0

Administração para Fiscal SEFAZ-CE (parte 2 – cargos 1 e 2)

Olá, pessoal! Tudo bem? Dando prosseguimento aos nossos resumos dos conteúdos relacionados à Administração Geral e Pública para a SEFAZ-CE, neste artigo, trazemos a segunda parte da nossa análise de Administração para Fiscal SEFAZ-CE.

Confira a página do concurso aqui no Estratégia Concursos, onde estão registradas as principais informações sobre todos os cargos.         

Confira, também, a análise do edital feita pelo Estratégia Concursos:

Não deixe de acessar, por fim, o edital do concurso.

Sobre a disciplina de Administração Geral, como dito na primeira parte deste resumo, buscamos identificar os tópicos com mais chances de serem cobrados, analisando o histórico da CEBRASPE. No conteúdo programático, pode-se identificar diferentes tópicos. Focaremos, neste artigo, como fizemos na primeira parte deste resumo de Administração para Fiscal SEFAZ-CE, no conteúdo de Administração Geral.

Eis o conteúdo programático de Administração Geral:

ADMINISTRAÇÃO GERAL: 1 Evolução da administração. 1.1 Principais abordagens da administração (clássica até contingencial). 2 Processo administrativo. 2.1 Funções de administração. 2.1.1 Planejamento, organização, direção e controle. 2.2 Processo de planejamento. 2.2.1 Planejamento estratégico. 2.2.1.1 Visão, missão e análise SWOT, matriz GUT e ferramenta 5W2H. 2.2.2 Análise competitiva e estratégias genéricas. 2.2.3 Redes e alianças. 2.2.4 Planejamento tático. 2.2.5 Planejamento operacional. 2.2.6 Administração por objetivos. 2.2.7 Balanced scorecard. 2.2.8 Processo decisório. 2.3 Organização. 2.3.1 Estrutura organizacional. 2.3.2 Tipos de departamentalização. 2.3.2.1 Características, vantagens e desvantagens de cada tipo. 2.3.3 Organização informal. 2.3.4 Cultura organizacional. 2.4 Direção. 2.4.1 Motivação e liderança. 2.4.2 Comunicação. 2.4.3 Descentralização e delegação. 2.5 Controle. 2.5.1 Características. 2.5.2 Tipos, vantagens e desvantagens. 2.5.3 Sistema de medição de desempenho organizacional.

Posteriormente, em outros artigos, trabalharemos gestão de pessoas, da qualidade, de projetos e de processos.

Entraremos, agora, na análise dos tópicos mais importantes para a prova.

Administração para Fiscal SEFAZ-CE
SEFAZ-CE

Função de Planejamento

Iniciaremos a nossa análise de Administração para Fiscal SEFAZ-CE explorando um dos tópicos campeões de cobrança: o Planejamento.

O edital nos traz tanto o Planejamento como função organizacional, como o Planejamento Estratégico e suas ferramentas. Por isso, para reforçar os seus estudos, recomendamos a leitura dos nossos artigos sobre funções do processo administrativo para concursos, e sobre as ferramentas mais cobradas de Planejamento Estratégico.

Todos os tópicos de Planejamento e Gestão Estratégica são muito importantes. Porém, se pudéssemos apontar os que devem receber mais atenção, diríamos que são os níveis do Planejamento, a Análise SWOT e o Balanced Scorecard (BSC). Na questão a seguir, veremos um exemplo recente de cobrança da banca.

Ministério da Economia (2020)

“No BSC, cada perspectiva é formada por um conjunto de objetivos e o alcance dos objetivos de uma perspectiva ajuda a impulsionar a próxima perspectiva imediatamente acima.”

Afirmativa correta. Primeiramente, lembremo-nos de que o BSC é uma ferramenta para implementação e comunicação da estratégia. Sua concepção original apresenta quatro perspectivas:

  • Perspectiva Financeira – Busca fornecer indicadores sobre a saúde financeira da organização.
  • Perspectiva dos Clientes – Trabalha a atenção às necessidades dos clientes.
  • Perspectiva dos Processos Internos – Busca trabalhar na cadeia de valor dos processos organizacionais, buscando a criação de valor para o cliente.
  • Perspectiva do Aprendizado e do Crescimento – Trabalha a capacidade de a organização responder a novas e diversas demandas, projetando-a para o futuro.

Cada uma destas perspectivas possui diferentes objetivos. Com o alcance dos objetivos, abre-se espaço para buscar os objetivos da próxima perspectiva.

Além disso, é importante frisar que as perspectivas são adaptáveis a cada realidade organizacional. Perceba o mapa estratégico do TRF-2, que exemplifica a adaptação das perspectivas para a realidade do órgão, bem como a questão do alcance dos objetivos impulsionar a próxima perspectiva.

Função de Organização

Seguindo com o nosso resumo de Administração para Fiscal SEFAZ-CE, falaremos sobre a segunda função do processo administrativo: a Organização.

De início, reforçamos a sugestão de leitura do nosso artigo sobre as funções do processo administrativo para concursos, conforme o link colocado no tópico anterior. Este artigo servirá para todos os tópicos do presente resumo.

Na questão abaixo, traremos mais detalhes sobre o tema:

TJ-PA (2020)

Assinale a opção que indica atividade inerente à função administrativa chamada de organização.

A) distribuição dos processos de trabalho em departamentos

B) definição da visão de futuro da instituição e dos valores a serem cumpridos pelos empregados

C) criação de sistemas de monitoramento dos prazos e da qualidade dos serviços prestados

D) realização de reuniões para orientação sobre a execução de atividades na busca de engajamento e alcance de resultados

E) avaliação das metas alcançadas em cada departamento da organização

O gabarito é a letra A. Em um primeiro momento, cabe lembrar que a palavra “Organização” pode assumir o significado de um agrupamento social com objetivos comuns, objeto do estudo da Administração, bem como da segunda função do processo administrativo, que é o nosso foco neste tópico.

A função de organização é responsável por estruturar a organização (agrupamento social), trabalhando a definição da estrutura organizacional e sua departamentalização e a divisão do trabalho, da responsabilidade e da autoridade entre os colaboradores, sempre visando à maior eficiência possível na utilização dos recursos organizacionais.

Assim, é responsabilidade da função de organização a distribuição dos processos de trabalho em departamentos, o que justifica o gabarito como letra A.

Sobre as outras alternativas da questão, a letra B refere-se ao Planejamento, a letra D sobre a Direção, e as letras C e E sobre o Controle.

Função de Direção

Caminhando mais um pouco em nossa análise de Administração para Fiscal SEFAZ-CE, falaremos sobre a função administrativa de Direção.

A função de Direção é responsável por, como o próprio nome sugere, dirigir pessoas e coordenar esforços rumo aos objetivos planejados. Aqui entram os estudos de comunicação, motivação e liderança, com a gestão de pessoas da organização assumindo grande protagonismo.

Sobre o tema, perceba na questão abaixo uma pegadinha recorrente em provas:

SLU-DF (2019)

No processo administrativo, a atribuição de autoridade e de responsabilidade é tipicamente absorvida pela função de direção.

Afirmativa incorreta. Conforme vimos no tópico anterior, atribuir responsabilidade e autoridade são atividades da função de ORGANIZAÇÃO. Com efeito, a função de Direção trabalhará com os limites de autoridade e responsabilidade anteriormente atribuídas na função pretérita.

Veja, ambas as funções trabalham com autoridade e responsabilidade. Porém, não cabe à Direção atribuí-las, mas, sim, utilizar as bases anteriormente estabelecidas para trabalhar as suas atividades típicas (motivação, liderança e comunicação, dentre outras).

As bancas sabem desta diferença entre as duas funções e abusam da cobrança para confundir os mais desatentos e afoitos. Olho vivo!

Função de Controle

Chegando ao último tópico do nosso resumo de Administração para Fiscal SEFAZ-CE, falaremos sobre a função de Controle. O controle é fundamental para que todas as outras funções façam sentido. Não é crível que sejam feitos inúmeros esforços nas funções anteriores, sem que os resultados destes esforços sejam monitorados e medidos.

Vejamos questões recentes da Cebraspe sobre o tema, para identificarmos a forma de cobrança da banca:

CODEVEASF (2021)

“A função administrativa que atua sobre os resultados organizacionais é o planejamento.”

Afirmativa errada. O planejamento é a base do processo administrativo, e busca estabelecer objetivos e projetar possíveis cenários futuros, para que se possa escolher um curso de ação mais adequado.

Já o controle se encarrega de estabelecer e medir os padrões de desempenho, monitorá-lo, avaliá-lo e adotar as medidas corretivas necessárias. Perceba que o controle se preocupa com o desempenho, ou seja, os resultados que a organização está entregando. Por isso, a função administrativa que atua sobre os resultados não é o planejamento. É o controle.

MPE-CE (2020)

Um dos aspectos essenciais do controle é a orientação rápida para as exceções, cuja finalidade é proporcionar um julgamento individual que possibilite modificações para adaptar-se a novas circunstâncias.

A afirmativa está errada. Um sistema de controle deve possuir algumas características. Uma delas, conforme Chiavenato, é a orientação rápida para exceções, que estabelece que o controle deve identificar rapidamente os desvios de padrão.

Outra característica é a flexibilidade, que preconiza que o controle deve permitir um julgamento individual que possibilite modificações para adaptar-se a novas circunstâncias. Assim, o enunciado trata sobre flexibilidade, e não sobre orientação rápida para exceções.

Para mais detalhes sobre as características de um sistema de controle, acesse nosso resumo sobre as funções administrativas, conforme proposto em tópicos anteriores.

Conclusão

Finalizamos a segunda parte da nossa análise de Administração para Fiscal SEFAZ-CE. Pudemos passar pelos principais tópicos de Administração Geral, os tópicos com mais chances de serem cobrados no certame. Por isso, não deixe de ler a primeira parte deste resumo.

Não deixe de ler, também, os artigos propostos nos links deste resumo, para amplificar a compreensão sobre os temas e compreender mais detalhes sobre o que foi aqui exposto.

Abraços e bons estudos!

Paulo Alvarenga

https://www.instagram.com/profpauloalvarenga/

Referências:

Chiavenato, Idalberto. Administração geral e pública. Idalberto Chiavenato. – 2.ed. – Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

Cursos e Assinaturas

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país!

Assinatura de Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Sistema de Questões

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Concursos Abertos

mais de 15 mil vagas

Concursos 2021

mais de 17 mil vagas

Posts Relacionados

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *