0

Concurso Receita Federal: Edital em 2021 com 500 vagas? Entenda!

O Concurso Receita Federal é um dos mais aguardados da área fiscal!

Um novo concurso da Receita Federal pode estar mais perto do que imaginamos! Isso porque com as recentes autorizações dos concursos da PF e PRF, esse seria um bom momento para que a RFB finalmente consiga autorização para um novo certame.

O alto escalão do órgão prevê cerca de 500 vagas para o cargo de Auditor Fiscal. Já para Analista Tributário, ainda não há um quantitativo divulgado.

Vale lembrar que em 2020, foi realizada uma nova solicitação de concurso para 3.360 vagas, que ainda aguarda o aval, positivo ou negativo, do Ministério da Economia.

Entretanto, segundo informações recentes, não haveria dotação orçamentária para provimento de cargos neste ano por meio de um novo concurso. Nossa equipe segue acompanhando de perto todas as movimentações!

Atualmente, o órgão já acumula mais de 22 mil cargos vagos. Desses, 12.270 cargos são de Auditor Fiscal. Portanto, a realização de um novo concurso se torna cada vez mais necessária.

Você sabia que no concurso RFB de 2014, das 278 vagas ofertadas para Auditor Fiscal, 183 aprovados foram alunos do Estratégia? Se você quer fazer parte dessa estatística no próximo concurso, não perca tempo e estude com a Coruja!

Se você tem interesse nessa carreira e deseja se preparar desde já, não deixe de conferir todas as informações para sair na frente da concorrência. Acompanhe pelos tópicos abaixo:

Situação atual do concurso Receita Federal

Edital em 2021

Segundo informações internas do órgão, um novo concurso da Receita Federal pode acontecer já em 2021.O alto escalão acredita que com as recentes autorizações de concursos para a PF e PRF, esse é um bom momento para o órgão.

O concurso abrangeria 500 vagas para o cargo de Auditor Fiscal, além de Analista Tributário, com quantitativo de vagas ainda não definido.

Lembrando que até o momento, ainda não obtivemos nenhuma confirmação da Receita ou do ME, visto que o órgão não comenta demandas de concursos públicos que ainda estão em análise.

Novo edital é discutido

No dia 24 de novembro de 2020, o Sindicato dos analistas da Receita Federal se reuniu com o secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal, Wagner Lenhart, para tratar a respeito de ajustes nas carreiras.

No encontro, também foi destacada a necessidade de novas contratações. De acordo com o Sindicato, o crescente pedido de aposentarias torna cada vez mais necessária a realização de um novo concurso público, além da delimitação das atribuições dos cargos.

Solicitação de novo concurso Receita Federal

Através do e-SIC, a equipe de jornalismo do Estratégia recebeu uma informação a respeito de uma solicitação de concurso público feita pela Receita Federal do Brasil.

De acordo com as informações prestadas pelo órgão, o mesmo confirmou que enviou, em 2020, um pedido de autorização de certame para provimento de cargos efetivos à Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal (SGP) do Ministério da Economia. O intuito é suprir parcialmente o déficit de servidores.

No pedido atual, foi solicitado concurso para provimento de 3.360 vagas. A distribuição se dá conforme abaixo:

  • Carreira Tributária e Aduaneira:
    • 550 vagas para Auditor-Fiscal;
    • 1.500 vagas para Analista-Tributário.
  • Carreiras Administrativas:
    • 4 vagas para Arquiteto;
    • 16 vagas para Engenheiro;
    • 20 vagas para Contador;
    • 270 vagas para Analista Técnico Administrativo (ATA-NS);
    • 1.000 vagas para Assistente Técnico Administrativo (ATA-NI).

No entanto, o setor responsável ressaltou que a condução do assunto do concurso público, com definição de vagas, compete à Secretaria- Executiva do Ministério da Economia.

Situação de Pessoal na RFB

Conforme consulta realizada no Painel Estatístico de Pessoal, ferramenta da Transparência, a Receita Federal possui, com referência em dezembro de 2020, 12.271 cargos vagos de Auditor Fiscal e 10.544 cargos vagos de Analista Tributário da Receita.

Somando-se esses números, o órgão conta com 22.815 cargos vagos entre Auditores-Fiscais e Analistas Tributários.

Linha do Tempo do concurso Receita Federal

✔️Ano de 2014: foi realizado o último concurso da Receita Federal, com 278 vagas para Auditor-Fiscal. Posteriormente, foram chamados mais 278 candidatos excedentes, totalizando 556 vagas preenchidas. O concurso não contemplou vagas para Analista-Tributário.

✔️Agosto de 2018: a ESAF, tradicional banca do concurso, anunciou que não realizaria mais as provas do certame.

✔️Dezembro de 2018: o Ministério da Fazenda publicou uma portaria que demonstrou a necessidade de novos servidores. A portaria de nº 2.164 destinou vagas à reversão de inativos para o ano de 2019 na Receita Federal. A portaria reverteu 100 vagas inativas para quem desejar voltar a trabalhar a partir de 2019, para amenizar a grave falta de pessoal em que o órgão se encontra.

✔️Junho de 2020: Receita Federal confirma pedido de autorização para realização de concurso público com 3.360 vagas. As oportunidades abrangem os cargos de Auditor Fiscal, Analista-Tributário e outros de carreiras administrativas.

✔️Setembro de 2020: foi enviada ao Congresso nacional, o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA 2021), que autoriza a criação ou provimento de 50.946 cargos nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

✔️Novembro de 2020: Durante encontro realizado pelo Sindicato dos analistas da Receita Federal e o secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal, Wagner Lenhart, além de ajustes nas carreiras, também foi discutida a necessidade de novas contratações.

✔️Dezembro de 2020: Alto escalão da RFB acredita em uma futura autorização do concurso com 500 vagas para Auditor, em 2021.

Cargos da Receita Federal

Analista Tributário

Para ser um Analista Tributário, é preciso ter nível superior em qualquer curso de graduação devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação. A remuneração inicial do cargo de Analista Tributário é de R$ 11.684,39.

Auditor-Fiscal

Os concursos para o prestigioso cargo de Auditor Fiscal da Receita Federal exigem nível superior completo em qualquer curso de graduação reconhecido pelo MEC. A remuneração inicial do cargo de Auditor Fiscal é de R$ 21.029,09.

O que faz o Auditor-Fiscal da RFB? E o Analista-Tributário?

A Receita Federal é um órgão bastante amplo, com variadas atribuições.

Além de ser responsável por arrecadar cerca de um um trilhão de reais por ano, controla o fluxo de 600 bilhões de dólares entre importações e exportações anuais, fiscaliza as fronteiras, combate o contrabando e o descaminho, atua na investigação de crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas, e muito mais.

Isso significa que você certamente encontrará algo interessante para fazer quando for servidor do órgão. Esse, dentre outros, é o motivo pelo qual tanta gente se interessa pelo concurso.

Vale a pena destacar que algumas atribuições são exclusivas do cargo de Auditor, sendo as demais compartilhadas com os Analistas. É o caso, por exemplo, do lançamento tributário, ato privativo do Auditor.

Quanto ganha um Auditor-Fiscal da RFB? E o Analista-Tributário?

Os Auditores da Receita Federal obtiveram um grande aumento salarial em 2019, tornando o concurso ainda mais desejado:

  • O salário inicial do Auditor passou a ser de R$ 21.029,09, e o de Analista, de R$ 11.684,39. Os salários finais (“teto da carreira”) passaram a ser de R$ 27.303,62 e R$ 18.076,05, respectivamente,
  • Foi criado um bônus de eficiência, pago em adição ao salário normal;
  • Houve significativa redução do número de níveis na tabela salarial, permitindo que o servidor chegue mais rápido ao teto da carreira.
CargosVencimento Base – InicialVencimento Base – Final
Auditor FiscalR$ 21.029,09 R$ 27.303,62
Analista FiscalR$ 11.684,39 R$ 18.076,05
tabela de salários concurso Receita Federal

Até a entrada em vigor do aumento, a remuneração dos Auditores e Analistas ocorria por meio de subsídio, que é aquela espécie remuneratória que é paga em parcela única. Isso impedia a existência de várias parcelas adicionais, como as gratificações.

Atualmente, a remuneração deixou de ser subsídio, passando a vencimento. Desse modo, além do vencimento, os Auditores e Analistas passaram a receber uma parcela variável denominada bônus de eficiência.

Como esse bônus ainda não foi regulamentado, tem sido pago no valor de R$ 3.000,00 por mês aos Auditores-Fiscais e R$ 1.800,00 mensais aos Analistas-Tributários.

O professor Fábio Dutra fala sobre a remuneração do Auditor-Fiscal da Receita Federal no vídeo abaixo. Se você sonha com o concurso Receita Federal, esse material será uma ótima motivação para começar a estudar:

Como é a estrutura da Receita Federal? Como ela se distribui no país?

Como já vimos, a Receita Federal é um órgão enorme. Após passar por uma reestruturação, as 10 Regiões Fiscais se transformaram em 5, a fim de otimizar os processos de trabalho. Agora, as regiões são distribuídas da seguinte forma:

Regioes fiscais Receita Federal

Dentro de cada região fiscal, há diversos tipos de unidades diferentes, tais como Delegacias, Alfândegas e Agências.

Isso garante aos servidores a possibilidade de trabalhar em várias cidades e áreas diferentes, tornando o concurso bem interessante.

Provas da Receita Federal

Estou começando agora. Devo estudar para Analista ou para Auditor?

Na tabela abaixo, comparamos as matérias cobradas nos últimos concursos de Auditor e de Analista da Receita Federal: 

Auditor 2014 Analista 2012
Língua Portuguesa Língua Portuguesa
Espanhol ou Inglês Espanhol ou Inglês
Raciocínio Lógico-Quantitativo Raciocínio Lógico-Quantitativo
Administração Geral e Pública Administração Geral
Direito Constitucional Direito Constitucional
Direito Administrativo Direito Administrativo
Direito Tributário Direito Tributário
Auditoria
Contabilidade Geral e Avançada Contabilidade Geral
Legislação Tributária Legislação Tributária
Comércio Internacional e Legislação Aduaneira Legislação Aduaneira

Recomendamos que você inicie seus estudos pelas matérias comuns aos dois cargos. Só depois que estiver bem avançado nessas matérias é que sugerimos que inclua as disciplinas e tópicos cobrados apenas no concurso de Auditor.

Confira o webinário sobre planos de estudos para o concurso Receita Federal, com a presença dos professores Fábio Dutra, Felipe Luccas e Núbia Oliveira:

Concurso Receita Federal: qual é a nota de corte?

Como você deve imaginar, a nota de corte varia bastante de um concurso para outro. Afinal de contas, o nível de dificuldade da prova varia também.

Veja no gráfico abaixo a evolução das notas dos aprovados nos três últimos concursos para Auditor Fiscal.

No gráfico você tem a nota do 1º colocado de cada concurso, além dos classificados nas posições 50, 150 e 250.

Além disso, é apresentada a nota de corte para ser aprovado dentro das vagas originais, e a nota de corte para ser aprovado dentro do grupo de excedentes:

Concurso Receita Federal: Evolução das notas dos aprovados
Concurso Receita Federal: Evolução das notas dos aprovados

Perceba que o concurso de 2012 foi aquele que apresentou menor nota de corte (65%), enquanto o de 2009 foi o que teve maior nota (81%). 

Dois fatores puxaram a nota de corte de 2009 para cima: as provas objetivas não foram tão difíceis e, principalmente, a prova discursiva teve um peso muito elevado na nota final (36%).

Concurso Receita Federal: como é a concorrência?

Analisando os três últimos concursos para Auditor Fiscal, nota-se que a concorrência é sempre superior a 100 candidatos por vaga: foram 115 por vaga em 2009, 104 em 2012 e 125 em 2014.

Mas não se assuste: essa concorrência cai bastante quando se analisa mais a fundo.

Em 2014, por exemplo, menos da metade dos 68.540 candidatos inscritos no concurso Receita Federal compareceu para fazer a prova.

Apenas 31.943 estiveram presentes! Assim, no dia da prova, a concorrência de 125 candidatos por vaga caiu para 58 candidatos por vaga.

Dentre as pessoas que compareceram, a grande maioria foi eliminada por não ter conseguido a nota mínima em alguma das disciplinas.

Apenas 804 candidatos fizeram o mínimo em todas as disciplinas! Isso fez com que a concorrência real despencasse para 1,4 candidato por vaga. Acompanhe essa evolução no gráfico abaixo:

Concurso Receita Federal: candidatos/vaga em 2014

Perceba que, na prática, você concorrerá apenas consigo mesmo. Caso você se prepare adequadamente, cobrindo bem todas as matérias para obter a nota mínima por disciplina, as chances de ser aprovado e nomeado são enormes!

Concurso Receita Federal: quais são as notas mínimas?

Em cada uma das disciplinas do concurso é preciso acertar, pelo menos, 40% das questões. Assim, nas disciplinas com 10 questões, é preciso acertar pelo menos 4.

Naquelas com 15 questões, é preciso acertar 6, e naquelas com 20 questões, é preciso acertar 8. Essa é a característica do certame que mais reprova candidatos bem preparados.

Muitas vezes o candidato está bem na maioria das disciplinas, e consegue uma nota geral elevada, que o colocaria entre os primeiros do concurso. Entretanto, por não atingir o mínimo previsto em uma disciplina, acaba eliminado do concurso.

Não queremos que você passe por essa situação. Por isso, recomendamos que não negligencie nenhuma matéria do concurso, por mais que ela aparente ser irrelevante na pontuação geral.

Na tabela abaixo, você pode conferir a quantidade de aprovados com a nota mínima em cada matéria, ou seja, que quase foram reprovados naquela disciplina.

A Legislação Tributária e o Direito Administrativo foram os grandes vilões do concurso.

MATÉRIA CLASSIFICADOS COM NOTA MÍNIMA
Língua Portuguesa 1
Espanhol ou Inglês 52
Raciocínio Lógico-Quantitativo 61
Administração Geral e Pública 0
Direito Constitucional 28
Direito Administrativo 125
Direito Tributário 9
Auditoria 2
Contabilidade Geral e Avançada 0
Legislação Tributária 172
Comércio Internacional e Legislação Aduaneira  

Qual a importância da prova discursiva?

A prova discursiva é responsável por grandes alterações no resultado final do certame. Ela serve para aumentar a dispersão das notas dos candidatos, geralmente muito próximas nas provas objetivas.

Nas provas discursivas as notas tendem a variar mais que nas objetivas, fazendo com que candidatos com pontuações próximas se afastem bastante no ranking.

Tomemos como exemplo o desempenho de dois candidatos aprovados no concurso de 2014, ambos com a mesma nota na prova objetiva (151 pontos).

Um desses candidatos (candidato A) foi mal na prova discursiva, e acabou ficando fora das vagas originais do concurso, na posição 461 (excedente).

Enquanto isso, o outro (candidato B), foi bem nessa prova e obteve a posição 72, dentro das vagas originais. Foram quase 400 posições de diferença entre os dois!

Candidato Nota objetiva (210 pontos) Nota discursiva (60 pontos) Classificação final
Candidato A 151 42,50 461
Candidato B 151 59,50 72

Concurso Receita Federal: curso de formação

Até o concurso Receita Federal de 2009, o curso de formação era uma etapa do concurso público, além das provas objetivas e discursivas. Em 2012 e 2014, entretanto, ele deixou de ser etapa.

Contudo, no próximo certame, o curso de formação voltará a ser obrigatório e eliminatório. Mas não se preocupe com isso! É muito raro um candidato ser eliminado nessa fase.

Nomeações no último Concurso Receita Federal

Concurso 2014 – Auditor Fiscal

O último concurso ofertou 278 vagas. Todos os habilitados e classificados foram nomeados, sendo 550 nomeados. Durante a vigência do concurso, houve candidatos que foram nomeados por decisão judicial.

Concurso 2012 – Analista Tributário

Com oferta de 750 vagas, quase o dobro das vagas foram preenchidas. Foram 1.487 pessoas admitidas no cargo, incluindo casos de sub judice.

Guia de Estudos Receita Federal

Os Guias são artigos postados no site do Estratégia Concursos com links para Cadernos de Questões, por disciplina, customizados de acordo com o conteúdo programático de cada edital.

AFRFB | ATRFB

Ao clicar nos cadernos de cada cargo listado, você será redirecionado ao respectivo Caderno de Questões em nosso sistema de questões. Para usar os Guias, você precisa ser assinante.

Provas Anteriores do Concurso Receita Federal

Auditor Fiscal (ESAF – 2014)

Auditor Fiscal (ESAF – 2012)

Analista Tributário (ESAF – 2012)

Técnico da Receita Federal (ESAF – 2006)

Quer estudar para o concurso Receita Federal?

“O Recomeço”: confira as condições imperdíveis nas nossas assinaturas

Assinatura Ilimitada

Assinatura Anual Ilimitada*

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

Sistema de Questões

Assinatura Anual Ilimitada*

Estratégia Questões nasceu maior do que todos os concorrentes, com mais questões cadastradas e mais soluções por professores. Clique no link e aproveite os descontos e bônus imperdíveis!

Concursos Abertos

mais de 15 mil vagas

Concursos 2021

mais de 50 mil vagas

Ficha técnica

Informações do Concurso Receita Federal

♦ Próximo Concurso

  • Lotações: Diversos Estados do Brasil
  • Remuneração inicial:
    Analista Tributário: R$ 11.684,39
    Auditor Fiscal: R$ 21.029,09
  • Banca: a definir
  • Escolaridade: Nível Superior, em qualquer área

♦Último Concurso

Posts Relacionados