Interrogação elaborativa – Melhores técnicas de estudo para Concursos
Thiago Cabral

Interrogação elaborativa – Melhores técnicas de estudo para Concursos

Uma das melhores técnicas para quem precisa estudar de forma mais eficiente para o concurso público é a interrogação elaborativa, que é também um recurso que exige prática e vai melhorando com o tempo. Trata-se de utilizar os “porquês” para fazer conexões enquanto estuda, reforça o conteúdo ou mesmo na hora de criar resumos ou fazer revisões, por exemplo. Isso ajuda a criar conexões entre os assuntos e facilita a compreensão e a memorização.

Perguntas e respostas na interrogação elaborativa

Esta técnica é explorada por diversos especialistas ao redor do mundo e às vezes tem outras denominações. Mas, em suma, é bastante simples: o estudante utiliza certas perguntas para conseguir responder e levar a uma compreensão melhor do assunto estudado e, principalmente, memorizar com mais facilidade – este é o objetivo da técnica.

Esta é a sequência de perguntas da interrogação elaborativa: O Quê (fato)? Quem (sujeito)? Quando (tempo)? Onde (local)? Como (modo)? Conclusão (final)?

interrogação elaborativa

O estudante faz a si mesmo sempre que estiver estudando determinado assunto, fazendo a revisão ou criando um resumo, por exemplo. A ideia é ajudar o cérebro a buscar a solução para estes questionamentos, criando assim novas sinapses. É isso o que dá origem ao processo de fixação do conhecimento na memória de longo prazo.

Um exemplo bem simples:

Em Direito Constitucional, você está estudando a parte sobre defensoria pública, especificamente o cargo de defensor público, de forma ainda superficial:

  • O que é? Conforme a Lei Orgânica Nacional da Defensoria Pública – LONDP (Lei Complementar 80, de 12 de janeiro de 1994), a Defensoria Pública é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe, como expressão e instrumento do regime democrático, fundamentalmente, a orientação jurídica, a promoção dos direitos humanos e a defesa, em todos os graus, judicial e extrajudicial, dos direitos individuais e coletivos (artigo 1º), incluindo, dentre seus objetivos, a primazia da dignidade da pessoa humana, a redução das desigualdades sociais e a prevalência e efetividade dos direitos humanos (artigo 3º-A).
  • Quem? Sobre o defensor público, este tem a função de promover o acesso direto das pessoas hipossuficientes aos direitos que a Constituição e as leis lhes garantem. Tem o propósito de efetivar direitos individuais e coletivos da parcela historicamente excluída da população brasileira.
  • Onde? Em todo o território nacional. Sobre os requisitos para a defensoria pública, não há pré-requisitos sobre a capacidade postulatória do defensor público. Ela decorre exclusivamente de sua nomeação e posse no cargo público.
  • Como? <como são aplicados os seus objetivos>I – a primazia da dignidade da pessoa humana e a redução das desigualdades sociais; II – a afirmação do Estado Democrático de Direito; III – a prevalência e efetividade dos direitos humanos; e IV – a garantia dos princípios constitucionais da ampla defesa e do contraditório.
  • Conclusão – Trata-se da sua conclusão ao assunto.

Interrogação elaborativa e autoexplicação

Já comentamos aqui no blog e sempre falo para os meus coachees e alunos sobre a técnica da autoexplicação – refere-se a explicar, de preferência com voz audível, se possível, o conteúdo a si mesmo como se estivesse explicando para outra pessoa. Afinal, você só pode explicar o que sabe e o que compreendeu e isso valida o seu aprendizado.

Um dica para potencializar a técnica é fazer uso conjuntamente com a interrogação elaborativa, utilizando as questões acima mencionadas na hora da autoexplicação. A ideia é fazer conexões entre os assuntos, unindo informações, a fim de ajudar o cérebro a aprender e memorizar.

Simplicidade e eficiência

Estas duas técnicas estão entre as mais utilizadas por estudantes de todo o mundo e é muito fácil de aplicar em qualquer contexto ou em qualquer fase dos seus estudos. Depois de um tempo praticando a elaboração interrogativa, o processo passa a ser quase que automático.

Veja também: 10 maneiras de melhorar a sua capacidade de concentração nos estudos

Gostou de saber mais sobre a interrogação elaborativa? Deixe um comentário e compartilhe esta matéria em suas redes sociais!

Espero que tenha gostado. Por hoje era isso. Forte abraço e bons estudos!!!

EMAIL[email protected]

YOUTUBECoach Thiago Cabral

FACEBOOK/coach.thiagocabral

INSTAGRAM@coach.thiagocabral/

PS. Quer ser meu coachee ou conhecer uma pouco mais a carreira de Auditor Fiscal? É só avisar a equipe do Estratégia quando fizer a matrícula! :)

Veja também: Quantas Horas Preciso Estudar Por Dia?

Veja também: Como Estudar Após a Públicação do Edital

Veja também: Quando e Como Estudar Por Resolução De Questões

Veja também: Ciclo de Estudos x Quadro de Horários: Qual A Melhor Forma De Estudar Para Concurso Público

Veja também: A Importância Da REVISÃO Na Preparação Para Concurso Público

Veja também: Técnicas De Memorização Poderosas No Estudo Para Concurso Público

Veja também: Os 9 Erros Mais Comuns De Quem Estuda Para Concursos Públicos

Posts Relacionados

Compartilhe:

Thiago Cabral

Thiago Cabral

AUDITOR FISCAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA (ICMS-SC), aprovado no concurso de 2010. Bacharel em Direito pela Universidade Sociedade Educacional de Santa Catarina – UNISOCIESC. Pós-graduado em Direito Tributário.  Atua como coach profissionalmente na preparação de concursando desde 2015. Ex-oficial da Marinha graduado pela Escola Naval/RJ. Começou sua carreira de “concurseiro“ em 1997 quando foi aprovado no Concurso para o Colégio Naval AOS 15 ANOS DE IDADE! Aprovado também no concurso para o cargo de Analista da Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo (2009). É comum ouvirmos que estudar para concursos públicos é uma tarefa árdua e cansativa e que muitos acabam desistindo. Que é preciso muito anos de estudo, além de diversos cursinhos. Em regra, é um caminho bem difícil a ser trilhado. Para seguir firme no propósito até o final, é indispensável ser DETERMINADO e manter-se MOTIVADO. Gostaria de compartilhar o que aprendi durante os meus anos de estudo, pois um projeto de aprovação em concurso público requer muita determinação, motivação e persistência. No Coaching do Estratégia, tenho como missão pessoal transmitir o máximo da minha experiência em concursos para meus coachees, dando dicas para aperfeiçoar seus estudos e te fazer sair na frente de muitos concorrentes. Conte comigo!!! Bons estudos!!!  

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Estamos aqui para ajudar você!
x