0

Ciclo de estudos para a PRF: provas acontecem em março!

Aprenda a preparar o seu próprio ciclo de estudos para a prova da PRF, cujas provas acontecerão em março deste ano.

Ciclo de estudos para a PRF - Imagem: Polícia Rodoviária Federal.
A imagem mostra dois policiais e uma viatura.
Ciclo de estudos para a PRF – Imagem: Polícia Rodoviária Federal

Olá, futuro(a) policial! Tudo bem?

Decidiu que vai estudar para o concurso da Polícia Rodoviária Federal, porém não sabe por onde começar? Ou já começou a estudar, mas se sente inseguro quanto ao ciclo de estudos? Ou ainda, já é um aluno avançado, mas não tem certeza se está investindo a sua energia nos pontos certos?

Enfim, não importa qual seja a sua dúvida, você está no lugar certo para resolvê-las!

Afinal, com este artigo, você aprenderá a montar o seu próprio ciclo de estudos, seja um aluno iniciante, intermediário ou avançado.

Ou seja, a intenção é fazer com que você chegue à prova na sua melhor versão: com a certeza de que fez o melhor para conquistar a sua aprovação.

Logo, leia até o final e saiba como.

Agora vamos, porque não há tempo a perder, já que as provas ocorrerão em 28 de março, ou seja, daqui pouco mais de 2 meses!

Sobre o concurso da PRF

O concurso da PRF – Polícia Rodoviária Federal – teve seu edital publicado em 18 de janeiro.

Há 1.500 vagas, além de 500 excedentes que serão convocados posteriormente, conforme informações do órgão, o que totaliza 2.000 vagas!

Além disso, importante citar que havia a expectativa de abertura de concurso também para o cargo de agente administrativo da PRF. Entretanto, o edital refere-se ao cargo de policial apenas.

No entanto, a possibilidade de abertura de concurso para a carreira administrativa não está descartada, já que o Diretor-Executivo afirmou que, se o governo federal autorizar a seleção, a instituição realizará o concurso.

Prosseguindo, a organização do certame é do Cebraspe (antiga CESPE). E a seleção será realizada em nível nacional e as provas ocorrerão em todas as capitais do país.

A seleção será composta por provas objetivas, discursivas, teste de aptidão física e prova de títulos. Além disso, há avaliações de caráter exclusivamente eliminatório, como a avaliação psicológica e demais avaliações de saúde:

Ciclo de estudos para a PRF - A imagem mostra trecho do edital contendo quais são as provas eliminatórias e quais as classificatórias.
Ciclo de estudos para a PRF – provas eliminatórias e classificatórias

Assim, para mais informações sobre o concurso em si, acesse o artigo sobre o concurso da PRF feito pela equipe de jornalismo do Estratégia.

Portanto, feita essa introdução inicial, passaremos ao assunto principal deste artigo: como montar o seu próprio ciclo de estudos para a PRF.

Disciplinas do ciclo de estudos para a PRF

Conforme o edital para o provimento do cargo de Policial Rodoviário Federal, divulgado no Diário Oficial da União do último dia 18, as disciplinas que comporão as provas objetivas são as seguintes:

Bloco I – 55 itens

  • Língua Portuguesa
  • Raciocínio Lógico Matemático
  • Informática
  • Física
  • Ética e Cidadania
  • Geopolítica
  • Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol).

Bloco II – 30 itens

Bloco III – 35 itens

  • Direito Administrativo
  • Constitucional
  • Penal
  • Processual Penal
  • Legislação Especial
  • Direitos Humanos.

Logo, observe que a disciplina de História da PRF não foi exigida neste concurso. Em contrapartida, foi incluída a disciplina de Língua Estrangeira, podendo o candidato optar por Inglês ou Espanhol.

Além disso, outro ponto a ser notado é que a distribuição das questões entre os blocos também sofreu modificação, quando comparado com o último edital:

Ciclo de estudos para a PRF: n° de questões por bloco (2018 x 2021). A imagem compara a quantidade de questões (em blocos) na prova de 2018 e a previsão para 2021.
Ciclo de estudos para a PRF: n° de questões por bloco (2018 x 2021)

Assim, no próximo tópico, demonstraremos quadros comparativos entre as provas do ano de 2018 e de 2021, fazendo-se uma estimativa de cobrança.

Comparativo de percentual de cobrança de cada disciplina

O edital conterá a informação da quantidade de questões de cada bloco. Entretanto, o candidato não saberá, a priori, quantas questões haverá em cada disciplina.

Mas é possível fazer uma estimativa com base nos dados do último concurso. Veja:

Bloco I:      

Ciclo de estudos para a PRF: n° de questões por bloco (2018 x 2021). A imagem compara a quantidade de questões (por disciplina do bloco I) na prova de 2018 e a previsão para 2021.
Ciclo de estudos para a PRF: n° de questões por disciplina (2018 x 2021) – Bloco I

Bloco II:

Ciclo de estudos para a PRF: n° de questões por bloco (2018 x 2021). A imagem compara a quantidade de questões (por disciplina do bloco II) na prova de 2018 e a previsão para 2021.
Ciclo de estudos para a PRF: n° de questões por disciplina (2018 x 2021) – Bloco II

Bloco III:

Ciclo de estudos para a PRF: n° de questões por bloco (2018 x 2021). A imagem compara a quantidade de questões (por disciplina do bloco III) na prova de 2018 e a previsão para 2021.
Ciclo de estudos para a PRF: n° de questões por disciplina (2018 x 2021) – Bloco III

Análise prévia da sua condição como aluno

Depois que você fez a análise de quais as matérias deverão ser estudadas, além de qual o percentual de cobrança dos blocos de disciplinas e, inclusive, a estimativa de cobrança de cada uma delas, é hora de analisar como está a sua condição de estudos para a PRF.

Ou seja, você terá que fazer uma verificação prévia da sua condição atual. Desse modo, as perguntas a serem feitas (para fins de reflexão) podem ser bem diferentes a depender de cada fase de estudo:

  • Aluno iniciante: já começou a estudar ou não? É formado em alguma área que possui disciplinas cobradas no edital (ex.: Direito, Português)? Já conhece as Trilhas Estratégicas? Caso afirmativo, está conseguindo acompanhar a trilha?
  • Aluno intermediário: qual o percentual de avanço em cada disciplina? Calculou qual a média de tempo de leitura por página? Fez uma previsão de quando terminará o estudo do edital? Está mantendo uma rotina de teoria + revisão + exercícios?
  • Aluno avançado: quais os pontos do edital que possui mais dificuldade? Há necessidade de retornar na teoria para reforçar tais pontos ou basta aumentar a resolução de questões? Qual o avanço na leitura da lei seca? Qual o percentual de acertos nos simulados?

Observe que essa análise inicial é bem particular, ou seja, não há como esgotar o assunto neste artigo.

Assim, caso você sinta a necessidade de um acompanhamento direcionado e individual, um Coach é a melhor opção.

Contudo, caso isso não seja possível, você pode ser o seu próprio Coach. Para isso, preste atenção às orientações deste artigo e, em seguida, organize a sua vida e os seus estudos.

Dica extra:

Falando em organização de vida, se você é um aluno que nunca estudou, indicamos este Ebook da PRF. Nele, há diversas instruções para a sua preparação.

Imprescindível a leitura no caso de alunos iniciantes, mas a leitura é recomendada para todos os alunos.

Portanto, dadas as instruções iniciais, vamos efetivamente montar o seu ciclo.

Como montar o próprio ciclo de estudos para a PRF

Finalmente, é hora de montar o ciclo de estudos para a PRF.

Como dito, embora não tenhamos conhecimento da sua situação individualizada, é possível sugerir alguns ciclos para cada fase do seu estudo.

Lembrando que o seu ciclo de estudos precisa ser revisado periodicamente, pois a evolução de cada pessoa é variável, o que exige adaptações para a obtenção do melhor rendimento possível.

Passo nº 1: analisar o edital

Inicialmente, o aluno deve analisar o edital.

Os professores e coaches do Estratégia já fizeram a análise do edital, mas isso não o exime de fazer uma leitura atenta do documento tão logo seja publicado.

Em seguida, é preciso comparar as matérias e os conteúdos de cada matéria que você já vinha estudando com as exigidas no edital recém-lançado.

Como houve alterações entre o concurso de 2018 e o deste ano, esse é o momento de verificar isso para também realizar as devidas modificações no seu plano de estudos caso você já tenha começado.

Neste edital, há uma disciplina nova (não cobrada em 2018), qual seja, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol).

Caso você não tenha afinidade com nenhuma dessas duas línguas, avalie o custo-benefício entre começar uma disciplina saindo do zero ou reforçar as disciplinas que já estavam em andamento ou encerradas.

Lembrando que o ideal é estudar todo o conteúdo do edital, mas sabemos que isso nem sempre é possível, pois depende muito das condições pessoais de cada aluno.

Passo nº 2: analisar o nº de aulas de cada disciplina

Então, o segundo passo é analisar o número de aulas de cada disciplina.

Isso você pode fazer contando cada aula que consta na sua área do aluno. Caso você ainda não tenha adquirido o material do Estratégia, é possível obter essa informação na página de venda do curso.

Mas, para facilitar a sua vida, caro(a) aluno(a), já fizemos esta conta para você:

Ciclo
Ciclo de estudos para a PRF – quantidade de aulas

Veja que algumas disciplinas possuem muito mais aulas do que outras. Esse é um dado importante para o seu planejamento, pois influencia no custo-benefício de cada disciplina.

Passo nº 3: avaliar o seu nível de conhecimento em cada disciplina

Mas como fazer essa avaliação?

Ora, existem algumas formas:

  • Avaliar de acordo com o que você, pela sua experiência, supõe que seja o seu nível;
  • Montar um simulado com cerca de 10 questões de cada disciplina; ou
  • Fazer um simulado pronto.

Vou abrir parênteses para emitir uma opinião pessoal. Particularmente, prefiro a segunda opção.

Isso porque a primeira, é muito subjetiva; já a terceira tem o problema de que a amostra de questões de algumas disciplinas será muito pequena, o que dificulta a sua análise de desempenho.

Passo nº 4: analisar quanto tempo há entre a data de hoje e a data da prova

Para saber como organizar o seu estudo no pós-edital, identifique quanto tempo há entre a data que você montou seu plano de estudos e a data da prova.

Assim também, some quantas horas por dia você tem disponíveis para o estudo.

Passo nº 5: fazer a distribuição das disciplinas no ciclo

Após as análises anteriores, basta distribuir as disciplinas objeto do seu estudo no tempo disponível em cada dia.

Essa distribuição deverá ser de acordo com a relevância, o seu nível de conhecimento e a quantidade de aulas de cada uma das matérias.

Inclusive, no pós-edital, o seu controle de desenvolvimento deve ser ainda maior. Isto é, monitore a sua evolução semanalmente para não ter imprevistos.

Questione-se:

“Consegui cumprir o meu planejamento semanal de estudos?”

Caso a resposta seja negativa, repense o seu plano. Será que ele está de acordo com a sua realidade? Ou será que você procrastinou? Seja sincero com você!

Modelos de ciclos de estudos para a PRF

Agora que você já sabe como montar o seu próprio ciclo de estudos para a PRF, é hora de mostrarmos alguns exemplos para servir de inspiração a você.

Preparamos dois modelos:

Modelo de ciclo de estudos para aluno iniciante:

ciclo
Ciclo de estudos para a PRF – Ciclo para Aluno Iniciante

Modelo de ciclo de estudos para aluno avançado:

Ciclo de estudos para a PRF: n° de questões por bloco (2018 x 2021). A imagem mostra um modelo de Ciclo para Aluno Avançado.
Ciclo de estudos para a PRF – Ciclo para Aluno Avançado

Como se vê, o que é bem diferente entre o aluno iniciante e o avançado é o tempo que utilizará em cada uma das etapas do estudo.

O aluno iniciante precisa avançar no conteúdo teórico. Portanto, cerca de 80% do seu tempo deve ser dedicado à parte teórica e 20% às revisões e à resolução de exercícios.

Já o aluno avançado, deve inverter essa lógica, ou seja, cerca 80% para a resolução de exercícios com revisões pontuais e 20% de teoria para reforçar os temas eventualmente pendentes ou assuntos de maior dificuldade.

Além disso, o aluno avançado deve treinar para a prova discursiva com mais frequência, pois já possui conhecimento suficiente para tal.

Mas, e o aluno intermediário?

Este aluno deve continuar seguindo nas matérias em que ainda precisa finalizar o conteúdo teórico, mas sem esquecer das revisões do conteúdo finalizado.

Além disso, o tempo a ser dedicado a cada etapa vai depender da quantidade de disciplinas em andamento e encerradas.

Por fim, esse aluno também deve dedicar um momento do seu ciclo para o treino para a prova discursiva.

Defina o material de revisão – ciclo de estudos para a PRF

No pós-edital é o momento em que muita revisão deve ser feita. Ou seja, a revisão deve ocupar grande parte do seu tempo.

O aluno pode realizar essa revisão por diversos tipos de materiais, por exemplo: grifos do PDF, resumos, mapas mentais, exercícios, Passo Estratégico, Bizu Estratégico etc.

Quanto a esse ponto, é bem indicado que o aluno alterne os materiais, pois um pode conter certo detalhe que o outro não possui.

Porém, há um detalhe: revisar não significa estudar tudo novamente. Estipule um tempo “x” para revisar cada tema e busque cumpri-lo.

A dúvida sobre fazer ou não simulados

Antes de mais nada, importante alertá-lo de que não se costuma indicar simulados para alunos iniciantes.

Isso porque deve existir um conhecimento prévio de uma boa parte do edital para que seja possível colher frutos dos simulados. Do contrário, o aluno pode acabar muito frustrado.

Para os alunos avançados, os quais devem fazer muitas questões, conforme já explicado, sugere-se dois momentos de resolução de questões:

  • Por meio de cadernos do Sistema de Questões: você pode montar cadernos contendo um número “x” de questões de cada disciplina. Assim, esses cadernos podem ser divididos por aula; desse modo , é possível identificar quais os seus pontos a melhorar; ou
  • Por meio de simulados: você pode usar os simulados para a PRF, disponíveis na sua área do aluno ou provas inteiras anteriores.

Ambos são importantes. Mas o simulado é a melhor forma de medir seu desempenho numa situação de prova. Porque, por meio deles, é possível treinar o tempo de resolução de cada questão, elaborar sua estratégia de prova e analisar a sua evolução.

Inclusive, utilize os seus resultados nos simulados para ajustar o seu ciclo de estudos.

Ou seja, ao perceber que seu rendimento em uma disciplina está abaixo das outras, analise a importância desta na prova. Caso constate que é uma matéria importante, aumente a carga horária, seja do estudo teórico, seja dos exercícios.

Entenda a diferença entre falta de compreensão e falta de “decoreba”

Por exemplo, num primeiro momento, é comum o aluno de errar questões que abordam o artigo 21 da Constituição Federal, que trata da competência exclusiva da União.

Esse artigo possui 25 incisos, os quais ainda podem ser facilmente confundidos com os artigos seguintes.

Assim, não adianta perder tempo revisando inúmeras vezes a teoria desta matéria, pois o fato de você ter errado uma questão dessas não significa que você não compreendeu o tema.

Pois bem, o que você precisa é decorar essas competências. Ocorre que isso só vai ocorrer após ter feito inúmeras questões e revisões sobre o assunto. Além disso, esse é o típico artigo que terá de ser lido na véspera ou no dia da prova.

Então, se você percebeu que uma competência, um prazo, um quórum ou uma fórmula precisam ser decorados pois são muito cobrados em seu concurso, já separe essa informação para reler na véspera da sua prova.

Talvez você continue errando isso nos exercícios, mas é um erro consciente, que só será sanado pouco antes do momento da prova, pois dificilmente você conseguirá manter essa informação decorada por muito tempo.

Por outro lado, se você errou por não ter entendido a explicação do professor ou por achar que sabia, mas acabou errando a questão, daí é necessária uma postura de humildade para retornar a esses temas e estudá-los novamente.

Conclusão – ciclo de estudos para a PRF

Em suma, por meio deste artigo, você aprendeu a montar o seu próprio ciclo de estudos para a PRF.

Mas saiba que o seu trabalho não termina por aqui. A análise do seu desenvolvimento nos estudos deve ser feita periodicamente para que haja uma melhoria constante.

Ou seja, supere-se a cada dia e busque a sua melhor versão sempre!

Definitivamente é uma excelente oportunidade. Isso porque são praticamente 2.000 vagas garantidas para se tornar um Policial Rodoviário Federal.

Como resultado, realização profissional, estabilidade financeira, status, além de servir de inspiração para muitas outras pessoas (você vai ver como isso é bom!).

Entretanto, para isso, será necessário muito estudo, muitas escolhas e muita coragem.

Conte conosco e bons estudos!

Por fim, caso você tenha quaisquer dúvidas ou elogios, deixe nos comentários abaixo.

Abraços e bons estudos!

Luana Vicente
Instagram: @luvicentecoach

Quer estudar para Concurso da PRF?

Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo? Então, confira os nossos cursos e comece a estudar para o concurso da PRF:

CURSO PRF

E ainda: Bônus e Conteúdos Gratuitos para o Concurso da PRF:

Vade Mecum PRF

Organização de Estudo e Resoluções do CONTRAN:

Ebooks PRF:

Guia de Estudos para a PRF

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora uma de nossas opções de Assinatura tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

ASSINE AGORA – Assinaturas Estratégia

Fique por dentro de todos os concursos:

Concursos Abertos

Editais iminentes ou que podem sair até o fim do ano:

Concursos 2021

Posts Relacionados

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *