ENTREVISTA: Pedro Ribeiro - Aprovado no XXVIII Exame da OAB

Entrevista:

ENTREVISTA: Pedro Ribeiro – Aprovado no XXVIII Exame da OAB

“Acredito que ter tranquilidade no dia da prova é 90% do caminho para dar certo. Se você estudou todo o conteúdo disponibilizado não há nada que vá cair na prova que você não saiba, então manter a calma é fundamental. Boa sorte a todos!!!”

Confira nossa entrevista com Pedro Ribeiro, aprovado no XXVIII Exame da OAB:

Estratégia Concursos: Conte-nos um pouco sobre você, para que nossos leitores possam te conhecer melhor. Qual sua idade? De onde você é? Já concluiu sua graduação?

Pedro Ribeiro: O meu nome é Pedro Ribeiro Cavalcante, tenho 30 anos, sou de Fortaleza/CE e ainda não concluí a graduação.

Estratégia: Durante seus estudos para o Exame de Ordem, você trabalhava, fazia faculdade e estudava para o Exame (como conciliava?), ou se dedicava inteiramente aos estudos?

Pedro: Eu estou no último semestre da faculdade e trabalho o dia todo. Faço 7 cadeiras na faculdade (que ocupam o meu turno da noite) e a partir de 23h eu começava a estudar para a segunda fase do XXVIII exame de Ordem. Eu estudava até onde eu via que era proveitoso, quando o sono começava a ficar muito grande e eu via que não estava rendendo muito no estudo eu parava e ia dormir.

Estratégia: Foi a primeira vez que prestou o Exame de Ordem?

Pedro: Sim.

Estratégia: Qual foi sua sensação ao ver que havia sido aprovado?

Pedro: Alívio. Tirei um peso enorme das costas. Esse peso eu mesmo criei, tendo em vista que eu só falei para pessoas muito próximas que eu estava estudando para o exame.

Estratégia: Os seus colegas de faculdade e amigos que estavam estudando também conseguiram aprovação? Qual você acha que foi seu diferencial para alcançar a aprovação?

Pedro: Alguns conseguiram, outros não. Dedicação, paciência e confiei “na mão que me guiou”, ou seja, no Prof. Rodrigo Martins. Ele foi essencial para que a aprovação desse certo.

Estratégia: Como era sua vida social durante a sua preparação? Você saía com amigos, família, etc? Ou adotou uma postura radical, abdicando do convívio social para passar o mais rápido possível?

Pedro: Eu já não costumo sair muito, mas eu tirava um dia do final de semana para sair e desopilar. Esses dias foram de suma importância para relaxar e tirar um pouco da pressão.

Estratégia: Que materiais você usou em sua preparação para o Exame? Aulas presenciais, telepresenciais, livros, cursos em PDF, videoaulas? Quais foram as principais vantagens e desvantagens de cada um?

Pedro: Usei unicamente o material disponibilizado pelo Estratégia, ou seja, PDFs e videoaulas. Não fiz anotações em caderno, somente as marcações no código. Vantagem das videoaulas são a disponibilidade de acelerar ou deixar mais lento o vídeo, isso ajuda em revisões ou estudo de matérias mais difíceis. Não vejo desvantagem nas videoaulas. As vantagens dos PDFs é que são bem completos, com bastante conteúdo. A desvantagem é que os que são referentes ao direito material são extensos, e devido ao meu escasso tempo para estudo era um complicador, mas nada que seja impossível de ler.

Estratégia: Como conheceu o Estratégia OAB?

Pedro: Em um vídeo no YouTube de apresentação do curso de direito tributário exibido alguns dias depois do resultado da primeira fase. Acredito que foi a aula “00” do curso.

Estratégia: Uma das principais dificuldades de todo candidato é a quantidade de assuntos que devem ser memorizados. Como você fez para estudar todo o conteúdo? Costumava fazer resumos? Focava mais em exercícios, ou na leitura e releitura da teoria? Como montou seu plano de estudos?

Pedro: Como meu tempo de estudo foi curto, eu não tive tempo de fazer releitura, o que me obrigou a só estudar quando tivesse com pelo menos 80% de atenção/foco. Como disse acima, eu somente fiz as anotações no Vade Mecum, e fiz 1 simulado. Contudo, uma prática que eu tinha era de tentar resolver (na minha cabeça) as questões que apareciam ao longo do PDF, sempre antes de ver as respostas eu analisava a questão e tentava responder de cabeça, sem olhar no Vade Mecum, ou ver o gabarito. Essa técnica me ajudou a memorizar o conteúdo. Quando eu não sabia a resposta lia o gabarito e marcava no material.

Estratégia: Você tinha mais dificuldades em alguma(s) disciplina(s)? Quais? Como você fez para superar estas dificuldades?

Pedro: Na verdade a parte de lembrar dos textos a serem utilizados nas petições eram um pouco chatos de decorar, mas a prática de fazer várias peças faz com isso seja superado tranquilamente.

Estratégia: A reta final é sempre um período estressante. Como você levou seus estudos neste período? Focava mais na releitura, em resumos, em exercícios, etc ?

Pedro: Foquei em conseguir terminar todo o conteúdo (risos).

Estratégia: Na semana da prova, nós sempre observamos vários candidatos assumindo uma verdadeira maratona de estudos (estudando intensamente dia e noite). Por outro lado, também vemos aqueles preferem desacelerar um pouco, para chegar no dia da prova com a mente mais descansada. O que você aconselha?

Pedro: Se o(a) candidato(a) estudou com concentração acredito que não há motivo para desespero. Eu mantive o ritmo de estudo normal.

Estratégia: Para a segunda fase, optou por qual área do direito? Qual foi sua estratégia na hora de tomar sua decisão?

Pedro: Direito Tributário. Escolhi uma matéria que eu gostava, não fui ver se era fácil ou difícil, simplesmente fui no que me agradava estudar e que me fosse agregar conhecimento para advogar naquela área.

Estratégia: Se você tivesse que apontar ERROS em sua preparação (se é que houve), quais seriam? Diga-nos também quais foram os maiores ACERTOS?

Pedro: O maior erro foi ter feito poucos simulados, somente 1 para ser mais preciso. Contudo, não acredito que seja erro de verdade, tendo em vista que não fiz porque realmente tive pouco tempo. O maior acerto foi ter ficado calmo, tanto na hora do estudo, como na hora da prova. Eu, em momento algum, fiquei nervoso no momento da resolução da prova. Ademais, confiar no Professor Rodrigo Martins foi de extrema importância.

Estratégia: O que foi mais difícil nessa caminhada rumo à aprovação? E qual foi sua principal motivação?

Pedro: Falta de tempo para estudar foi muito angustiante, porque sabia que tinha um material excelente, mas não tinha tempo de me debruçar mais nele. A motivação foi me livrar logo dessa prova (risos).

Estratégia: Por fim, o que você aconselharia a alguém que está iniciando seus estudos para o Exame da OAB? Deixe-nos sua mensagem para todos aqueles que um dia almejam chegar aonde você chegou!

Pedro: ‘Confiem na mão que guia vocês’. Os professores são acostumados com esse exame há anos e sabem o que pode vir ou não no dia da prova. Pode acontecer algum imprevisto, mas todos estamos expostos a isso, tanto na prova da OAB como nas nossas vidas como um todo. Contudo, a estratégia adotada pelos professores é importante e tenta reduzir as subjetividades da prova, isso é importantíssimo.

Por fim, acredito que ter tranquilidade no dia da prova é 90% do caminho para dar certo. Se você estudou todo o conteúdo disponibilizado não há nada que vá cair na prova que você não saiba, então manter a calma é fundamental.

Boa sorte a todos!!!

Confira outras entrevistas em:

Depoimentos de Aprovados

Cursos Online para Concursos

Foi aprovado e deseja dividir com a gente e com outros concurseiros como foi sua trajetória até a aprovação?! Mande um e-mail para: [email protected]

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Resultados:

  • Concurso PGE - SP Procurador do Estado Dos 208 aprovados, 134 são nossos alunos
  • Concurso CLDF Procurador Legislativo Dos 31 aprovados, 24 são nossos alunos
  • SEFAZ-BA / Administração Tributaria Dos 591 aprovados, 475 são nossos alunos
  • SEFAZ-BA / Técnologia da Informação Dos 68 aprovados, 52 são nossos alunos
  • SEFAZ-BA / AUDITOR FISCAL Dos 303 aprovados, 253 são nossos alunos

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Estamos aqui para ajudar você!
x