Concursos Públicos

Comissão aprova ampliação de cotas raciais em concursos!

Em segunda votação, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), permanecente do Senado, aprovou a ampliação das cotas raciais em concursos públicos da administração pública federal, direta e indireta, incluindo fundações privadas e autarquias.

O Projeto de Lei 1.958, de 2021, prevê o destino de 30% do total de vagas para negros, indígenas e quilombolas. Hoje, o percentual é de 20% e somente para a população negra.

Por 17 votos favoráveis contra oito, o turno suplementar, realizado nesta quarta-feira (08), ainda visa a prorrogação da medida por mais 10 anos. A lei, de 2014, tem vencimento no próximo dia 09 de junho.

Agora, o projeto, em caráter terminativo, seguirá para a Câmara dos Deputados que decidirá em votação a adesão ou não das alterações, sem precisar de retorno ao Senado.

Entretanto, os senadores poderão apresentar recursos contra o tema em até cinco dias úteis, retomando o possível debate em mesmo plenário em caso de nove interposições pelos parlamentares.

Como surgiram as cotas raciais em concursos?

As cotas raciais foram instituídas através da Lei n° 12.990/2014, que trata de uma política de ação afirmativa que prevê a reserva de vagas em concursos públicos federais.

Essa lei surgiu após inúmeros estudos realizados comprovando que há uma discrepância entre o percentual de negros no serviço público federal comparado à população geral do país. 

De acordo com os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes ao censo demográfico de 2022, cerca de 92,1 milhões de pessoas (ou 45,3% da população do país) se declararam pardas.

Comissão aprova ampliação de cotas raciais em concursos públicos!

Documentação Comprobatória e Avaliação do Fenótipo

Para candidatos negros ou pardos, em geral, a própria certidão de nascimento (do candidato ou dos seus antepassados) é usada como documento legal para a checagem do direito à cota.

Além do mais, as autodeclarações são conferidas na etapa de investigação social. Os métodos desse processo variam conforme as regras do edital do certame, e utilizam, além de documentos físicos, análise por uma comissão criada para este fim.

Quer ficar por dentro de mais informações sobre o mundo dos concursos públicos, além da possível ampliação de cotas raciais? Então confira as principais notícias do dia!

Principais notícias do dia

Assinatura Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira os nossos artigos!

Ronaldo Scanavini Neto

Graduando em Comunicação Social - Jornalismo na Universidade Federal de Viçosa (UFV). Trabalha na equipe de jornalismo do Estratégia Concursos desde 2023.

Posts recentes

Concurso TJ MA: gabarito extraoficial – Técnico Administrativo

As provas objetivas do concurso do concurso Tribunal de Justiça do Maranhão foram aplicadas neste domingo (12/05) e…

2 horas atrás

Concurso Politec PE: gabarito extraoficial – Agente de Medicina Legal

As provas objetivas do concurso do concurso Politec PE foram aplicadas neste domingo (21/07) e aqui você poderá…

6 horas atrás

A Zona Franca de Manaus na Reforma Tributária de 2023

A Zona Franca de Manaus na Reforma Tributária de 2023

8 horas atrás

Cadastro Eleitoral para TSE

Cadastro eleitoral para TSE

8 horas atrás

Resumo sobre o MEI (Microempreendedor Individual)

Olá, pessoal. Neste artigo, veremos um resumo sobre o MEI, incluindo direitos, deveres e requisitos…

11 horas atrás

Banpará: o que estudar?

Olá, tudo bem com você? hoje vamos falar sobre o Banpará: o que estudar para…

14 horas atrás