O que fazer depois do TRF3: como decidir para qual concurso dedicar seus estudos
Luana Vicente dos Santos Furlani

O que fazer depois do TRF3

Ontem, 1º de dezembro, ocorreram as provas do concurso do Tribunal Regional Federal da 3ª Região – TRF3. Para os que prestaram as provas, resta a dúvida: o que fazer a partir de agora? Neste artigo, você receberá uma análise que o ajudará a decidir para qual concurso dedicar seus estudos depois do TRF3.

Olá aluno (a)! Tudo bem?

Este artigo é para você, que passou os últimos meses estudando para o concurso do TRF3, cujas provas ocorreram na data de ontem, contando com 77.876 inscritos.

Como era esperado, a concorrência foi grande. Então, você já sabe que a maioria dos candidatos continuarão na fila dos concursos públicos, estudando para conseguirem a sonhada aprovação.

Mas não somente esse grupo deve prosseguir nos estudos. Mesmo que você tenha ido muito bem na prova de ontem, vale a pena continuar estudando para aproveitar todo o conhecimento adquirido, até mesmo porque você não sabe quando sairá a sua nomeação.

DEPOIS DO TRF3: SENSAÇÃO PÓS-PROVA

É muito comum que, logo após a realização de uma prova, o concurseiro tenha a sensação de que está perdido.

O que fazer depois do TRF3

Você passou vários dias dedicando todo o seu tempo para o estudo do edital de certo concurso. Então, depois de passada a prova, fica aquele vazio, aquele sentimento de perda.

Essa sensação pode ser extremamente prejudicial ao aluno que se deixa levar por elas. Aliado a esse sentimento, há o cansaço físico e mental adquiridos no pós-edital.

Se não bastasse isso tudo, estamos no final de mais um ano, época em que as pessoas geralmente param seus projetos ou postergam os mesmos para o próximo ano.

Ademais, o clima de festas invade os ambientes, gerando ainda mais ansiedade e trazendo a sensação de que é pouco o tempo que resta.

Então, uma forma de combater todos esses fatores e impedir que seu projeto de aprovação seja interrompido, é já partir para o estudo de outro edital.

Isso mesmo, escolher o seu próximo alvo e ir com tudo para cima dele!

O pensamento deve ser: estamos no último mês do ano sim, mas é muito importante que os estudos continuem, pois há diversas oportunidades pela frente!

DEPOIS DO TRF3: QUAIS CONCURSOS SÃO COMPATÍVEIS?

Para auxiliá-lo a escolher para qual concurso estudar depois do TRF3, o Estratégia preparou uma planilha comparativa para que você visualize as matérias estudadas no TRF3 e as de alguns concursos que estão com editais iminentes ou com inscrições abertas:

Depois do TRF3: análise de matérias coincidentes
Depois do TRF3: análise de matérias coincidentes

Essa planilha é exemplificativa, então, há apenas alguns dos concursos de maior destaque no país com editais iminentes, como o concurso da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Há também o concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), já com edital na praça e inscrições até o dia 17 deste mês.

Veja como as matérias acabam se repetindo, de modo que é possível sim aproveitar muitas das matérias estudadas no TRF3 para os demais concursos que estão por vir.

As disciplinas de Português, Direito Constitucional e Direito Administrativo são cobradas em todos os certames. Direito Penal, Processos Civil e Penal, Matemática ou Raciocínio Lógico-Matemático e Informática são exigidas em quase todos. Ou seja, oito matérias que podem ser aproveitadas de um concurso para outro.

Vale lembrar que essa análise pode (e deve) ser feita por você para todos os demais concursos que possuem editais iminentes e que despertam o seu interesse. Desse modo, também fica mais fácil enxergar se é possível conciliar os estudos para mais de um concurso.

Veja também este webinário que o Estratégia fez hoje pela manhã. Nele foram apresentadas todas as oportunidades de concursos públicos ideais para manter o estudo depois do TRF3:

Como dito, há muitas oportunidades ainda para este ano de 2019 e para o início de 2020. Por isso, é fundamental ficar atento a todas as previsões atualizadas dos concursos 2019.

Além de que, para alcançar o sucesso nesses certames, você deve se manter firme no seu propósito, não se deixar esmorecer e seguir em frente.

DEPOIS DO TRF3: COMO ORGANIZAR SEUS ESTUDOS?

Feita a análise de quais concursos possuem matérias compatíveis entre si, é o momento de organizar os seus estudos.

Para isso, você deverá refazer o seu ciclo de estudos e adaptá-lo à situação atual. Isso porque você já estudou algumas matérias por completo e não viu sequer uma palavra de outras.

Assista a este vídeo do Coach Luis Eduardo, caso você não saiba fazer um ciclo de estudos:

Depois do TRF3: como refazer seu ciclo de estudos

Portanto, caso você tenha conseguido “matar” o edital do TRF3, poderá aproveitar todo esse estudo para os próximos certames. Como fazer isso?

As matérias que estão 100% estudadas, você manterá apenas no ciclo de revisões. Importante também manter uma rotina de exercícios relacionados a tais assuntos.

Já as matérias completamente novas, você fará uma análise de quais são mais cobradas nos concursos que são o seu foco e dará prioridade a elas no seu novo ciclo.

Desse modo, é possível usufruir de tudo o que foi estudado e aprendido para o concurso do TRF3, agregando novos conhecimentos de matérias que são exclusivas dos próximos concursos pretendidos.

DEPOIS DO TRF3: COMO MANTER A MOTIVAÇÃO NESTE FIM DE ANO?

Todos os professores que estão deste lado já passaram pelos mesmos perrengues, desânimos e incertezas que você passou ou está passando.

Então, o que diferenciou estes, que hoje estão desfrutando do sucesso alcançado em razão da aprovação, daqueles que ainda não obtiveram a aprovação ou que até desistiram dos seus sonhos?

O foco, a determinação, a persistência e a manutenção do equilíbrio emocional são de extrema valia para a persecução e o alcance do seu sonho de se tornar um servidor público.

Neste fim de ano, é normal sentir mais cansaço, ter mais distrações e menos vontade de estudar. Parece que perdemos o controle das nossas próprias vidas e isso traz angústia a muitos concurseiros.

Além disso, a ansiedade começa a aumentar, até mesmo porque parece que não há mais tempo para se atingir as metas estipuladas lá no Ano Novo.

Sobre esses assuntos, vale a pena a leitura deste artigo que ensina o concurseiro a não se preocupar com o que não está no seu controle e como reduzir a ansiedade:

Blog do Estratégia Concursos

Lembre-se: o seu maior inimigo é você mesmo!

Por isso, não desista, faça um bom planejamento e siga em frente, sempre focando no seu maior desejo, naquilo que é mais importante para a sua vida hoje, no que você colocou como meta para 2019: a aprovação!

Depois do TRF3: aprenda com seus erros e se mantenha firme no propósito
Depois do TRF3: aprenda com seus erros e se mantenha firme no seu propósito

Luana Vicente dos Santos Furlani
Coach do Estratégia Concursos
Instagram: @luvicentesantos

Deixe o seu comentário com suas dúvidas, sugestões ou elogios.

Fique por dentro dos concursos vigentes:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2019

CONCURSOS 2020

Compartilhe:

Luana Vicente dos Santos Furlani

Luana Vicente dos Santos Furlani

Natural do Rio de Janeiro/RJ, mora em Itajaí/SC, tem 34 anos, formada em Direito (UNIVALI – 2006), pós-graduada em Direito Penal e Processual Penal (Escola do Ministério Público de Santa Catarina – 2008) e pós-graduanda em Licitações e Contratos Administrativos (FAEL). --- A trajetória como concurseira começou já na faculdade, quando, em 2004, foi aprovada em 11º lugar para Técnica do TRF4; em 2006, aprovada no Exame da OAB e no cargo de Técnica de Informações Geográficas e Estatísticas do IBGE, onde trabalhou por 5 anos. No ano de 2010, foi aprovada e nomeada para Escrivã da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina. Em 2014, ingressou na Marinha do Brasil, como Oficial (RM2) do Quadro Técnico, na especialidade Direito, onde serviu por 4 anos. No ano de 2016, dentre outros, passou em 4º lugar para Advogada do SUAS em Navegantes/SC e 1º lugar no concurso do SEMASA em Itajaí/SC, tomou posse no cargo de Analista de Licitações em 2018, cargo este que exerce até os dias atuais. No ano de 2019, passou em 6º lugar no concurso do TRF4 para o cargo de Analista Judiciário da Área Judiciária após estudar apenas 95 dias. --- Sobre a minha relação com o coaching e os concursos públicos: Em 2011, fiz um curso de Life Coaching – foi quando conheci esse maravilhoso mundo que possibilita a incorporação de novos hábitos, utilização de ferramentas adequadas e concretização dos objetivos de vida. Com esse conhecimento, aliado às práticas de Reiki e ThetaHealing, e com a utilização de técnicas de estudo, planejamento e motivação, fui aprovada em diversos concursos públicos. Hoje, tenho a oportunidade de realizar mais um sonho, que é passar o meu conhecimento adiante e ensinar outras pessoas a agirem no sentido de alcançar os seus!

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.