0

Arquivologia para PF: análise e dicas do pós-edital

Olá, pessoal! Tudo bem? 2021 começou quente, com a publicação do edital da Polícia Federal (PF), um dos concursos mais aguardados do ano! E estamos aqui para falar sobre a matéria de arquivologia para PF.

Como muitos já sabem, o concurso da Polícia Federal traz 1500 vagas em vários cargos diferentes! Veja a divisão abaixo:

CARGOVAGAS PARA AMPLA CONCORRÊNCIAVAGAS RESERVADAS AOS CANDIDATOS NEGROSVAGAS RESERVADAS AOS CANDIDATOS COM DEFICIÊNCIA
Cargo 1: Delegado de Polícia Federal91257
Cargo 2: Agente de Polícia Federal66917945
Cargo 3: Escrivão de Polícia Federal3008020
Cargo 4: Papiloscopista Policial Federal62175
Quadro de vagas PF

Dentre estes cargos, o único cargo que cargo que traz expressamente a cobrança de arquivologia no edital é o cargo de Escrivão da PF. Trata-se de cargo que aceita nível superior em qualquer área, com remuneração de R$ 12.522,50! Para uma análise mais aprofundada dos cargos, leia nossa análise do edital da Polícia Federal.

Além desta belíssima remuneração, o aprovado para escrivão trabalhará em uma das instituições mais respeitadas do Brasil e poderá contribuir com o seu trabalho para a construção de um país melhor! Portanto, é uma oportunidade única!

Para obter a aprovação neste cargo, nenhuma disciplina pode ser negligenciada. Muito menos a nossa querida arquivologia. Nossa matéria está no Bloco III, juntamente com Contabilidade Geral, e o bloco trará 24 questões. O edital não especifica quantas questões de cada matéria serão cobradas, mas traz o mínimo de 2,00 pontos líquidos no Bloco III, lembrando que uma questão errada acarreta 1,00 ponto negativo.

Obviamente, em um concurso deste porte, fazer apenas o mínimo não garante a classificação. Portanto, é necessário ir para a prova com grande conhecimento em cada matéria, buscando gabaritar cada uma delas. Por isso o estudo de Arquivologia para a PF é crucial. Veremos nos próximos tópicos como obter um bom desempenho na matéria.

Materiais de Arquivologia para PF

Para que o candidato possa estar bem preparado em Arquivologia para PF, o Estratégia Concursos oferece algumas possibilidades.

Temos o curso específico de Arquivologia para PF, com a já consagrada qualidade do material. Além disso, há também os Pacotes completos, incluindo o “Pacotaço”, contendo todas as disciplinas do certame, além do poderoso “Passo Estratégico”, para massificar o conteúdo e potencializar suas revisões.

Com melhor custo-benefício temos as já conhecidas assinaturas ilimitadas . Além disso, sempre inovando, o Estratégia Concursos traz a Assinatura Carreiras Policiais, em que o aluno terá, além do acesso aos cursos para as carreiras policiais, acesso a inúmeros benefícios no pacote.

Utilize as aulas em vídeo e pdf dos cursos para ter o amplo conhecimento que um concurso deste porte demanda. Já com relação ao Passo Estratégico, utilize-o em suas revisões, como forma de estar sempre em contato com os pontos-chave de cada disciplina.

Por fim, uma preparação de alto nível pressupõe a constante prática com questões. Aqui, entra o nosso sistema de questões, que possui inúmeras questões de Arquivologia, para que seu treino seja completo e você chegue na prova com o conteúdo compreendido e revisado.

Análise estatística de Arquivologia para PF

O edital nos trouxe o seguinte conteúdo programático de Arquivologia para PF:

ARQUIVOLOGIA: 1 Arquivística. 1.1 Princípios e conceitos. 2 Políticas públicas de arquivo, legislação arquivística. 3 Normas nacionais e internacionais de arquivo. 4 Sistemas e redes de arquivo. 5 Gestão de documentos; implementação de programas de gestão de documentos. 6 Diagnóstico da situação arquivística e realidade arquivística brasileira. 7 Protocolo. 7.1 Recebimento, registro, distribuição, tramitação e expedição de documentos. 8 Funções arquivísticas. 8.1 Criação de documentos. 8.2 Aquisição de documentos. 8.3 Classificação de documentos. 8.4 Avaliação de documentos. 8.5 Difusão de documentos. 8.6 Descrição de documentos. 8.7 Preservação de documentos. 9 Análise tipológica dos documentos de arquivo. 10 Políticas de acesso aos documentos de arquivo. 11 Sistemas informatizados de gestão arquivística de documentos. 11.1 Documentos digitais. 11.2 Requisitos. 11.3 Metadados. 12 Microfilmagem de documentos de arquivo.

Nossa equipe de estatística fez uma análise da incidência de cobrança pelo CEBRASPE para a área policial e obteve os seguintes resultados:

Quadro de análise estatística das matérias de arquivologia da PF.
Análise estatística de Arquivologia para PF

Perceba que o tópico campeão de cobrança é o item 5 do edital, “Gestão de documentos; implementação de programas de gestão de documentos.”. Obviamente, isso gera a necessidade de uma atenção especial a este item no momento de estudo.

No entanto, isso não significa que os outros tópicos podem ser negligenciados pelo candidato. Pelo contrário, para um concurso de altíssimo nível como este, é necessário estar preparado para a cobrança de qualquer dos tópicos de arquivologia para PF. Portanto, todos os tópicos devem estar dominados até a data da prova.

Exemplos de cobrança

O Cebraspe gosta bastante de cobrar a teoria das três idades e os conceitos de recolhimento e transferência. Segue abaixo um breve resumo sobre os temas, com algumas questões comentadas.

Lembre-se sempre que, de forma resumida, os arquivos podem ser classificados como correntes, intermediários ou permanentes, conforme sua frequência de uso e seus valores.

Já os conceitos de transferência e recolhimento podem ser definidos conforme abaixo:

  • Transferência: para o arquivo intermediário;
  • Recolhimento: para o arquivo permanente.

Portanto, para o arquivo intermediário, o documento é transferido. Já para o arquivo permanente, o documento é recolhido. As bancas amam inverter estes conceitos. Uma forma de não errar é ter em mente o destino do documento: se for para o arquivo intermediário, é transferência. Porém, se for para o arquivo permanente, é recolhimento.

O nosso material completo traz maiores aprofundamentos e detalhamentos acerca dos conceitos aqui apresentados.

Perceba algumas questões cobradas na prova de Analista Judiciário – Especialidade: Arquivologia, do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJ-AM):

O trânsito entre diferentes tipos de arquivo que compõem um sistema ocorre por meio de transferências e recolhimentos.”

CERTA

Questão perfeita. Como vimos acima, os documentos transitam por meio de transferências e recolhimentos.

Recolhimento consiste na passagem dos documentos dos arquivos correntes aos arquivos intermediários, de acordo com os prazos de guarda existentes na tabela de temporalidade.”

ERRADA

Olha a pegadinha aí! Passagem de arquivos correntes para os intermediários é o conceito de transferência. Recolhimento tem como destino os arquivos permanentes.

Conclusão

O concurso da Polícia Federal é uma daquelas oportunidades únicas para os candidatos. Os aprovados trabalharão em um órgão que proporciona grande satisfação e realização em seus servidores. Especificamente para o cargo de Escrivão, as 400 vagas (totais) serão disputadas de forma bastante competitiva, e será classificado o candidato que estiver melhor preparado.

Portanto, não só na disciplina de Arquivologia para PF, quanto nas demais disciplinas, estude de forma a não deixar passar nenhum detalhe da matéria, buscando sempre assimilar e absorver o conteúdo proposto pela banca.

Utilize nossos materiais para vencer o conteúdo teórico, praticar por meio de questões e fazer as revisões necessárias até o momento da prova. Não deixe passar esta oportunidade de ingressar em um excelente cargo do serviço público brasileiro!

Abraços e bons estudos!

Paulo Alvarenga

Posts Relacionados

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *