PC/SP - Investigador de Polícia - Possibilidade de Recurso
Leandro Signori

PC/SP – Investigador de Polícia – Possibilidade de Recurso

Olá pessoal,

Conforme comentei na correção da prova de Investigador de Polícia cabe recurso na questão abaixo:

  1. Observe o gráfico publicado em 01 de março de 2018 para responder à questão.

Brasil: Evolução do Produto Interno Bruto (PIB)

O comportamento do PIB no ano de 2017 é reflexo, entre outros,

(A) do aumento da arrecadação de impostos federais.

(B) dos elevados investimentos internacionais na economia.

(C) do bom desempenho do agronegócio nas exportações.

(D) do retorno dos empregos, principalmente os formais.

(E) da redução das exportações de bens de capital.

 

O gabarito da questão é a letra “C”. Tenho certeza que os nossos alunos foram bem e acertaram a questão. Falei nas nossas aulas que o setor que puxou o crescimento do PIB em 2017 foi a agropecuária. Mas, observei em uma das aulas que o G1 denomina o setor primário de agronegócio, em vez de agropecuária.

O examinador foi bastante cuidadoso, tanto que ele na pergunta ele vai utilizar o termo “entre outros” visando escapar de possíveis questionamentos.

Contudo, por uma questão de correção, de precisão técnica e da correta aplicação dos conceitos, me cabe fornecer, aos que erraram a questão e quiserem tentar, os subsídios para o recurso.

 

ARGUMENTOS:

A fonte utilizada para a elaboração da questão é a notícia do site G1, do link a seguir:

https://g1.globo.com/economia/noticia/pib-brasileiro-cresce-10-em-2017-apos-2-anos-de-retracao.ghtml

O PIB por setores se divide em setor primário (agropecuária), secundário (indústria) e terciário (serviços, que inclui o comércio). Essa classificação está consagrada e é utilizada por organismos internacionais, instituições oficiais dos países, inclusive o Brasil, pela academia, por especialistas, pela imprensa e pela comunidade especializada em geral.

O “agronegócio” não é considerado um setor do PIB.

A agropecuária é o conjunto de atividades ligadas à criação de plantas e animais para o consumo humano.

Já o agronegócio é mais do que a agricultura e a pecuária. É o conjunto de atividades econômicas ligadas à produção agropecuária, incluindo os fabricantes e fornecedores de insumos (tais como fertilizantes, agrotóxicos, vacinas, ração e sementes), máquinas, equipamentos, serviços especializados para a atividade da agropecuária e a como a comercialização dos produtos. Ou seja, é toda a cadeia produtiva vinculada à agropecuária. Vejam que no conceito de agronegócio temos atividades econômicas dos setores primário, secundário e terciário. Assim, é incorreto utilizar como sinônimos agropecuária e agronegócio.

O site do G1 utiliza o termo “agronegócio” para se referir a agropecuária. Isso pode ser observado em um gráfico da matéria do link citado, onde o G1 apresenta como setores do PIB: agronegócio, indústria e serviços.

Ocorre que outros sites da imprensa e o próprio Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), instituição pública responsável pelo cálculo e divulgação oficial do PIB brasileiro, divulgaram que o crescimento do PIB de 2017 foi puxado pela “agropecuária” e não pelo agronegócio, como diz o G1. Ou seja, eles utilizaram a terminologia correta, não a incorreta do G1.

 

Vejamos o que diz o IBGE:

PIB avança 1,0% em 2017 e fecha ano em R$ 6,6 trilhões

“Em 2017, o PIB (Produto Interno Bruto) cresceu 1,0% em relação a 2016, após duas quedas consecutivas, ambas de 3,5%, em 2015 e 2016. Nessa comparação, houve altas na Agropecuária (13,0%) e nos Serviços (0,3%), e estabilidade na Indústria (0,0%). O PIB totalizou R$ 6,6 trilhões em 2017.

A alta na Agropecuária decorreu, principalmente, do desempenho da agricultura, com destaque para as lavouras do milho (55,2%) e da soja (19,4%).”

Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/20166-pib-avanca-1-0-em-2017-e-fecha-ano-em-r-6-6-trilhoes.html

 

Agora uma notícia da EBC, empresa de comunicação do Governo Federal:

Agropecuária puxa resultado positivo do PIB em 2017

“Com o melhor resultado anual da série histórica, iniciada em 1996, o setor agropecuário cresceu 13% no ano passado e foi responsável por 70% do crescimento de 1% no Produto Interno Bruto (PIB).

Segundo a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca de La Rocque Palis, o resultado da agropecuária foi puxado pelo recorde das safras de milho, com crescimento de 55,2% no ano, e de soja, com aumento de 19,4% na produção em 2017, na comparação com 2016.”

Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018-03/agropecuaria-puxa-resultado-positivo-do-pib-em-2017

Agora vamos aos sites de notícias do setor privado.

Começamos pelo conceituado jornal Valor Econômico:

PIB brasileiro cresce 1% em 2017 após dois anos de queda, mostra IBGE

“A Agropecuária foi o destaque em 2017 entre os setores, com avanço de 13%, refletindo o desempenho da agricultura, especialmente as culturas do milho e da soja. Foi o melhor resultado desde 1996, início da série histórica desse indicador.

“O PIB não teria crescido 1% sem a agropecuária. Foi uma contribuição impressionante”, afirmou Rebeca.”

Disponível em: http://www.valor.com.br/brasil/5354759/pib-brasileiro-cresce-1-em-2017-apos-dois-anos-de-queda-mostra-ibge

Uol

Agropecuária ajuda e economia cresce 1% em 2017, após dois anos de recessão

(…)

Agropecuária dispara 13%

O que sustentou o crescimento da economia no ano passado foi a agropecuária, que avançou 13%, melhor resultado para o setor desde o início da série histórica do IBGE, em 1996. O setor registrou safras recordes em 2017, como a de milho que aumentou 55,2%, e a da soja, que subiu 19,4%.

(…)

“Apesar do peso relativo menor, a safra recorde representou a principal contribuição para o resultado positivo do PIB.”

Rebeca Palis, coordenadora de Contas Nacionais do IBGE

(…)

Crescimento por setor:

Agropecuária: +13%

Serviços: +0,3%

Indústria: 0%

Disponível em: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/03/01/pib-brasil-2017-ibge.htm

 

Carta Capital

IBGE: Economia brasileira cresce 1% em 2017

Após dois anos de retração, PIB volta a crescer. Resultado foi puxado pelo crescimento de 13% da agropecuária e de 1% do consumo

(…)

O resultado foi puxado principalmente pela expansão de 13% na agropecuária. Por outro lado, houve estabilidade no desempenho da indústria e crescimento de apenas 0,3% no setor de serviços, que detêm o maior peso na composição do indicador. O PIB, que é o total de riquezas produzidas pelo país, totalizou 6,6 trilhões em 2017.

Pessoal, vocês podem colocar ainda notícias veiculadas em outros sites, como o da revista Veja: https://veja.abril.com.br/economia/pib-volta-crescer-em-2017-apos-dois-anos-em-queda/ ou o do El País: https://brasil.elpais.com/brasil/2018/03/01/politica/1519904602_861271.html

Solicita-se a anulação da questão, pois o comportamento do PIB no ano de 2017 é reflexo, entre outros do bom desempenho da agropecuária, conforme divulgado pelo IBGE, pelo Governo Federal e por diversos órgãos de imprensa, e não pelo bom desempenho do agronegócio nas exportações.

É isto aí pessoal.

Sucesso no concurso!

Grande Abraço!

Leandro Signori

 

Compartilhe:

Leandro Signori

Leandro Signori

Licenciado em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Bacharel em Geografia pela Uniceub (Brasília). Como servidor público, foi funcionário da Prefeitura de São Leopoldo (RS), Prefeitura de Porto Alegre (RS), Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) e Ministério da Integração Nacional. É professor de Geografia para o ensino médio na rede particular de ensino. Leciona as disciplinas de Atualidades, Conhecimentos Gerais, Geografia, Realidade Brasileira e História, em cursos on line e presenciais preparatórios para concursos públicos.

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados
Depoimentos dos Aprovados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.