Artigo

CESPE anula questão polêmica de Raciocínio Lógico no concurso da PF

Olá, queridos alunos!!!

Tudo bem?

Este artigo é de extrema importância para você que fará provas de Raciocínio Lógico do CESPE.

Uma questão muito polêmica na prova da Polícia Federal (2018) foi anulada e estávamos ávidos esperando a justificativa do CESPE. Este tipo de questão já caiu em dezenas de provas do CESPE e isso mudará o cenário daqui para a frente.

Vejamos a polêmica.

Considere a seguinte proposição: “Guilherme e Brunno são professores de Raciocínio Lógico”.

O CESPE tinha mania de perguntar se esta proposição é simples ou composta.

Eu, Guilherme, assim como muitos outros professores, não concordo em dizer que esta proposição é simples, pois a ideia da proposição é que “Guilherme é professor de RL e Brunno é professor de RL”.

Entretanto, o CESPE sempre colocou em seus gabaritos que esta é uma proposição simples, pois a frase possui um sujeito composto e apenas um verbo.

Sempre orientávamos para que os alunos respondessem que a proposição era de fato uma proposição simples, pois o importante é ganhar pontos na prova e não brigar com a banca. :)

Veja, por exemplo, a recente questão no concurso da ABIN.

(CESPE 2018/ABIN)

Julgue o item a seguir, a respeito de lógica proposicional.

A proposição “Os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário devem estar em constante estado de alerta sobre as ações das agências de inteligência.” pode ser corretamente representada pela expressão lógica P∧Q∧R, em que P, Q e R são proposições simples adequadamente escolhidas.

O CESPE deu este gabarito como ERRADO, pois o sujeito é composto, mas há apenas uma oração. Assim, a proposição é simples (pelo menos era, até o concurso da PF). Ao dizer que a proposição pode ser representada por P∧Q∧R, o item indica que a proposição dada é composta.

Este tipo de questão era MUITO frequente em provas do CESPE.

Daí, veio a prova da PF…

(CESPE 2018/Polícia Federal/Agente)

As proposições P, Q e R a seguir referem-se a um ilícito penal envolvendo João, Carlos, Paulo e Maria.

P: “João e Carlos não são culpados”.

Q: “Paulo não é mentiroso”.

R: “Maria é inocente”.

Considerando que ~X representa a negação da proposição X, julgue os itens a seguir.

51. As proposições P, Q e R são proposições simples.

As proposições Q e R são claramente simples. Quem vai decidir se o item está certo ou errado é a proposição P.

Pelas provas anteriores do CESPE, dizemos que a proposição P é simples, pois há apenas um verbo (o sujeito é composto).

Entretanto, o gabarito preliminar da prova da PF deu esta questão como “errada”. Em seguida, o CESPE anulou a questão na divulgação do gabarito definitivo.

E, finalmente, saiu a justificativa da banca: “Há divergência de literatura a respeito do tipo de proposição disposto no item.”

Diante disto, acredito que daqui por diante o CESPE não mais cobrará questões deste tipo, pois eles já “assumiram” que o item é polêmico e que não há concordância na literatura.

Meu conselho: esqueçam este tipo de questão.

Um forte abraço e bons estudos,

Guilherme Neves

Instagram: @profguilhermeneves

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • EXCELENTE!
    MATHEUS em 20/11/20 às 12:50
  • Resumindo: esqueça esse tipo de questão hahahhah
    Anderson em 15/08/20 às 09:00
  • Muito obrigado professor
    João Vyctor em 01/07/20 às 18:04
  • Muito bom o levantamento desta questão pois cada ponto vale o esforço!!!!
    Whellma em 09/06/20 às 16:13
  • Certo. Obrigado teacher :) bons estudos ai na Flórida :)
    Italo Pereira em 15/05/20 às 09:07
  • Uma dica dessa faz toda a diferença! Obrigada!
    Caroline Gama em 12/05/20 às 10:45
  • obrigado professor pelo alerta.
    Marco Antonio em 05/05/20 às 16:24
  • Obrigada professor Guilherme!
    Daiane em 01/05/20 às 08:13
  • Excelente, Mestre Guilherme Neves, muito obrigado!!!
    Alexandre Guerra de Guerra em 17/04/20 às 06:34
  • Obrigado professor.
    Daniel Rodrigues Pico em 13/04/20 às 15:15
  • Joia! Obrigada, professor.
    Nina em 31/03/20 às 07:37
  • Muito bom!!!
    Carla em 01/03/20 às 17:15
  • Grata!
    Lorrany em 12/02/20 às 15:43
  • de olho em tudo! Obrigada !!!
    Manu em 10/01/20 às 11:31
  • Obrigada pela orientação, Estratégia!
    Andressa Flavio dos Santos em 27/12/19 às 15:50
  • Ótima dica, professor!!
    Isabel Almeida em 21/11/19 às 11:23
  • boa revisao!
    ju em 16/11/19 às 15:20
  • Eu não entendo porque esse tipo de banca existe? é ridícula demais. Sempre se contradiz com o mesmo assunto e justifica argumentos sem nenhuma logica e ainda querem que a gente aceite a "jurisprudencia" dela....Era pra ela entrar em falência e nunca mais voltar ao mercado de concursos. SIm, pode parecer radical o que estou dizendo mas eu tenho meus motivos de dizer isso, afinal essa banca já fez muitas coisas horríveis e já prejudicou muita gente injustamente! pronto falei....
    Ligiane Lima em 14/11/19 às 15:47
  • Valeu Professor!! Abs.
    Cean Costa em 18/10/19 às 11:35
  • estudar por material atualizado é outro nível !!!
    julio em 28/08/19 às 16:58
  • O bom é que o cespe só observou a literatura agora, nos últimos trés anos, que ele decidiam de forma arbitrária e não voltavam atrás eles então tinham respaldo. Por isso, concurso também é sorte, de na sua prova cair questão racionais.
    Raoni Pereira em 02/05/19 às 21:47
  • Professor, o que as outras bancas acham desse tipo de questão? Só o Cespe costumava cobrar?
    Antonio em 12/01/19 às 16:47
  • Obrigado pelo esclarecimento professor!
    Jéfferson Renan em 10/12/18 às 01:30
  • Obrigada por esclarecer a questão professor Guilherme!
    Eliane Forza Vago em 05/12/18 às 14:51
  • Show! Obrigado, Professor.
    Alexandre em 28/11/18 às 13:30
  • Muito obrigado, professor! Loucura do CESPE. Vou esquecer essa questão rs Abraços.
    Raphael Farias em 19/11/18 às 20:12