Artigo

Leitura Dinâmica para Concursos Públicos – O que é e como utilizá-la?

Há várias técnicas de leitura dinâmica para concursos públicos. O concurseiro deve conhecer aquela que melhor tenha a ver com o seu estilo e adaptá-la. Desta forma, a melhor técnica é aquela que se adapta ao planejamento do concurseiro – eis a primeira dica. A seguir, vamos conhecer mais sobre a leitura dinâmica aplicada ao universo dos concursos públicos: o que é, quais as melhores, quando e como utilizá-la, quais as vantagens.

O que é leitura dinâmica para concursos públicos?

O processo de aprendizagem envolve ler, refletir, entender, captar e memorizar uma determinada informação. Em muitos casos, estas informações vêm escritas, em conteúdos complexos e extensos, como são as disciplinas de concursos públicos. Quando a demanda é grande e o tempo é curto, adota-se técnicas que acelerem o processo de leitura, que é o início de muitas preparações, fazendo com que o estudante leia mais e mais rapidamente.

Agora, as novas técnicas de leitura dinâmica para concursos públicos vêm utilizando princípios que vão além da leitura propriamente dita: é capaz de aprender mais, em menos tempo, de compreender e memorizar com mais eficiência.

No entanto, o processo de leitura dinâmica, como o nome já diz, parte da leitura. Os especialistas ao longo do tempo descobriram que o indivíduo não lê apenas palavra por palavra, ou sílaba por sílaba. Toda pessoa já tem uma capacidade de fazer uma leitura do mundo que o cerca. Logo, você já sabe ler, fixar informações e compreendê-las muito antes de aprender as palavras na escola. Isso é algo importante.

Ainda mais porque o cérebro humano não, em frente a grafismos, ou seja, letras e palavras escritas, não lê apenas item por item, linha por linha. Ele consegue usar recursos visuais mais amplos, referências que já possui e tipos diferentes de memória para compreender e fixar informações.

Possibilidades da leitura dinâmica

Saiba que uma pessoa em técnicas de leitura tradicionais consegue ler cerca de 300 palavras por minuto, o que significa ler 18.000 palavras por hora, ou ainda um livro de aproximadamente 60 páginas em pouco tempo.

Com as técnicas de leitura dinâmica, essa mesma pessoa poderia ler até 1.200 palavras por minuto, ou seja, 72.000 palavras por hora, o que equivale a um livro de 240 páginas no mesmo tempo.

Na leitura comum, o nível de retenção de informações médio é de 50%-60%. Já com a leitura dinâmica, o percentual sobre para 80%-90%.

Quando fazer a leitura dinâmica?

O momento mais apropriado para fazer leitura dinâmica é quando você tem um conteúdo muito extenso ou um conteúdo que ainda não leu previamente ou não compreendeu. No entanto, você pode usar técnicas de leitura dinâmica para concursos públicos sempre que quiser, em qualquer material. É o caso da revisão, em que você pode usar fichamentos, resumos, exercícios feitos e outros materiais. Sobre quando fazer revisões, veja mais informações neste vídeo:

A leitura dinâmica pode estar integrada em toda a sua rotina de estudo. Você pode transformá-la em um hábito. Quanto maior for a prática, mas potencializadora dos seus estudos ela será. Você pode começar com assuntos que você já domina e enfrentar assuntos mais complexos posteriormente. Assim, poderá aprender mais com o processo. Veja a seguir como criar o hábito de estudar todos os dias.

Dicas de leitura dinâmica

Restam-lhe algumas dicas sobre leitura dinâmica neste artigo:

  • Concentre-se! Se é para ler, desligue o celular e ache um lugar tranquilo para esta tarefa. Faça leituras por etapas, se precisar. Dê intervalos a cada 15 ou 20 minutos de leitura. A concentração é uma condição para a leitura dinâmica.
  • Faça uma breve visão do que será estudado. Assim, não terá surpresas sobre o assunto.
  • Concentre-se em um foco central da página que está lendo e amplie a sua visão.
  • Saiba que o cérebro compreende mesmo quando você pula letras ou sílabas – ou até mesmo palavras. O mesmo acontece quando há letras ou palavras fora de ordem. Na verdade, você está vendo e captando esta informação e ele usa a referência que já tem.
  • Cada assunto tem as suas peculiaridades. Você não aprende ou lê eles da mesma forma. O cérebro gosta de contrastes e isso ajuda a fixar informações. Ele faz comparações com os símbolos e imagens que já conhece. Considere isso em suas leituras.
  • Comece, como disse, com disciplinas que domina melhor e parta para as demais.
  • Há aplicativos que podem ajudá-lo a conduzir a sua leitura dinâmica.
  • Tenha paciência: você não virará um ás da leitura dinâmica da noite para o dia, mas em uma semana já verá grandes resultados.
  • A leitura dinâmica é como uma fotografia. Se antes você lia palavra por palavras, agora vai ler frase por frase, parágrafo por parágrafo.
  • Permita-se a todo momento ampliar o seu vocabulário. Isso vai otimizar a sua leitura dinâmica, pois o cérebro vai reconhecer o significado, sem limitações ou incompreensões. Para isso leia mais e assuntos diversos. Pesquise significado e transcreva-os se precisar.

Um abraço e bom estudos!!!

YOUTUBEhttps://www.youtube.com/channel/UCh-km30_BE0F0fuIaZW3Gjw

FACEBOOKhttps://www.facebook.com/coach.thiagocabral

INSTAGRAMhttps://www.instagram.com/coach.thiagocabral/

Quer ser meu coachee ou conhecer uma pouco mais a carreira de Auditor Fiscal? É só avisar a equipe do Estratégia quando fizer a matrícula! :)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • Fala Wanderson, blz? Da uma olhada no meu canal do Youtube onde dou dicas de preparação para provas de concurso público: https://www.youtube.com/channel/UCh-km30_BE0F0fuIaZW3Gjw Lá tenho pelo menos um vídeo sobre isso e se nao me engano, já tratei do tema em um artigo publicado aqui no site. Bons estudos!!
    Thiago Cabral em 10/04/19 às 17:29
  • Thiago , primeiramente boa noite , eu sinto dificuldades em fazer resumos pois tudo o que eu leio acho importante, qual seria a melhor forma de. Fazer um bom resumo ? Por favor , ajude _me se possível !!!
    Wanderson godois em 01/04/19 às 19:47