Artigo

Como estudar Administração para Concursos? Dicas de estudo…

 Hoje é dia de falarmos sobre como estudar administração para concursos.

Não se trata de assunto fácil e corriqueiro: é preciso ter estratégia para estudar administração e conseguir sucesso na hora da prova. Isso porque a matéria é muito ampla, profunda e subjetiva. Considerando essas características, preparei as seguintes dicas:

Como estudar administração para concursos?

1º – Esqueça os livros 

É isso mesmo. Para estudar administração para concursos a minha recomendação é que você esqueça os livros, por mais consagrados que sejam os autores.

Pode parecer propaganda dos meus cursos, mas não é tão simples assim. É preciso esquecer os livros por duas razões principais: a) nenhum livro aborda todo o conteúdo da matéria necessário para a prova; b) a matéria é muito subjetiva, e uma visão acadêmica demais pode minar suas chances de aprovação.

Sobre o conteúdo, imagine um Edital que tenha cobrado no conteúdo de administração: “teoria geral da administração. Gestão da mudança. Motivação. Liderança”. Se você for estudar por livros, teria que consultar ao menos 2 livros de centenas de páginas (e alguns artigos acadêmicos) só para o primeiro tópico. Ainda assim, teria grandes chances de errar questões, pois a abordagem de cada autor é diferente sobre os assuntos dentro do tópico. Estudando por uma aula em PDF focada no que é importante para a prova, em poucas dezenas de páginas você terá estudado tudo aquilo que importa, no nível de profundidade e abrangência necessários para a prova, e com foco na interpretação mais objetiva possível (para evitar que você “viaje” muito na interpretação, e erre na hora da prova).

O mesmo aconteceria para os outros tópicos. E então: você prefere estudar administração por milhares de páginas em livros caros e subjetivos, ou dezenas de páginas focadas na prova?

2º É impossível saber tudo 

A matéria é muito ampla e subjetiva, por isso é preciso que você baixe suas expectativas na hora de estudar administração para concursos.

Se você achar que pode saber tudo (como em várias outras matérias), vai surtar ao descobrir que dezenas de autores distintos interpretam os vários assuntos da matéria das formas mais diferentes possíveis, e absolutamente todas elas podem ser cobradas em concurso.

Seu surto ficaria ainda pior quando você descobrisse que a profundidade do assunto pode ser enorme. Há questões que cobram maluquices que, se você realmente tivesse que saber, teria que passar décadas estudando apenas um sobtópico, com o objetivo de cobri-lo por completo no mesmo nível de profundidade da questão da banca, do ponto de vista dos principais autores.

Quando você percebesse que a subjetividade reina no assunto, o surto se tornaria impossível de conviver, e sua ansiedade seria enorme. Como diferentes autores abordam o assunto de formas diferentes, há coisas que estão certas e erradas ao mesmo tempo, dependendo do ponto de vista.

Maluquice, não é?!

Como se resolve isso? Entendendo que é impossível saber tudo. Tendo consciência de que, vez ou outra, encontrará questões malucas, impossíveis de serem resolvidas, feitas com base em alguma interpretação ruim da realidade, ou simplesmente fora do razoável, chegando num nível de profundidade tão grande que seria impossível respondê-la.

Seja ao estudar ou na hora da prova, não permita que a ansiedade tome conta quando você não souber um assunto. Procure saber se é razoável e esperável que você entenda o que está sendo pedido. Se não for, desencane.

3º Faça questões 

Para estudar administração para concursos, é preciso que você faça questões. Você tem que saber como o assunto é cobrado em provas, e quais as interpretações dominantes.

É preciso, por outro lado, não fazer questões “malucas” (como falei anteriormente), para não se desestabilizar. É preciso saber distinguir o joio do trigo. Às vezes é melhor estudar por questões bem feitas de outra banca, complementada por algumas questões da banca do seu concurso, do que estudar por questões mal feitas, confusas ou profundas demais da banca do seu concurso.

Essas últimas questões não agregarão valor ao seu estudo. Você sentirá grande desestimulo por perceber que não consegue avançar, e ao chegar na hora da prova sua cabeça poderá começar a interpretar as coisas da forma errada, levando você a errar mesmo as questões mais simples.

Como distinguir os dois tipos de questões para saber como estudar administração para concursos?

Essa é uma tarefa difícil. O ideal é que conte com o apoio de algum professor. Nas minhas aulas preparatórias, por exemplo, trago questões apropriadas a cada concurso. Questões fáceis, médias e difíceis, mas sempre questões que agregam valor à capacidade dos alunos aumentarem sua nota, sem gerar confusão.

 4º Faça o seu resumo

Como você já sabe, administração é uma matéria ampla, profunda e interpretativa. As aulas em PDF e vídeo são, por si só, um resumo dos aspectos centrais que você precisa saber para a prova. Mas é preciso ir além: é fundamental que você faça seu próprio resumo.

Isso é importante porque, com isso, você coloca sua cabeça para trabalhar. Uma palavra num resumo por tópicos se torna um texto completo na sua memória – mas isso só acontece se você mesmo escolher a palavra ou expressão e montar o seu resumo.

Faça isso de forma simplificada por meio de uma estrutura de tópicos simples e curta ou de um mapa mental. Isso te ajudará tanto a lembrar do conteúdo tanto quanto te ajudará a revisá-lo.

Uma dica: você pode fazer o resumo com base nas questões utilizadas para praticar. É uma forma bem objetiva de lembrar os aspectos mais importantes do conteúdo, da forma comumente interpretada pela banca do seu concurso.

Espero ter ajudado com essas breves palavras sobre como estudar administração para concursos.

Cursos de Administração para Concursos

Já ajudei milhares de pessoas a serem aprovadas em concursos. Se quiser saber mais sobre meus cursos de administração para concursos, clique aqui.

Concursos Abertos: Mais de 2 mil vagas imediatas em concursos com inscrições abertas nesta semana. Remuneração de até R$24mil!

Concursos 2017

Um forte abraço!

Prof. Carlos Xavier

www.youtube.com/profcarlosxavier

www.facebook.com/professorcarlosxavier

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja os comentários
  • Excelente artigo! Obrigada
    LUCICLEIDE ALMEIDA DA SILVA em 23/08/19 às 17:52
  • boa noite, gostaria de saber se o Estratégia tem um curso completo de administração para administradores para concurso. sou do ceará e esse ano terá vários concursos na area de admistrastração
    ana mikaelle em 08/07/19 às 19:33
  • Ajudou-me muito, professor. Obrigada.
    Sthefanie em 08/11/17 às 12:49
  • Professor, excelente artigo! Me ajudou a ficar tranquilo. Faltou pouco pro meu cérebro entrar em pane total. Espero em breve encontrá-lo nos corredores do senado. Muito obrigado!
    Guilherme em 02/12/16 às 20:11
  • Boa tarde, professor! Ainda nem li o artigo, mas adoro os materiais que você disponibiliza! Qual dos seus cursos, são os mais recomendados para ficar fera em Administração Geral? At.te, CW.
    CW em 24/11/16 às 15:24
  • Obrigado pelo elogio, Omar! Antes tarde do que nunca, certo?! Agora pode ter mais foco ao estudar a matéria! Abraço!
    Carlos Xavier em 11/11/16 às 16:37
  • Obrigado Fabi! Conta comigo! =) Abraço! Carlos
    Carlos Xavier em 11/11/16 às 16:36
  • Obrigado Thereza! Abraço! Prof. Carlos Xavier
    Carlos Xavier em 11/11/16 às 16:36
  • Isso mesmo Pedro! Ainda assim, na minha opinião, hoje o Cespe é a banca mais razoável na matéria, que consegue interpretar de maneira razoável (quase sempre!), sem pegar a página xyz do autor ABC e fazer uma interpretação em cima, como FGV, FUNRIO, IBFC, etc., fazem. Abraço! Prof. Carlos Xavier
    Carlos Xavier em 11/11/16 às 16:36
  • Excelente artigo professor. Espero que ajude muitas pessoas a não se desesperarem ao ver diversas questões absurdas em Adm e se desmotivarem. Sou formado em Administração, e, como muitos em Brasília, estudava para a área administrativa com foco no Cespe. Li 2 livros do Chiavenato e realizava muitos exercícios em sites especializados. Sentia essa frustração enorme em Administração, pois, nas demais matérias, meu percentual de acertos era muito maior do que em Administração. Fazia as questões e me frustrava que em cada uma dela, o professor fundamentava-se sempre em um autor diferente e com conceitos e classificações que nunca havia visto antes. Só comecei a melhorar na matéria após realizar questões de FCC, ESAF, FGV, mesmo que não fizesse concurso para nenhuma destas bancas, além de revisar várias vezes meus resumos. Por ser uma das matérias mais subjetivas para concurso, muitas vezes o examinador (principalmente do Cespe) pode considerar uma questão como certo ou errado, virando um jogo de loteria. Por isso, a estratégia para estudá-la realmente deve ser diferente das demais, principalmente aos que visam a área administrativa.
    Pedro em 09/11/16 às 08:59
  • Esse professor sabe o que diz! Suas aulas são ótimas, professor! Obrigada!
    Thereza em 09/11/16 às 07:22
  • Professor, Carlos Xavier! Sou cada dia mais sua fã. Hahahaha. Adoro suas aulas. Excelente artigo!
    Fabi em 09/11/16 às 06:34
  • Boa tarde Professor. Ah se eu tivesse lido esse artigo há uns anos atrás. Depois de me frustar, justamente com essas questões malucas que o professor citou, é que cheguei a conclusão de que não adianta você sair por aí fazendo uma bateria de questões aleatórias e de bancas aleatórias. Não costuma agregar muito valor. Excelente artigo, parabéns.
    Omar em 08/11/16 às 14:07