O Banco Central e seus 37 departamentos
Eduardo Alberi

O Banco Central e seus 37 departamentos

Bom dia, futuros servidores do Banco Central! 

Meu nome é Eduardo Alberi, analista do Banco Central e coach do Estratégia Concursos. Tudo certo com vocês?

Neste artigo vou falar um pouco sobre as atividades do Banco Central, seus cargos públicos e vantagens. Mais especificamente, vou detalhar as atribuições de cada departamento do Bacen. Essa é uma dúvida muito recorrente dos concurseiros e pretendo saná-las todas aqui! Além disso, vou comentar um pouco também sobre as regionais do Banco em outros estados e, ao final, um breve resumo sobre os subsídios dos analistas e o quadro atualizado dos cargos ocupados e vagos!

Pois bem, vamos começar apresentando um organograma completo de todas as diretorias e departamentos:

departamentos do BACEN

Fonte: http://www.bcb.gov.br/Adm/sobre/port/organograma.asp

 

Como podem ver, o Bacen é dividido em 8 diretorias (na verdade, são 8 diretores, e não diretorias, porém isso é só um detalhe com pouca importância aqui) . Elas, por sua vez, englobam vários departamentos cada uma.

Vou agora citar as principais atribuições e competências de cada diretoria, com base no Regimento Interno do BCB. Como são quase 40 departamentos, vou me ater às principais atribuição de cada e, caso necessário, farei um comentário extra, assim o artigo não fica muito extenso e chato.

Também vou escrever, ao lado de cada departamento, de qual área, com base divisão feita no concurso de 2013, a maioria dos servidores são lotados. Por exemplo: os aprovados nas áreas 1 e 2 (TI – tecnologia da informação), em sua grande maioria, serão lotados no Departamento de Tecnologia da Informação. Entretanto, isso não é regra, pessoal! Pode ter lotação de servidores da área 2 em departamentos de atribuições bem diferentes de TI, e vice-versa.

Analista – Áreas de conhecimento:

Área 1 – Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Área 2 – Suporte à Infraestrutura de Tecnologia da Informação

Área 3 – Política Econômica e Monetária

Área 4 – Contabilidade e Finanças

Área 5 – Infraestrutura e Logística

Área 6 – Gestão e Análise Processual

 

Caso tenham alguma dúvida ou curiosidade sobre os departamentos, me mandem e-mail que eu respondo no privado.

Vamos lá.

 

  1.  Diretoria de Administração

1.1. Deafi – Departamento de Contabilidade e Execução Financeira – Área 4

Gerenciar a contabilidade do Banco Central e dos fundos e programas por ele administrado.

Comentário: a contabilidade do Bacen é diferente de das contabilidades “comuns” (geral, pública, COSIF). É uma contabilidade própria da instituição.

 

1.2. Depes – Departamento de Gestão de Pessoas – Área 6

Gerir os recursos humanos da instituição.

 

1.3. Demap – Departamento de Infraestrutura e Gestão Patrimonial – Área 5

Infraestrutura das instalações físicas, administração do patrimônio, prestação de apoio logístico, compras, contratações e alienações.

 

1.4. Depog – Departamento de Planejamento, Orçamento e Gestão – Áreas 5 e 6

Gestão estratégica e planejamento institucional, administração do orçamento, gestão de processos de trabalho, projetos corporativos

 

1.5. Deseg – Departamento de Segurança – Áreas 5 e 6

Segurança dos processos, instalações, pessoas, bens e valores da instituição; segurança às autoridades internas e externas do BCB; segurança na guarda, na destruição e no transporte de dinheiro em cédulas.

 

1.6. Deinf – Departamento de Tecnologia da Informação – Áreas 1 e 2

Serviços de tecnologia da informação e de telecomunicações.

 

1.7. Mecir – Departamento do Meio Circulante – Área 5

Prover a demanda por cédulas e moedas metálicas, monitoramento da qualidade do dinheiro, suprimento de numerário novo (cédulas e moedas) e destruição de antigo; depositário das reservas oficiais de ouro e moeda estrangeira.

Comentário: o Mecir promove uma visita guiada  ao cofre do Banco Central. Infelizmente não posso falar nada mais sobre ela, pois é restrita aos servidores. Espero fazer essa visita ao cofre novamente com alguns de vocês =)

 

1.8. UniBacen – Universidade Banco Central do Brasil – Área 6

Gestão do conhecimento, formulação e execução de políticas em educação corporativa.

Comentário: a UniBacen é responsável pelo treinamento dos servidores do Bacen, inclusive em cursos internacionais (o Bacen envia muito servidor para treinamento em outros países). Além disso, ela é responsável pelo Programa de Pós-Graduação da instituição.

 

1.9. Gerências Administrativas e Técnicas Regionaistodas as áreas

As Gerências Administrativas estão localizadas nas regionais do BCB que são: Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São PauloCada gerência funciona como o próprio Banco Central, ou seja, possuem atividades de gestão de pessoas, recursos materiais, contabilidade, etc, entretanto com estrutura mais enxuta que a sede.

Comentário: as gerências, em geral, são bem disputadas pelos servidores novatos que desejam voltar para casa, ou pelo menos para perto dela.

OBS – Gerências Técnicas: Em cada regional do Bacen há uma Gerência Técnica (GTs), as quais são responsáveis pela execução descentralizada das atividades fins. Cada gerência é focada em determinada atividade, de acordo com a localização. Por exemplo, a gerência de São Paulo dedica grande parte da sua força de trabalho na fiscalização de grandes bancos, afinal a sede da maioria deles está localizada na região.

Elas são subordinadas aos respectivos departamentos e não são todos que possuem GTs. Por exemplo, o Departamento de Supervisão Bancária possui Gerência Técnica em Brasília, São Paulo e outras regionais, entretanto o Departamento de Comunicação não possui nenhuma, concentrando todo o efetivo na sede, em Brasília.

 

  1. Diretoria de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos

2.1. Derin – Departamento de Assuntos Internacionais – Áreas 3 e 4

Relacionamento com outros bancos centrais, organismos e foros internacionais; gerenciar as operações finaneiras entre o Brasil e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

 

2.2. Deris – Departamento de Riscos Corporativos e Referências Operacionais – Área 4

Gestão de risco, de referências operacionais e avaliação de resultados; analisar riscos incorridos em caso de solicitação de suporte de recursos por outros países.

 

  1. Diretoria de Fiscalização

3.1. Degef – Departamento de Gestão Estratégica, Integração e Suporte da Fiscalização – Áreas 5 e 6

Coordenar processos de planejamento, orçamento e gestão dos departamentos de fiscalização, monitoramento e supervisão (Decon, Desig, Desuc e Desup).

 

3.2. Desig – Departamento de Monitoramento do Sistema Financeiro – Área 4

Monitorar a estabilidade do Sistema Financeiro Nacional; produzir e divulgar informações relativas à estabilidade, liquidez e solvência dos bancos e demais instituições supervisionadas pelo Banco Central.

 

3.3. Desup – Departamento de Supervisão Bancária – Área 4

Supervisionar e fiscalizar as instituições financeiras bancárias.

Comentários: o Desup fiscaliza e supervisiona os bancos propriamente ditos. Esta, junto com a área econômica, é a atividade mais sensível ao mercado financeiro.

 

3.4. Decon – Departamento de Supervisão de Conduta – Área 4

Atende a demandas dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo, bem como do Ministério Público; supervisiona a conduta, verificando o cumprimento de normas relacionadas a clientes e usuários de produtos e serviços financeiros, à prevenção à lavagem de dinheiro e às matérias anticoncorrenciais.

 

3.5. Desuc – Departamento de Supervisão de Cooperativas e de Instituições Não Bancárias – Área 4

Supervisionar e fiscalizar as instituições não bancárias (p. ex., cooperativas de crédito e administradoras de consórcios).

Comentário: departamento mais importante de todos do BCB, pois é nele que trabalho! Rsrs. Brincadeiras à parte, o departamento possui grande importância em regiões onde não há agências bancárias, ou seja, onde os serviços financeiros são prestados por meio de cooperativas de crédito e demais instituições não bancárias.

 

  1. Diretoria de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução

4.1. Decap – Departamento de Controle e Análise de Processo Administrativos Punitivos – Área 4

Conduzir e analisar os processos administrativos punitivos instaurados pelo Banco Central.

Comentário: esses processos administrativos punitivos são instaurados contra instituições financeiras, e não contra servidores do Bacen.

 

4.2. Deres – Departamento de Regimes de Resolução – Área 4

Realizar o acompanhamento dos regimes de resolução e intervenção decretados pelo Bacen.

Comentário: regimes de resolução e/ou intervenção são decretados quando um banco, ou outra instituição financeira, apresenta situação de risco para o mercado financeiro, sendo, neste caso, acompanhados de perto pelo Bacen, com vistas a sanar o problema.

 

4.3. Deorf – Departamento de Organização do Sistema Financeiro – Áreas 4 e 5

Autorizar o funcionamento de novas instituições financeiras no país, inclusive alteração de seus estatutos e estruturas societárias.

 

4.4. Derop – Departamento de Regulação, Supervisão e Controle das Operações do Crédito Rural e do Proagro  – Áreas 3 e 4

Administrar o Proagro, acompanhar e controlar as aplicações obrigatórias em crédito rural pelas instituições financeiras.

 

  1. Diretoria de Política Econômica

5.1. Depep – Departamento de Estudos e Pesquisas – Área 3

Realizar pesquisas econômicas nas áreas de atuação do Bacen; elaborar o sistema de metas para a inflação.

Comentário: é aqui onde há a maior concentração de mestres e doutores do Banco Central.

 

5.2. Gerin – Departamento de Relacionamento com Investidores e Estudos Especiais – Área 3

Prestar assessoramento aos investidores domésticos e estrangeiros, bem como às autoridades de outros governos e de organismos multilaterais.

 

5.3. Depec – Departamento Econômico – Área 3

Elaborar e divulgar informações econômico-financeiras; análises sobre a conjuntura econômica nacional.

 

  1. Diretoria de Política Monetária

6.1. Depin – Departamento das Reservas Internacionais – Áreas 3 e 4

Administrar as reservas internacionais do País; operacionar a política cambial; realização de leilão de compra e venda de moeda estrangeira e outras operações cambiais.

 

6.2. Deban – Departamento de Operações Bancárias e de Sistema de Pagamentos – Áreas 3 e 4

Operacionalização e vigilância do Sistema de Pagamentos Brasileiro; assessorar a Diretoria na condução da política monetária.

Comentário: este é um dos departamentos que possuem flexibilidade de horário, devido ao fato que a vigilância do Sistema de Pagamentos Brasileiro tem que ser ininterrupta.

 

6.3. Demab – Departamento de Operações do Mercado Aberto – Áreas 3 e 4

Executar operações de mercado aberto, de derivativos, inclusive de swap referenciado em taxas de juros e variação cambial; assessorar a gestão das políticas monetária e cambial; administrar o Selic.

Comentários: as lotações do Demab são todas no Rio de Janeiro. Cariocas concurseiros, fiquem espertos!

 

  1. Diretoria de Regulação

7.1. Denor – Departamento de Regulação do Sistema Financeiro – Áreas 3 e 4

Elaborar propostas de legislação e normas aplicáveis às instituições do Sistema Financeiro Nacional.

 

7.2. Dereg – Departamento de Regulação Prudencial e Cambial – Áreas 3 e 4

Elaborar propostas de legislação e normas prudenciais aplicáveis às instituições do Sistema Financeiro Nacional.

 

  1. Diretoria de Relacionamento Institucional e Cidadania

8.1. Comun – Departamento de Comunicação – Área 6

Desenvolver ações de comunicação do Banco Central; relacionamento com órgãos de imprensa; atividades de publicidade.

 

8.2. Deati – Departamento de Atendimento Institucional – Área 6

Atender o cidadão na solicitação de informações ao Banco Central e receber reclamações sobre instituições financeiras.

Comentário: este departamento também possui um horário diferenciado para os servidores que trabalham diretamente no atendimento ao público.

 

8.3. Depef – Departamento de Educação Financeira – Área 6

Desenvolvimento de ações de educação e inclusão financeira; administrar o patrimônio histórico, artístico e numismático do Banco Central.

Comentário: departamento responsável pelo Museu do Banco Central, o qual é aberto para visita do público.

 

  1. Demais unidades

As unidades abaixo podem ser consideradas como departamentos, entretanto, não estão ligadas a nenhuma diretoria, mas sim diretamente à Presidência.

 

9.1 Aspar – Assessoria Parlamentar – Área 6

Acompanhar a tramitação no Poder Legislativo de proposições de interesse do Banco Central.

 

9.2. Audit – Auditoria Interna do Banco Central do Brasil – Áreas 4 e 6

Realizar trabalhos de auditoria nas atividades do Banco Central.

Comentário: aqui, as atividades de auditoria são realizadas em outros departamentos do Banco Central. Não confundir com as auditorias realizadas em bancos e outras instituições pelos departamentos de fiscalização.

 

9.3. Coger – Corregedoria-Geral do Banco Central do Brasil – Área 6

Exercer atividades de correição; receber representações e denúncias à atuação dos servidores; instaurar sindicâncias e processos administrativos disciplinares.

 

9.4. Ouvid – Ouvidoria do Banco Central do Brasil – Área 6

Responder às manifestações recebidas dos cidadãos sobre a atuação do Banco Central

 

Pessoal, nas três unidades que vou citar abaixo, com exceção da Procuradoria, muito provavelmente nenhum servidor novo será lotado inicialmente nelas. Coloco elas aqui mais como curiosidade.

 

9.5. PGBC – Procuradoria-Geral do Banco Central – Área 6

Representar juridicamente o Banco Central; desempenhar atividades de consultoria e assessoria de natureza jurídica.

Comentário: na PGBC são lotados tanto analistas e técnicos quanto procuradores, estes últimos são exclusivos dos bacharéis em Direito. No caso dos analistas, em geral são da área 6.

 

9.6. Gapre – Gabinete de Presidência

Prestar assessoramento imediato ao Presidente.

 

9.7. Secre – Secretaria-Executiva

Prestar consultoria e assessoramento imediatos ao Presidente e Diretores; prestar apoio técnico ao Conselhor Monetário Nacional.

—————————————————————————–

 

Bom, finalizamos a descrição sucinta de quase 40 departamentos do Banco Central! Como vocês viram, tem para todos os gostos!

Muito bem. Como forma de incentivo, abaixo consta a tabela de remuneração dos analistas:

Analista – Banco Central

 
 

Classe

Padrão

2015

2016

2017

2018

2019

 

A

I

15.003,70

15.828,90

16.933,64

18.057,94

19.197,06

 

II

16.475,30

17.381,44

18.594,53

19.829,11

21.079,96

 

III

16.804,81

17.729,07

18.966,43

20.225,69

21.501,56

 

B

I

17.140,90

18.083,65

19.345,75

20.630,20

21.931,58

 

II

17.483,72

18.445,32

19.732,66

21.042,81

22.370,22

 

III

18.183,07

19.183,14

20.521,97

21.884,52

23.265,03

 

C

I

18.546,73

19.566,80

20.932,41

22.322,21

23.730,33

 

II

18.917,67

19.958,14

21.351,06

22.768,66

24.204,94

 

III

19.296,02

20.357,30

21.778,08

23.224,03

24.689,04

 

Especial

I

20.067,86

21.171,59

22.649,20

24.152,99

25.676,60

 

II

20.429,09

21.552,69

23.056,90

24.587,75

26.138,79

 

III

20.796,81

21.940,63

23.471,92

25.030,33

26.609,28

 

IV

21.391,10

22.567,61

24.142,65

25.745,60

27.369,67

 
 

A seguir coloco o quadro atualizado em dez/2016 da quantidade de cargos ocupados e vagos:

 

  Estáveis Não Estáveis Subtotal Vagos Total
Analistas 2833 455 3288 2021 5309
Técnicos 405 144 549 312 861
Procuradores 159 14 173 127 300


O que isso quer dizer? Quer dizer que, mesmo com o corte de gastos imposto pelo Poder Executivo Federal, mais cedo ou mais tarde o Banco Central terá que fazer concurso! Galera, vejam que em dezembro de 2016 havia 2021 cargos vagos de analista, ou seja, quase 40% do total!

Para 2017 dificilmente sairá concurso, porém isso é uma boa notícia para quem vai se preparar a longo prazo, pois, como sabem, o edital é muito extenso. Supondo que o pedido de autorização do concurso saia no fim deste ano, podemos ter concurso já para o primeiro semestre de 2018.

Tomando posse em 2018, você ganhará R$ 18.057,94 reais mensais. Depois de um ano empossado, progredirá na carreira do Padrão I para o II. Como isso será em 2019, terá novo aumento (veja tabela de remuneração), resultando em R$ 21.079,96 reais mensais, a partir de 2019! Muito bom, não é mesmo?

 

Pessoal, para conseguir esse objetivo, a hora de começar a estudar sem desespero é agora! Então, foco e disciplina!

 

Banco Central do Brasil em Brasília

 

Bom, fico por aqui. Estou disponível para eventuais dúvidas ou curiosidades.

Notícias concurso BACEN

Espero que tenham gostado!

Quer me contratar como coach? Clique aqui: coaching

 

Abs

Eduardo Alberi Rossi

 

Compartilhe:

Eduardo Alberi

Eduardo Alberi

Consultoria - Coaching Bacharel em Engenharia Mecânica pela Universidade de Brasília – UnB, atualmente exerço o cargo de Analista do Banco Central do Brasil. Principais aprovações em concursos públicos:  - Papiloscopista Policial da PCDF (2008)  - Analista de Comércio Exterior do MDIC (2012)  - Analista de Finanças e Controle da STN (2012)  - Analista do Banco Central, área 4 – Contabilidade e Finanças (2013)  - Perito Criminal da PCDF (2016) – concurso ainda em andamento (aprovado nas provas objetiva  e discursiva)

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.