Concurso Polícia Civil SP: autorizadas 2.939 vagas; edital em breve
Coordenação

Concurso Polícia Civil SP: autorizadas 2.939 vagas; edital em breve

Concurso Polícia Civil SP: edital pode ser publicado entre 2019 e 2020

Foi publicado no Diário Oficial do Estado a autorização do concurso Polícia Civil SP: de acordo com o despacho assinado pelo governador, o certame vai ofertar 2.939 vagas para os cargos de Delegado, Investigador, Escrivão e Médico Legista.

Se você já quer começar sua preparação antes do lançamento do edital, chegou ao lugar certo! Ao longo deste artigo você encontra as principais informações sobre os últimos certames, com tudo o que você precisa saber para ajustar seu planejamento de estudos.

  1. Situação atual do concurso Polícia Civil SP
  2. Quais são os requisitos para os cargos da PC SP?
  3. Lei altera nomenclatura de cargo
  4. Remuneração da PC SP
  5. Último concurso para Agente de Telecomunicações
  6. Último concurso para Auxiliar de Papiloscopista
  7. Último concurso para Agente Policial
  8. Último concurso para Papiloscopista
  9. Último concurso para Investigador
  10. Último concurso para Delegado
  11. Último concurso para Escrivão
  12. Locais de aplicação da prova
  13. CURSO Polícia Civil SP

Concurso Polícia Civil SP – Status

Foi publicado no dia 4 de junho, o despacho de autorização do novo concurso da Polícia Civil de São Paulo, que prevê o provimento de 2.939 vagas. Em contato com a Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública, foi confirmado que os editais serão publicados em 2020, mas ainda não há previsão para qual semestre.

O certame concretiza o anúncio feito anteriormente pelo Governador do Estado, João Doria, de que São Paulo deve ter 8 mil novos Policiais Civis em seus quatro anos de mandato.

A autorização do novo certame coincide com as fases finais do último concurso da corporação, que teve seu edital lançado em 2018. Foram abertos concursos para Agente, Escrivão, Papiloscopista, Agente de Telecomunicações, Delegado, entre outras carreiras da Polícia Civil de São Paulo.

Concurso Polícia Civil SP – vagas autorizadas

As 2.939 vagas do novo concurso são distribuídas entre os cargos de Delegado, Investigador, Escrivão e Médico Legista:

  • Delegado: 250 vagas
  • Investigador: 900 vagas
  • Escrivão: 1.600 vagas
  • Médico Legista: 189 vagas

Abaixo você confere a íntegra do despacho que autorizou o novo concurso Polícia Civil SP:

concurso policia civil sp
Concurso Polícia Civil SP: autorização.

Quais são os requisitos para os cargos da PC SP?

Os requisitos para o ingresso na Polícia Civil SP variam de acordo com a área de atuação. Por isso, listamos abaixo as principais exigências para cada cargo.

Escrivão e Investigador: ter 18 anos ou mais na data da posse, formação em Nível Superior em qualquer área de atuação, ter CNH na categoria “B”, no mínimo;

Papiloscopista, Auxiliar de Papiloscopista e Agente de Telecomunicações: nível médio, carteira nacional de habilitação, CNH, na categoria “B”, e ter no mínimo 18 anos na data da posse.

Delegado: portador do diploma de bacharel em Direito e comprovação do exercício de, pelo menos, 2 anos de atividade jurídica ou policial, comprovados na data da posse.

Lei altera nomenclatura de cargo

Foi publicado em maio do ano passado, uma lei complementar que altera a nomenclatura do cargo de Auxiliar de Papiloscopista da Polícia Civil de São Paulo.

Segundo a lei, o cargo que atualmente se chama Auxiliar de Papiloscopista Policial, voltará a se chamar Datiloscopista Policial. Apesar da mudança, a remuneração, a classe, as atribuições, e todo o sistema jurídico de regência permanecem o mesmo.

O nome foi alterado para conferir justiça e dignidade à carreira dos Auxiliares de Papiloscopista Policiais do Estado de São Paulo. A lei diz que a nomenclatura Auxiliar de Papiloscopista é por demais inapropriada, a ponto de desprestigiar a atividade policial.

Remuneração da PC SP

Agente de Telecomunicações e Papiloscopista:
Vencimento inicial de R$ 3.589,86, correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – RETP. Pode chegar a R$ 4.441,90 na última classe/nível.

Auxiliar de Papiloscopista e Agente Policial:
Vencimento inicial de R$ 2.905,34, correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – RETP. Pode chegar a R$ 3.538,94 na última classe/nível.

Delegado:
Vencimento inicial de R$ 9.507,77 correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – (RETP) e do Adicional por Direção da Atividade de Polícia Judiciária (ADPJ).
Pode chegar a R$ 15.972,18 na última classe/nível.

Investigador:
Vencimento inicial de R$ 3.743,98, correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial – RETP. Pode chegar a R$ 5.051,50 na última classe/nível.

5) Último concurso para Agente de Telecomunicações

Sob organização da Fundação Vunesp, foram ofertadas 300 vagas para o cargo que exige nível médio. Foram registrados nos total, 108.052 candidatos inscritos, sendo 68.933 do sexo masculino e 39.119 do sexo feminino.

Atribuições do cargo

Tarefas de transmissão ou recepção de informações de qualquer natureza por fio, radio, eletricidade, meios óticos ou qualquer outro processo eletromagnético, dentre outras a elas relacionadas ou delas decorrentes.

Etapas do concurso

  • Prova Preambular (objetiva) – eliminatório e classificatório;
  • Comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social – eliminatório.

Disciplinas exigidas e prova objetiva

A prova preambular foi constituída de 80 questões objetivas com 5 alternativas cada:

MÓDULO I
Língua Portuguesa – 30 questões
Noções de Direito – 6 questões
Noções de Criminologia – 4 questões

MÓDULO II
Noções de Informática e Comunicação – 30 questões
Noções de Lógica – 4 questões
Atualidades – 6 questões

Foram convocados para a comprovação de idoneidade os 450 candidatos habilitados na prova preambular que obtiveram as maiores notas, incluindo-se aqueles eventualmente empatados no limite estabelecido.

Último concurso para Auxiliar de Papiloscopista

Sob organização da Fundação Vunesp, foram ofertadas 200 vagas para o cargo que exige nível médio. Foram registrados nos total, 39.534 candidatos inscritos, sendo 22.474 do sexo masculino e 17.060 do sexo feminino.

Atribuições do cargo

  • Executar trabalho de coleta de impressões digitais para identificação pessoal;
  • Registrar e encaminhar os dados coletados para classificação e pesquisa;
  • Auxiliar o papiloscopista policial no desempenho de suas atribuições;
  • Auxiliar na elaboração do processo relacionado à identificação criminal e civil, na coleta impressões digitais de pessoas (vivas ou mortas), bem como fragmentos ou impressões palmares e plantares;
  • Fazer coleta de impressões em locais de crimes e colaborar com o papiloscopista policial na análise das informações obtidas para fins de identificação e na elaboração de fórmulas dactiloscópicas.

Etapas do concurso

  • Prova Preambular (objetiva) – eliminatório e classificatório
  • Comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social – eliminatório.

Disciplinas exigidas e prova objetiva

A prova preambular foi composta de 80 questões objetivas com 5 alternativas cada:

MÓDULO I
Língua Portuguesa – 25 questões
Noções de Direito – 5 questões
Noções de Criminologia – 5 questões
Noções de Medicina e Odontologia Legal – 5 questões

MÓDULO II
Noções de Informática – 10 questões
Noções de Lógica – 5 questões
Noções de Identificação – 10 questões
Conhecimentos gerais – 10 questões
Atualidades – 5 questões

Foram convocados para a comprovação de idoneidade os 400 candidatos habilitados na prova preambular que obtiveram as maiores notas, incluindo-se aqueles eventualmente empatados no limite estabelecido.

Último concurso para Agente Policial

Sob organização da Fundação Vunesp, foram ofertadas 400 vagas para o cargo que exige nível superior. Foram registrados nos total, 65.054 candidatos inscritos, sendo 55.641 do sexo masculino e 9.413 do sexo feminino.

Atribuições do cargo

Dirigir viatura policial para os mais diversos trabalhos policiais e administrativos, bem como zelar pelo seu bom funcionamento, manutenção e limpeza.

Etapas do concurso

  • Prova Preambular (objetiva) – eliminatório e classificatório
  • Comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social – eliminatório.

Disciplinas exigidas e prova objetiva

A prova preambular foi composta de 80 questões objetivas com 5 alternativas cada:

MÓDULO I
Língua Portuguesa – 20 questões
Noções de Direito – 10 questões
Noções de Criminologia – 10 questões

MÓDULO II
Noções de Informática – 20 questões
Noções de Lógica – 10 questões
Atualidades – 10 questões

Foram convocados para a comprovação de idoneidade os 600 candidatos habilitados na prova preambular que obtiveram as maiores notas, incluindo-se aqueles eventualmente empatados no limite estabelecido.

Último concurso para Papiloscopista

Sob organização da Fundação Vunesp, foram ofertadas 200 vagas para o cargo que exige nível médio. Foram registrados nos total, 42.751 candidatos inscritos, sendo 24.918 do sexo masculino e 17.833 do sexo feminino.

Atribuições do cargo

  • Estudo das impressões digitais através das papilas dérmicas aptas a identificar o ser humano;
  • Coleta, análise, pesquisa e arquivamento dos documentos pertinentes;
  • Planejar, coordenar e controlar a realização de captura e pesquisa em banco de dados automatizados de leitura, comparação e identificação de impressões papilares;
  • Realizar pesquisa nos acervos, bem como a organização sistemática dos mesmos;
  • Proceder à identificação civil e criminal de indivíduos, requisitadas pelas autoridades policiais e judiciárias, culminando na elaboração de laudo pericial papiloscópico;
  • Aplicar e desenvolver técnicas científicas e procedimentos para o tratamento e aproveitamento do tecido dérmico ou epidérmico de cadáveres, reconstituindo as impressões papilares visando à identificação;
  • Proceder à identificação de cadáveres em diferentes estados;
  • Efetuar busca através das impressões papilares de pessoas desaparecidas;
  • Realizar perícias de projeções de envelhecimento e rejuvenescimento facial humana para fins de identificação…

Etapas do concurso

  • Prova Preambular (objetiva) – eliminatório e classificatório
  • Comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social – eliminatório.

Disciplinas exigidas e prova objetiva

A prova preambular foi composta de 80 questões objetivas com 5 alternativas cada:

MÓDULO I
Língua Portuguesa – 20 questões
Noções de Direito – 5 questões
Noções de Criminologia – 5 questões
Noções de Medicina e Odontologia Legal – 5 questões
Noções de Biologia – 5 questões

MÓDULO II
Noções de Informática – 20 questões
Noções de Lógica – 7 questões
Noções de Identificação – 8 questões
Atualidades – 5 questões

Foram convocados para a comprovação de idoneidade os 400 candidatos habilitados na prova preambular que obtiveram as maiores notas, incluindo-se aqueles eventualmente empatados no limite estabelecido.

Último concurso para Investigador

Sob organização da Fundação Vunesp, foram ofertadas 600 vagas para o cargo que exige nível superior. Foram registrados nos total, 38.966 candidatos inscritos, sendo 30.509 do sexo masculino e 8.457 do sexo feminino.

Atribuições do cargo

  • Realizar diligências investigatórias e de policiamento preventivo especializado;
  • Cumprir requisições escritas ou verbais atinentes ao trabalho de polícia judiciária;
  • Cumprir mandados;
  • Elaborar documentos de polícia judiciária e relatórios circunstanciais;
  • Escoltar presos;
  • Realizar prisões e apreensões;
  • Manter a segurança de locais onde se desenvolve a atividade policial civil;
  • Atender ao público interno e externo, no desempenho da atividade policial;
  • Intervir, a qualquer tempo, em ocorrências de natureza criminal…

Etapas do concurso

  • Prova preambular (objetiva) – eliminatório e classificatório;
  • Prova escrita – eliminatório e classificatório;
  • Comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social – eliminatório;
  • Prova oral – eliminatório e classificatório;
  • Prova de títulos – classificatório.

Disciplinas exigidas e prova objetiva

A prova preambular foi composta de 100 questões objetivas com 5 alternativas cada:

Língua Portuguesa – 30 questões
Noções de Direito – 30 questões
Noções de Criminologia – 10 questões
Noções de Lógica – 10 questões
Noções de Informática – 10 questões
Atualidades – 10 questões

Foi considerado habilitado, o candidato que obtivesse, no mínimo, 50% de acertos em cada um das disciplinas.

Último concurso para Delegado

Sob organização da Fundação Vunesp, foram ofertadas 250 vagas para o cargo que exige nível superior em Direito. Foram registrados nos total, 23.575 candidatos inscritos, sendo 14.986 do sexo masculino e 8.589 do sexo feminino.

Atribuições do cargo

  • Presidir os atos de polícia judiciária e a apuração das infrações penais, praticar atos de polícia administrativa e exercer policiamento preventivo especializado;
  • Presidir a investigação criminal e as ações a ela relacionadas, dentre as quais aquelas previstas no Código de Processo Penal e na legislação extravagante;
  • Portar arma e atuar com possibilidade de exposição a situações de risco;
  • Mediar conflitos.

Etapas do concurso

  • Prova preambular (objetiva) – eliminatório e classificatório;
  • Prova escrita – eliminatório e classificatório;
  • Comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante investigação social – eliminatório;
  • Exame oral – eliminatório e classificatório;
  • Prova de títulos – classificatório.

Disciplinas exigidas e prova objetiva

  • Direito Penal – 14 questões
  • Direito Processual Penal – 14 questões
  • Legislação Especial – 14 questões
  • Direito Constitucional – 14 questões
  • Direitos Humanos – 14 questões
  • Direito Administrativo – 14 questões
  • Direito Civil Medicina Legal e Noções de Informática – 16 questões

A prova teve a duração de 5 horas.

Prova Escrita

A prova escrita foi constituída por 1 questão dissertativa e 4 questões discursivas, avaliadas na escala de 0 a 100 pontos, atribuindo-se até 15 pontos para cada questão discursiva e até 40 pontos para a dissertação.

Prova de Títulos

A pontuação total da prova de títulos foi limitada ao valor máximo de 20 pontos, na seguinte conformidade:

Último concurso para Escrivão

Sob organização da Fundação Vunesp, foram ofertadas 800 vagas para o cargo que exige nível superior.

Atribuições do cargo

  • Elaboração de registros digitais de ocorrência – RDO;
  • Termos circunstanciados;
  • Inquéritos policiais em todas as suas formas de instauração;
  • Processos administrativos;
  • Sindicâncias;
  • Apurações e demais peças e documentos policiais.

Etapas do concurso

  • Prova preambular – eliminatório e classificatório;
  • Prova escrita – eliminatório e classificatório;
  • Comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social – eliminatório;
  • Prova oral – eliminatório e classificatório;
  • Prova de títulos – classificatório.

Disciplinas exigidas e prova objetiva

A prova preambular foi composta de 100 questões com 5 alternativas cada:

Módulo I
Língua Portuguesa – 36 questões

Módulo II
Noções de Direito – 30 questões

Módulo III
Noções de Informática – 16 questões

Módulo IV
Noções de Criminologia, Noções de Lógica e Atualidades – 18 questões

Foi considerado habilitado nessa prova o candidato que obtivesse, no mínimo, 50% de acertos em cada um dos módulos.

Prova Escrita

A prova escrita foi constituída por 5 questões dissertativas, avaliadas na escala de 0 a 100 pontos, atribuindo-se até 20 pontos para cada questão.

Prova de Títulos

A pontuação total da prova de títulos ficou limitada ao valor máximo de 20 pontos, conforme tabela abaixo:

Locais de aplicação da prova

Conforme os últimos editais, os locais de aplicação da prova preambular comumente são Araçatuba; Bauru; Campinas; Presidente Prudente; Ribeirão Preto; Santos; São José do Rio Preto; São José dos Campos; São Paulo (Capital e Grande São Paulo); Piracicaba e Sorocaba.

Quer estudar para Concurso Polícia Civil SP?

Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo? Então, confira os nossos cursos e comece a estudar para PC SP:

CURSO Polícia Civil SP

Assinatura Anual Ilimitada*

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

ASSINE AGORAAssinatura Ilimitada

concurso concurso PC SP

Informações do próximo concurso Polícia Civl SP
Data prevista: 2019/2020
Banca: a definir
Vagas: 2.939
Cargos: Delegado, Investigador, Escrivão e Médico Legista
Escolaridade: Nível Superior

Informações do último concurso Polícia Civil SP

Ano: 2018
Banca: Vunesp
Escolaridade: Nível médio e superior
Editais:
Agente de Telecomunicações
Auxiliar de Papiloscopista
Agente Policial

Papiloscopista
Investigador
Delegado
Escrivão

Ascom Estratégia
[email protected]

Receba notícias de Concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram!

Cadastre-se clicando no ícone abaixo

Notícias de concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram

Posts Relacionados

Compartilhe:

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.