Notícia

Concurso Ministério da Saúde: provas em agosto; 220 vagas!

Edital para contratação de 762 profissionais temporários é publicado

Estão encerradas as inscrições para o concurso Ministério da Saúde, no âmbito do Concurso Nacional Unificado (CNU) que oferece 220 vagas para o cargo de Tecnologista, em diversas especialidades.

Os interessados puderam se candidatar até o dia 09 de fevereiro, no site do Governo/Fundação Cesgranrio, ao custo de R$ 90,00. Já as provas foram adiadas e serão aplicadas no dia 18 de agosto.

As oportunidades estão presentes nos blocos temáticos: 1 (Infraestrutura, Exatas e Engenharias); 2 (Tecnologia, Dados e Informação); 5 (Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos) e 7 (Gestão Governamental e Administração Pública), com salário de R$ 5.211,41, podendo chegar a R$ 11.186,69.

  • Ministério da Saúde
  • Status: provas em 18/08
  • Banca: Cesgranrio
  • Vagas: 220
  • Salários: R$ 5.211,41 a R$ 11.186,69 (doutorado)
  • Editais: Bloco 1 | Bloco 2 | Bloco 5 | Bloco 7

Além disso, vale lembrar que está na praça o edital do Ministério da Saúde para contratação de 300 profissionais temporários para cargos administrativos de nível superior. Os aprovados receberão salários que variam de R$ 3.800,00 a R$ 8.300,00. Saiba mais aqui!

A fim de te deixar sempre bem informado, elaboramos este artigo com as principais informações e novidades sobre o concurso Ministério da Saúde. Acompanhe os tópicos abaixo e não perca nenhum detalhe:

Concurso Ministério da Saúde: edital publicado – CNU

Principais datas

  • Período de inscrições: 19 de janeiro a 09 de fevereiro
  • Isenção da taxa: 19 a 26 de janeiro
  • Pagamento do boleto: expresso no documento (GRU)
  • Provas: 18/08

Cargos e vagas do concurso Ministério da Saúde

Cargo: Tecnologista

EspecialidadesVagasBLOCOSSalário*
Engenharia Civil e Arquitetura2 1R$ 5.211,41 a R$ 11.186,69 (doutorado)
Tecnologia da Informação322R$ 5.211,41 a R$ 11.186,69 (doutorado)
Área da saúde, Fomento do Complexo Econômico-Industrial da Saúde e Farmácia1775R$ 5.211,41 a R$ 11.186,69 (doutorado)
Administração, Contabilidade, Economia ou Estatística97R$ 5.211,41 a R$ 11.186,69 (doutorado)
Salários do edital Ministério da Saúde
Salário do concurso MS

Etapas e provas do concurso Ministério da Saúde

Os candidatos do concurso Ministério da Saúde serão avaliados mediante aplicação das seguintes etapas abaixo:

Etapas de provas do edital Ministério da Saúde
Etapas de provas do edital Ministério da Saúde

Cidades de aplicação das provas

Cidades de provas do edital MS

Prova objetiva

As provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, serão constituídas de 70 questões de múltipla escolha, cuja pontuação será calculada de acordo com as especificidades. Cada questão apresentará cinco alternativas (A; B; C; D; E) e uma única resposta correta.

As questões serão assim distribuídas: prova objetiva de Conhecimentos Gerais com 20 questões e prova objetiva de Conhecimentos Específicos com 50 questões.

Será eliminado o candidato que: obtiver aproveitamento inferior a 40% da pontuação nas provas objetivas de Conhecimentos gerais (P1) e de Conhecimentos Específicos (P2), ou obtiver nota zero na Prova discursiva.

Prova discursiva

Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, é exclusiva para cada Bloco, contendo uma questão dissertativa que abordará conteúdo constante do Anexo IV deste Edital e que valerá 100 pontos.

A avaliação da questão dissertativa do concurso Ministério da Saúde, cujo número de linhas esperado será explicitado em seu enunciado, considerará:

  • a) quanto aos Conhecimentos Específicos, atribuindo-se 50% (cinquenta por cento) do valor total da questão, a capacidade de lidar com os conceitos, as técnicas e as atividades próprias das Áreas de Conhecimento abrangidas pelo Bloco 1, aferindo a compreensão, o conhecimento, o desenvolvimento e a adequação desses conceitos, a conexão e a pertinência ao assunto abordado e o atendimento aos tópicos solicitados;
  • b) quanto ao uso do idioma, atribuindo-se 50% (cinquenta por cento) do valor total da questão, a proficiência na instrumentalização de conhecimentos ortográficos, gramaticais adequados à norma-padrão e textuais (introdução, desenvolvimento, conclusão, observando-se coerência e coesão). Caso a questão receba nota zero quanto aos Conhecimentos Específicos, não será avaliada quanto ao uso do idioma.

Prova de títulos

Os títulos do concurso Ministério da Saúde serão avaliados mediante a seguinte pontuação:

Quadro de títulos do concurso Ministério da Saúde
Quadro de títulos do concurso Ministério da Saúde

Concurso Ministério da Saúde: editais temporários

1ª Retificação [inscrições prorrogadas]

Cargos e vagas do processo seletivo

CargosVagasSalários
Técnico Administrativo28 + CRR$ 3.800,00
Analista de Dados e Controle de Qualidade12 + CRR$ 6.130,00
Analista de Requisitos Processuais, Normativos, Econômicos e Financeiros218 + CRR$ 6.130,00
Analista Técnico em Edificações8 + CRR$ 6.130,00
Analista Técnico em Equipamentos18 + CRR$ 6.130,00
Gestor16 + CRR$ 8.300,00

Etapas do processo seletivo

O PSS Ministério da Saúde contará com aplicação das etapas de avaliação de títulos e de comprovação de experiência profissional.

A avaliação de títulos e Experiência Profissional do PSS Ministério da Saúde terá a seguinte distribuição de pontuação:

Avaliação de títulos do processo seletivo do Ministério da Saúde
Avaliação de títulos do processo seletivo do Ministério da Saúde

Concurso Ministério da Saúde: últimos editais

Último concurso – PSS (2022.1)

O Ministério da Saúde abriu, em 2022, processo seletivo simplificado para contratar 4 mil profissionais temporários por meio de análise curricular. Foram avaliados os títulos e a experiência profissional comprovada.

A seleção visou contratar profissionais dos níveis médio, técnico e superior para atuação no Rio de Janeiro (RJ). Os interessados puderam se inscrever por meio do site da banca FGV, até 20 de fevereiro, ao custo de R$ 12,00 a R$ 15,00.

Cargos e vagas

As 2.491 oportunidades destinadas a nível superior foram distribuídas da seguinte forma entre as áreas:

  • Medicina: 1.051 vagas;
  • Enfermagem: 945 vagas;
  • Atividades de Gestão e Manutenção Hospitalar, Apoio Técnico e Diagnóstico: 495 vagas.

Para nível médio e técnico, foram ofertadas no concurso Ministério da Saúde, 1.281 vagas, sendo 821 apenas para o cargo de técnico de enfermagem.

As 460 vagas restantes foram distribuídas entre os cargos da área de Atividades de Suporte em Gestão e Manutenção Hospitalar, Apoio Técnico e Diagnóstico.

Avaliação curricular

Os aprovados na avaliação curricular foram contratados pelo período de seis meses, podendo ser prorrogado por igual período. As vagas foram destinadas às seguintes unidades de saúde:

  • Hospital Federal de Andaraí (HFA);
  • Hospital Federal de Bonsucesso (HFB);
  • Hospital Federal da Lagoa (HFL);
  • Hospital Federal dos Servidores do Estado (HFSE);
  • Hospital Federal de Ipanema (HFI);
  • Hospital Federal Cardoso Fontes (HFCF);
  • Instituto Nacional de Cardiologia (INC);
  • Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO); e
  • Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA).

Resultado final

Último concurso (2016/2017)

O último concurso realizado pelo Ministério da Saúde ocorreu em 2016. Na ocasião, foram ofertadas 102 vagas para cargos de Administrador, Analista Técnico de Políticas Sociais e Contador e remunerações que variaram de R$ 4.784,27 a R$ 5.744,88.

O certame foi organizado pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional – IDECAN. Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas de múltipla escolha e de avaliação de títulos apenas para o cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais.

Foram registrados mais de 27 mil inscritos para concorrer a 102 vagas de nível superior. Segundo o Idecan, a maior demanda de candidato/vaga foi registrada para o  cargo de Analista de Políticas Sociais na Bahia, com a concorrência de 1.351 pessoas. 

A carga horária para os cargos eram de 40 horas semanais para todos os cargos e remuneração inicial de:

  • Administrador e Contador: R$ 4.784,27 + Auxílio alimentação de R$ 458,00.
  • Analista Técnico de Políticas Sociais: R$ 5.744,88 + Auxílio alimentação de R$ 458,00

Etapas do concurso

Para os cargos de Administrador e Contador, o concurso Ministério da Saúde consistiu de provas objetivas e discursivas; e para o cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais consistiu de provas objetivas  e discursivas, bem como avaliação de títulos. 

As provas objetivas do concurso Ministério da Saúde foram compostas das seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa: 5 questões;
  • Raciocínio Lógico: 5 questões;
  • Conhecimentos gerais: 15 questões;
  • Conhecimentos específicos: 25 questões.

Foram aplicadas provas objetivas de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, abrangendo os seguintes conteúdos programáticos:

Conhecimentos Específicos para o cargo de Administrador:

  • Administração Financeira;
  • Administração;
  • Gestão;
  • Noções de Contabilidade.

Conhecimentos Específicos para o cargo de Contador:

  • Contabilidade Geral;
  • Contabilidade Pública;
  • Legislação Específica.

Conhecimentos Específicos para o cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais:

  • Políticas Sociais;
  • Saúde Pública;
  • Auditoria.

Sobre o Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde é o órgão do Poder Executivo Federal responsável pela organização e elaboração de planos e políticas públicas voltados para a promoção, a prevenção e a assistência à saúde dos brasileiros.

É função do Ministério dispor de condições para a proteção e recuperação da saúde da população, reduzindo as enfermidades, controlando as doenças endêmicas e parasitárias e melhorando a vigilância à saúde, dando, assim, mais qualidade de vida ao brasileiro.


Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

Quer estudar para o concurso Ministério da Saúde?

Assinatura de Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Ficha técnica

Informações do concurso Ministério da Saúde

  • Provas: 18/08/2024
  • Vagas: 220
  • Banca: Cesgranrio
  • Cargos: Tecnologista – Engenharia Civil e Arquitetura
  • Escolaridade: nível superior
  • Editais: Bloco 1 | Bloco 2 | Bloco 5 | Bloco 7

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja os comentários
  • Olá! O curso à venda está atualizado? Pois, ao que parece, o material é do último concurso para o cargo. Pessoal, será que terá vagas para o Brasil todo ou apenas Brasília
    Andre Dias em 17/11/16 às 10:30
    • Olá André! Os nossos cursos são elaborados com base no edital anterior. Quando for publicado o edital do próximo concurso Ministério da Saúde, o Estratégia Concurso irá atualizar todo o curso e quem já tiver adquirido, receberá as atualizações gratuitamente. Veja os cursos para o Ministério da Saúde: https://www.estrategiaconcursos.com.br/cursosPorConcurso/ministerio-da-saude/ Equipe de Jornalismo Estratégia Concursos
      Wesley Teles em 21/11/16 às 06:18
  • O Analista Técnico de Políticas Sociais é o Analista Técnico Administrativo? Ou seja, pode ser graduação em qualquer área?
    Davi em 23/09/16 às 11:17
  • Com certeza, Guilherme vc poderá ser convocado a tempo. Olha aí o INSS, disseram que era convocação imediata, ainda em agosto... já estamos finalizando setembro... estamos no governo do arrocho, para contratação de servidores... o IBGE temporário foi a mesma coisa....Faça, passe e aguarde...
    Eliene em 23/09/16 às 11:14
  • Me formo no final do ano que vem em contabilidade, se a universidade não entrar em greve novamente. É possível que eu faça esse concurso e seja convocado a tempo? Obrigado.
    Guilherme em 23/09/16 às 08:35
  • Remuneração do Cargo Administrador?
    Alaor em 21/09/16 às 14:43
  • Fiquei com a mesma dúvida.
    Cláudia em 21/09/16 às 11:02
  • O cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais é para formação em qualquer área?
    Matheus Grijó Lima em 21/09/16 às 08:54