Concurso Polícia Civil SE: nível superior é necessário para posse! Confira!
Carreiras Policiais

Concurso Polícia Civil SE: nível superior é necessário para posse! Confira!

Foi publicado no Diário Oficial o decreto que exige nível superior, em qualquer área de conhecimento, para os aprovados nos cargos de Agente e Escrivão de Polícia Judiciário no concurso Polícia Civil SE.

O diploma devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC é requisito básico para a posse.

Anteriormente, havia sido publicada a Lei 8.786/20 altera e acrescenta artigos nas Normas Gerais de Funcionamento da Polícia Civil, fazendo com que a etapa (CFP) seja realizada após a nomeação do candidato. Confira aqui tudo sobre a mudança!

Vale lembrar que a COMISSÃO do concurso foi oficialmente formada e, agora, o certame está em processo de contratação da banca organizadora.

O novo edital ofertará 60 vagas, sendo 50 para Agente e 10 para Escrivão e, segundo o chefe de gabinete da Segurança Pública de Sergipe, Evandro Machado, o certame deverá ser realizado apenas em 2021.

A autorização para um novo concurso Polícia Civil SE para a Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp), voltada à área de perícias criminais, também foi anunciada.

Segundo fontes extraoficiais, a expectativa é de que o edital voltado para a área de perícias oferte, no mínimo, 60 vagas.

Veja mais informações sobre o certame para a área de Perícias na aba “Vagas para a Perícia”!

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Confira abaixo todas as informações para você participar deste concurso público.

Situação atual do concurso

Atenção concurseiros! Agora, para concorrer a uma vaga de Agente ou Escrivão de Polícia Judiciário no concurso Polícia Civil SE, é necessário ensino superior completo em qualquer área de formação.

O diploma deve ser devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e é requisito básico para a posse. Confira aqui o documento publicado no Diário Oficial.

Lembrando que o próximo concurso PC SE já não contará com o CFP dentre as etapas do edital e sim como etapa a ser realizada após a posse do aprovado no cargo, durando 36 meses, caminhando junto ao estágio probatório do aprovado.

Quanto ao próximo certame, a comissão já foi formada e iniciará o processo de licitação para escolha da BANCA organizadora e elaboração do edital.

O novo concurso Polícia Civil SE ofertará 60 vagas, sendo 50 para Agente e 10 para Escrivão, além de formação de Cadastro de Reserva para ambos os cargos. De acordo com as informações, o edital deverá ser publicado em 2021.

Confira o documento de autorização

A Comissão é formada por:

  • Representante da Secretaria de Administração – Sydnei Rocha da Silva
  • Representantes da Secretaria de Segurança – José Evandro Machado Junior e José Inephanio de Souza Cardoso
  • Representantes da Procuradoria Geral do estado – Flavio Augusto Barreto Medrado

Confira o vídeo na íntegra, nas redes sociais da PC SE:

https://www.instagram.com/p/CEUywGWJBUV/

Carreiras policiais

Atribuições dos cargos do concurso Polícia Civil SE

Atribuições de Agente

Realizar atos investigatórios ou coativos, para apuração das infrações penais; elaboração e formalização de documentos legais, autos, atas e demais termos inerentes as funções de Polícia Judiciária e Investigativa, além das atribuições comuns previstas na Lei nº 6.572, de 22 de dezembro de 2008

Atribuições Escrivão

Escrever os documentos legais, autos, atas e demais termos das funções de Polícia Judiciária e de apuração de infrações penais; praticar atos coativos e de natureza investigatória, além das atribuições comuns previstas na Lei nº 6.572, de 22 de dezembro de 2008.

Atribuições Delegado

supervisionar as atividades específicas da administração policial,
coordenando e controlando essas atividades, promovendo investigações, abertura de inquéritos e adotando outras providências, para determinar medidas legais e outras soluções de interesse da segurança pública.

Requisitos para Agente e Escrivão da PC SE

  • Agente
    • Nível superior completo em qualquer área
    • CNH categoria tipo B, no mínimo
    • Idade mínima de 18 anos, não há limite máximo de idade
  • Escrivão
    • Nível superior completo em qualquer área
    • Idade mínima de 18 anos, não há limite máximo de idade

Remuneração atual – concurso Polícia Civil SE

Segundo o Portal da transparência de Sergipe os cargos oferecidos no concurso Polícia Civil SE têm os seguintes salários iniciais:

CargoNível Salário inicial
DelegadoSuperiorR$ 11,000,00
EscrivãoSuperiorR$ 4.400,00
AgenteSuperiorR$ 4.500,00
PeritoSuperiorR$ 4.102,62
Agente técnico de necropsiaMédioR$ 1.689,51
 Papiloscopista MédioR$ 1.689,51

Cargos Vagos

A Polícia Civil do Sergipe registra, atualmente, um déficit acentuado no quadro de servidores da ativa. De acordo com os números da Secretaria de Segurança Pública do Estado, são 355 cargos vagos para Agente e 37 para Escrivão.

Último concurso – Polícia Civil SE

O último concurso da Polícia Civil de Sergipe para os cargos de Agente e Escrivão ocorreu em 2014, sob organização do IBFC.

O certame ofertou 120 vagas os cargos, sendo 100 para Agente e 20 para Escrivão. Todas as etapas do concurso foram realizadas em Aracaju/SE.

Os aprovados no concurso receberiam mensalmente a remuneração de R$ 4.500,00 para 40h semanais de trabalho.

Etapas do concurso

  • 1ª fase – eliminatória e classificatória ( foram aplicadas provas escritas sobre conhecimentos gerais e específicos);
  • 2ª fase – eliminatória (exame psicotécnico e teste de aptidão física, observados critérios objetivos de avaliação);
  • 3ª fase – eliminatória e classificatória: Não fará mais parte das etapas no novo Edital PC SE 2020
  • a) Participação efetiva, com exigência de frequência, em Curso técnico-profissional, ministrado pela Academia de Polícia Civil e carga horária de 360 (trezentos e sessenta) horas – aula;
  • b) Prova final, versando sobre o conteúdo programático das disciplinas, matérias ou assuntos ministrados no Curso previsto na alínea “a” deste inciso;
  • 4ª fase – classificatória – julgamento e classificação, inclusive, se for o caso, de acordo com os títulos válidos apresentados.

Concurso PC SE – Delegado

O último concurso da Polícia Civil de Sergipe ocorreu em 2018 para o cargo de Delegado de Polícia. Teve a organização da banca Cebraspe, o certame ofertou 10 vagas para provimento imediato, além de formar cadastro de reserva.

A remuneração inicial do cargo de Delegado de Polícia Substituto, classe inicial da carreira na época era de R$ 11 mil, podendo chegar até R$ 25 mil, na classe especial.

Para concorrer a uma vaga era necessário ter diploma de Curso Superior em Direito, devidamente registrado, em instituição reconhecida pelo MEC.

Etapas do Concurso – PC SE delegado

A seleção dos candidatos para o cargo de Delegado foi composta de oito fases, conforme a tabela abaixo:

Prova Objetiva

Conhecimentos básicos (30 questões)
Conhecimentos específicos (120 questões)

Prova Discursiva

01 questão e 02 textos dissertativos

P3 – Prova de Capacidade Física
P4 – Exame Psicológico
P5 – Exame Toxicológico
P6 – Sindicância da vida pregressa
P7 – Prova Oral
P8 – Avaliação de Títulos

Vagas para a Perícia

Ainda sem quantitativo de vagas ou áreas contempladas oficialmente definidas, foi anunciada a AUTORIZAÇÃO de um novo concurso para a área de Perícias do estado do Sergipe.

Segundo fontes extra oficiais, a expectativa é de que sejam ofertadas, no mínimo, 60 vagas para as áreas periciais.

Agora, a Cogerp (Coordenadoria Geral de Perícias), formado pelos institutos de Criminalística (IC), de Identificação (IICM), de Análises e Pesquisas Forenses (IAPF) e Médico Legal (IML), fará o levantamento das necessidades dos institutos para reportar aos setores responsáveis.

“Os peritos criminais são alocados por áreas. Então precisamos identificar as áreas de formação em que estamos precisando de mais servidores para passarmos os quantitativos para o secretário”, explicou o coordenador geral de Perícias, Nestor Barros.

Porte de arma para a categoria

Para aqueles que pretendem prestar concurso para a área de perícias, mais uma boa notícia saiu da reunião realizada entre o secretário de segurança e o coordenador geral de Perícias, Nestor Barros.

A concessão do porte de arma, que já era autorizado, mas necessitava de regulamentação, teve decreto assinado pelo governador Belivaldo Chagas. Agora, o porte será válido para as área de perícia.

O decreto tem como base uma Instrução Normativa da Polícia Federal que ampara o uso de arma de fogo de profissionais da perícia, visto que muitos atuam em locais ou situações perigosas.

Serão adquiridas pistolas e todos os profissionais com previsão para o porte da arma de fogo serão treinados na Academia da Polícia Civil (Acadepol).

Requisitos

Nível Médio

  • Agente Técnico de Necropsia – 3ª Classe: Ensino Médio Completo
  • Papiloscopista – 3ª Classe: Ensino Médio Completo

Nível Superior

  • Perito Criminalístico (3ª categoria) – dividido em 7 áreas:

Área 1: Ensino Superior em Ciências Contábeis ou Ciências Econômicas
Área 2: Ensino Superior em Engenharia Elétrica ou Engenharia Eletrônica ou Engenharia de Redes de Comunicação ou Engenharia de Telecomunicações
Área 3: Ensino Superior em Análise de Sistemas ou Ciências da Computação ou Engenharia da Computação ou Informática ou Tecnologia de Processamento de Dados ou Sistema de Informação
Área 4: Ensino Superior em Engenharia Agronômica ou Engenharia Florestal
Área 5: Ensino Superior em Farmácia ou Bioquímica ou Biomedicina ou Biologia
Área 6: Ensino Superior em Engenharia Civil ou Matemática ou Física
Área 7: Ensino Superior em Engenharia Química ou Química Industrial ou Química.

  • Perito Médico-Legal – 3ª Classe : Ensino Superior em Medicina
  • Perito Odonto-Legal – 3ª Classe: Ensino Superior em Odontologia

Remunerações

De acordo com a remuneração ofertada no último certame, a remuneração era:

  • Agente Técnico de Necropsia e Papiloscopista: R$ 1.689,51
  • Perito Criminalístico, Perito Médico-Legal e Perito Odonto-Legal: R$ 4.102,62

Ao Vencimento Básico pode ser acrescido Adicional de Periculosidade (até 30%) ou de Insalubridade (até 40%).

Atribuições dos cargos

Agente Técnico de Necropsia

  • I – realizar exumações, e, quando necessário, conservação de cadáveres ou partes de corpos;
  • II – participar da realização de necropsias, e efetuar seccionamento ou cortes de corpos, retirada de vísceras e outras tarefas inerentes;
  • III – prestar assistência ao perito legista nos trabalhos de necropsias, e restaurar partes seccionadas ou danificadas nos corpos necropsiados;
  • IV – auxiliar na realização de exames periciais e acompanhar o sepultamento de peças de corpos ou cadáveres;

Papiloscopista

  • I – efetuar levantamento de impressões latentes em locais de crimes, empregando substancias químicas, lentes e outros processos de rotina, para permitir realização de perícias;
  • II – efetuar procedimentos técnicos, com o objetivo de localizar ou revelar vestígios de fragmentos de impressões latentes, para confirmação de presença de infratores em locais de delitos;
  • III – realizar coleta de impressões digitais, exames ou análises de derma da pele, mucosas ou papilas dérmicas, classificar individuais e dados que permitam detectar indiciados de crimes e infratores da lei, organizar arquivo, prestar informações e zelar pela guarda dos registros.

Perito Criminalístico

  • I – realizar perícias em geral na área criminal, por requisição ou decisão de autoridades policiais e judiciárias;
  • II – realizar exames periciais documentoscópicos, datiloscópicos, balísticos, laboratoriais, em locais de crimes contra a vida e/ou patrimônio, e reproduções simuladas;
  • III – desenvolver estudos e pesquisas;
  • IV – elaborar trabalhos técnico-científicos na área de criminalística;

Perito Médico-Legal

  • I – realizar perícias e exames periciais em geral na área médico-legal, por requisição ou decisão de autoridades competentes;
  • II – realizar exames periciais em pessoas vivas, cadáveres, e peças anatômicas, para, principalmente, identificação humana;
  • III – realizar necropsias, e fazer perícias de exumações de cadáveres.

Perito Odonto-Legal

I – realizar perícias e exames periciais em geral na área odonto-legal, por requisição ou decisão de autoridades competentes;
II – participar da realização de exames periciais em pessoas vivas, cadáveres, e peças anatômicas, para, principalmente, identificação humana, quando envolver a sua área de atuação;
III – participar da realização de necropsias, e acompanhar perícias de exumações de cadáveres, quando necessário ou solicitado.

Último concurso Perícia SE

O último Concurso Perícia Se ocorreu em 2014 e foi coordenado pela Funcab. Com a oferta de 34 vagas para médio e superior, o certame ofertou vagas para:

Nível médio

  • Agente Técnico de Necropsia – 3ª Classe (7 vagas + 1 PCD)
  • Papiloscopista – 3ª Classe (8 vagas + 2 PCD*)

Nível superior

  • Perito Criminalístico (3ª categoria) – dividido em 7 áreas, com uma vaga de ampla concorrência para cada uma delas)
  • Perito Médico-Legal – 3ª Classe ( 4 vagas +1 Pcd)
  • Perito Odonto-Legal – 3ª Classe (1 vaga)

Etapas do concurso Perícia SE

Para os cargos de nível médio foi realizada apenas a etapa da Prova Objetiva (1ª fase) + Curso de Formação (2ª fase)

Já os cargos de nível superior contaram com Prova Objetiva (1ª fase) + Prova de Títulos (2ª fase) +Curso de Formação (3ª fase).

Obs: As Provas Objetivas e o Curso de Formação foram aplicados/realizados no Município de Aracaju/SE e demais cidades da Região Metropolitana de Aracaju (Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristovão).

Provas Objetivas

Foi eliminado do Concurso Perícia SE o candidato que não obteve, pelo menos, 50% (cinquenta por cento) dos pontos da Prova Objetiva e/ou obtiver nota 0 (zero) em qualquer uma das disciplinas.

Prova de títulos

Foram convocados para essa fase os candidatos do Ensino Superior aprovados na Prova Objetiva no quantitativo de 05 (cinco) vezes o número de vagas, sendo para o Perito Criminalístico o multiplicador foi
aplicado considerando as vagas de cada área.

Curso de formação

Curso de Formação conta com carga horária de 240 horas-aula, de caráter classificatório e eliminatório, a ser realizado pela Academia de Polícia Civil de Sergipe, além de Prova Final de caráter eliminatório e classificatório.

Foram convocados para matrícula no Curso de Formação até 5 (cinco) vezes o número de vagas ofertadas para cada cargo, sendo que para o cargo de perito criminalístico o multiplicador foi aplicado considerando as
vagas de cada área.

Principais provas e gabaritos do Concurso Polícia Civil SE

Escrivão: Prova – Gabarito – 2014
Agente de Polícia: Prova
 – Gabarito – 2014
Delegado de Polícia: Prova – Gabarito – 2018

Quer estudar para o concurso Polícia Civil SE?

Gostou dessa oportunidade e deseja se preparar para este concurso? Esteja mais preparado com nossos cursos. Acompanhe as novidades!

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Assinatura Ilimitada

Assinatura Anual Ilimitada*

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

Sistema de Questões

Assinatura Ilimitada*

Estratégia Questões nasceu maior do que todos os concorrentes, com mais questões cadastradas e mais soluções por professores. Clique no link e aproveite os descontos e bônus imperdíveis!

Concursos Abertos

mais de 15 mil vagas

Concursos 2020

mais de 11 mil vagas

Concursos 2021

mais de 17 mil vagas

Ficha técnica do concurso ISS Itajaí

Informações sobre o concurso Polícia Civil SE

Ano: 2018
Vagas: 10 vagas
Cargos: Delegado
Banca: Cebraspe/Cespe
Escolaridade: Nível Superior em Direito
Edital do concurso: Edital-PC-SE-2018-DELEGADO

Ano: 2014
Vagas: 120
Cargos: Agente e Escrivão
►Banca: IBFC
Edital do concurso: PC SE 2014

Posts Relacionados

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados