Artigo

Retomando os estudos para concursos públicos

Se você está retomando os estudos para concursos públicos em 2022, confira as dicas a seguir para se manter motivado e se organizar para essa nova fase, rumo a sua tão sonhada aprovação.

Um novo ano se inicia e com ele, novas metas e objetivos, inclusive o desejo de ser aprovado em um concurso público.

Os recomeços nunca são fáceis, principalmente depois de uma longa pausa. Essa dificuldade parece ainda mais assustadora quando o assunto é retomar os estudos para concursos públicos uma vez que você já esteve dentro do processo e sabe que estudar demanda renúncias, esforço, dedicação e organização.

Se você está lendo esse artigo, provavelmente em algum momento já esteve estudando para concursos e, por alguma razão, acabou deixando os estudos de lado por um tempo para dar lugar a outras prioridades, mas agora, se encontra tomado por essa vontade de conquistar seu cargo dos sonhos, sua independência financeira ou a estabilidade e tranquilidade que a carreira pública proporciona.

Partindo desse pressuposto, a seguir vamos dar algumas dicas para te motivar a seguir firme com esse objetivo e se organizar melhor nesse novo momento que se inicia.

Retomando os estudos para concursos públicos

1. Lembre-se do que te motiva

Seja qual for o motivo que te levou a dar um tempo nos estudos para concursos, não se sinta culpado pelas suas escolhas e por ter dado prioridade para outras demandas durante esse período.

Longa ou curta, essa pausa refletiu o momento de vida que você estava passando. Esse tempo e essa vivência, acompanhados de todos os aprendizados que a fase longe dos estudos te proporcionaram foi o que te trouxe ao momento atual.

Agora, mais maduro e mais certo dos seus objetivos, você tem a ferramenta necessária para o recomeço: vontade de mudança!

É comum que se pense “se eu tivesse continuado a estudar, já teria sido aprovado” ou “se eu não tivesse parado, já teria evoluído bastante e estaria mais perto do meu objetivo”, ou ainda “pedi muito tempo e agora diversas pessoas já passaram na minha frente na fila da aprovação”.

Não se deixe enganar por pensamentos desse tipo! A vida não segue um fluxo tão linear como planejamos e se assim o fosse, que graça teria? Seríamos como robôs, que nascem, crescem, conseguem o emprego dos sonhos, mas não tem nenhuma história para contar, nenhuma vivência fora dos livros para compartilhar. Somos humanos e devemos valorizar a nossa natureza e os percalços que aparecem no nosso caminho.

O fato de em algum momento você já ter iniciado os estudos para concurso e essa maior clareza sobre a vontade de voltar a estudar são muito mais importantes do que se você tivesse se mantido estudando, mas sem comprometimento. Entenda que se você parou de estudar por um tempo é porque aquela não era a melhor hora.

Você precisava passar pelos processos que passou para entender que esse não é o lugar que você quer permanecer.

Então, se você busca uma carreira dos sonhos, um bom salário para curtir e dar uma boa qualidade de vida a sua família, se está insatisfeito com seu trabalho atual ou está desempregado, se você busca a estabilidade do serviço público, ou qualquer que seja sua motivação,

é hora de escrever em letras garrafais na sua lista de objetivos para 2022 o lugar onde você se vê daqui a alguns anos e começar a construir seu futuro. Essa é a força motriz para seguir em frente.

2. Defina seus objetivos

Depois da pausa nos estudos, há algumas situações possíveis:

  1. Você quer retomar os estudos de onde parou, permanecendo com o mesmo objetivo;
  2. Você percebeu que a área que estudava não faz mais sentido e quer recomeçar com um outro objetivo;
  3. Você já conquistou uma posição dentro da iniciativa pública ou privada e quer dar um passo além.

Nessa retomada é importante ter uma meta bem definida, entender o nível de dificuldade do concurso ao qual você está se propondo a estudar, a amplitude da concorrência e a frequência de publicações de edital da área para estimar a quantidade de tempo e esforço que essa preparação vai demandar.

Além disso, é preciso compatibilizar essas informações com a sua realidade atual de tempo e disponibilidade para os estudos. Pode ser que algumas coisas tenham alterado em sua vida e agora você possua uma rotina diferente se comparado à última vez que esteve estudando.

Quando você é realista quanto ao nível de dedicação e ao tempo que você precisa para alcançar seu objetivo, você consegue fazer um plano de estudos a longo prazo e isso ajuda a se manter na cadência do processo.

Por isso, analise o lugar que você está e os passos necessários para percorrer o caminho até onde você quer chegar.

Visualize o que será necessário para essa jornada. Assim, fica mais fácil colocar o estudo como prioridade na sua rotina e não desistir no meio do caminho.

3. Não espere o momento perfeito para dar o primeiro passo

Muitas vezes nos vemos adiando o processo de retomada aos estudos para concursos, buscando as condições perfeitas para que isso aconteça. Adianto a você que esse momento perfeito nunca vai chegar.

“Começo na próxima semana”, “no próximo mês”, “depois das férias”, “depois que sair do emprego, “depois que mudar de casa”… Tudo parece um bom motivo para adiar o recomeço e se você não tomar cuidado, acabará perdendo de vista os reais motivos que te fazem querer voltar.

O mais difícil, porém, o mais importante é dar o primeiro passo. A partir do momento que você volta a ter contato com o material de estudos, você já começa a se reinserir no universo dos concursos e a partir daí as coisas voltam a fluir de maneira natural.

Mesmo que as condições atuais não sejam as ideais, nada impede que ao longo da jornada você vá adaptando seus estudos aos novos desafios e às novas realidades que forem surgindo.

Ademais, é normal que você demore um tempo para se organizar e voltar ao ritmo que estava antes da sua pausa, mas isso não deve ser motivo de ansiedade ou culpa, isso faz parte de todos os processos da nossa vida.

É o mesmo que acontece quando paramos de nos exercitar por um tempo. Nos primeiros dias a intensidade tem que ser mais leve, podemos sentir algumas dores, mas depois de algumas semanas nossa performance volta a ser como era antes e o corpo já começa a sentir os efeitos do exercício. Após alguns meses, tudo volta a ser como era antes e temos a capacidade de ultrapassar nosso desempenho anterior.

No começo pode ser que você se sinta frustrado por não lembrar de muitas coisas que já estudou, mas depois do período de adaptação, você vai perceber que recomeçar é muito mais fácil do que começar do zero.

Há uma vantagem em não estar vendo as matérias pela primeira vez: o conhecimento está guardado em algum lugar do seu cérebro e você consegue captar os conceitos e os conhecimentos com muito mais facilidade.

O seu desempenho pode ser menor no início, mas não desista. Depois de algum tempo seu corpo e mente vão se adaptar novamente ao ritmo de estudos e sua evolução será crescente. Por isso, dê o primeiro passo o quanto antes!

4. Organize seu material

A indecisão entre começar a estudar as matérias do zero ou retomar de onde parou é a que mais aflige na hora de retomar os estudos para concurso público. A resposta da estratégia a se seguir não é objetiva, pois é preciso fazer uma avaliação pessoal da situação.

Se a sua pausa foi muito longa e você sente que não lembra da maioria das coisas que havia estudado antes, talvez seja o caso de escolher um material atualizado e voltar a fazer a leitura do novo material do princípio.

Se esse for o seu caso, não se desespere. Uma vez que você já tem uma noção básica de algumas matérias e já passou pela experiência de estudar para concursos públicos, você vai evoluir muito mais rápido nos conteúdos se comparado à primeira vez que esteve em contato com eles.

Caso você tenha interrompido os estudos a menos tempo, é interessante continuar de onde parou, focando bastante em revisões e na resolução de questões para reavivar o conhecimento em sua memória.

A resolução de questões é uma ótima forma de filtrar os conteúdos que você está com mais dificuldade e avaliar se é necessário reler alguns pontos do seu material antigo.

À medida que for avançando nas matérias e realizando questões, sua evolução vai fluir tranquilamente.

Se algum material estiver desatualizado, pode ser necessária a leitura de um material ou uma legislação do zero, mas sempre de forma pontual. Essas brechas podem ser encontradas facilmente por meio da resolução de questões atualizadas.

5. Organize seu tempo e rotina

Uma etapa importante para esse retorno aos estudos é a verificação das suas horas líquidas diárias e semanais disponíveis para esse fim.

Você deve montar um cronograma de estudos exequível e condizente com sua realidade atual.

Quando você separa parte do seu dia para estudar, necessariamente a rotina fica mais apertada e muitas vezes será necessário de abdicar de algumas horas livres que possuía quando não estava estudando.

Ainda é possível equilibrar a rotina de estudos com suas horas de sono, com momentos de lazer, com hobbies e atividades físicas.

Não é necessário nem desejável que você corte dos seus dias e dos seus finais de semana todos os seus momentos de prazer. Entretanto, é preciso deixar sua rotina bem organizada e planejada para não se perder e acabar faltando horas do dia para estudar.

É importante planejar, inclusive, suas horas livres e momentos de descanso, uma vez que, sendo o estudo para concurso uma preparação a longo prazo, é necessária uma rotina saudável e viável, evitando a exaustão.

Ademais, você precisará de compreensão da sua família e amigos, pois a rotina de estudos é solitária e exige uma desaceleração nos encontros sociais e na frequência de contato, principalmente nas redes sociais. Por isso, converse com quem te cerca, peça apoio e explique o momento que passará daqui em diante, isso faz toda a diferença!

6. Confie no processo

O dia-a-dia de quem estuda para concursos pode ser frustrante tendo em vista que é uma jornada longa, individual e muito particular. Muitas vezes nos sentimos sozinhos e estagnados.

Tenha em mente que muito além do reconhecimento pela aprovação,

o estudo para concursos é uma atividade que enriquece as pessoas não apenas profissionalmente e intelectualmente, mas pessoalmente.

Isso porque, quem passa pela experiência de estudar para concursos entende o poder da organização, da dedicação e da persistência. Essa cadência nos proporciona uma visão do todo e nos faz acreditar que somos capazes de construir qualquer coisa e atingir qualquer objetivo que desejarmos.

Acredite que você está cada dia mais perto dos seus objetivos, lembre-se sempre de onde pretende chegar e, principalmente, entenda que conhecimento nunca é desperdiçado.

Tudo o que você estudou até hoje e o que vai estudar daqui para a frente te engrandecem, formam seu repertório intelectual e te amadurecem. Acredite: sua evolução é constante, gradual e ascendente!

Dito isso, confie no processo, aprenda a gostar do conhecimento que você está adquirindo todos os dias e quando você menos espera, estará maduro o suficiente para ser aprovado no concurso que desejar!

Bons estudos!

Agora que você já entendeu o que precisa para retomar os estudos para concurso público, dê o primeiro passo rumo a sua aprovação!

Um forte abraço,

Ana Luiza Tibúrcio.

Para mais dicas siga @estudatibs no Instagram.

Quer saber tudo sobre os concursos previstos?

Confira nossos artigos!

Concursos abertos

Concursos 2022

Assinatura de Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.