RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL - FISIOTERAPIA - PARANÁ
Concursos Públicos

RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL – FISIOTERAPIA – PARANÁ

RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL – FISIOTERAPIA – PARANÁ

 No Paraná temos algumas Residências, principalmente em Curitiba. Veremos abaixo:

1) RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL DA PUC/PR – HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CAJURU – CURITIBA/PR

  • Últimas vagas = 1 vaga – Atenção à Saúde do Idoso
  • Processo seletivo = prova objetiva, prova oral e análise do Curriculum Vitae (classificatória).
  • Mês que normalmente abrem as inscrições = OUTUBRO/NOVEMBRO
  • Mês provável da prova = DEZEMBRO
  • Dedicação exclusiva
  • Bolsa no valor R$ 2.976,26
  • Duração do programa: 02 anos
  • Último Edital = https://www.pucpr.br/wp-content/uploads/2017/10/edital_residencia_-multiprofissional-2018.pdf

 

Conteúdo programático da Prova objetiva e oral:

  1. Políticas Públicas de Saúde. 2. Sistema Único de Saúde: legislação, princípios e diretrizes. 3. Pactuação em saúde. 4. Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa. 5. Política Nacional de Humanização. 6. Modelos de atenção em saúde. Determinantes do Processo saúde-doença: condições de vida e trabalho dos indivíduos, famílias e comunidade, as interações entre ambiente, meio social. 7. Gestão de serviços de saúde. Planejamento e organização de serviços de saúde. 8. Vigilância em Saúde. 9. Sistema de Informação em Saúde. 10. Segurança da pessoa idosa na atenção à saúde. 11. Epidemiologia. 12. Educação e comunicação em saúde.

FISIOTERAPIA 1. Fisioterapia Cardiovascular no processo do envelhecimento. 2. Fisioterapia Respiratória no processo do envelhecimento. 3. Fisioterapia Neurofuncional no processo do envelhecimento. 4. Fisioterapia Traumato Ortopédica no processo do Envelhecimento. 5. Fisioterapia Reumatológica no processo do envelhecimento. 6. Fisioterapia nas disfunções Uro-ginecológica no processo do envelhecimento. 7. Fisioterapia nas disfunções Gastro-intestinais no processo do envelhecimento. 8. Fisioterapia dermato-funcional no processo do envelhecimento. 9. Fisioterapia em saúde coletiva. 10. Recursos e técnicas específicas para o tratamento fisioterapêutico do idoso.

 

2) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ – CURITIBA/PR

  • Últimas vagas =

– 3 vagas – Atenção Hospitalar em Saúde da Criança e do Adolescente

– 4 vagas – Atenção Hospitalar em Saúde do Adulto e do Idoso

– 3 vagas – Atenção Hospitalar em Atenção em Urgência e Emergência

 

Conteúdo Programático:

CONHECIMENTOS GERAIS = 1. Determinantes do processo saúde-doença: condições de vida e trabalho dos indivíduos, famílias e comunidade. 2. Promoção da saúde e prevenção de doenças. 3. História das políticas públicas de saúde no Brasil. 4. Sistema Único de Saúde: princípios e diretrizes; controle social e participação da comunidade; legislações correlatas. 5. Planejamento, avaliação e organização de serviços de saúde. 6. Atenção primária à saúde e estratégia saúde da família: princípios, fundamentos e legislação específica. 7. Trabalho em equipe multiprofissional. 8. Redes de Atenção à Saúde: conceitos, atributos essenciais e componentes. 9. Redes Temáticas ou Prioritárias no Sistema Único de Saúde: Rede de Atenção às Urgências e Emergências (RUE), Rede Cegonha (atenção à gestante e de atenção à criança até 24 meses), Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), Rede de Cuidado à Pessoa com Deficiência e Rede de Atenção às Doenças e Condições Crônicas. 10. Vigilância em saúde: epidemiológica, vigilância sanitária e ambiental.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: PROGRAMA 1. Avaliação e tratamento multidimensional do adulto/idoso e pediátrico, em todos os níveis de complexidade. 2. Avaliação e tratamento fisioterapêutico nas clínicas médica, neurologia, infectologia, pediatria e ortopedia. 3. Avaliação e tratamento fisioterapêutico nas clínicas cirúrgicas: ortopedia, cirurgia geral adulto e pediátrica, neurocirurgia. 4. Avaliação e tratamento fisioterapêutico em urgência e emergência, em unidade de terapia intensiva adulto/idoso e pediátrico, UTI neonatal. 5. Modalidades de ventilação mecânica. 6. Avaliação e tratamento fisioterapêutico do paciente com hemofilia e demais coagulopatias.

 

3) RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL DO HOSPITAL ERASTO GAERTNER – CURITIBA/PR

 

  • Últimas vagas = 1 vaga- Cancerologia em Área da Saúde
  • Processo seletivo prova objetiva; análise de Curriculum vitae e entrevista. A prova objetiva teve 50 questões objetivas, sendo 40 questões específicas, mais 5 (cinco) questões em inglês e mais 5 (cinco) questões do SUS. Conteúdo programático: Fisioterapia Geral; Fisiologia; Ortopedia; Pneumologia; Ética / Deontologia; Diagnóstico por Imagem; Neurologia; Pré e Pós-operatório; Anatomia; Reumatologia; Ginecologia / Mastologia; Terapia intensiva; Políticas Públicas do Sistema Único de Saúde.
  • Mês que normalmente abrem as inscrições = SETEMBRO/NOVEMBRO
  • Mês provável da prova = NOVEMBRO
  • Dedicação exclusiva – carga horária de 60 (sessenta) horas semanais
  • Bolsa no valor R$3.330,43
  • Duração do programa: 02 anos
  • Último Edital: https://erastogaertner.com.br/arquivos/CEPEP/Edital%20Processo%20Seletivo%202018%20COREMUHEG.pdf

 

4) RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE – UNICENTRO – GUARAPUAVA/PR

  • Últimas vagas = 2 vagas
  • Processo seletivo = prova objetiva (70 pontos), análise do Curriculum Vitae (10 pontos) e entrevista (20 pontos).
  • Mês que normalmente abrem as inscrições = OUTUBRO/NOVEMBRO
  • Mês provável da prova = DEZEMBRO
  • Dedicação exclusiva – carga horária de 60 (sessenta) horas semanais
  • Bolsa no valor R$3.330,43
  • Duração do programa: 02 anos
  • Último Edital = https://www2.unicentro.br/especializacao/files/2017/10/Edital-Residencia-MULTI-2018.pdf?x28802

 

5) RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

  • Últimas vagas = 2 vagas – Neonatologia

– 2 vagas = Saúde do Idoso

– 2 vagas – Urgência e Emergência

– 2 vagas – Intensivismo

  • Processo seletivo = prova objetiva. Constituída de 30 (trinta) questões, de igual peso, sendo 20 (vinte) questões da área específica por área profissional; e 10 (dez) questões referentes a políticas públicas em saúde e modelos assistenciais em saúde, comum a todas as áreas profissionais.
  • Mês que normalmente abrem as inscrições = OUTUBRO
  • Mês provável da prova = DEZEMBRO
  • Dedicação exclusiva – carga horária de 60 (sessenta) horas semanais
  • Bolsa no valor R$3.330,43
  • Duração do programa: 02 anos
  • Último Edital = http://cps.uepg.br/inicio/index.php/externos/residencia-hurcg#editais
  • Conteúdo programático da Prova objetiva:

CONHECIMENTOS GERAIS: 1. Modelos técnico-assistenciais em saúde. 2. Clínica Ampliada. 3. Redes Assistenciais. 4. Sistema Único de Saúde: Fundamentos, concepções, instrumentos de gestão, financiamento. 5. Pacto pela Saúde. 6. Programas estratégicos de atenção à saúde. 7. Planejamento em saúde: conceitos, correntes, o planejamento estratégico em saúde. 8. Avaliação em saúde: conceitos, aspectos, classificação e utilização da avaliação em programas de saúde. 9. História das políticas públicas de saúde no Brasil. 10.Processo saúde doença e modelos causais em saúde. 11.Política nacional de promoção a saúde. 12.Qualidade nos serviços de saúde. 13.Vigilância à saúde. 14.Política Nacional de Atenção Hospitalar

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1. Ética em fisioterapia e legislação profissional. 2. Fisiologia dos sistemas respiratório, cardiovascular, osteomuscular e da dor. 3. Fisiopatologia das doenças cardiorrespiratórias e osteoneuromusculares. 4. Avaliação fisioterapêutica em ambiente hospitalar. 5. Testes neurológicos, musculares e respiratórios. Conceito e aplicação de exercícios ativos, ativo-assistidas, passivos e isométricos. 6. Conceito e aplicação de recursos fisioterapêuticos: mecanoterapia, termoterapia, crioterapia, eletroterapia, massoterapia, hidroterapia, fototerapia e pneumoterapia. 7. Técnicas em cinesioterapia motora e respiratória, manipulações, fisioterapia em UTI (adulto, neonatal e pediátrica). 8. Consequências das lesões neurológicas. 9. Fisioterapia nas doenças cardiovasculares. 10.Fisioterapia aplicada à neurologia. 11.Tipos e indicações de próteses e órteses. 12.Fisioterapia em ortopedia e traumatologia. 13.Técnicas de treinamento em locomoção e deambulação. 14.Fisioterapia aplicada à infectologia. 15.Aspectos gerais que englobam avaliação e tratamento em âmbito hospitalar nas diversas áreas de atuação da fisioterapia. 16.Parada cardiorrespiratória e ressuscitação cardiopulmonar.

 

6) RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA

  • Últimas vagas =

– Fisioterapia Neurofuncional (adulto) 03 vagas

– Fisioterapia em Pediatria 03 vagas

– Fisioterapia Pulmonar 05 vagas

– Fisioterapia Traumato-Ortopédica Funcional 03 vagas

– Fisioterapia em Uroginecologia e Obstetrícia Funcional 02 vagas

  • Processo seletivo prova objetiva (peso 3); prova de habilidades prática (peso 3); análise de Curriculum vitae (peso 2) e arguição (peso 2).
  • Mês que normalmente abrem as inscrições = SETEMBRO/OUTUBRO
  • Mês provável da prova = NOVEMBRO
  • Dedicação exclusiva – carga horária de 60 (sessenta) horas semanais
  • Bolsa no valor R$3.330,43
  • Duração do programa: 02 anos
  • Último Edital http://www.uel.br/proppg/portalnovo/pages/arquivos/pos-graduacao/editais/2017/Edital-086-2017.pdf

 

7) RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL DA AUTARQUIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE APUCARANA -PARANÁ

        Em janeiro desse ano (2018) foi formada a primeira turma dessa Residência. Vamos ver os principais pontos:

  • Últimas vagas = 3 vagas em Residência Multiprofissional em Atenção Básica/Saúde da Família
  • Processo seletivo = prova objetiva (peso 6 pontos), análise de Curriculum Vitae (peso 2) e entrevista (peso 2).
  • Mês que normalmente abrem as inscrições = OUTUBRO/NOVEMBRO
  • Mês provável da prova = DEZEMBRO
  • Dedicação exclusiva – carga horária de 60 (sessenta) horas semanais
  • Bolsa no valor R$3.330,43
  • Duração do programa: 02 anos
  • Último Edital = http://www.apucarana.pr.gov.br/residencias/docs/Edital-COREMU-2017.pdf
  • Conteúdo programático da Prova objetiva:
  • 30 (trinta) questões de múltipla escolha de conhecimentos gerais:

Constituição Federal de 1988 (Artigos 196 a 200). Lei 8.080 – Lei Orgânica da Saúde. Lei 8.142 – Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências. Lei Complementar nº. 141/2012 (Conversão em Lei da EC 29). Norma Operacional Básica – NOB 1991, 1993 e 1996. Norma Operacional de Assistência à Saúde – NOAS 2001 e 2002. Portaria nº. 399/GM, de 22 de Fevereiro de 2006 – Divulga o Pacto pela Saúde 2006 – Consolidação do SUS e aprova as Diretrizes Operacionais do Referido Pacto. Portaria nº 699/GM, de 30 de Março de 2006 – Regulamenta as Diretrizes Operacionais dos Pactos Pela Vida e de Gestão. Decreto 7.508, de 28 de Julho de 2011 – Regulamenta a Lei no 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único de Saúde – SUS, o planejamento da saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa, e dá outras providências. Resolução nº 4, de 19 de Julho de 2012 – Dispõe sobre a pactuação tripartite acerca das regras relativas às responsabilidades sanitárias no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), para fins de transição entre os processos operacionais do Pacto pela Saúde e a sistemática do Contrato Organizativo da Ação Pública da Saúde (COAP).Portaria nº 4.279, de 30 de Dezembro de 2010 – Estabelece diretrizes para a organização da Rede de Atenção à Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Política Nacional de Promoção de Saúde (2010). Política Nacional de Humanização – HUMANIZASUS (2004). Política Nacional de Atenção Básica – PNAB (2012). Portaria nº 1.654/GM/MS, de 19 de Julho de 2011 – Institui, no âmbito do SUS, o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB) e o Incentivo Financeiro do PMAQ-AB, denominado Componente de Qualidade do Piso de Atenção Básica Variável – PAB Variável. Portaria nº 825, de 25 de abril de 2016 – Redefine a Atenção Domiciliar no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e atualiza as equipes habilitadas. Portaria nº 3.124, de 28 de Dezembro de 2012 – Redefine os parâmetros de vinculação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), Modalidades 1 e 2 às Equipes Saúde da Família e/ou Equipes de Atenção Básica para populações específicas, cria a Modalidade NASF 3, e dá outras providências. Pactos pela Saúde: Pacto pela Vida, Pacto em Defesa do SUS e de Gestão. Portaria nº. 648/GM, de 28 de março de 2006 – Estratégia do Programa Saúde da Família. Portaria nº 154, de 24 de Janeiro de 2008 – Criação do NASF. Diretrizes do NASF. Redes de Atenção à Saúde. Clínica ampliada equipe de referência e Projeto terapêutico singular. Epidemiologia. Plano de Ações Estratégicas para o enfrentamento das Doenças Crônicas não Transmissíveis no Brasil, 2011 a 2022. Portaria GM/MS nº 1.996, de 20 de agosto de 2007 que dispõe sobre as diretrizes para a implementação da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Programa Saúde na Escola. Portaria interministerial nº 1.055, de 25 de abril de 2017.

 

  • 10 (dez) questões específicas de múltipla de conhecimentos específicos:

Conhecimentos técnicos inerentes à fisioterapia no contexto da Saúde Pública; Papel da fisioterapia na Atenção Básica; Práticas e técnicas fisioterápicas; Ações e acompanhamento da população nos diferentes ciclos de vida; Procedimentos de avaliação, diagnóstico cinético-funcional, prognóstico e intervenção fisioterapêutica , visando promoção, prevenção e reabilitação de disfunções nos níveis de órgãos e sistemas corporais nas seguintes áreas: neurologia; traumatologia e ortopedia; reumatologia; cardiologia e angiologia; pneumologia; pediatria; geriatria; dermatologia; ginecologia e obstetrícia. Assistência à saúde do trabalhador: doenças ocupacionais relacionadas ao trabalho. Assistência fisioterapêutica domiciliar: atenção ao paciente acamado, orientações ao cuidador. Trabalho em equipe interdisciplinar. Saúde Coletiva; Noções do Programa de Saúde da Família (PSF); Leis e Diretrizes do NASF (Núcleo de Apoio ao Programa Saúde da Família). O papel do Fisioterapeuta nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF). Política Nacional de Saúde da Pessoa com Deficiência; Prótese, Órtese e Meios Auxiliares de Locomoção; Legislação e ética do profissional fisioterapeuta: Código de Ética e Deontologia da Fisioterapia aprovado pela resolução nº 424, de 8 de julho de 2013.

 

8) RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ – Cascável/PR

  • Últimas vagas =

– Fisioterapia em Terapia Intensiva Adulto, Pediátrica, Neonatal e Emergência – 6 vagas

– Fisioterapia Hospitalar – 6 vagas

  • Processo seletivo prova objetiva; análise de Curriculum vitae, prova prática/ oral (apenas para Fisioterapia Intensiva) e entrevista.
  • Mês que normalmente abrem as inscrições = SETEMBRO/OUTUBRO
  • Mês provável da prova = OUTUBRO OU NOVEMBRO
  • Dedicação exclusiva – carga horária de 60 (sessenta) horas semanais
  • Bolsa no valor R$3.330,43
  • Duração do programa: 02 anos
  • Último edital = https://www5.unioeste.br/cogeps/index.php/residencia
  • Conteúdo programático das provas escrita e oral – Fisioterapia Intensiva = Anatomia humana 2. Fisiologia respiratória 3. Fisioterapia cardiorrespiratória 4. Fisioterapia em ortopedia e neurologia 5. Fisioterapia em pediatria e neonatologia 6. Avaliação Fisioterapêutica 7. Técnicas fisioterapêuticas 8. Exames laboratoriais 9. Ventilação mecânica básica 10. Monitorização Respiratória 11. Doenças pulmonares do adulto, da criança e do recém-nascido 12. Cuidados com paciente crítico 14. Metodologia da pesquisa.
  • Conteúdo Programático da prova escrita – Fisiterapia Hospitalar = Biossegurança no ambiente hospitalar. 2. Normas de Biossegurança no ambiente hospitalar. 3. Riscos Biológicos, Químicos, Físicos, Ergonômicos, Psicossociais e de Acidentes. 4. Prevenção e Controle de Infecção Hospitalar 5. Avaliação das funções vitais 6. Principais afecções respiratórias. 7. Principais afecções cardiovasculares. 8. Principais afecções neurológicas. 9. Principais afecções ortopédicas do adulto, criança e neonatos. 10. Avaliação das condições física e funcional do paciente crítico e não crítico. 11. Princípios da ventilação mecânica. 12. Estudo dos principais modos de ventilação mecânica invasiva e não-invasiva. 13. Parâmetros de oxigenação e hemodinâmicos. Ventilação mecânica em situações especiais. 14. Desmame da ventilação mecânica. Avaliação fisioterapêutica e atendimento fisioterapêutico em pacientes críticos e não críticos em unidade de terapia intensiva, ala e ambulatório. 15. Técnicas e métodos de intervenção fisioterapêutica em pacientes com traumatismo esquelético ou com doenças neurológicas. 16. Semiologia e propedêutica ortopédica e neurológica. Condutas fisioterapêuticas no tratamento e prevenção das patologias de pacientes no âmbito hospitalar com essas disfunções. 17. Técnicas e métodos semiologia e intervenção fisioterapêutica em pacientes pós-cirurgia abdominal, torácica ou pélvica e portadores de patologias de interesse da clínica médica. 18. Condutas fisioterapêuticas no tratamento e prevenção das patologias de pacientes no âmbito hospitalar.

Então é isso, pessoal! Aguardem o próximo Estado!

Abraços,

Prof. Gislaine Holler.

Posts Relacionados

Gislaine dos Santos Holler

Gislaine dos Santos Holler

Graduada em Fisioterapia pelo Centro Universitário Metodista de Porto Alegre (2013), pós-graduanda em Fisioterapia Traumato-ortopédica. Realizou diversos cursos na área de Fisioterapia Dermatofuncional, Fisioterapia Traumato-ortopédica e Pilates. Trabalhou na área de Pilates de 2012 até 2014. Em 2014, iniciou sua vida de concurseira com o concurso da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no qual logrou êxito. Foi aprovada em outros concursos na área da Fisioterapia: Prefeitura Municipal de Bela Vista do Toldo – SC, Prefeitura Municipal de Canoinhas – SC, Marinha do Brasil.

Veja os comentários:

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados