializado – Odontologia (3 vagas)
  • Apoio Especializado – Psicologia (2 vagas)
  • Apoio Especializado – Tecnologia da Informação (11 vagas)

Técnico Judiciário – Nível médio

  • Escrevente – Área Judiciária (75 vagas)
  • Área Administrativa (6 vagas)
  • Área Tecnologia da Informação (12 vagas)

Concurso TJ BA: Etapas de provas

A seleção dos candidatos se deu por duas etapas para todos os cargos mais uma Avaliação de Títulos somente para os cargos de nível superior:

  1. Prova Escrita Objetiva (eliminatório e classificatório);
  2. Prova Escrita Discursiva (eliminatório e classificatório); e
  3. Avaliação de Títulos somente para Analista (classificatório).

Prova objetiva

Realizadas em turnos diferentes, os candidatos às vagas de nível médio tiveram 4 horas para fazer a prova. Já os candidatos às vagas de nível superior tiveram 5 horas.

Foi considerado aprovado na Prova Escrita Objetiva o candidato que, cumulativamente acertasse no mínimo 50% do total da prova; acertasse no mínimo 50% do módulo de conhecimentos específicos e acertasse no mínimo 1 (uma) questão em cada uma das disciplinas contidas nas prova.

Técnico Judiciário, exceto Área Tecnologia da Informação:

  • Língua Portuguesa – 20 questões
  • Legislação Específica – 13 questões
  • Noções de Informática – 07 questões
  • Conhecimentos Específicos – 20 questões

Analista Judiciário, exceto Especialidade Tecnologia da Informação:

  • Língua Portuguesa – 20 questões
  • Legislação Específica – 13 questões
  • Noções de Informática – 07 questões
  • Conhecimentos Específicos – 30 questões

Técnico e Analista Judiciário – Área Tecnologia da Informação:

  • Língua Portuguesa – 20 questões
  • Legislação Específica – 10 questões
  • Conhecimentos Específicos – 30 questões

Avaliação de Títulos

A Avaliação de Títulos foi aplicada somente para os candidatos aos cargos de Analista Judiciário aprovados na Prova Escrita Discursiva. Esta Avaliação valeu no máximo 10 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados fosse superior a esse valor.

Discriminação dos títulosValor unitárioValor máximo
A. Curso de aperfeiçoamento, com carga horária mínima de 180h, na área da especialização de opção.2,0 pontos2,0 pontos
B. Curso de especialização, em nível de pós-graduação, com carga mínima de 360h, na área da especialidade de opção.3,0 pontos3,0 pontos
C. Mestrado na área da especialização de opção.4,0 pontos4,0 pontos
D. Doutorado na área da especialidade de opção.6,0 pontos6,0 pontos
Tabela de títulos do último concurso

Nomeações e nota de corte

Apesar da oferta de 200 vagas, foram convocados bem mais candidatos. Foram no total, sem contar com as desistências, 390 convocações. Abaixo você confere a listagem de convocações para cada cargo e suas respectivas notas de corte.

CargoConvocadosClassificação AC e notaClassificação PcD e nota
Analista – Administrativa1110º – 62,21º – 50,6
Analista – Administração33º – 66,0
Analista – Arquitetura33º – 59,2
Analista – Biblioteconomia11º – 55,9
Analista – Comunicação22º – 66,0
Analista – Contabilidade33º – 55,6
Analista – Economia11º – 57,5
Analista – Enfermagem11º – 62,0
Analista – Engenharia Civil55º – 55,6
Analista – Engenharia Elétrica11º – 56,8
Analista – Engenharia Mecânica11º – 59,0
Analista – Estatística11º – 48,9
Analista – Medicina99º – 60,1
Analista – Odontologia33º – 66,5
Analista – Psicologia22º – 67,9
Analista – Serviço Social44º – 61,8
Analista – T.I.1716º – 50,01º – 39,5
Subescrivão – Direito147142º – 62,35º – 53,8
Técnico – Administrativa2827º – 54,01º – 48,6
Técnico Judiciário – T.I.2018º – 51,02º – 45,8
Técnico / Escrevente127120º – 55,07º – 47,0
Tabela de nomeações e nota de corte

Provas anteriores do concurso TJ BA

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

Assinatura ilimitada e cursos para o concurso TJ BA

Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo? Então, confira os cursos para o concurso TJ BA disponíveis em nosso site:

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Assinatura Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

♦Informações do último concurso TJ BA

►Data: 2014/2015
►Vagas: 200
►Cargo: Analista e Técnico Judiciário
►Requisito: Nível médio e superior
►Banca: FGV
►Edital: Edital TJ BA – 2014

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *