Interrogação elaborativa – Como utilizar em estudos para Concursos Públicos?
Área Fiscal

Interrogação elaborativa – Como utilizar em estudos para Concursos Públicos?

A interrogação elaborativa é uma técnica de estudo conhecida de estudantes estrangeiros e cada vez mais se torna frequente no Brasil e em especial entre os concurseiros. Neste link, você consegue ler outra matéria que fiz sobre o tema com exemplos.

O fato é que a interrogação elaborativa ajuda o estudante a compreender diferentes nuances dos problemas apresentados pelos assuntos estudados e até a prever possíveis questões na prova do concurso público. Veja a seguir como aplicar a técnicas em sua rotina!

O que é interrogação elaborativa?

Como o nome já diz, é uma técnica pautada na capacidade de saber interrogar-se (fazer perguntas) que elaboram o conteúdo estudado (que desenvolvem-no na sua mente). O primeiro passo é estudar o conteúdo original sobre determinado assunto. O segundo passo é criar questionamentos para si próprio referente ao que aprendeu.

interrogação elaborativa

Em suma, o estudante utiliza certas perguntas para conseguir responder e levar a uma compreensão melhor do assunto estudado. Ajuda ainda na revisão, memorização, resolução de dúvidas, entre outras vantagens. Pode ser um instrumento de teste (exercício) ou de revisão.

Como aplicar a técnica?

Você pode criar os seus próprios questionamentos sobre a matéria estudada, mas em geral, é usada esta sequência de perguntas na interrogação elaborativa: O Quê (fato)? Quem (sujeito)? Quando (tempo)? Onde (local)? Como (modo)? Conclusão (final)? E outras questões mais específicas que deseja utilizar.

Vamos supor que você esteja estudando Direito Constitucional para um concurso público. E o assunto é “princípios fundamentais da Constituição Federal de 1988, para a construção de uma sociedade livre”.

O que são princípios fundamentais?

A quem eles se referem? A Constituição Federal de 1988 – considerada a Constituição cidadã

A quem a Constituição Federal de 1988 se refere? Objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil.

Quando? 1988

Conclusão? Os princípios fundamentais da Constituição Federal de 1988 referem-se aos objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil.

Veja ainda 9 erros comuns de quem estuda para concursos públicos:

Se na prova cair uma questão sobre isso, saberá que o seu objetivo é fundamentar a República Federativa do Brasil. Qualquer disciplina ou assunto pode passar por questões que ajudem a desenvolver a compreensão. Faça isso com os seus próximos assuntos a serem estudados e veja quais são os resultados.

Espero que tenha gostado. Por hoje era isso. Forte abraço e bons estudos!!!

Veja mais!

EMAIL[email protected]

YOUTUBECoach Thiago Cabral

FACEBOOK/coach.thiagocabral

INSTAGRAM@coach.thiagocabral/

Quer ser meu coachee ou conhecer uma pouco mais a carreira de Auditor Fiscal? É só avisar a equipe do Estratégia quando fizer a matrícula! :)

Veja também: Quantas Horas Preciso Estudar Por Dia?

Veja também: Como Estudar Após a Públicação do Edital

Veja também: Quando e Como Estudar Por Resolução De Questões

Veja também: Ciclo de Estudos x Quadro de Horários: Qual A Melhor Forma De Estudar Para Concurso Público

Veja também: Técnicas De Memorização Poderosas No Estudo Para Concurso Público

Veja também: Os 9 Erros Mais Comuns De Quem Estuda Para Concursos Públicos

Gostou de saber mais sobre interrogação elaborativa para concursos públicos? Deixe um comentário a seguir e compartilhe esta matéria em suas redes sociais! Siga-me no Instagram e confira outras dicas!

Posts Relacionados

Thiago Cabral

Thiago Cabral

AUDITOR FISCAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA (ICMS-SC), aprovado no concurso de 2010. Bacharel em Direito pela Universidade Sociedade Educacional de Santa Catarina – UNISOCIESC. Pós-graduado em Direito Tributário.  Atua como coach profissionalmente na preparação de concursando desde 2015. Ex-oficial da Marinha graduado pela Escola Naval/RJ. Começou sua carreira de “concurseiro“ em 1997 quando foi aprovado no Concurso para o Colégio Naval AOS 15 ANOS DE IDADE! Aprovado também no concurso para o cargo de Analista da Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo (2009). É comum ouvirmos que estudar para concursos públicos é uma tarefa árdua e cansativa e que muitos acabam desistindo. Que é preciso muito anos de estudo, além de diversos cursinhos. Em regra, é um caminho bem difícil a ser trilhado. Para seguir firme no propósito até o final, é indispensável ser DETERMINADO e manter-se MOTIVADO. Gostaria de compartilhar o que aprendi durante os meus anos de estudo, pois um projeto de aprovação em concurso público requer muita determinação, motivação e persistência. No Coaching do Estratégia, tenho como missão pessoal transmitir o máximo da minha experiência em concursos para meus coachees, dando dicas para aperfeiçoar seus estudos e te fazer sair na frente de muitos concorrentes. Conte comigo!!! Bons estudos!!!  

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados