29

Concurso Bacen: saiba tudo sobre a autonomia do órgão!

Necessidade de concurso Bacen aumenta: já são mais de 40% de cargos vagos

O presidente Jair Bolsonaro sancionou na noite desta quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021, a Lei que confere autonomia ao Banco Central do Brasil (concurso BACEN).

O texto, sancionado com dois vetos pelo Executivo, já havia recebido sinal verde da Câmara dos Deputados, em 10 de fevereiro de 2021, e do Senado Federal, ainda em 2020. Confira detalhes da Lei na aba ‘Autonomia do Bacen’.

Foram vetados os dispositivos que impediriam ao presidente do órgão e seus diretores de exercerem qualquer outro cargo, público ou privado, exceto o de professor, e o que os impediriam de manterem participação acionária, direta ou indireta, em qualquer instituição financeira do país.

A autonomia do órgão já havia sido cobrada em diversas ocasiões pelo atual presidente do órgão, Roberto Campos Neto, que aguardava a apreciação da pauta desde 2020.

Recentemente, em resposta obtida pelo jornalismo do Estratégia Concursos, o Banco Central do Brasil revelou que protocolou um novo pedido de concurso com 260 vagas.

Assim como na última solicitação do órgão, realizada em 2018 e reforçada em 2019, que acabou indeferida pelo Ministério da Economia, o novo pedido contempla 200 vagas para o cargo de Analista, sendo 30 para Técnico e 30 para Procurador do Banco Central.

Com 41,24% de cargos vagos, é cada vez maior o déficit no quadro de servidores ativos do BACEN.

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Nesse artigo, abordaremos diversas informações a respeito do Concurso Bacen para você ficar ainda mais preparado para um novo certame. Entre os temas que trataremos, estão:

Concurso Bacen: situação atual

O Banco Central do Brasil confirmou ao Estratégia Concursos que protocolou um novo pedido do concurso com 260 vagas.

Vale ressaltar que o órgão teve até o dia 31 e maio de 2020 para encaminhar a solicitação ao Ministério da Economia. Confira abaixo a resposta na íntegra:

Cópia do e-mail de protocolo do novo concurso Bacen

Autonomia do Banco Central

O Projeto estabelece mandatos estáveis e requisitos para nomeação e demissão do presidente e dos diretores do Banco Central, bem como vedações aos ocupantes dos cargos.

O texto também confere autonomia formal ao BC para que execute suas atividades essenciais ao país sem sofrer pressões político-partidárias.

No texto aprovado, o presidente e os diretores do Banco Central continuarão sendo indicados pelo presidente da República, sabatinados e votados no Senado e, em caso de aprovação, nomeados pelo presidente da República. 

O mandato do presidente do BC será de quatro anos, com início no dia 1º de janeiro do terceiro ano de mandato do Presidente da República.

Os mandatos dos diretores do BC também serão de quatro anos. Dois diretores iniciarão seus mandatos no dia 1º de março do primeiro ano de mandato do presidente da República.

Outros dois diretores terão mandatos com início no dia 1º de janeiro do segundo ano de mandato do presidente da República; mais dois terão mandatos com início no dia 1º de janeiro do terceiro ano de mandato do presidente; e mais dois diretores terão mandatos com início no dia 1º de janeiro do quarto ano de mandato

O Bacen tem hoje 41,24% de cargos vagos, a autonomia ajudaria a realizar novos concursos?

Segundo a Assessoria de Imprensa do órgão, a proposta não trata especificamente da gestão das carreiras de servidores do Banco Central e nem prevê a possibilidade de realização de concursos públicos sem autorização das instâncias próprias do Poder Executivo Federal.

Ou seja, os certames continuarão sujeitos às regras já existentes ou a novas que venham a ser editadas sobre esses temas específicos.

O Banco Central continuará fazendo parte do Executivo Federal para todos os efeitos administrativos, inclusive integrando todos os seus sistemas. A gestão orçamentária do Banco Central continuará vinculada à Administração Federal, bem como a análise de pedidos de reposição de seu quadro funcional. Enfim, qualquer pretensão do Banco Central em realizar concurso público ou prover os cargos vagos continuará passando pela análise e, se for o caso, aprovação explícita do Ministro da Economia, nos termos do Decreto nº 9.739/19“, explicou a Assessoria do órgao.

Sendo assim, caro estrategista, no que tange à realização de concursos públicos para o Banco Central, nada muda a partir da eventual sanção do PLP 19/2019.

Sindicato reforça pedido de concurso

O Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (SINAL) tem reforçado à diretoria do Bacen a necessidade da realização de novos concursos para o órgão. A informação foi confirmada pela presidência da entidade ao Estratégia Concursos.

Analisando os dados disponibilizados nos relatórios do Bacen, é possível verificar que as vacâncias de cargos do órgão tem aumentado nos últimos anos. Em 2019, esse número chega em 41,24% do efetivo previsto em lei.

Reversão de aposentadorias

Em Portaria publicada em janeiro de 2020, o órgão estabeleceu o quantitativo de vagas a ser preenchido mediante reversão de aposentadorias, medida adotada enquanto aguardava autorização para o novo concurso, com 260 vagas previstas, sendo 200 para o cargo de Analista, 30 para Técnico e 30 para Procurador do Banco Central.

Como medida emergencial, a reversão de aposentadorias prevê 10 (dez) vagas para o cargo de Analista do Banco Central do Brasil, 2 (duas) vagas para o cargo de Procurador do Banco Central do Brasil e 5 (cinco) vagas para o cargo de Técnico do Banco Central do Brasil.

De acordo com o Art. 2º da Portaria, as vagas acima mencionadas somente poderão ser providas por servidores que, na data de apresentação do pedido, estejam aposentados há pelo menos um ano e no máximo há cinco anos.

Além disso, somente serão avaliados os pedidos de reversão apresentados até o dia 30 de novembro de 2020.

Concurso Bacen: carreira

Cargos vagos

Segundo relatório do Banco Central, enviado via e-SIC o órgão possui atualmente 2.768 cargos vagos, todos com vacância acima dos 40%:

CargosPrevisto na Lei nº 9.650OcupadosVagosPercentual de vacância (%)
Analista5.3093.0612.248 42.35
Procurador300164136 45.33
Técnico861477384  44.60
Total6.4703.7022.76842.79

Concurso Bacen: requisitos

Analista do Bacen

Diploma devidamente registrado de conclusão de curso de nível superior, em qualquer área, fornecido por instituição de ensino superior autorizada ou credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

Técnico do Bacen

Certificado, devidamente registrado, de conclusão de nível médio completo, fornecido por instituição de ensino reconhecida oficialmente pelo órgão competente.

Curiosidades

O presidente Michel Temer sancionou a Lei 13.464 em julho de 2017. A Lei converteu a MP 765/2016, concedendo reajustes a servidores públicos, reestruturando cargos e carreiras federais.

Porém, foi publicada com alguns vetos, dentre eles, a modificação da exigência de nível superior para o cargo de Técnico do Órgão (nível médio completo).

O cargo de Técnico do Banco Central do Brasil (BCB) continuará tendo como requisito o nível médio completo, ficando assim mais acessível para futuros interessados com esse nível de formação

 A justificativa do veto foi a de que a modificação no nível de escolaridade seria uma “inconstitucionalidade formal, por configurar situação de impertinência temática ao objeto inicial da Medida Provisória, vedada segundo decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal em julgamento de Ação Direta de Inconstitucionalidade”.

O Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal) divulgou nota informando que “Para o SINAL, terá início, imediatamente, a nova fase do trabalho, que volta a ser a do convencimento parlamentar, desta vez para a derrubada do veto, muito mais difícil e pouco utilizada pelos nossos congressistas, mas que, nem por isso, pode ser desprezada.”

Concurso Bacen: cargos e atribuições

Analista do Bacen

  • Formulação, execução, acompanhamento e controle de planos, programas e projetos pertinentes ao cargo;
  • Gestão do sistema de metas para a inflação, do sistema de pagamentos brasileiro e dos serviços do meio circulante;
  • Monitoramento do passivo externo e a proposição das intervenções necessárias;
  • Supervisão do Sistema Financeiro;
  • Elaboração de estudos e pesquisas;
  • Formulação e proposição de políticas, diretrizes e cursos de ação relativamente à gestão estratégica dos processos organizacionais;
  • Elaboração de relatórios, pareceres e de propostas de atos normativos relativos às atribuições previstas para o cargo;
  • Fiscalização das operações do meio circulante realizadas por instituições custodiantes de numerário.

Técnico do Bacen

  • Desenvolvimento de atividades técnicas e administrativas complementares às atribuições dos Analistas e Procuradores do Bacen;
  • Apoio técnico-administrativo aos Analistas e Procuradores do Bacen no que se refere ao desenvolvimento de suas atividades;
  • Execução de atividades de suporte e apoio técnico necessárias ao cumprimento das competências do Bacen que, por envolverem sigilo e segurança do Sistema Financeiro, não possam ser terceirizadas;
  • Supervisão da execução de atividades de suporte e apoio técnico terceirizadas;
  • Realização de atividades técnicas e administrativas complementares às operações relacionadas com o meio circulante.

Concurso Bacen: salários e benefícios

Conforme a última atualização da Tabela de Remuneração dos Servidores Públicos Federais, a remuneração inicial e final para os principais cargos do órgão são os seguintes:

Analista do Banco Central

  • Inicial: R$ 18.057,94
  • Final: R$ 25.745,60

Procurador do Banco Central

  • Inicial: R$ 20.109,56
  • Final: R$ 26.127,94

Técnico do Banco Central

  • Inicial: R$ 6.851,13
  • Final:  R$ 11.771,99

A carga horária dos cargos é de 40 horas semanais

O que é o Banco Central e o que ele faz?

O Banco Central do Brasil é uma autarquia federal, vinculada ao Ministério da Fazenda, que tem por missão assegurar a estabilidade do poder de compra da moeda e um sistema financeiro sólido e eficiente.

Entre as principais atribuições do Banco Central destacam-se a condução das políticas monetária, cambial, de crédito e de relações financeiras com o exterior; a regulação e a supervisão do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e a administração do sistema de pagamentos e do meio circulante.

O Banco Central do Brasil atua também como Secretaria-Executiva do Conselho Monetário Nacional (CMN) e torna públicas as Resoluções do CMN.

Neste sentido, é útil analisar o organograma do Bacen, disponível no site da instituição:

Clique na imagem para ampliar

Organograma do Banco Central
Concurso Bacen: Organograma Bacen

São 8 Diretorias mais o Presidente. Ao ingressarem na instituição, em geral, os servidores são alocados em uma das oito diretorias, dependendo da área que escolheram no concurso.

Concurso Bacen: última edição

O último concurso do Banco Central foi realizado em 2013 e ofereceu 500 vagas nos cargos de técnico e analista. A organização foi feita pelo Cebraspe/Cespe.

Na ocasião, foram registrados 88.589 inscritos, uma concorrência de aproximadamente 117 candidatos por vaga.

Concurso Bacen: etapas do certame

As etapas do concurso estão dispostas na tabela abaixo:

Analista do Bacen:

1ª ETAPA:

  • (P1) Prova Objetiva Conhecimentos Básicos – 50 questões
  • (P2) Prova Objetiva Conhecimentos Específicos – 70 questões
  • (P3) Avaliação de títulos

2ª ETAPA:

  • Programa de Capacitação

Técnico do Bacen:

1ª ETAPA:

  • (P1) Prova Objetiva Conhecimentos Básicos – 60 questões
  • (P2) Prova Objetiva Conhecimentos Específicos – 60 questões
  • (P3) Avaliação de títulos

2ª ETAPA:

  • Programa de Capacitação

Provas

As provas objetivas foram compostas por 120 questões de língua portuguesa, língua inglesa, raciocínio lógico, direito constitucional, administrativo, sistema financeiro nacional e sistema de pagamentos brasileiro, economia e assuntos internacionais.

  • As provas objetivas para o cargo de Analista tiveram a duração de 3 horas e 30 minutos;
  • As provas discursivas para o cargo de Analista terão a duração de 4 horas;
  • As provas objetivas e as provas discursivas para o cargo de Técnico terão a duração de 4 horas e 30 minutos.

As provas ocorreram nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Belém, Fortaleza, Recife e Salvador.

Analisando os números do último concurso BACEN

Abaixo seguem gráficos sobre a pontuação dos aprovados e sobre a distribuição de matérias cobradas nas provas.

  • Área 1
Gráfico com distribuição de matérias e aprovados do concurso Bacen área 1
Concurso Bacen: Área 1

O primeiro colocado na Área 1 (Brasília) obteve 66% da nota total do certame (incluindo todas as fases). O último aprovado, na 44ª posição, somou 55% da pontuação total.

É interessante perceber que, neste cargo, as matérias de T.I. representaram mais de 50% da prova objetiva.

  • Área 2
Gráfico com distribuição de matérias e aprovados do concurso Bacen área 2
Concurso Bacen: Área 2

O primeiro colocado na Área 2 (Brasília) obteve 59% da nota total do certame (incluindo todas as fases). O último aprovado, na 39ª posição, somou 46% da pontuação total.

Novamente, o destaque na prova objetiva ficou por conta das matérias de T.I. que representaram mais de 50% da prova objetiva.

  • Área 3
Gráfico com distribuição de matérias e aprovados do concurso Bacen área 3
Concurso Bacen: Área 3

A Área 3 é uma das áreas fins do Bacen. Isto significa que os servidores que nela ingressam irão trabalhar com a elaboração, definição e execução das políticas econômicas praticadas pelo banco, em geral política monetária e cambial.

Geralmente é nesta área que ingressam os grandes nomes do Banco e, por isso, a área é tão valorizada e disputada.

Já de antemão é bom saber: não é necessário ter mestrado/doutorado em economia para ser aprovado nesta área.

Muito pelo contrário, pois os órgãos técnicos da administração pública federal, dentre eles o Bacen, muitas vezes preferem ingressantes sem “vícios” ou background muito extenso. A ideia é aprender a cultura do Banco e com ela se desenvolver.

O primeiro colocado fez 63,51% da prova, enquanto que o último classificado (94º) obteve 43,19%.

Outro aspecto interessante sobre a Área 3 é a distribuição de matérias, muito equilibrada. Dito de outra forma, TODAS as matérias importam.

Por exemplo, as matérias Sistema Financeiro, Operações Bancárias, Macro, Micro e Economia Brasileira representam 46% da prova objetiva.

  • Área 4
Gráfico com distribuição de matérias e aprovados do concurso Bacen área 4
Concurso Bacen: Área 4

A Área 4, outra área fim do Bacen, chama a atenção pela quantidade de aprovados: 196.

O primeiro colocado fez 67% da prova (uma nota bastante elevada) e o último classificado, 41%. Ou seja, a grande diferença entre o primeiro e o último classificado significa que cabem muitos candidatos entre os aprovados.

A matéria de destaque neste cargo certamente é Finanças.

  • Área 5
Gráfico com distribuição de matérias e aprovados do concurso Bacen área 5
Concurso Bacen: Área 5

A Área 5 apresentou 126 aprovados, que apresentaram notas entre 67% e 46%.

As matérias foram cobradas de forma equilibrada, sendo que os destaques são Português e Direito Administrativo.

  • Área 6
Gráfico com distribuição de matérias e aprovados do concurso Bacen área 6
Concurso Bacen: Área 6

E, por fim, a Área 6 contou com 200 aprovados, que apresentaram notas entre 76% e 60%. Esta Área foi, notoriamente, a que apresentou notas mais elevadas de aprovação dentre as demais.

E, como não poderia ser diferente, em virtude da natureza da especialidade do cargo, as matérias de Administração e Direito representaram 56% do total de pontos da prova objetiva.

Fique por dentro também dos principais concursos abertos e de todos os concursos que estão previstos para 2021.

CURSOS E ASSINATURAS

O Estratégia Concursos já possui cursos para o concurso BACEN. Confira:

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Assinatura Ilimitada

Assinatura Anual Ilimitada*

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

Sistema de Questões

Assinatura Ilimitada*

Estratégia Questões nasceu maior do que todos os concorrentes, com mais questões cadastradas e mais soluções por professores. Clique no link e aproveite os descontos e bônus imperdíveis!

Concursos Abertos

mais de 15 mil vagas

Concursos 2021

mais de 17 mil vagas

Ficha técnica concurso Bacen

►Informações do último concurso Bacen

Data: 2013
Vagas: 500
Cargos: Analista e Técnico
Banca: Cespe
Escolaridade: Nível médio e superior
EditalEdital Bacen 2013

OfícioOfício nº 110188/2018-MP

Posts Relacionados

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *