0

Concurso IFTO: Inscrições abertas e 59 vagas diretas!

Foi publicado o edital do concurso IFTO com a oferta de 20 vagas imeditadas para Técnico Administrativo, de níveis médio/técnico e superior e 39 vagas para Docentes. Os salários iniciais para Técnico vão de R$ 2.446,96 a R$ 4.180,66. Já para Professor, o salário é de R$ 4.472,64.

O certame é organizado pelo próprio Instituto. As inscrições já podem ser feitas entre os dias 15 de setembro e 04 de outubro de 2021, com taxas nos valores de R$ 110,00 e R$ 150,00 para cargos técnico-administrativos e R$ 190,00 para professor.

As provas do concurso IFTO serão realizadas no dia 31 de outubro de 2021.

  • Concurso IFTO
  • Status: edital publicado
  • Banca: IFTO
  • Vagas: 20 para Técnico Administrativo / 39 para Docente
  • Salário: R$ 2.446,96 / R$ 4.180,66 / R$ 4.472,64

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Concurso IFTO: situação atual

Principais informações

  • Inscrições: 15 de setembro a 4 de outubro de 2021
  • Isenções: 15 a 24 de setembro 2021
  • Provas: 31 de outubro de 2021
  • Taxas: R$110,00 / R$ 150,00 / R$ 190,00

Concurso IFTO: Carreira

Cargos e vagas

Técnico Administrativo

  • Auditor – 5 vagas
  • Enfermeiro – 5 vagas
  • Técnico de Laboratório: Área Informática – 5 vagas
  • Técnico de Tecnologia da Informação – 5 vagas

Docentes

  • Educação Física – 5 vagas
  • Engenharia Mecânica com ênfase em Processos e Desenhos Industriais – 5 vagas
  • Filosofia – 5 vagas
  • História – 5 vagas
  • Informática Geral – 9 vagas
  • Química – 5 vagas
  • Matemática – 5 vagas

Concurso IFTO: remuneração

A remuneração do concurso IFCE para os cargos de Técnico de Laboratório: Área Informática e Técnico de Tecnologia da Informação (nível “D”) é de R$ 2.446,96. Já para os cargos de Auditor e Enfermeiro (nível “E”), é R$ 4.180,66.

Para os cargos de Professor, a remuneração básica é de R$ 4.472,64. Além do valor remuneratório, os professores ainda fazem jus a Retribuição por Titulação, que varia de R$ 447,26 (Aperfeiçoamento) a R$ 5.143,54 (Doutorado).

Além da remuneração acima, o servidor poderá ter os seguintes benefícios: auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escolar, saúde suplementar, incentivo à qualificação e outros, de acordo com a legislação em vigor.

Concurso IFTO: requisitos

Técnico Administrativo

  • AUDITOR – Curso Superior em Economia ou Direito ou Ciências Contábeis Registro no Conselho Competente
  • ENFERMEIRO – Curso Superior em Enfermagem + registro no conselho competente
  • TÉCNICO DE LABORATÓRIO ÁREA / INFORMÁTICA – Ensino Médio Profissionalizante na Área ou Médio completo + curso Técnico de Informática
  • TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – Médio Profissionalizante na Área ou Médio completo + curso técnico em área de Tecnologia da Informação ou Eletrônica com ênfase em Sistemas Computacionais

Docentes

  • EDUCAÇÃO FÍSICA – Licenciatura em Educação Física ou Bacharelado em Educação Física com Formação Pedagógica para Docente 
  • ENGENHARIA MECÂNICA – PROCESSOS E DESENHOS INDUSTRIAIS – Graduação em Engenharia Mecânica
  • FILOSOFIA – Licenciatura em Filosofia ou Bacharelado em Filosofia com Formação Pedagógica para Docente 
  • HISTÓRIA – Licenciatura em História ou Bacharelado em História com Formação Pedagógica para docente em História
  • INFORMÁTICA GERAL – Graduação em Ciência da Computação ou Sistemas de Informação ou Processamento de Dados ou Engenharia da Computação ou Engenharia de Software ou Licenciatura em Computação ou Licenciatura em Informática ou Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou Tecnologia em Banco de Dados ou Tecnologia em Redes de Computadores ou Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação ou Tecnologia em Sistemas para Internet ou outras graduações no campo da Informática
  • QUÍMICA – Licenciatura em Ciências Exatas com habilitação em Química ou Licenciatura em Química ou Bacharelado em Química com Formação Pedagógica para Docente
  • MATEMÁTICA – Licenciatura em Matemática ou Bacharelado em Matemática com complementação pedagógica.

Concurso IFTO: etapas

O certame será composto de:

  • Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos;
  • Prova Didático-Pedagógica, de caráter eliminatório e classificatório, para os cargos de professor;
  • Avaliação de Títulos, de caráter classificatório, para os cargos de professor.

Prova Objetiva

A prova escrita objetiva constará de 50 questões do tipo “múltipla escolha” com as opções A, B, C, D, E, com duração máxima de 4 horas. A composição da prova escrita para todos os cargos do concurso, conforme natureza e respectivas pontuações, está descrita no quadro a seguir:

  • Conhecimentos Básicos – 25 questões (valendo 25 pontos)
    • Língua Portuguesa
    • Fundamentos em Educação e Legislação
    • Informática Básica
  • Conhecimentos Específicos – 25 questões (valendo 75 pontos)

A esta prova será atribuída a pontuação de 0 a 100 pontos, sendo eliminado do concurso o candidato que nela obtiver pontuação inferior a 60% dos pontos.

Referência do limite de candidatos aptos a participar das provas práticas:

1 Vaga – Máximo de 5 candidatos;
2 Vagas – Máximo de 9 candidatos.

Prova de Desempenho Didático

Esta fase destina-se a apurar a aptidão, a capacidade pedagógica de comunicação, a habilidade técnica e o domínio do conteúdo programático, mediante explanação e, se necessário, arguição do candidato pelos membros da banca examinadora.

A prova prática de desempenho didático-pedagógico consistirá em uma aula de, no mínimo, 20 e, no máximo, 30 minutos, ministrada em linguagem e postura adequadas perante a banca examinadora.

A banca examinadora poderá arguir o candidato durante 10 minutos quanto ao conteúdo, consistência e adequação didática da aula.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃOPONTUAÇÃO
I – Plano de Aula: Elaboração e organização (apresentação, descrição, clareza), adequação dos objetivos ao conteúdo planejado, adequação dos processos de verificação de aprendizagem, citação das referências.20
II – Introdução: Clareza, aspectos motivacionais, conexão entre o tema e outros conhecimentos (contextualização), exposição clara e precisa dos objetivos da aula.10
III – Conteúdos: Domínio de conteúdo, utilização de exemplos e analogias, desenvoltura e segurança nas respostas aos questionamentos, coerência, adequação de vocabulário e termos técnicos.20
IV – Procedimentos: Espontaneidade, movimentação, postura, dicção, tom de voz, autocontrole, manejo de classe, interatividade.20
V – Recursos: Adequação dos recursos didáticos às técnicas, aos objetivos e aos conteúdos propostos; momento de utilização dos recursos e seu uso adequado.10
VI – Finalização: Capacidade de síntese, cumprimento das etapas previstas no plano, dosagem do conteúdo em relação ao tempo previsto.10
VII – Avaliação: Utilização de procedimentos avaliativos, feedback.10
TOTAL100

A nota final da prova prática de desempenho didático-pedagógico será obtida pela média aritmética das notas atribuídas pelos membros da banca examinadora, sendo a nota expressa com até 2 Casas decimais depois da vírgula.

Será eliminado do concurso o candidato que não obtiver, no mínimo, 60 pontos na prova prática de desempenho didático-pedagógico.

Prova de Títulos

Os títulos acadêmicos e a comprovação de experiência profissional e de produção científica do candidato para fins de avaliação desta fase deverão ser entregues pessoalmente, no dia da prova prática de desempenho didático-pedagógico do candidato, em local identificado para esse fim.

DESCRIÇÃOPontuação máxima
GRUPO 1: TÍTULOS ACADÊMICOS50 pontos
a) Título de Doutor de curso pertencente à área de conhecimento exigida para a vaga, conforme área/subárea(s) de avaliação da tabela da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), revalidado, quando estrangeiro, ou oriundo de curso devidamente reconhecido, quando brasileiro, nos termos da Lei nº 9.394, de 1996, e alterações subsequentes, em consonância com a qualificação exigida para a investidura no cargo.50 pontos
a.1) Doutorado em qualquer área de conhecimento, recomendado/reconhecido pela Capes.40 pontos
b) Título de Mestre de curso pertencente à área de conhecimento exigida para a vaga, conforme área/subárea(s) de avaliação da tabela da Capes, revalidado, quando estrangeiro, ou oriundo de curso devidamente reconhecido, quando brasileiro, nos termos da Lei nº 9.394, de 1996, e alterações subsequentes, em consonância com a qualificação exigida para a investidura no cargo.30 pontos
b.1) Mestrado em qualquer área de conhecimento, recomendado/reconhecido pela Capes.20 pontos
c) Título de Especialista de curso pertencente à área de conhecimento exigida para a vaga, em consonância com a qualificação exigida para a investidura no cargo, ministrado por instituição de ensino credenciada pelo MEC, com carga horária mínima de 360 horas.10 pontos
c.1) Especialização em qualquer área de conhecimento, ministrada por instituição de ensino credenciada pelo MEC, com carga horária mínima de 360 horas.5 pontos
GRUPO 2: EXPERIÊNCIA DE ENSINO25 pontos
d) Exercício de Magistério em instituição pertencente à Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, com valor de 1,5 (um e meio) ponto para cada semestre letivo, sem contabilizar fração.15 pontos
e) Exercício de Magistério em instituição de ensino médio ou superior com valor de 1 ponto para cada semestre letivo, sem contabilizar fração, não sendo pontuado o que couber no item ‘d’.10 pontos
GRUPO 3: PRODUÇÃO CIENTÍFICA25 pontos
f) Autoria ou coautoria de livro publicado a partir do ano de 2016, com ISBN, relacionado com a qualificação exigida para a investidura no cargo, com valor de 1,5 ponto.3 pontos
g) Autoria ou coautoria de capítulo de livro publicado a partir do ano de 2016, com ISBN, relacionado com a qualificação exigida para a investidura no cargo, com valor de 0,5 ponto.1 ponto
h) Trabalho científico publicado a partir do ano de 2016 em periódico com conceito QualisA – Capes, relacionado com a qualificação exigida para a investidura no cargo, com valor de 4 pontos.8 pontos
i) Trabalho científico publicado a partir do ano de 2016 em periódico com conceitoQualisB1 ou B2 – Capes, relacionado com a qualificação exigida para a investidura no cargo, com valor de 2 pontos.4 pontos
j) Trabalho científico publicado a partir do ano de 2016 em periódico com conceitoQualisB3, B4 ou B5 – Capes, relacionado com a qualificação exigida para a investidura no cargo, com valor de 1 ponto.2 pontos
k) Trabalho científico publicado a partir do ano de 2016 em periódico com conceitoQualisC – Capes, relacionado com a qualificação exigida para a investidura no cargo, com valor de 0,5 ponto.1 ponto
l) Patente concedida, relacionada com a qualificação exigida para a investidura no cargo, com valor de 3 pontos por patente.6 pontos
TOTAL DE PONTOS100 PONTOS

Quer estudar para o concurso IFTO?

Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo?
Então, confira os nossos cursos e comece a estudar:

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Assinatura Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Concursos Abertos

Os editais publicados

Concursos 2021

As oportunidades previstas

Concursos 2022

Vagas para o próximo ano

Informações do concurso

Data: 31/10/2021
Banca: IFTO
Vagas: 59
Cargos: professor e técnico-administrativo
Escolaridade: nível médio e superior
Edital: Edital IFTO 2021


Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *