Artigo

PM/DF – MÚSICO – ATUALIDADES (Realidade do DF) – RECURSO CERTO

Olá pessoal,

Recebi de alunos as provas objetivas para os cargos de Músico e Corneteiro da Polícia Militar do Distrito Federal, aplicadas em 30/06 e 01/07 respectivamente.

Analisei as questões e cabe recurso na questão abaixo de Atualidades da prova de Músico:

A população do Distrito Federal (DF) e do Entorno sofre alterações constantes, pois o DF ainda é uma região de grande atração. Para explicar-se esse fato, levam-se em consideração as áreas de atividades econômicas e como elas se organizam para o desenvolvimento da região. Com base nessas informações, acerca das atividades econômicas e da distribuição populacional do DF e da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE/DF), assinale a alternativa correta.

a) Por possuir uma superfície pequena, essa área não concentra grande quantidade de pessoas, apresentando uma pequena densidade demográfica.

b) A atividade industrial tem crescido de forma intensa, o que faz aumentar a população envolvida nessa atividade, que supera o contingente concentrado no setor terciário da economia.

c) A população do DF ainda pratica o movimento de transumância em virtude das características climáticas extremas, tanto no inverno quanto no verão.

d) A Região Administrativa de Taguatinga é a mais desenvolvida economicamente e, por consequência, a mais populosa do DF.

e) A RIDE/DF é a quarta região metropolitana mais populosa do Brasil, perdendo apenas para as regiões de São Paulo, do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte.

O gabarito da banca é a letra “E”, mas cabe recurso certo nesta questão solicitando a sua anulação, pois a alternativa “E” também está incorreta, não havendo alternativa correta na questão.

ARGUMENTOS:

A letra “E” está incorreta, por dizer que a RIDE/DF é a quarta região metropolitana mais populosa do Brasil. O erro está em dizer que a RIDE/DF é uma região metropolitana. Não é, não são sinônimos, não é a mesma coisa.

Neste sentido, o IADES anulou a questão 21-A/20-B/19-C/18-D da prova da Secretaria da Saúde do Distrito Federal (Formação de Cadastro Reserva para Especialidades da Carreira Assistência Pública a Saúde – NS), conforme consta do Edital nº 7, de 02 de março de 2018, do respectivo concurso.

A alternativa anulada como incorreta trazia a seguinte afirmação: Unaí, Buritis e Cabeceira Grande são municípios pertencentes ao estado de Minas Gerais, mas que compõem a região metropolitana ou RIDE do Distrito Federal.

A justificativa para a anulação do gabarito preliminar pelo IADES foi a seguinte: a questão foi anulada, pois não há alternativa correta. A alternativa apresentada como gabarito para a questão afirma que região metropolitana e RIDE são sinônimos.

 Ou seja, entendeu a banca que a RIDE/DF não pode ser considerada uma região metropolitana, não são sinônimos. Assim, não há que se falar que a RIDE/DF é uma região metropolitana.

Dispõe a Constituição Federal, no art. 25, § 3º, que “Os Estados poderão, mediante lei complementar, instituir regiões metropolitanas, aglomerações urbanas e microrregiões, constituídas por agrupamentos de municípios limítrofes, para integrar a organização, o planejamento e a execução de funções públicas de interesse comum”.

A norma legal é claríssima, região metropolitana é criada por lei complementar estadual, constituída por agrupamentos de municípios limítrofes. Não existe lei de instituição da região metropolitana do Distrito Federal, de instituição da região metropolitana do Distrito Federal e do Entorno ou de instituição da região metropolitana do Entorno do Distrito Federal.

**********

Pessoal, aí estão os argumentos. Causa espanto que o examinador do IADES cometeu o mesmo erro em duas provas, em tão pouco tempo, após o primeiro erro ter motivado a anulação da questão. Por essas e outras que o IADES é denominado por aí, de (P)IADES, pois são piadas algumas questões de Atualidades e Realidade do Distrito Federal elaboradas por esta banca.

Não deixem de entrar com o recurso solicitando a anulação da primeira questão que comentei, por não ter alternativa correta. Divulguem este artigo para os conhecidos que prestaram o concurso.

Grande Abraço,

Leandro Signori

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.