Português UFPI Recurso
Décio Terror Filho

Português UFPI Recurso

Português UFPI Recurso – Olá, meus amigos!

Vamos comentar abaixo uma questão passível de recurso. É a prova de Assistente em Administração, UFPI, banca COPESE.

É a questão 10:

10. Conforme o acordo ortográfico vigente, assinale a justificativa CORRETA para a acentuação, respectivamente, das palavras “pés”, “cardíaco” e “oxigênio”.

(A) Monossílaba tônica terminada em “e(s)”, hiato tônico, paroxítona terminada em ditongo.

(B) Monossílaba tônica terminada em “e(s)”, ditongo tônico, paroxítona terminada em ditongo.

(C) Oxítona terminada em “e(s)”, hiato tônico, proparoxítona.

(D) Oxítona tônica, hiato tônico, paroxítona terminada em ditongo.

(E) Monossílaba tônica terminada em “e(s)”, hiato tônico, proparoxítona terminada em ditongo.

Comentário: A palavra “pés” é acentuada por ser um monossílabo tônico terminado em “e”, seguido de “s”. Assim, eliminamos as alternativas (C) e (D).

A palavra “car-dí-a-co” é acentuada por ser proparoxítona e toda proparoxítona é acentuada. É fato que “í” e “a” formam um hiato, mas a regra de acentuação de hiato só pode ocorrer quando a segunda vogal do hiato é tônica, como em “sa-ú-de”, “sa-í-da”.

Na palavra “car-dí-a-co”, a vogal tônica “i” é a primeira do hiato. Assim, só ocorre acento por ser proparoxítona.

Para reforçar isso, veja palavras em que há hiato com a primeira vogal tônica e sem acento:

i-ri-a; i-a; a-ca-ba-ri-a; con-su-mi-ri-a

Note que nessas palavras o hiato é formado por “i” tônico e depois “a” . Tais palavras não recebem acento, pois, apesar de haver hiato, é a primeira vogal que é tônica.

As palavras “car-dí-a-co”, “í-a-mos”, “pe-rí-o-do”, por exemplo, também apresentam hiato com a primeira vogal “i” tônica, mas neste caso há acento por serem proparoxítonas.

Assim, não há alternativa correta para o comando da questão, a qual deve ser anulada.

Espero ter ajudado, meus amigos!

Entrem com recurso, primeiro para que seja feita justiça e todos os candidatos ganhem o ponto da questão e para que se evite que outros alunos estudem por uma questão errada gramaticalmente.

Não deixe de ler nossos artigos anteriores.

Grande abraço!

Décio Terror

Posts Relacionados

Compartilhe:

Décio Terror Filho

Décio Terror Filho

Décio Terror Filho é formado em Letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora-MG. Professor concursado na área federal, com especialização na didática, no ensino a distância e na produção de texto. Atua no ensino da Língua Portuguesa para concurso público desde 2000. Tem vários artigos publicados em revistas direcionadas para concurso público, portais de ensino, além de seus dois livros: Resoluções de Provas de Português - banca ESAF  e Resoluções de Provas de Português + breve teoria - banca FCC, ambos lançados pela Editora Ímpetus.

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Estamos aqui para ajudar você!
x