[DATAPREV] Comentários da prova de Análise de Negócios (Engenharia de Software)
Concursos Públicos

[DATAPREV] Comentários da prova de Análise de Negócios (Engenharia de Software)

Galera,

 

Achei a prova de nível mediano com algumas questões muito mal feitas. Vejamos os comentários:

 

25 – “Em Engenharia de Software, o processo é o conjunto…”

Comentário: Em minha opinião, essa questão não faz o menor sentido! Não é todo processo que tem um indicador de desempenho ou atores responsabilizados pelo planejamento e execução do processo. Rapid Application Development (RAD) é um processo de desenvolvimento de software e não apresenta um indicador de desempenho ou atores.

Gabarito: E

 

26 – “A Engenharia de Requisitos é um processo que engloba todas…”

Comentário: Nós vimos em aula que as fases são (de acordo com Sommerville): Estudo de Viabilidade; Elicitação e Análise de Requisitos; Especificação; Validação; e Gestão (ou Gerenciamento). Dessa forma, a Prototipação não é uma das fases da Engenharia de Requisitos.

Gabarito: B

 

30 – “A elicitação de requisitos é, geralmente, executada…”

Comentário: Nós vimos em aula que o Brainstoming (ou Tempestade de Ideias) é uma abordagem de elicitação ocorrida em grupo em ambientes informais durante cerca de 15 minutos em que toda a ideia deve ser levada em consideração, sendo proibida a crítica a qualquer sugestão dada, e encorajada, inclusive, a criação de ideias que pareçam estranhas ou exóticas. Dessa forma, a técnica de elicitação é o Brainstoming.

Gabarito: C

 

31 – “Elicitar requisitos ou analisá-los envolve pessoal técnico…”

Comentário: (I) Errado. Stakeholders raramente sabem o que realmente querem – os analistas fazem de tudo para compreender; (II) Correto. De fato, eles expressam requisitos sem formalidades técnicas; (III) Correto. É exatamente por isso que sempre existe uma atividade de negociação; (IV) Errado. Requisitos de sistema se adequam aos fatores organizacionais e políticos; (V) Correto. Lembremos sempre que há uma coisa certa: requisitos são dinâmicos e dependem de diversos fatores, tais como surgimento de novas partes interessadas, ambiente de negócio, etc.

Gabarito: C

 

32 – “É correto afirmar que o processo de elicitação e análise…”

Comentário: Primeiro, eu desconheço um “Modelo Espiral de Requisitos” – existe um “Modelo Espiral de Ciclo de Vida”. Logo, eu acredito que essa questão não faz sentido e deveria ser anulada. Analisando as opções, percebemos que a questão trata da fase de Elicitação e Análise de Requisitos da Engenharia de Requisitos de acordo com Sommerville. Nesse contexto, as atividades são realmente: Obtenção de Requisitos; Classificação e Organização de Requisitos; Priorização e Negociação de Requisitos. Além da já mencionada no enunciado: Documentação de Requisitos.

Gabarito: A

 

33 – “As validações de requisitos dedicam-se a mostrar que os requisitos…”

Comentário: Os atributos são: Compreensibilidade; Redundância; Completude; Consistência; Organização; Conformidade com as Normas; e Rastreabilidade. Não existe o atributo Orçamento.

Gabarito: E

 

43 – “A programação orientada a objetos traz uma ideia muito interessante…”

Comentário: (I) Correto. De fato, permite que haja reutilização do código criado. Nem sempre vai reduzir o tempo de desenvolvimento ou o número de linhas, mas a questão não colocou essa restrição; (II) Correto. A abstração é um dos pilares da orientação a objetos; (III) Errado. Honestamente, não vislumbro erros nesse item. (caso alguém tenha alguma sugestão, favor avisar); (IV) Correto. Observem que a questão falou em possibilidade.

Gabarito: E

 

44 – “Uma classe é a descrição de um grupo de objetos com propriedades…”

Comentário: Instanciar objetos significa gerar novos exemplares a partir de uma descrição abstrata de um objeto genérico (classe). Portanto, trata-se da instanciação.

Gabarito: B

 

45 – “Um dos aspectos mais positivos da programação orientada a objetos foi a…”

Comentário: Todos os itens realmente fazem referência ao encapsulamento, exceto o terceiro item, que trata de polimorfismo.

Gabarito: C

 

46 – “Apesar de as métricas de produto para software de computador serem…”

Comentário: De fato, todos os itens estão corretos. Há dezenas de classificações: para modelo de análise; para modelo de projeto; para código-fonte; e há ainda métricas de teste.

Gabarito: C

 

Boa sorte, galera! Forte abraço…

Posts Relacionados

Diego Carvalho

Diego Carvalho

Formado em Ciência da Computação na Universidade de Brasília (UnB), com pós-graduação em Gestão de Tecnologia da Informação na Administração Pública e, atualmente, é Auditor Federal de Finanças e Controle - Especialidade Governança e Gestão em Tecnologia da Informação da Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

Veja os comentários:

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados