Concurso MP RJ: Análise do Edital de Analista e Técnico 2016
Concursos Públicos

Análise do Edital do concurso para Analista e Técnico do MP-RJ – 2016


Olá, pessoal! Tudo bem? O aguardado edital do concurso do MP RJ foi publicado!

Primeiramente, gostaria de me apresentar, prometo ser breve, afinal o objetivo desse artigo inicial é informá-los a respeito dessa grande oportunidade, a publicação do edital para o concurso de Analista e de Técnico do Ministério Público do RJ.

Meu nome é Gustavo Garcia, sou Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil desde 2009 e faço parte da equipe do Estratégia Concursos destinada à preparação para concursos públicos.

Minha vida de concurseiro começou já faz um tempo (sim, uma vez concurseiro, sempre concurseiro! :)).

Fui aprovado no concurso de 2009 de Auditor-Fiscal da RFB em 7º lugar nacional e, no mesmo ano, também fui aprovado nos concursos de Analista Tributário da Receita Federal do Brasil em 9º lugar nacional e no concurso de Assistente Técnico Administrativo do Ministério da Fazenda em 3º lugar.

Também já havia sido aprovado nos concursos de Especialista em Regulação da ANAC, de 2009, e de Engenheiro da Petrobras, de 2007.

Desde então não saí dessa vida dos concursos e atualmente presto o serviço de consultoria do Estratégia para alunos interessados em dar uma otimizada nos estudos e aumentar as chances de aprovação.

Enfim, como prometido, fim da apresentação, vamos ao que importa: concurso do MP-RJ!

 

De cara, já adianto que, na minha opinião, se trata de seleção para um dos melhores cargos disponíveis atualmente, mesmo se levando em conta as carreiras consideradas “top”, como os Fiscos, área de Controle, etc.

 

Isso quer dizer que até aqueles que estão focados em prestar somente os concursos considerados “top” devem pensar na possibilidade de prestar esse concurso.

– Poxa, Gustavo, mas por quê?

Vou começar por uma das coisas mais importantes: a remuneração.

 

Atualmente o vencimento de um Analista do MP-RJ, cargo de nível superior, começa em R$ 7.139,16 e termina em R$ 16.729,00. No caso de Técnico do MP-RJ, de nível médio, o vencimento inicial é de R$ 4.382,84 e o final é de R$ 10.270,46.

 

– Ah, mas o salário das carreiras “top” ficam perto dos R$ 20.000,00!

 

Além do vencimento, os servidores do MP-RJ têm direito a um adicional por tempo de serviço que começa em 10% e pode chegar a 60% do vencimento do cargo.

 

Além disso, têm direito a um adicional por qualificação que pode chegar a R$ 840,00 mensais (valor de 2011).

 

Somados a esses atrativos financeiros, os servidores do MP também fazem jus a auxílio alimentação no valor de R$ 825,00, auxílio transporte de R$ 259,00auxílio educação de R$ 812,00 por filho e auxílio saúde de aproximadamente R$ 800,00 (o valor varia de acordo com a quantidade de dependentes e/ou o valor das despesas médicas, um dos melhores auxílios saúde do serviço público).

 

Fazendo uma conta rápida, podemos ter aproximadamente uns R$ 3.500,00 a mais de benefícios, fora o adicional por tempo de serviço (10% a 60%).

 

Por fim, é muito comum no órgão que o servidor ocupe cargos comissionados ou exerça funções gratificadas cuja retribuição financeira pode chegar a aproximadamente R$ 7.000,00 mensais.

 

E não são só as vantagens financeiras. O MP detém autonomia financeira e orçamentária, é portanto um órgão “rico” quando comparado com os demais órgãos da Administração Pública, o que resulta em ótimas condições de trabalho, com infraestrutura e recursos de primeira.

 

Fora a importância de atuar no órgão cuja principal atribuição é a defesa da ordem jurídica. Já se imaginou contribuindo com operações com a importância da operação Lava Jato?

 

Enfim, um excelente concurso.

 

– Beleza, mas a prova deve ser complicada, com certeza terá muitas matérias.

 

Nada disso, o edital prevê apenas 9 disciplinas para o cargo de Analista área Administrativa (10 disciplinas para área Processual) e 6 disciplinas para o cargo de Técnico área Administrativa (7 no caso da área de Notificação).

 

Parece um ótimo custo x benefício em relação aos concursos “top”, certo? Afinal, esses concursos costumam cobrar mais de 15 disciplinas.

 

– Poxa, mas eu não me preparo para área fiscal ou de controle. Estudo para tribunais ou para cargos de apoio de uma forma geral, inclusive nível médio, esse concurso não é para mim?

 

Esse concurso é uma excelente oportunidade para todos os candidatos. Claro que cada um deve escolher o cargo de acordo com o nível atual de preparação.

 

Por exemplo, quem se prepara para a área fiscal, desde que atenda os requisitos do edital, pode prestar o concurso para analista, área administrativa, pois os editais da área fiscal cobrem todo o conteúdo cobrado no concurso do MP-RJ.

 

quem se prepara para outros concursos para áreas de apoio de uma forma geral, é recomendável que se candidate a vaga para técnico, área administrativa, pois vai fugir de contabilidade pública e de administração geral e pública.

 

Essa prova abre chances inclusive para uma preparação forte pós edital, desde que feita com organização e planejamento. Se dermos uma olhada no peso das disciplinas, vemos que, para o cargo de técnico área administrativa, somente Português responde por 38% da prova toda. Se considerarmos também Noções de Constitucional e Administrativo, cobrimos 63% do edital!

 

Em outras palavras, quem for esperto, leva a vaga!

 

– Ótimo, Gustavo. O que temos pela frente então?

 

Vamos lá. O concurso será organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

 

As inscrições deverão ser feitas entre 14h do dia 26 de fevereiro de 2016 e 23h 59min do dia 28 de março de 2016.

 

O valor da inscrição é de R$ 120,00 para os cargos de Analista e de R$ 95,00 para os cargos de Técnico.

 

Os cargos de Analista se subdividem em Área Administrativa, que exige formação de nível superior em Administração, Ciências Contábeis, Economia ou Direito; e Área Processual, que exige formação de nível superior em Direito.

 

Já os cargos de Técnico se subdividem em Área Administrativa e Área Notificação e Atos Intimatórios, ambas com exigência apenas do nível médio.

 

Todos os cargos terão como avaliação apenas uma prova objetiva com 5 horas de duração e que ocorrerá (cada prova) no dia 01/05/2016.

 

A prova de Analista será de manhã, das 8h às 13h. Já a de Técnico será no mesmo dia, de tarde, das 15h às 20h.

 

Perceba que as provas serão em turnos distintos para Analista e Técnico. Isso significa que o candidato poderá prestar o concurso para os dois cargos.

 

A prova de Analista terá 100 questões e a de Técnico terá 80. Esse tempo faz com que o candidato tenha, descontando 30 minutos para marcação das questões, em torno de 2 minutos e 40 segundos para resolver cada questão, no caso de Analista, e em torno de 3 minutos e 20 segundos, no caso de Técnico.

 

No que diz respeito às vagas inicialmente oferecidas, o edital assim dispõe:

 

 

Captura de Tela 2016-02-26 às 22.43.26

 

– Poxa, você só pode estar de brincadeira. Essa quantidade de vagas é muito pequena, sem chances.

 

Engano de quem cai na pegadinha de achar que a quantidade de vagas é pequena, pois o MP-RJ historicamente convoca um número de candidatos muito maior que o inicialmente oferecido. Esse é um concurso de reposição imediata, ou seja, quando ocorrem vacâncias no órgão durante o período de vigência, há convocação dos demais aprovados.

 

A título de exemplo, segue o quadro de vagas do concurso anterior:

 

Captura de Tela 2016-02-26 às 22.43.36

 

Agora segue o quadro de convocações efetivas atualizado até 15/12/2015:

 

edital concurso mp rj

 

Notem que em alguns casos a convocação total alcançou um número 14 vezes maior que o oferecido inicialmente.

 

 

 

 

E aí, têm certeza de que irão perder essa oportunidade?

 

Já no que diz respeito às disciplinas cobradas, o edital assim dispõe:

 

Edital Analista do MP RJ

 

Para esse cargo, Português responde por 30% da prova, por isso deve ser focado junto com Administração Geral, Pública e Contabilidade Pública.

 

Acho que vale a pena angariar uns pontos fáceis de Organização do MP e Noções de Direito Constitucional e Administrativo.

 

Quanto a Informática e a Raciocínio Lógico, devemos estudar para garantir as questões mais fáceis, exceto aqueles que têm facilidade com os assuntos, que devem tentar obter o máximo de pontos.

 

Observem que Administração Geral, Pública e Contabilidade Pública e Raciocínio Lógico são as grandes novidades do edital para o cargo.

 

Captura de Tela 2016-02-26 às 22.44.24

 

Para esse cargo, Português também responde por 30% da prova, por isso deve ser focado junto com o estudo equilibrado de todas as disciplinas jurídicas, já que, em tese, nada é novidade para o bacharel em Direito.

 

Aqui também acho que vale a pena angariar uns pontos fáceis de Organização do MP.

 

Quanto a Raciocínio Lógico, novidade desse concurso, vale a recomendação anterior, devemos estudar para garantir as mais fáceis, exceto aqueles que têm facilidade com o assunto, que devem tentar obter o máximo de pontos.

 

Temos a boa notícia de ter sido retirada a disciplina Noções de Informática, cobrada no certame anterior. Menos uma preocupação. :)

 

Notem também que tivemos a “falsa” inclusão de Tutela Coletiva e Direito da Infância e Juventude, pois agora o assunto é cobrado como disciplina autônoma, mas já era essencialmente cobrado dentro de outras disciplinas no concurso anterior.

 

Edital Técnico do MP RJ

 

Já para Técnico, área administrativa, Português responde por 38% da prova, por isso deve ser focado junto com Noções de Direito Constitucional e Administrativo, que respondem por 25%.

 

Notem que quase todas as matérias perderam peso em relação ao concurso anterior para dar lugar a Raciocínio Lógico e para aumentar o peso de Noções de Informática.

 

Aqui também acho que vale a pena angariar uns pontos fáceis de Organização do MP.

 

Raciocínio Lógico e Noções de Informática têm um peso ligeiramente maior que para Analista, mas acho que também vale a recomendação anterior: devemos estudar o suficiente para garantir as mais fáceis, exceto aqueles que têm facilidade com o assunto, que devem tentar obter o máximo de pontos.

 

Captura de Tela 2016-02-26 às 22.44.45

 

Nesse caso, Português, com 38% da prova, e Noções de Direito Processual, com 25%, devem ser o foco.

 

Mais uma vez vale a pena angariar uns pontos fáceis de Organização do MP e de Noções de Constitucional e Administrativo.

 

Notem que Raciocínio Lógico é a novidade também para esse cargo e entra no lugar de Noções de Informática. A disciplina tem um peso ligeiramente maior que para Analista, mas ainda acho que devemos estudar o suficiente para garantir as mais fáceis, exceto aqueles que têm facilidade com o assunto, que devem tentar obter o máximo de pontos.

 

Uma coisa muito importante de se notar é que para todos os cargos não há mínimas por disciplina e sim por grupos, o que nos permite traçar uma tática mais inteligente para obter o máximo de pontos da prova.

 

– Nossa, você disse que são poucas disciplinas, mas na verdade parece que são muitas! O que eu posso fazer para organizar meu estudo?

 

Como havia dito, o esperto aqui leva a vaga!

 

Inicialmente, vou passar a primeira lição que passo para os alunos do coaching do Estratégia: Não se desespere!

 

Retomada a calma, vamos para as demais lições básicas do coaching:

 

Devemos organizar as nossas ideias, determinar quanto tempo disponível temos até a prova, traçar um plano de estudos adequado ao tempo disponível e dar o nosso máximo na execução do plano.

 

– Como assim?

 

Vou começar pelo fácil. Inicialmente, leia o edital todo. Esse artigo traz o edital mastigado, mas é responsabilidade do candidato ler o edital e saber em detalhes as regras do jogo.

 

Agora, em relação ao tempo disponível, considerando a prova no dia 01/05/2016, temos 62 dias de estudo, já descontando o tempo que deve investir neste sábado e domingo para preparar tudo e iniciar os estudos já na segunda.

 

– Peraí, eu não vou ter dias de descanso?

 

Isso quem determina é você, mas eu não descansaria com um edital publicado.

 

– Quantas horas eu vou ter que estudar por dia?

 

Quantas horas você tiver disponível, com certeza. Tomo como exemplo um candidato que tem 5 horas para estudar. Se cumprir o planejamento, terá 310 horas de estudo até a prova. Bem razoável, não?!

 

Uma vez escolhido o cargo para qual quer prestar o concurso, o candidato deve distribuir o tempo disponível levando em consideração os pesos das disciplinas cobradas, a facilidade ou dificuldade pessoais no aprendizado das disciplinas, bem como as dicas específicas que passei para cada cargo acima.

 

Vou tomar como exemplo o cargo de Técnico Área Administrativa com o candidato que tem 5 horas diárias.

 

O candidato deve organizar o estudo em ciclos semanais que, nesse caso, terão 35 horas no total.

 

Em seguir, deve separar o ciclo semanal em períodos mais curtos para cada disciplina (em torno de 1 hora ou 1 hora e meia) seguidos por uma revisão do que já foi estudado.

 

Segue exemplo de trecho de dois dias de estudo para esse cargo:

 

Captura de Tela 2016-02-26 às 22.44.55

 

Os valores acima foram colocados a título de exemplo, cada candidato deve buscar a distribuição do tempo disponível de acordo com as suas peculiaridades.

 

O Estratégia já lançou os cursos online para concurso MP-RJ, que podem ser encontrados nesse link. Os cursos que foram lançados antes do edital serão atualizados com base nas novas exigências.

Pessoal, acho que isso resume o que o candidato precisa saber a respeito do concurso do MP-RJ.

 

Se quiser fazer alguma crítica, correção, pergunta, elogio ou simplesmente deixar um comentário, entre em contato pelo link do site do Estratégia ou pelo e-mail: [email protected]

 

Se quiser saber mais sobre o programa de coaching do Estratégia, entre em contato com o e-mail [email protected]

 

Criei um canal no Periscope (@profgustavogarcia) para passar algumas dicas sobre concursos. Confesso que ainda não me habituei a usar o canal, mas me sigam por lá que em breve faço uma transmissão.

 

Um grande abraço e bons estudos.

Gustavo Garcia

 

Instagram: @profgustavogarcia

Facebook: /profgustavogarcia

YouTube: /profgustavogarcia

Periscope: @profgustavogarcia

Posts Relacionados

Gustavo Garcia

Gustavo Garcia

Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil Aprovado em 7º lugar nacional no concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil de 2009. Formado em Engenharia Elétrica e aprovado também nos seguintes concursos:        - 9º lugar nacional para Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil em 2009        - 3º lugar parar Assistente Técnico-Administrativo do Ministério da Fazenda em 2009        - Especialista em Regulação da ANAC em 2009        - Engenheiro da Petrobras em 2007

Veja os comentários:

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados