Concursos Públicos

Vale a pena fazer concursos públicos?

Hoje vamos conversar sobre os benefícios e desafios dos concursos públicos, compará-los com a iniciativa privada e responder à “pergunta do milhão”: vale a pena fazer concurso?!

Abordaremos os seguintes temas:

  • Panorama Inicial
  • Salários no Brasil
  • Benefícios
  • Carreira
  • Estabilidade x Empregabilidade
  • Devo Estudar para Concursos?

Panorama Inicial

Diariamente nos deparamos com notícias de novos concursos sendo autorizados, muitas vezes com ótimos salários, mas, também, com concorrência que pode superar a das melhores faculdades do país.

Em contrapartida, na iniciativa privada, a sobrecarga de trabalho, ameaças de demissão e falta de valorização nos fazem pensar em novos caminhos para a carreira, principalmente a migração para o setor público.

Esse dilema entre a insatisfação com a rotina atual e a ideia de que a aprovação é apenas um sonho distante nos faz permanecer na inércia da indecisão e perder grandes oportunidades.

A seguir, compararemos os principais pontos desses dois universos para descobrir se realmente vale a pena fazer concursos. Vamos lá!

Salários no Brasil

Segundo o IBGE, o rendimento médio salarial habitualmente recebido de todos os trabalhos (públicos e privados) foi estimado em R$ 2.979 em 2023.

Em um país das dimensões do Brasil, as diferenças salariais regionais são significativas. Enquanto a renda média per capita no Maranhão foi de R$ 969, no Distrito Federal chegou a R$ 3.215

Nos empregos públicos também se nota diferenças salariais consideráveis não apenas pelo viés geográfico, mas também, dependendo do Poder (Executivo, Legislativo e Judiciário) e ente federativo (União, Estados ou Municípios).

 Um profissional do Judiciário Federal tem uma mediana de ganhos de R$ 17.999. Na outra ponta, a remuneração mediana é de R$ 2.604 no Executivo Municipal, segundo dados da republica.org.

Porém, em quantidade de servidores, o Executivo Municipal se destaca. Emprega quase 60% de toda massa de servidores públicos, com os vinculados à União representando apenas 8,2% do total.

Ou seja, para conquistar ganhos acima dos R$ 10.000 é necessária uma estratégia de estudo direcionada para cargos específicos, com matérias semelhantes que possam ser aproveitadas para provas posteriores.

Comparação Salarial: Setor Público e Privado

A média de remuneração no setor público é superior à do setor privado em todas as faixas de escolaridade.

A maior diferença é encontrada nos empregos de nível médio. O rendimento no setor público chega a ser 50% maior do que o ofertado no setor privado.

Justamente nessa categoria há muitos concursos sendo abertos, como: Detran AC, Guarda de Vitória e Polícia Penal BA.

Vale a pena fazer concursos? – Benefícios

Assim como no setor privado, não há homogeneidade nos benefícios oferecidos aos estatutários. Cada ente federativo e cada poder possuem autonomia para definir os benefícios a serem pagos aos seus empregados.

Além disso, empresas públicas definem seus benefícios por meio de acordos coletivos elaborados junto aos sindicatos representativos de cada categoria.

Comparação de Benefícios: Setor Público e Privado

Para fins de comparação, consideremos os valores praticados no Executivo Federal. De acordo com a proposta mais recente, amplamente divulgada na mídia, o auxílio-alimentação será de R$ 1.000 e auxílio-creche de 484,90.

No setor privado, tendo como exemplo a categoria dos bancários, o auxílio-refeição totaliza R$ 1.014,42 por mês, com mais R$ 799,38 de auxílio-alimentação e R$ 602,81 de auxílio-creche.

Como visto acima, o total da soma entre auxílio-creche e alimentação no executivo federal é de R$ 1.484,90 e dos bancários é de R$ 1.813,80, desconsiderando outros pagamentos como cesta de Natal, por exemplo.

Vale a pena fazer concursos? – Carreira

O desenvolvimento da carreira no setor público ainda é muito vinculado ao tempo de serviço, com propostas mais recentes buscando aumentar o peso do desempenho às promoções.

Abaixo, vemos a tabela de remuneração de servidores de agências reguladoras:

São três classes, totalizando 13 padrões diferentes de remuneração para “topar” na carreira. Ainda, é comum o pagamento de adicionais de titulação para portadores de diploma (pós-graduação, mestrado e doutorado) e de adicionais por tempo de serviço.

Em suma, a cada um ou dois anos o servidor se torna apto a concorrer ao avanço na carreira, necessitando atender alguns requisitos pré-definidos.

No setor privado, o desenvolvimento profissional não costuma ter tantos níveis, sendo comumente aplicado o modelo “júnior”, “pleno” e “sênior”.

Embora se avance mais rápido na carreira privada, as pesquisas evidenciam que tanto o salário inicial quanto o final são, em média, superiores no setor público.

A remuneração de R$ 16.413,35 do primeiro nível da tabela acima apresentada é superior à de profissionais de nível sênior da maioria das profissões do mercado privado.

Estabilidade x Empregabilidade

Empregabilidade é a capacidade de conseguir uma vaga de emprego e se manter nele.  O profissional com alta empregabilidade é aquele que possui competências e experiências muito valorizadas no mercado e dificilmente fica desempregado por muito tempo.

A estabilidade é uma proteção dada ao servidor público após três anos de efetivo exercício. O servidor estatutário só perderá o cargo em algumas ocasiões específicas, como sentença judicial transitada em julgado e processo administrativo.

Em teoria, assim como o servidor estável, o profissional com alta empregabilidade tem certa proteção contra a perda de renda, pois conseguiria se recolocar rapidamente.

Comparação de Benefícios: Setor Público e Privado

Há vantagens e desvantagens em ambos os casos. O servidor público, apesar de protegido contra a demissão, fica “preso” ao emprego atual, muitas vezes tendo dificuldade para se realocar em caso de não adaptação ou busca por uma nova carreira, sendo necessária a realização de um novo concurso em muitos casos.

Já o profissional com alta empregabilidade tem a liberdade de transitar por mais de um cargo ou empresa até encontrar o que atenda suas expectativas. Entretanto, as mudanças tecnológicas, macroeconômicas e educacionais podem minar sua vantagem frente aos demais concorrentes e reduzir sua atratividade perante o mercado.

Devo estudar para concursos?

No mercado financeiro costuma-se realizar uma relação entre risco e retorno para os ativos: quanto maior o risco daquele ativo, maior o retorno em potencial.

Fazendo um paralelo para o mercado de trabalho privado e o público: no emprego público o risco é menor (estabilidade garantida por lei) e o retorno é maior (salário médio).

Por mais que os benefícios e a flexibilidade para escolha do emprego sejam melhores para os trabalhadores privados, a maior remuneração e a estabilidade no emprego público conferem vantagens muito superiores às suas desvantagens.

Os salários acima de R$ 15.000, que muitas vezes são direcionados à profissionais de nível sênior ou gestores em empresas privadas, são encontrados dos primeiros níveis de muitas carreiras públicas.

Em poucos anos ou meses de estudos para determinadas provas, pode-se conquistar um salário que levaria toda a carreira para se alcançar em um emprego privado.

Então, não perca tempo, comece a estudar agora com quem mais aprova no Brasil!

Cursos e Assinaturas

Julio Cesar de Moraes

Posts recentes

Concurso PGE CE: edital com 40 vagas tem banca definida

Um novo concurso PGE CE (Procuradoria-Geral do estado do Ceará) definiu Fundação Universidade Estadual do Ceará…

5 horas atrás

Concurso PGE CE: FUNECE é definida como banca; 40 vagas!

Serão 40 vagas para Técnico da Representação Judicial! A Fundação Universidade Estadual do Ceará (FUNECE)…

6 horas atrás

Concurso PBH Ativos tem comissão alterada! Confira

Vagas para Técnico e Analista A PBH Ativos deve realizar um novo concurso público em…

6 horas atrás

Concurso MP MS: confira a classificação e nota final

Foram divulgadas a classificação, bem como a nota final concurso do Ministério Público do Estado…

6 horas atrás

Concurso MP MS: classificação e nota final divulgadas!

Foram divulgadas a classificação e nota final do concurso MP MS (Ministério Público do Estado…

7 horas atrás

Concurso MP RJ pode sair ainda em 2024; veja os detalhes!

Sem edital vigente desde maio de 2024, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP…

10 horas atrás