0

Gabarito Extraoficial PC-DF (Agente) – Língua Portuguesa

Olá, futuro Policial!

Para quem não me conhece , meu nome é Patrícia Manzato e sou Professora e Coach aqui no Estratégia Concursos, fazendo parte do Time de Português.

Inicialmente, convido você a me seguir no INSTAGRAM: Instagram da Profª. Patrícia Manzato

Neste artigo, vamos comentar as questões de Língua Portuguesa que foram cobradas pela Banca CESPE/CEBRASPE no concurso da PC-DF, para o cargo de Agente, que aconteceu no dia 22/08/2021.

O Time de Português, em especial os Professores Adriana Figueiredo, Janaína Arruda, Luiz Felipe Durval e eu, fizemos a análise e correção da prova e vamos passar a você nossas percepções.

Em geral, a prova veio de forma distinta que a para o cargo de Escrivão, pois trouxe dois textos longos e de maior complexidade, o que poderia causar dúvidas nos alunos ao responder as questões de compreensão e interpretação de texto. As questões de gramáticas estavam bastante objetivas e acreditamos que não trouxeram dificuldades aos alunos.

E agora, vamos aos comentários das questões:

Texto para os itens de 01 a 10:

01.

Gabarito: ERRADO

Comentário: Não é possível afirmar que o texto é predominantemente expositivo, pois há diversos momentos em que predominam os comandos: “Nada de grandes lances. Desça, sem pressa …”; “Passe por eles calado…”; “Largue-se nela com quem se….”, além dos trechos narrrativos. Portanto, o item está errado.

02.

Gabarito: CERTO

Comentário: De fato, no início do texto, o narrador se refere ao “homem moderno” e faz um comentário sobre essa classificação: “espécie da qual você, milenarmente cansado, talvez se sinta um tanto excluído”. A menção ao “homem moderno”, portanto, faz referência ao indivíduo da Modernidade.
Portanto, item certo.

03.

Gabarito: CERTO

Comentário: Questão sobre o uso da crase.
Lembre-se de que a crase é facultativa antes de pronome possessivo feminino. Esse é o caso do trecho do texto “olhares à sua volta”: “sua” é pronome possessivo feminino de 3ª pessoa e estariam corretas tanto “olhares à sua volta” quanto “olhares a sua volta”. Portanto, o item está certo.

04.

Gabarito: CERTO

Comentário: Questão de referenciação.
Ao retomar o texto, perceba que o pronome relativo “onde” retoma, de fato, “sala”: “Nesta sala atulhada de mesas, máquinas e papéis, onde invejáveis escreventes dividiram entre si o bom senso do mundo …”, ou seja, é na sala onde os “escreventes dividiram entre si o bom senso do mundo …”.
Portanto, o item está certo.

05.

Gabarito: CERTO

Comentário: Em diversos trechos do texto há, por meio dos parênteses, a inserção da fala do narrador no texto – o que o item chamou de digressões, que não mais são do que comentários. São exemplos no texto: “espécie da qual você, milenarmente cansado, talvez se sinta um tanto excluído”; “o seu pudor, bem entendido” etc.
Em relação à função dos parênteses, pode-se considerar como correto seu uso para inserção de comentários ou digressões ao texto.
Portanto, o item está certo.

06.

Gabarito: ERRADO

Comentário: Questão de compreensão de texto.
Não é possível reduzir o texto a apenas um personagem. Por mais que o foco da narrativa seja referente a um “você”, o próprio texto traz outras referências, como é o caso de “pobres familiares”. Por isso, o item está errado.

07.

Gabarito: ERRADO

Comentário: Questão de interpretação de texto.
Note que ao longo do texto, o interlocutor receba comandos, instruções de como proceder, ou seja, ele não age “por conta próprio”, e sim a partir de instruções recebidas pelo narrador do texto. São exemplos desses comandos: “Nada de grandes lances. Desça, sem pressa …”; “Passe por eles calado…”; “Largue-se nela com quem se….”.
Portanto, o item está errado.

08.

Gabarito: ERRADO

Comentário: Questão de interpretação de textos.
O erro está no final do item, ao afirmar que que os comandos devem parecer “extravagantes, desarrazoados”. Note que em diversos momentos há comandos que tentam suavizam e amenizar situações, como no caso de “largue tudo de repente sob os olhares à sua volta”. Portanto, o item está errado.

09.

Gabarito: CERTO

Comentário: Questão de semântica, mais especificamente de sinônimos.
Note que, de fato, no trecho “Feito um banhista incerto, assoma depois com sua nudez….”, o verbo “assomar” tem o sentido de aparecer, surgir, principiar a manifestar-se. Portanto, o item está certo.

10.

Gabarito: CERTO

Comentário: Questão clássica de partícula “se”.
Note que em “Pondo-se em vestes mínimas”, a forma verbal “pondo-se” tem o sentido de “pôr em si mesmo/mesma” e essa ideia de reciprocidade é construída a partir da partícula “se”.
Portanto, o item está correto.

Texto para os itens de 11 a 20:

11.

Gabarito: ERRADO

Comentário: Esta é uma questão de interpretação de texto.
Note que há extrapolação ao texto ao afirmar que a “revolução da ignorância” explicita déficit cognitivo, além de impedir encontrar respostas. Na verdade, o que o texto traz sobre a “revolução da ignorância” é a premissa contemporânea que “não sabemos tudo e de que até mesmo o conhecimento que temos é provisório”. Portanto, o item está errado.

12.

Gabarito: CERTO

Comentário: Questão típica de interpretação.
Note que o texto menciona que “Darwin nunca afirmou ser ‘o último dos biólogos’ e ter decifrado o enigma da vida de uma vez por todas”. Essa postura do cientista é, de acordo com o texto, umas das posturas e características dos cientistas modernos.
Portanto, o item está certo.

13.

Gabarito: ERRADO

Comentário: Questão de compreensão textual.
Note que o texto traz, no último parágrafo, a afirmação de que parece ter havido uma substituição das verdades absolutas por uma “crença quase religiosa na tecnologia e nos métodos da pesquisa científica”. Além disso, o texto afirma que o abandono das verdades absolutas tornou a sociedades “mais dinâmica, versátil e indagadora”.
Portanto, o item está errado.

14.

Gabarito: ERRADO

Comentário: Questão de interpretação de texto.
No texto há claramente uma oposição entre as “antigas tradicionais” e “ciência atual”. Aquelas afirmavam que “tudo que é importante saber a respeito do mundo já era conhecido”, enquanto esta passou pelo que o texto chamou de “revolução da ignorância”. Assim, não há uma convergência de ideias, como pressupõe o item, mas divergência.
Portanto, o item está errado.

15.

Gabarito: CERTO

Comentário: Ao retomar o texto, perceba: “Em primeiro lugar, um indivíduo podia ignorar algo importante. Para obter o conhecimento necessário, tudo que ele precisava fazer era….
A pergunta a se fazer é “QUEM precisava fazer? Ele, ou seja, o indivíduo. Assim, o agente do verbo “obter” é, de fato, “um indivíduo”.
Portanto, o item está correto.

16.

Gabarito: ERRADO

Comentário: Questão de reescrita com pontuação.
O uso de dois pontos para iniciar uma explicação é válido, contudo não é o que ocorre no período do item.
Nosso pressuposto atual de que não sabemos …” inicia um período composto que não tem uma relação explicativa com o período anterior. Assim, não é possível substituir o ponto pelos dois pontos, pois acarreta erro gramatical e alteração de sentido do original.
Portanto, o item está errado.

17.

Gabarito: ERRADO

Comentário: Questão de reescrita, que pede a manutenção da coerência (lógica).
Note que no original temos “Uma das coisas que tornaram possíveis que as ordens sociais modernas se mantivessem coesas …”. Ao inserir a crase no trecho destacado (“às ordens sociais”), há a mudança na relação lógica estabelecida pelo período. Por esse motivo, não é possível a reescrita, para que se mantenha a coerência do texto original.
Portanto, o item está errado.

18.

Gabarito: ERRADO

Comentário: Perceba que o trecho “A disposição para admitir ignorância …. e indagadora” constitui relação de causa e consequência, mas não é a única relação do período. Note que a continuação explicita uma relação de comparação: “do que todas as tradições de conhecimentos anteriores”.
Assim, por haver mais de uma relação no período, o item está errado.

19.

Gabarito: CERTO

Comentário: Questão de reescrita.  
O importante do item é lembrar que o verbo haver, no sentido de existir, pode substituir o verbo “ter”, em determinados contextos.
Em relação às alterações sintáticas, o verbo “haver” (sentido de existir), é impessoal e será flexionado na 3ª pessoa do singular, em contraposição ao verbo “ter”, que necessita de sujeito e complemento.
Como o item já prevê essas alterações sintáticos, o item está certo.

20.

Gabarito: ERRADO

Comentário: “Visto que” em “A ciência de nossos dias é uma tradição de conhecimento peculiar, visto que admite abertamente…” é uma locução. Assim, não é possível classificar o “que” isoladamente como “pronome”.

Portanto, o item está errado.

Você pode também dar uma olhada na correção em vídeo feita pela Professora Janaína Arruda. É só acompanhar:

Se você quer conhecer mais do trabalho do Time de Português do Estratégia Concursos, clique aqui e tenha acesso às aulas demonstrativas dos cursos de Língua Portuguesa.

Grande abraço!

Profª. Patrícia Manzato

E-mail: [email protected]

Facebook da Profª Patrícia Manzato

Instagram da Profª Patrícia Manzato

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *