Notícia

Devo estudar para PCDF enquanto aguardo edital do INSS?

Olá, pessoal, tudo bem? Sabemos que o concurso do INSS está indo bastante devagar. Sabemos também que quem estuda para o INSS inevitavelmente estuda matérias de diversos outros concursos. Alguns destes concursos com matérias coincidentes são os policiais, que possuem ótimas remunerações e atraem muitos concursandos. Faremos um estudo de caso comparando o INSS com concursos policiais para que você consiga responder a seguinte pergunta: Concurso INSS – Devo estudar para o PCDF enquanto aguardo? Ou me manter no INSS?

Para responder essa pergunta, utilizaremos o PCDF como exemplo. Duas são as razões: O edital está quase aí, e é um concurso com um material bastante completo. Contamos com a colaboração do coach Julio Furlanetto, aprovado para Auditor Fiscal do ICMS/SC.

Nosso objetivo aqui é dar todas as informações para que o aluno faça uma escolha consciente! Não iremos direcionar para um concurso ou para outro.

INSS x PCDF – As matérias

Esse artigo agradará àqueles que gostam de comparações, vamos analisar quais matérias cada um dos dois concursos abrange e ver o quão preparado o aluno de INSS estaria se iniciasse hoje uma transição para um concurso da área policial. Como dito, escolhemos a PCDF pois acreditamos que o edital possa sair a qualquer momento, mas essa avaliação se aplica a diversos outros concursos da Área Policial.

Matérias do INSS

Primeiramente, iniciaremos analisando aquilo que efetivamente cai no INSS. Comecemos com uma visão macro. As seguintes matérias são esperadas num próximo concurso de INSS:

  1. Português
  2. Direito Administrativo
  3. Raciocínio lógico
  4. Informática
  5. Direito Constitucional
  6. Direito Previdenciário
  7. Ética
  8. Regime Jurídico Único (Lei 8.112)

Temos 8 matérias no total. Algumas delas (como regime jurídico único) podem ser consideradas matérias dentro de outras, mas separamos para melhor comparação com a PCDF que não utiliza o mesmo regime jurídico.

Matérias da PCDF e comparação

Após análise do INSS, veremos quais os assuntos esperados na prova da PCDF (de acordo com o material desenvolvido pelos professores do Estratégia, nossos experts no assunto):

  1. Português
  2. Direito Administrativo
  3. Raciocínio lógico
  4. Informática
  5. Direito constitucional
  6. Atualidades
  7. Direito Penal
  8. Direito processual penal
  9. Legislação Específica
  10. Legislação extravagante

Em negrito, as matérias que possuem cobrança nas duas provas.

Vemos que 5 das 10 matérias do conteúdo da PCDF já foram estudadas por quem já está craque no INSS. Mas isso se traduz em 50% do conteúdo? Talvez não. Para a melhor comparação possível, precisamos ver o tamanho de cada matéria (quantas aulas ela possui).

Para definir esse “tamanho” de cada matéria, aprofundamos a pesquisa um pouco mais…

Avaliando o conteúdo de cada matéria

Tendo decidido que essa pesquisa mais profunda era necessária para uma melhor comparação, verificou-se, em questões de número total de aulas, o quanto o aluno do INSS já estudou em relação ao conteúdo da PCDF.

Em cada matéria, o Estratégia faz uma análise do que se espera que seja cobrado, entramos em cada matéria e verificamos aula a aula o que aparece para cada um dos concursos.

Concurso PCDF

Para ilustrar a pesquisa, vamos utilizar a matéria de Português em cada um dos concursos. Primeiramente Português para PCDF:

Demonstrativo das aulas do conteúdo português da prova de Agente da PCDF.
Demonstrativo das aulas do conteúdo português da prova de Agente da PCDF.

Concurso INSS

Em Seguida, Português para INSS:

Demonstrativo das aulas do conteúdo português da prova de Técnico do Seguro social do INSS.
Demonstrativo das aulas do conteúdo português da prova de Técnico do Seguro social do INSS.

Verificando o material de Português, tomamos a conclusão (para alegria do aluno) de que temos um correlacionamento perfeito entre elas. Os dois possíveis editais se baseiam na mesma banca e mesmo conteúdo. Dessa maneira, quem estuda para INSS já estudou por completo o conteúdo de português do PCDF.

Em outras matérias como Informática, temos um match parcial. 11 aulas (de um total de 15) da PCDF já foram estudadas no INSS. Considerando que restam 4 aulas a serem estudadas, temos uma porcentagem de 73% do conteúdo já visto. Esses 73% são equivalentes a 10% do total que virá a ser estudado dentro do edital completo da PCDF (isso pode ser visto na tabela abaixo).

A comparação em número de aulas

Agora, com esse exame “aula a aula” de todo o conteúdo programático, fizemos as análises para todas as matérias que possuem assuntos em comum (Português, Administrativo, RLM, Informática e Constitucional). Encontramos uma grande porcentagem de conteúdo em comum dentro dos dois concursos.

Apresentemos a tabela comparativa entre o total de aulas da PCDF e do INSS:

Avaliação comparativa entre as aulas de cada um dos materiais.

Avaliação comparativa entre as aulas de cada um dos materiais. E a demonstração de como eles se relacionam.

Para entender essa tabela, peguemos, por exemplo, o aluno que já estuda Informática para o INSS. Ele já estudou 8 das 16 aulas totais. Quando tratamos de Direito Administrativo e Português, ele já estudou todo o conteúdo programático. Somando todos os assuntos, o estudante de INSS sai, em seu início de estudo, já com 43% de TODO o conteúdo já estudado!

Considerando que uma aprovação vem com cerca de 85% de acertos em uma prova “normal” você já tem uma saída com metade do caminho andado. Imagina você ter que fazer uma prova e o professor falar que 50% da prova já vem de brinde, acho que qualquer pessoa iria gostar disso, não?

Devo fazer a transição?

Agora vem a pergunta difícil: Fazer a transição ou não. É uma situação que deve ser considerada sob diversos aspectos. O que podemos fazer aqui é clarear as informações para que o aluno tome essa decisão.

O estudante deve se perguntar:

  • Ele possui disponibilidade de continuar estudando até o concurso do INSS ou se algo mais próximo é mais interessante;
  • Ele gosta da área policial ou realmente quer ficar apenas na previdenciária;
  • A ansiedade de não ter edital toma conta dele e ele tem dificuldade de estudar ou ele está tranquilo com sua decisão de se manter no INSS;
  • Ele tem disposição de aprender algumas matérias novas;
  • A mudança de ares (novos conteúdos) renova ou não suas energias.

Existem diversas situações particulares a serem verificadas: pressão da família, questões financeiras, etc. É ideal que se tente fazer o máximo de perguntas possíveis a si mesmo para que a decisão seja tomada com a maior clareza possível.

Guia de estudo – Vou fazer a transição. O que devo estudar?

Para aqueles que decidirem realmente fazer a transição, vamos colocar aqui um guia de quais assuntos devem ser estudados e quais apenas revisados (considerando um aluno que já terminou todas as matérias de INSS).

Português e Direito Administrativo

Para essas duas matérias, o concursando já está muito bem preparado e pode seguir apenas revisando cada uma das matérias.

Raciocínio lógico

Em Raciocínio Lógico, temos o conteúdo parcialmente finalizado, portanto, para fazer a transição aluno deve estudar as seguintes aulas do material de PCDF:

  • Aula 08 – Princípios de contagem
  • Aula 09 – Probabilidade
  • Aula 10 – Problemas geométricos
  • Aula 11 – Problemas matriciais – Parte 1
  • Aula 12 – Problemas matriciais – Parte 2
  • Aula 13 – Problemas matriciais – Parte 3
  • Aula 14 – Verdades e Mentiras
  • Aula 15 – Princípio da Casa dos Pombos
  • Recomendamos ainda uma forte revisão das aulas 5 a 7 (parte 2) que abrangem problemas aritméticos.

Informática

Da mesma maneira, aqui temos um match parcial, assim, para fazer a transição, o aluno deve estudar os seguintes conteúdos do material de PCDF:

  • Aula 08 – Edição de Planilhas – Microsoft Excel
  • Aula 08.1 – Exercícios de Excel
  • Aula 09 – Edição de Textos- Microsoft Word
  • Aula 10 – Edição de Apresentações – Microsoft Power Point
  • Aula 14 – Sistema Operacional – Linux

Direito constitucional

Finalmente, em Direito Constitucional, também sendo parcialmente similar, para que seja feita a transição, o aluno deve estudar as seguintes aulas do material de PCDF:

  • Aula 07 – Poder Executivo.
  • Aula 08 – Poder Legislativo.
  • Aula 09 – Processo legislativo.
  • Aula 10 – Poder Judiciário.
  • Aula 11 – Funções Essenciais à Justiça.
  • Aula 12 – Defesa do Estado e das instituições democráticas. Segurança pública. Organização da segurança pública.
  • Aula 13 – Ordem Social.

Atualidades, Direito Penal, Direito processual penal, Legislação Específica e Legislação extravagante

Nesses temas, o estudante deve por a mão na massa e estudá-los por completo.

Considerações finais

O ideal é que, tendo sido tomada a decisão da transição, seja feito um Ciclo com os materiais e aulas a serem estudados e revisados. Lembramos que organização é primordial em um estudo bem desenvolvido.

Percebam ainda que o Estratégia não está aqui para direcionar para um concurso ou para o outro, queremos apenas sua aprovação e comemoração conosco. Fazemos esses estudos para que o estudante que está em dúvida consiga clarear suas perspectivas.

Muitas vezes, os próprios coaches recomendam que o concursando mantenha o foco em apenas um concurso, sem olhar “para o lado”. Isso é completamente sensato, desde que seja o caso particular do aluno. A ideia desse artigo é esclarecer para alunos que não tem a oportunidade de fazer uma avaliação dos conteúdos com calma, devido à árdua rotina de estudos (Todos nós sabemos muito bem quanto tempo do dia uma rotina de estudos pesada toma).

Esperamos que este artigo os ajude a desenvolver decisões bem embasadas para que, no futuro, se encontre no concurso que sonha e com a remuneração que merece.

Abraços!

PROMOÇÃO: MELHOR QUE BLACK FRIDAY!

Fique por dentro de todos os concursos:

Concursos abertos

Concursos 2019

Concursos 2020

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.