Artigo

Redação PCDF: análise do edital + tendências da banca + E-book (temas Cebraspe da área policial nos últimos 10 anos).

Olá, pessoal. Tudo bem?

Meu nome é Marcio Damasceno, sou professor dos Cursos de Discursivas do Estratégia Concursos. Atualmente, ocupo o cargo de Analista da carreira de Especialista do Banco Central do Brasil.

Como você já sabe, saiu o tão aguardado edital. Vamos fazer uma análise no que se refere à prova discursiva, parte essencial para sua aprovação.

No item 11.1 o edital prevê: “a prova discursiva valerá 30,00 pontos e consistirá da redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de temas da atualidade. “

Primeiro ponto: como a parte objetiva vale 120 pontos, 20% da sua nota sairá da prova discursiva (30/150). Assim, não resta nenhuma dúvida sobre a importância que você se saia bem na redação. Será, sem dúvidas, requisito fundamental para a sua provação.

Sua redação deve ter, no máximo, 30 linhas. O que passar disso, será ignorado pela sua banca.

Será um texto dissertativo e provavelmente argumentativo. Dessa forma, você deverá se posicionar acerca do tema apresentado por meio da sua tese. Contudo, é possível que algum dos tópicos questionadores (sua banca costuma apresentá-los em número de três) tenha natureza expositiva (exemplo: conceituar determinado instituto). Isso é relativamente comum na Cebraspe.

Segundo ponto: será uma REDAÇÃO de texto dissertativo, sobre atualidades. Dessa forma, não obstante as “idas e vindas” da fase pré-edital, você terá que fazer uma redação, a qual versará sobre os seguintes temas: “tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia, suas inter-relações e suas vinculações históricas.

Daí se pode concluir que qualquer assunto, específico ou genérico, sobre qualquer tema da atualidade (nacional ou internacional) pode ser cobrado de você. Isso reforça a necessidade de uma preparação holística, observando-se os diversos segmentos temáticos (exemplos: política, educação, meio ambiente). Saiba, contudo, que o histórico da banca indica ser mais provável a cobrança de temas ligados à área do cargo, no caso, segurança pública (veremos isso, em detalhes, mais adiante).

Prosseguindo: “11.2 A prova discursiva será avaliada e pontuada segundo os critérios estabelecidos no subitem 11.7 deste edital. […]

11.7.3 A prova discursiva avaliará o conteúdo (conhecimento do tema) a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa. O candidato deverá produzir, conforme o comando formulado pela banca examinadora, texto dissertativo, primando pela coerência e pela coesão.

11.7.3.1 A prova discursiva de cada candidato será submetida a duas avaliações: uma avaliação de conteúdo e uma avaliação do domínio da modalidade escrita da Língua Portuguesa.

Diante disso, observa-se que você será avaliado quanto ao conteúdo, estrutura e microestrutura (grafia, morfossintaxe e propriedade vocabular). Sendo a sua banca a Cebraspe, posso afirmar que a maioria esmagadora da sua nota será proveniente da parte de conteúdo. Isso reforça a necessidade de você aprimorar a sua capacidade critico-reflexiva sobre os problemas e fatos da sociedade, sobre as relações interpessoais na contemporaneidade, com a profundidade necessária para ir além do senso comum, daquilo que as pessoas, em geral, repetem sem nenhuma reflexão ou pesquisa sobre o assunto (tão comum nos dias atuais).

Trata-se de banca extremamente conteudista, provavelmente a mais, e que tem como regra reservar 95% da pontuação para conteúdo e 5% para apresentação (engloba a estrutura, paragrafação e translineação). Esse somatório, os 100%, constituirá 30,00 pontos, chamado pelo edital como nota de conteúdo (NC), referentes à: “apresentação e a estrutura textuais e o desenvolvimento do tema “.

A parte de microestrutura é descontada à parte, por meio da fórmula NPD = NC – 6 × NE ÷ TLi, onde:

  • NPD: nota na prova discursiva;
  • NE: número de erros;
  • TL: total de linhas.

Assim, quanto maior o número de linhas, menor o valor de cada erro. Se você domina bem o idioma, então é vantagem escrever algo próximo das 30 linhas.

Um ponto importante: para ser aprovado na prova discursiva, o candidato deve obter NPD ≥ 18,00 pontos. Dessa maneira, já descontados os erros de microestrutura, seu aproveitamento deve ser maior ou igual a 60%.

Outras observações:

  • A prova objetiva e a prova discursiva terão a duração de 4 horas e 30 minutos. FUNDAMENTAL:  simule exatamente as mesmas condições de prova (“treinamento difícil, combate fácil”).
  • Nunca é demais lembrar: o texto definitivo da prova discursiva deverá ser manuscrito, em letra legível, com caneta esferográfica de tinta PRETA fabricada em material transparente. Pessoal, caneta azul, azul caneta, não pode!
  • Atenção: ” a folha de texto definitivo da prova discursiva não poderá ser assinada, rubricada ou conter, em outro local que não o apropriado, qualquer palavra ou marca que identifique o candidato, sob pena de anulação da prova discursiva. Assim, a detecção de qualquer marca identificadora no espaço destinado à transcrição do texto definitivo acarretará a anulação da prova discursiva“.

Vamos agora olhar para o passado e ver o que aconteceu em concursos anteriores do Cespe/Cebraspe. O tema, exatamente da forma como foi cobrado, não irá se repetir, contudo essa análise pode nos revelar qual a área mais explorada pela banca na área policial.

Vejam a seguinte tabela, montada com base no que foi cobrado em provas de redação do Cespe/Cebraspe nos últimos 10 anos:

Dessa tabela, observa-se a predominância de temas ligados à segurança pública (violência, combate às drogas, entre outros) e ao papel desempenhado pelas diversas polícias. Portanto, olhe com carinho esses temas.

O nosso curso seguirá essa orientação, propondo temas clássicos da área de segurança pública, bem como os assuntos do momento, ligados a atualidades.

Por falar nisso, ele foi concebido a várias mãos. Contará com a minha presença, a do professor Carlos Roberto, a das professoras Janaína Arruda e Rafaela Freitas (correção). Maiores detalhes poderão ser encontrados na aula inicial dos nossos cursos.

Por fim, caso tenham interesse em conhecer os temas de discursivas do CESPE nos últimos 10 anos aplicados na Área Policial, disponibilizamos-lhes um E-BOOK especial que contribuirá com a preparação de vocês. Baixe o eBook AQUI.

Será um prazer tê-los como alunos nesta trajetória rumo ao sonhado cargo de escrivão da PC-DF. Esperamos vocês lá! Grande abraço!

Marcio Damasceno.

IG: profmarciodamasceno.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • Olá, Alessandra. O problema foi sanado. Bons estudos!
    Marcio Damasceno em 11/12/19 às 06:47
  • Oi, Aline. Acho que está certo agora. Bons estudos.
    Marcio Damasceno em 11/12/19 às 06:46
  • Olá, Glauco. O problema foi sanado. Bons estudos!
    Marcio Damasceno em 11/12/19 às 06:46
  • Não está baixando o Ebook está dando erro no cadastro do e-mail.
    Glauco em 08/12/19 às 19:43
  • Não consigo baixar o e-book. Está dando erro. Alguém pode me ajudar?
    Alessandra Oliveira em 08/12/19 às 11:16
  • Bom dia! Todas as vezes que tentamos baixar o ebook aparece email inexistente.
    Aline Leal em 08/12/19 às 09:23