Pegadinhas de concurso: Saiba quais são as 10 maiores!
Concursos Públicos

Pegadinhas de concurso: Saiba quais são as 10 maiores!

As pegadinhas de concurso são muito temidas, até mesmo pelos mais experientes concurseiros. Saiba quais são as 10 maiores pegadinhas e não erre nunca mais!

Quem nunca saiu de uma prova achando fácil, mas tomou um susto quando viu o gabarito? Quem nunca caiu em pegadinhas de concurso?

Neste artigo, vamos te ajudar a resolver esse problema. Iremos listar as 10 (dez) maiores pegadinhas de concurso público para você ficar alerta e nunca mais ser uma vítima delas.

Para você que está iniciando sua trajetória em concursos públicos, vou explicar com um exemplo bem fácil o que são essas temidas pegadinhas!

Divida 40 por meio e some 20. Qual é o resultado?

40 / 0.5 = 80 + 20 = 100

Tenho certeza que muitos dividiram 40 por 2. Isso é uma pegadinha. Claro que em provas de concurso elas são bem mais elaboradas.

Pegadinhas de concurso são detalhes que o examinador insere na questão para confundir ou dificultar o entendimento. São muito comuns em provas de todas as bancas examinadoras. São utilizadas para testar além da qualidade do estudo dos candidatos, o raciocínio, a atenção, concentração e a inteligência emocional.

A banca organizadora com maior número de pegadinhas em suas provas é, sem dúvida nenhuma, a banca CESPE. A maior parte das pegadinhas de concurso está nas questões de CERTO ou ERRADO, porque não há possibilidade de eliminar alternativas corretas.

Deixo uma dica! Realize muitas questões de provas anteriores. Dessa forma, você aprenderá a forma das pegadinhas de concurso que a banca costuma aplicar, pois a banca costuma repetir bastante o estilo de cobrança.

Apesar de muita gente boa se dar mal por causa de pegadinhas de concurso, tenho uma ótima notícia! As pegadinhas” podem ser identificadas, se você estiver atento. Vamos agora à lista das 10 maiores pegadinhas de concurso!

1) Pegadinha da alternativa mais correta

Essa pegadinha de concurso é comum em questões de múltipla escolha. Ocorre quando há alternativas parecidas que parecem todas corretas.

São utilizadas para induzir o desatento ao erro. O candidato marca a primeira alternativa que considera correta sem notar que abaixo existe outra alternativa mais completa ou mais correta.

Para não cair nessa pegadinha, mesmo acreditando que já tenha encontrado a resposta correta, leia todas alternativas com muita atenção.

2) Pegadinha da Inversão de Conceitos

Em provas de Direito, as pegadinhas de inversão de conceitos são muito comuns. Consistem em confundir o candidato invertendo o significado da norma legal utilizando uma palavra, conceito ou expressão. Veja o exemplo abaixo para ficar mais claro:

Ex. São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:

a) remuneração do trabalho noturno inferior à do diurno.  

O correto é, segundo a Constituição Federal: remuneração do trabalho noturno SUPERIOR à do diurno.

3. Pegadinhas da alternativa incorreta

Para não cair nessa pegadinha de concurso, você deverá ter cuidado redobrado. A pergunta será: “marque a INCORRETA”. Uma variante desse tipo de pegadinha é: “todas as alternativas estão corretas, EXCETO”.

O gabarito da questão será a única alternativa que está incorreta. O candidato mais afoito encontra a alternativa correta e já sai marcando. Por isso, leia o enunciado mais de uma vez antes de responder a questão. Se achar melhor sublinhe a palavra EXCETO ou INCORRETA quando aparecer.

4. Pegadinha da generalização

O candidato deve dar muita atenção a expressões como: TODOS, NENHUM, NUNCA, SEMPRE e similares. É muito difícil que não existam exceções. Podem existir questões que tenham generalização e sejam corretas, por isso mais uma vez falo que é preciso muita atenção.  

5. Pegadinhas de Prazos

São muito utilizadas em provas de legislação. As bancas adoram trocar prazo.

Exemplo: Inexistindo disposição específica, os atos do órgão ou autoridade responsável pelo processo e dos administrados que dele participem devem ser praticados no prazo de 10 dias, salvo motivo de força maior.

A lei 9784/99 que regula o processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal determina que o prazo seja de 5 dias.

6. Pegadinha de semelhança ortográfica

Há diversos pares de conceitos que possuem uma semelhança ortográfica, mas cujo sentido é diferente. São os parônimos. Exemplo: Infligir e infringir; ratificar e retificar.

7. Pegadinha do “respectivamente

Toda vez que tiver escrito RESPECTIVAMENTE, a resposta deve ser dada na ordem da pergunta. Existirá mais de uma alternativa com as respostas corretas, mas o gabarito é a que está na ordem da pergunta.

8. Pegadinha do detalhe

A prova traz alternativas longas, com várias informações corretas e, de repente, insere um detalhe incorreto. O candidato mais desatento se empolga com as muitas afirmações corretas e não percebe esse detalhe que macula toda a alternativa.

9. Pegadinha do cálculo intermediário

Em provas com muitas contas, as bancas costumam pedir questões em que se deve fazer um cálculo intermediário e utilizar esse valor para encontrar a resposta da questão.

Nas alternativas, terá o valor encontrado no cálculo intermediário e a resposta correta.

Exemplo: O gabarito da questão é 1.000. Se, em um cálculo intermediário, encontrarmos 650, certamente haverá uma alternativa com este valor.

10. Pegadinha de Forma

Nesse tipo de pegadinha, o detalhe a ser cuidado está na forma em que as alternativas são apresentadas. Um exemplo deixará mais claro:

a) Todas as proposições estão corretas

b) Apenas as proposições I e III estão incorretas

c) A proposição III não é incorreta e a proposição IV não é correta

d) Todas as proposições estão incorretas

e) A proposição I e II não estão corretas

Dicas para não cair em pegadinhas de concurso!

– Durante sua preparação, resolva muitas provas anteriores da banca organizadora do concurso que você pretende realizar. Assim, você conhecerá o estilo das questões que a banca costuma formular e as pegadinhas de concurso mais comuns. Simulados também ajudam a se acostumar com o estilo da prova.

– Na hora da prova, procure manter a calma, respire fundo e relaxe. Com calma, será mais fácil analisar todas as questões e possíveis respostas. Ansiedade nessa hora só atrapalha.

Leia atentamente o enunciado, quantas vezes for necessário.

–  Destaque nas questões palavras como EXCETO, INCORRETA que podem te induzir a marcar alternativas erradas.

– Por fim, mas não menos importante, durante sua preparação, procure aprender o conteúdo, e não decorar. Provas bem elaboradas exigem análise e interpretação. Por isso, é preciso entender e fixar os conteúdos.

Concursos 2019

Concursos Abertos

Como estudar para Concursos

Posts Relacionados

Nádia Carolina

Nádia Carolina

Nádia Carolina foi aprovada no concurso de Auditor-Fiscal da Receita Federal de 2009, em 14º lugar. Exerceu o cargo até o ano de 2015, quando passou a se dedicar exclusivamente à docência. É professora de Direito Constitucional do Estratégia. 

Veja os comentários:

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados