Concurso TJ MT Juiz: divulgados locais de prova da primeira etapa
Coordenação

Concurso TJ MT Juiz: divulgados os locais de prova da primeira etapa; prova objetiva ocorre em 18 de novembro

Nopssos professores prepararam um material especial para a primeira etapa

Foi divulgada a relação dos locais de prova e a convocação para a 1ª etapa do concurso TJ MT Juiz. As provas ocorrerão em 18 de novembro na cidade de Cuiabá, capital do estado.

O edital foi publicado em agosto deste ano e oferece 9 vagas imediatas e cadastro de reserva para o cargo de Juiz Substituto, classe inicial da carreira.

Neste artigo você vai encontrar tudo o que é relevante sobre o concurso, como:

  • Principais regras do edital;
  • Composição das provas;
  • Requisitos do cargo;
  • Remuneração e progressão na carreira.

Quais são as etapas do concurso TJ MT Juiz?

1ª) Prova objetiva (eliminatória e classificatória);

2ª)  Provas escritas (eliminatórias e classificatórias);

3ª) Inscrição definitiva, exames de sanidade física e mental, psicotécnico e investigação social (eliminatórias);

4ª) Prova oral (eliminatória e classificatória);

5ª) Avaliação de Títulos (classificatória).

Todas as cinco etapas do certame serão realizados na capital do Estado de Mato Grosso, Cuiabá.

Apostas para o TJ MT

A equipe de professores do Estratégia Carreira Jurídica preparou um material de revisão especial para esta reta final do concurso do TJ MT: uma revisão completa dos temas com maior chance de serem cobrados na prova, totalmente gratuita!

Baixe o material completo clicando no link:

concurso tj mt magistratura

Quais são os requisitos para ingressar na carreira?

O candidato deverá ser bacharel em Direito e  comprovar, no tempo da inscrição definitiva (na 3ª etapa), o exercício de atividade jurídica por pelo menos três anos após a colação de grau.

Atividades aceitas (Resolução 75/09 CNJ):

  • Atividade exercida com exclusividade por bacharel em Direito.
  • Exercício da advocacia, com participação anual mínima de 5 atos privativos de advogado em causas ou questões distintas.
  • Exercício de cargos, empregos e funções (inclusive magistério) que exigem o uso preponderante de conhecimento jurídico.
  • Exercício da função de conciliador junto ao Poder Judiciário por no mínimo 16 horas mensais e durante 1 ano.
  • Exercício de mediação ou de arbitragem na composição de litígios (16 horas, 1 ano).

Tem dúvidas sobre atividade jurídica em concursos públicos? Clique aqui para acessar nosso guia completo.

Remuneração e progressão na Magistratura

Segundo dados extraídos do Portal da Transparência do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, este é o quadro remuneratório da carreira da magistratura estadual:

MEMBROS DA MAGISTRATURA SUBSÍDIO
 Desembargador 30.471,11
Juiz Auxiliar 28.947,55
Juiz de Direito de Entr. Especial 28.947,55
Juiz de Direito de 3ª Entrância 27.500,17
Juiz de Direito de 2ª Entrância 26.125,16
Juiz de Direito de 1ª Entrância 24.818,90
Juiz Substituto 23.577,96

Cargos vagos e ocupados

CARGO QUANTIDADE DE CARGOS
OCUPADOS VAGOS TOTAL
Desembargador 30 0 30
Juiz de Direito 239 21 260
Juiz Substituto 15 15
TOTAL 284 21 305

A prova objetiva

Esta prova será composta por 100 questões de múltipla escolha com cinco alternativas, dividida em três blocos de disciplinas, confirme a distribuição abaixo:

Bloco I Bloco II Bloco III
Direito Civil Direito Penal Direito Administrativo
Processo Civil Processo Penal Direito Ambiental
Direito do Consumidor Direito Eleitoral Direito Tributário
Direito da Criança e do Adolescente Direito Constitucional Direito Empresarial
30 questões = 30 pontos 35 questões = 35 pontos 35 questões = 35 pontos

Duração total: 5 horas

Para ser aprovado nesta etapa, é necessário atingir 30% de aproveitamento por bloco e 60% no total da prova. Além disso, foi estabelecido um limite de convocados (a depender do número de inscritos e respeitados os empates na última posição):

  • Até 1.500 inscritos: 200 melhores colocados
  • Mais de 1.500 inscritos: 300 melhores colocados

A nota de corte, no último concurso (2013-2015), ficou em  68 pontos (os candidatos negros e com deficiência deveriam atingir a pontuação mínima, apenas).

Provas escritas do concurso Magistratura MT

Na segunda etapa, os candidatos enfrentarão dois tipos de prova: uma prova discursiva e outra prática de sentença.

Na prova discursiva, os candidatos deverão desenvolver:

A prova discursiva será composta por:

I) questões relativas a noções gerais de Direito e formação humanística (Sociologia do Direito, Psicologia Judiciária, Ética e Estatuto Jurídico da Magistratura Nacional, Filosofia do Direito e Teoria Geral do Direito e da Política);

II) questões sobre qualquer ponto relativo às disciplinas do programa (Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Eleitoral, Direito Ambiental, Direito do Consumidor, Direito da Criança e do Adolescente, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Constitucional, Direito Empresarial, Direito Tributário e Direito Administrativo) ou ao exercício da magistratura.

Já na prática de sentença, os candidatos precisaram elaborar duas sentenças, uma de natureza cível e outra criminal.

As provas serão aplicadas em três dias consecutivos: um para a prova discursiva e outros dois para cada sentença. A duração máxima

de cada prova será de 5 horas. Os candidatos devem atingir, em cada prova, 6 pontos (de um total de 10) para serem convocados para a fase da inscrição definitiva).

Nesta fase é possibilitada aos candidatos a utilização de material de consulta: legislação não anotada ou comentada.

Prova oral

Nesta etapa do certame, os candidatos serão arguidos em sessão pública pelos membros da Comissão do Concurso, sobre temas previstos conteúdo programático do edital.

Os conteúdos são agrupados em pontos, divulgados com pelo nenos 5 dias de antecedência da prova.

Cada candidato dispõe de, no máximo, 15 minutos, para discorrer sobre o tema arguido pelo examinador. A partir daí, são atribuídas quatro notas  de 10 pontos a cada candidato.

Avaliação de Títulos e Cálculo da nota final

Embora o cômputo da pontuação dos títulos seja divulgado apenas após o resultado final da prova oral, a entrega da documentação deve ser feita na inscrição definitiva.

Estão incluídas atividades como mestrado, doutorado, especialização, exercício de cargos públicos, entre outros. A lista completa você confere no edital do certame, disponibilizada na nossa ficha técnica.

A nota final do concurso é calculada por meio de uma média ponderada, respeitando os seguintes pesos:

  • Prova objetiva: peso 1;
  • Primeira e segunda prova escrita: peso 3 para cada prova;
  • Prova oral: peso 2;
  • Prova de títulos: peso 1.

Quer saber mais sobre os concursos da Magistratura Estadual? Confira aqui nosso artigo completo!

Clique aqui para assistir a análise do edital da Magistratura do Mato Grosso.

Gostou dessa oportunidade? Deseja se preparar para esta oportunidade?
O Estratégia Concurso já possui cursos relacionados ao certame. Confira:

CURSOS CONCURSO TJ MT JUIZ

Ficha técnica concurso tj mt juiz

Informações do Concurso TJ MT Juiz

 

 

 

 

 

►Data prevista: 18/11/2018
►Vagas: 9
►Cargos: Juiz de Direito Substituto
►Remuneração: 23.577,96
►Lotações: Mato Grosso
►Banca: Vunesp
►Escolaridade: Nível Superior em Direito + 3 anos de atividade jurídica

Cursos Estratégia ConcursosCursos Concurso Magistratura MT
Edital: Edital Concurso TJ MT JUIZ 2018

Ricardo Brito
Ascom Estratégia
[email protected]

Receba notícias de Concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram!

Cadastre-se clicando no ícone abaixo

Notícias de concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram

Posts Relacionados

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.