O que cai na prova de Inglês do ENEM
Ena Loiola

O que cai na prova de Inglês do ENEM

O que cai na prova de Inglês do ENEM? Confira as dicas!!

Olá pessoal, tudo bem?

Aproxima-se a data da prova do ENEM. Cuidado! Não deixe o Inglês para a última hora. Adquira o curso de Inglês para o ENEM 2019. O curso é composto de 08 aulas, o que inclui além de gramática, cerca de 150 questões comentadas detalhadamente para o ENEM e vários vídeos, incluindo a última prova do  ENEM. As aulas em pdf são administradas por mim, Ena Loiola, e as aulas em vídeo pelo prof. Marcelo Farias. Segue abaixo o link de acesso:

Curso  de Inglês para o ENEM

Para acessar o Curso de Inglês para o ENEM  e os outros cursos de Inglês, clique aqui. Para acessar o pacote com todas as disciplinas do ENEM clique aqui.

Ao se preparar para o ENEM os alunos se deparam com várias disciplinas e surgem muitas perguntas quanto à preparação. Uma delas é: O que cai na prova de Inglês do ENEM?

Para responder essa pergunta, vou compartilhar com vocês um resumo da análise que tenho feito das provas de Língua Inglesa para o ENEM. Esse estudo meticuloso já acontece naturalmente cada vez que preparo uma aula. Procuro refletir no conteúdo dos meus cursos toda minha experiência que tenho adquirido com resolução de provas do ENEM bem como de vários outros concursos. E é com muita propriedade que trago para vocês todas as informações que seguem, pois conheço muito bem a “personalidade” dos elaboradores da prova do ENEM. Tenho ministrado muitos cursos além do ENEM aqui no Estratégia. Mas, nesse artigo trago um raio X específico das provas de Inglês para o ENEM.

Além disso, conheço também o outro lado, que é o perfil dos candidatos, conheço suas ansiedades, dúvidas, erros e acertos. Meu intuito é que façam uma autoanálise e reconheçam a necessidade de se preparar com antecedência não apenas nas outras disciplinas, mas também na Língua Inglesa.

O que esperar da prova de Inglês para o ENEM?

A prova é composta de 5 questões com temas variados. A grande maioria das questões é pura interpretação de texto, o que exige do candidato uma boa bagagem de vocabulário e conhecimento da cultura americana. Alguns dos assuntos que mais têm sido abordados são: textos cômicos em forma de cartoons, Tecnologia da Informação, Direitos Humanos, diversidade cultural, aquecimento global, instrumentos de comunicação (campanhas publicitárias e avisos), línguas, poemas, músicas, pesquisas e projetos, inovações na área da saúde e feitos de pessoas famosas.

Os textos têm um vocabulário de intermediário para avançado com o uso inclusive de expressões idiomáticas e linguagem informal, o que exige muito treino e conhecer os macetes para ganhar tempo na resolução das questões. Embora existam aquelas palavras que sempre se repetem, obviamente em toda prova surgem palavras novas, desconhecidas para o candidato, tendo em vista que o vocabulário de um idioma é algo bem abrangente e a elaboradora as escolhe de propósito.

Como são formuladas as questões para a prova de Inglês do ENEM?

Além das últimas provas do ENEM, analisei também provas de vários outros concursos semelhantes como a FUVEST, UEL, UEMA, etc. Ao analisar as questões para fazer esse resumo analítico observei que o ENEM explora um pouco de tudo na distribuição dos assuntos nas questões. A maioria das questões são de interpretação de texto, o que inclui além de textos tradicionais também letras de músicas e poemas, e instrumentos de comunicação. As outras questões foram assim: cerca de 15% com figuras e 12% em forma de tirinhas ou cartoons.

Em geral a prova abrange os seguintes assuntos: Verbos Modais, Graus de Adjetivo, Verbos Frasais, sinônimos e antônimos, Classes de palavras, Tempos verbais, pronomes, prefixos e conectivos diversos. Ao preparar-se para a prova, também sugiro que procure ler assuntos atuais, aqueles que estão em manchete. Se não conseguir ainda ler em Inglês vá lendo em Português mesmo, pois os cognatos verdadeiros vão te ajudar a entender o texto. Cognatos? O que é isso? Veja aqui na minha aula demonstrativa e você entenderá.

Mas e se você é “zerado” em inglês? (como vocês mesmos dizem) o que fazer se a única coisa que você sabe em Inglês é I love you? Bem, esse é o momento de começar a estudar, e o curso de inglês do ENEM  é ideal para você. Por que? O curso traz questões não apenas do ENEM mas de outras provas semelhantes acompanhadas com muitos vídeos, as questões são em Português, apenas o texto é em Inglês. Por isso, as  aulas vão te ajudar a assimilar vocabulário sem sofrimento. Não se atravessa um abismo com um pulo, certo? Depois de estudar a teoria e treinar bastante com questões diversas, você estará preparado para fazer com segurança a prova de Inglês do ENEM. Um boa dica para iniciantes é fazer um glossário pessoal. Essa dica tem ajudado minha gente.

Mas se o teu conhecimento é avançado? Então nesse caso você não precisa estudar a teoria da aula, basta treinar as questões para conhecer o vocabulário específico e as pegadinhas da prova do ENEM. O treinamento com questões e traduções de texto também vai te ajudar a discernir o significado daquelas palavras que não são familiares para você. Não tenha receio de adquirir o curso agora. O importante é você começar estudar com antecedência.

Seguem abaixo algumas questões comentadas de provas do ENEM  e mais abaixo um texto de leitura para treinamento de vocabulário e dicas de estudo.

COMO ESTUDAR INGLÊS

(ENEM 2017)

Israel Travel Guide

Israel has always been a standout destination. From the days of prophets to the modern day nomad this tiny slice of land on the eastern Mediteranean has long attracted visitors. While some arrive in the ‘Holy Land’ on a spiritual quest, many others are on cultural tours, beach holidays and eco-tourism trips. Weeding through Israel’s convoluted history is both exhilarating and exhausting. There are crumbling temples, ruined cities, abandoned forts and hundreds of places associated with the Bible. And while a sense of adventure is required, most sites are safe and easily accessible. Most of all, Israel is about its incredibly diverse population. Jews come from all over the world to live here, while about 20% of the population is Muslim. Politics are hard to get away from in Israel as everyone has an opinion on how to move the country forward — with a ready ear you’re sure to hear opinions from every side of the political spectrum.

Disponível em: www.worldtravelguide.net. Acesso em: 15 jun. 2012.

Antes de viajar, turistas geralmente buscam informações sobre o local para onde pretendem ir. O trecho do guia de viagens de Israel

A descreve a história desse local para que turistas valorizem seus costumes milenares.

O guia não traz essa descrição menciona na opção. Errada.

B informa hábitos religiosos para auxiliar turistas a entenderem as diferenças culturais.

O guia apenas menciona que existem diferentes religiões. Mas, não informa seus hábitos. Errada.

C divulga os principais pontos turísticos para ajudar turistas a planejarem sua viagem.

Dica: Numa questão como essa, a banca quer saber qual o objetivo principal do texto. Procure a opção que descreve de modo abrangente o que o texto quer dizer. Embora o guia mencione pontos turísticos, esse não é objetivo em geral que seu conteúdo deseja atingir. Errada.

D recomenda medidas de segurança para alertar turistas sobre possíveis riscos locais.

Pelo contrário, o texto diz que a maioria dos lugares são seguros e acessíveis. Errada.

E  apresenta aspectos gerais da cultura do país para continuar a atrair turistas estrangeiros.

Israel has always been a standout destination.

Israel tem sempre sido um destino em destaque.

standout = em destaque, tem um diferencial diante da concorrência.

Dica: Numa questão como essa, não precisa você ler o texto todo. Para ganhar tempo, observe a primeira linha do texto acima. É dito que Israel é um destino que se destaca. Por que é dito isso? Para atrair turistas!! O texto menciona que o país é um destino bem procurado o que inclui o turismo religioso, lazer e eco-turismo. O texto diz também que a maioria dos lugares são seguros e acessíveis. Está claro que o trecho apresenta aspectos gerais da cultura do país para atrair mais estrangeiros.Essa é a opção correta.

GABARITO: E

“Pegando o gancho” dessa questão, afirmo com convicção que o curso de Inglês para o ENEM que ministro stand out !! É o melhor que você pode encontrar, pois nosso foco é o seu sucesso !!

Translation

Israel Travel Guide

Israel has always been a standout destination. From the days of prophets to the modern day nomad this tiny slice of land on the eastern Mediteranean has long attracted visitors. While some arrive in the ‘Holy Land’ on a spiritual quest, many others are on cultural tours, beach holidays and eco-tourism trips. Weeding through Israel’s convoluted history is both exhilarating and exhausting.

Israel sempre foi um destino em destaque. Desde os dias dos profetas até o moderno nômade, essa pequena fatia de terra no Mediterrâneo oriental tem atraído visitantes. Enquanto alguns chegam na “Terra Santa” em uma missão espiritual, muitos outros estão em passeios culturais, férias na praia e viagens ecológicas. A desolação através da história complicada de Israel é emocionante e exaustiva.

There are crumbling temples, ruined cities, abandoned forts and hundreds of places associated with the Bible. And while a sense of adventure is required, most sites are safe and easily accessible. Most of all, Israel is about its incredibly diverse population. Jews come from all over the world to live here, while about 20% of the population is Muslim. Politics are hard to get away from in Israel as everyone has an opinion on how to move the country forward — with a ready ear you’re sure to hear opinions from every side of the political spectrum.
Disponível em: www.worldtravelguide.net. Acesso em: 15 jun. 2012.

Há templos desmoronados, cidades arruinadas, fortes abandonados e centenas de lugares associados à Bíblia. E embora uma sensação de aventura é necessária, a maioria dos lugares são seguros e facilmente acessíveis. Sobretudo, Israel é uma população incrivelmente diversa. Os judeus vêm de todo o mundo para viver aqui, enquanto cerca de 20% da população é muçulmana. É difícil se fugir da política em Israel, pois todos têm uma opinião sobre como ajudar o país a progredir – com um ouvido pronto você com certeza vai ouvir opiniões de todos os lados do espectro político.
Disponível em: www.worldtravelguide.net. Acesso em: 15 jun. 2012.

ENEM 2017 PPL

 Synopsis

Filmed over nearly three years, WASTE LAND follows renowned artist Vik Muniz as he journeys from his home base in Brooklyn to his native Brazil and the world’s largest garbage dump Jardim Gramacho, located on the outskirts of Rio de Janeiro.

There he photographs an eclectic band of “catadores” – self-designated pickers of recyclable materials.  Muniz’s initial objective was to “paint” the catadores with garbage. However, his collaboration with these inspiring characters as they recreate photographic images of themselves out of garbage reveals both the dignity and despair of the catadores as they begin to re-imagine their lives.

Director Lucy Walker (DEVIL’S PLAYGROUND, BLINDSIGHT, and COUNTDOWN TO ZERO) and co-directors João Jardim and Karen Harley have great access to the entire process and, in the end, offer stirring evidence of the transformative power of art and the alchemy of the human spirit.

Disponível em: www.wastelandmovie.com. Acesso em: 2 dez. 2012.

Vik Muniz é um artista plástico brasileiro radicado emWaste Land, produzido por ele em 2010, recebeu vários prêmios e

A sua filmagem aconteceu no curto tempo de três meses.

B seus personagens foram interpretados por atores do 
Brooklyn.

C seu cenário foi um aterro sanitário na periferia carioca.

D seus atores fotografaram os lugares onde moram.

E seus diretores já pensam na continuidade desse trabalho.

Comentários:

Vik Muniz é um artista plástico brasileiro radicado emWaste Land, produzido por ele em 2010, recebeu vários prêmios e

A sua filmagem aconteceu no curto tempo de três meses.

Sua filmagem foi feita ao longo de quase três anos. Errada.

B seus personagens foram interpretados por atores do 
Brooklyn.

Seus personagens são os catadores de materiais recicláveis no lixo. Errada.

C seu cenário foi um aterro sanitário na periferia carioca.

Filmed over nearly three years, WASTE LAND follows renowned artist Vik Muniz as he journeys from his home base in Brooklyn to his native Brazil and the world’s largest garbage dumpJardim Gramacho, located on the outskirts of Rio de Janeiro.

Filmado ao longo de quase três anos, Waste Land segue o renomado artista Vik Muniz enquanto ele viaja de sua base no Brooklyn à sua terra natal, Brasil e maior depósito de lixo/aterro sanitáriodo mundo, Jardim Gramacho, localizado na periferia do Rio de Janeiro.

O parágrafo do texto acima deixa bem claro que essa é a opção correta.

D seus atores fotografaram os lugares onde moram.

O texto diz que os atores recriam imagens fotográficas deles mesmos fora do lixo. Essas imagens são em sentido figurado, significa que eles re-imaginam suas vidas, não é em sentido literal. Quem os fotografa é o artista Vik Muniz. Errada.

E seus diretores já pensam na continuidade desse trabalho.

O texto não diz que se pensa na continuidade do trabalho. Errada.

GABARITO: C

 

Translation

Synopsis

Sinopse

Filmed over nearly three years, WASTE LAND follows renowned artist Vik Muniz as he journeys from his home base in Brooklyn to his native Brazil and the world’s largest garbage dump Jardim Gramacho, located on the outskirts of Rio de Janeiro.

Filmado ao longo de quase três anos, Waste Land segue o renomado artista Vik Muniz enquanto ele viaja de sua base no Brooklyn à sua terra natal, Brasil e maior depósito de lixo do mundo, Jardim Gramacho, localizado na periferia do Rio de Janeiro.

There he photographs an eclectic band of “catadores” – self-designated pickers of recyclable materials.  Muniz’s initial objective was to “paint” the catadores with garbage. However, his collaboration with these inspiring characters as they recreate photographic images of themselves out of garbage reveals both the dignity and despair of the catadores as they begin to re-imagine their lives.

Lá, ele fotografa um grupo eclético de »catadores« auto-designados catadores de materiais recicláveis. O objetivo inicial de Muniz era “pintar” os catadores com lixo. No entanto, sua colaboração com esses personagens inspiradores, enquanto eles recriam imagens fotográficas deles mesmos fora do lixo, revelam tanto a dignidade quanto o desespero dos catadores quando começam a re-imaginar suas vidas.

Director Lucy Walker (DEVIL’S PLAYGROUND, BLINDSIGHT, and COUNTDOWN TO ZERO) and co-directors João Jardim and Karen Harley have great access to the entire process and, in the end, offer stirring evidence of the transformative power of art and the alchemy of the human spirit.

Disponível em: www.wastelandmovie.com. Acesso em: 2 dez. 2012.

A diretora Lucy Walker (PARQUINHO DO DIABO, CEGUEIRA e CONTAGEM REGRESSIVA AO ZERO) e os co-diretores João Jardim e Karen Harley tem um ótimo acesso a todo o processo e, no final, oferece provas empolgantes do poder transformador da arte e da alquimia do espírito humano.

Disponível em: www.wastelandmovie.com. Acesso em: 2 dez. 2012.

(ENEM 2016)

Ebony and ivory

Ebony and ivory live together in perfect harmony

Side by side on my piano keyboard, oh Lord, why don’t we? We all know that people are the same wherever we go There is good and bad in ev’ryone,

We learn to live, we learn to give

Each other what we need to survive together alive

McCARTNEY, P. Disponível em: www.paulmccartney.com. Acesso em: 30 maio 2016.

Em diferentes épocas e lugares, compositores têm utilizado seu espaço de produção musical para expressar e problematizar perspectivas de mundo. Paul McCartney, na letra dessa canção, defende

A o aprendizado compartilhado.

B a necessidade de donativos.

C as manifestações culturais.

D o bem em relação ao mal.

E o respeito étnico.

Comentários:

Em diferentes épocas e lugares, compositores têm utilizado seu espaço de produção musical para expressar e problematizar perspectivas de mundo. Paul McCartney, na letra dessa canção, defende

A o aprendizado compartilhado.

Não se trata de compartilhar o aprendizado, essa não é a mensagem passada na letra da canção do referido cantor. Não há nenhuma forte evidência na letra que indique isso. Errada.

B a necessidade de donativos.

Quando o cantor menciona no final da letra, a necessidade de sobrevivermos juntos vivos, ele não está insinuando a  falta de suprimentos ou abrigo. Portanto, não tem nada a ver com se ter que fazer donativos. Errada.

C as manifestações culturais.

A cultura não depende de cor. Não há nada na letra que indique que o cantor está defendendo manifestações culturais. Errada.

D o bem em relação ao mal.

Embora na letra da música seja mencionado o bem e o mal, essa não é a defesa de Paul McCartney na letra de sua canção. Errada.

E o respeito étnico.

A música de Paul Macartney tem como título Ebony (Ébano = madeira de cor Preta) and Ivory (Presa de Elefante que é de cor Marfim). Ele faz alusão às raças de brancos e negros e compara com o teclado de seu piano que é preto e branco e funcionam para produzir harmonia musical. Da mesma que o teclado do piano, ele deseja que pessoas de diferentes cor de pele (os negros e brancos) vivam em harmonia. Portanto, na letra da música  destaca etnia, o respeito étnico. Essa é a opção correta.

GABARITO: E

 

Translation:

Ebony and Ivory

Ébano e Marfim

Ebony and Ivory live together in perfect harmony

O Ébano e o Marfim vivem juntos em perfeita harmonia

Side by side on my piano keyboard, oh Lord, why don’t we? We all know that people are the same wherever we go There is good and bad in ev’ryone,

Lado a lado no teclado do meu piano, oh Senhor, por que não fazemos isso? Todos sabemos que as pessoas são as mesmas onde quer que vamos há o bom e o mau em cada um.

We learn to live, we learn to give

Each other what we need to survive together alive

McCARTNEY, P. Disponível em: www.paulmccartney.com. Acesso em: 30 maio 2016.

 

Aprendemos a viver, aprendemos a dar

Um ao outro o que precisamos para sobreviver juntos vivos

McCARTNEY, P. Disponível em: www.paulmccartney.com. Acesso em: 30 de maio de 2016.

 

Segue abaixo dois textos atuais para sua preparação para a prova do ENEM. Aproveite para incrementar seu vocabulário.

Texto 1

A new milestone in laboratory grown human brain tissue

Researchers generate missing cell type in brain ‘organoids’

A cutting-edge laboratory technique that turns human stem cells into brain-like tissue now recapitulates human brain development more accurately than ever, according to a new study from Case Western Reserve University School of Medicine. The study, published in Nature Methods, demonstrates how to grow brain “organoids” — self-organizing mini spheres that now contain all the major cell types found in the human cerebral cortex — in laboratory dishes.

Since its debut, so-called organoid technology has revolutionized researchers’ ability to generate and study human tissue in the laboratory. But when it comes to the brain, the models were not entirely complete. This new study provides a missing link.

“We have taken the organoid system and added the third major cell type in the central nervous system — oligodendrocytes — and now have a more accurate representation of cellular interactions that occur during human brain development,” said Paul Tesar, PhD, the Dr. Donald and Ruth Weber Goodman Professor of Innovative Therapeutics and associate professor of genetics and genome sciences at Case Western Reserve University School of Medicine.

https://www.sciencedaily.com/releases/2018/07/180726085730.htm

Translation

A new milestone in laboratory grown human brain tissue

Um novo marco no tecido do cérebro humano desenvolvido em laboratório

Researchers generate missing cell type in brain ‘organoids’

Pesquisadores geram tipo de célula ausente em ‘organoides’ cerebrais

A cutting-edge laboratory technique that turns human stem cells into brain-like tissue now recapitulates human brain development more accurately than ever, according to a new study from Case Western Reserve University School of Medicine. The study, published in Nature Methods, demonstrates how to grow brain “organoids” — self-organizing mini spheres that now contain all the major cell types found in the human cerebral cortex — in laboratory dishes.

Uma inovadora técnica de laboratório  que transforma células-tronco humanas em tecido semelhante ao cérebro agora resume o desenvolvimento do cérebro humano com mais precisão do que nunca, de acordo com um novo estudo da Escola de Medicina da Universidade Case Western Reserve. A pesquisa, publicada na NatureMethods, demonstra como desenvolver “organoides” cerebrais – mini-esferas auto-organizadas que agora contêm todos os principais tipos celulares encontrados no córtex cerebral humano – em  laboratório.

Since its debut, so-called organoid technology has revolutionized researchers’ ability to generate and study human tissue in the laboratory. But when it comes to the brain, the models were not entirely complete. This new study provides a missing link.

Desde sua estréia, a chamada tecnologia organoide revolucionou a capacidade dos pesquisadores de gerar e estudar tecidos humanos em laboratório. Mas quando se trata do cérebro, os modelos não estavam totalmente completos. Este novo estudo fornece um elo perdido.

“We have taken the organoid system and added the third major cell type in the central nervous system — oligodendrocytes — and now have a more accurate representation of cellular interactions that occur during human brain development,” said Paul Tesar, PhD, the Dr. Donald and Ruth Weber Goodman Professor of Innovative Therapeutics and associate professor of genetics and genome sciences at Case Western Reserve University School of Medicine.

https://www.sciencedaily.com/releases/2018/07/180726085730.htm

“Nós pegamos o sistema organoide e adicionamos o terceiro maior tipo de célula no sistema nervoso central – oligodendrócitos – e agora temos uma representação mais precisa das interações celulares que ocorrem durante o desenvolvimento do cérebro humano”, disse Paul Tesar, PhD, Professor de Terapia Inovadora do Dr. Donald e Ruth Weber Goodman e professor associado de genética e ciências genômicas na Faculdade de Medicina da Universidade Case Western Reserve.

Texto 2

A New Set of Vibrant Murals Is Brightening Up the World Trade Center

A group of street artists is transforming the World Trade Center with eye-catching, fun, and uplifting murals

Manhattan’s financial district isn’t widely known for being particularly beautiful—many parts of it remain a messy construction site—but it’s getting a bit brighter thanks to a new crop of vibrant murals at the World Trade Center. Organized by Silverstein Properties in partnership with the Port Authority of New York and New Jersey, the mural project is an interpretation of sorts of a similar venture by Silverstein a few years back, where they invited street artists to take over an office floor at 4 World Trade. “It was a private office space, so unfortunately we couldn’t bring the public up to see the work. But these are street artists, and their work deserves to be seen by as many people as possible,” said Doug Smith, owner of World Trade Gallery and curator of the mural project.

To brighten up the space, Smith called upon artists Todd Gray, Hektad, BoogieRez, Stickymonger, and husband-and-wife duo Chinon Maria and Sebastian Mitre to leave their mark on the World Trade Center’s campus . Three World Trade Center opens next week, and in anticipation, Silverstein Properties realized that the large metal structure that houses the building’s cooling and operating equipment was something of an eyesore, but also, an opportunity. Soon, the artists from around the world were laying down tarp, climbing aboard scissor lifts, and splashing the structure with color and personality.

On any given day, take a walk around the World Trade Center’s campus and you are destined to hear a symphony of languages and dialects from around the world. It’s an iconic location, perhaps poignantly, that is visited by throngs of tourists every day who come to pay tribute to those who lost their lives on 9/11, so there is a major opportunity, not only for the artists, but for the memorial as well. “The vibe that I’m getting from all of the executives I’m meeting is that there’s a desire for this place not to be so mournful. They want it to be like a phoenix rising of some sort,” said artist Todd Gray during a break from painting on a recent sunny day. His mural pays homage to such Pop Art icons as Andy Warhol and Roy Lichtenstein, modeled off of one of his recent sculptures. “I’m out here every day in pure gratitude. It’s a fabulous opportunity and an extraordinarily humbling experience,” he said.

https://www.architecturaldigest.com/story/world-trade-center-murals

Tradução

A New Set of Vibrant Murals Is Brightening Up the World Trade Center

Um Novo Conjunto de Murais Vibrantes está Iluminando o World Trade Center

A group of street artists is transforming the World Trade Center with eye-catching, fun, and uplifting murals

Um grupo de artistas de rua está transformando o World Trade Center com murais chamativos, divertidos e revigorantes

O distrito financeiro de Manhattan não é amplamente conhecido por ser particularmente bonito – muitas partes dele continuam sendo um local de construção confuso – mas está ficando um pouco mais brilhante graças a uma nova safra de murais vibrantes no World Trade Center. Organizado pela Silverstein Properties em parceria com a Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey, o projeto mural é uma espécie de interpretação de um empreendimento semelhante de Silverstein há alguns anos, onde eles convidaram artistas de rua para assumir um escritório no  World Trade. “Era um espaço de escritório privado, então infelizmente não pudemos trazer o público para ver o trabalho. Mas estes são artistas de rua, e seu trabalho merece ser visto pelo maior número possível de pessoas”, disse Doug Smith, proprietário da Galeria do World Trade  e curador do projeto mural.

To brighten up the space, Smith called upon artists Todd Gray, Hektad, BoogieRez, Stickymonger, and husband-and-wife duo Chinon Maria and Sebastian Mitre to leave their mark on the World Trade Center’s campus . Three World Trade Center opens next week, and in anticipation, Silverstein Properties realized that the large metal structure that houses the building’s cooling and operating equipment was something of an eyesore, but also, an opportunity. Soon, the artists from around the world were laying down tarp, climbing aboard scissor lifts, and splashing the structure with color and personality.

Para alegrar o espaço, Smith convocou os artistas Todd Gray, Hektad, BoogieRez, Stickymonger e o marido e mulher Chinon Maria e Sebastian Mitre para deixarem sua marca no campus do World Trade Center. O Three World Trade Center abre na próxima semana e, em antecipação, a Silverstein Properties percebeu que a grande estrutura de metal que abriga o equipamento de resfriamento e operação do edifício era uma espécie de monstruosidade, mas também uma oportunidade. Logo, os artistas de todo o mundo estavam colocando lona, ​​subindo em elevadores de tesoura e espirrando a estrutura com cor e personalidade.

On any given day, take a walk around the World Trade Center’s campus and you are destined to hear a symphony of languages and dialects from around the world. It’s an iconic location, perhaps poignantly, that is visited by throngs of tourists every day who come to pay tribute to those who lost their lives on 9/11, so there is a major opportunity, not only for the artists, but for the memorial as well. “The vibe that I’m getting from all of the executives I’m meeting is that there’s a desire for this place not to be so mournful. They want it to be like a phoenix rising of some sort,” said artist Todd Gray during a break from painting on a recent sunny day. His mural pays homage to such Pop Art icons as Andy Warhol and Roy Lichtenstein, modeled off of one of his recent sculptures. “I’m out here every day in pure gratitude. It’s a fabulous opportunity and an extraordinarily humbling experience,” he said.

https://www.architecturaldigest.com/story/world-trade-center-murals

Em qualquer dia, dê uma volta pelo campus do World Trade Center e você ouvirá uma sinfonia de idiomas e dialetos de todo o mundo. É uma localidade icônica, talvez pungente, que é visitada diariamente por multidões de turistas que vêm prestar homenagem àqueles que perderam suas vidas no 11 de setembro, então há uma grande oportunidade, não apenas para os artistas, mas também para o memorial também. “A vibração que estou recebendo de todos os executivos que estou encontrando é que há um desejo de que esse lugar não seja tão triste. Eles querem que seja como algum tipo de fênix que surge”, disse o artista Todd Gray durante uma pausa da pintura em um dia ensolarado recente. Seu mural é uma homenagem a ícones da arte pop como Andy Warhol e Roy Lichtenstein, inspirados em uma de suas esculturas recentes. “Estou aqui todos os dias em pura gratidão. É uma oportunidade fabulosa e uma experiência extraordinariamente altruísta”, disse ele.

https://www.architecturaldigest.com/story/world-trade-center-murals

Todas as teorias gramaticais que mencionei e ainda outras são abrangidas no curso de Inglês para o ENEM, bem como todas as questões que analisei comentadas detalhadamente opção por opção.. Muito mais do que tudo que mencionei aqui em termos de conteúdo e dicas você encontra nos meus cursos citados. Agora você já está bem orientado(a) e encorajado(a), é só adquirir o curso e começar a estudar !! Qualquer pergunta ou sugestão, ou se você quiser expressar o que achou do artigo, é só deixar um comentário abaixo.

Conte comigo sempre !

Profa. Ena Loiola

Posts Relacionados

Compartilhe:

Ena Loiola

Ena Loiola

Cursos Superiores: Creative Writing English course - Sinclair College - Ohio - EUA Advanced English course - Sinclair College - OH - EUA Classificada por duas vezes (GPA 4.0)  na US Dean's Honor List (Lista de Honra Acadêmica Americana) do Sinclair College - Ohio - EUA English Composition Course I e II - Sinclair College  -OH - EUA Technology Training - Cengage - Massachusetts - EUA Graduada  em Geografia Bacharelado UECE Outros: Formada em Língua Inglesa Cultura Britânica UFC. Como servidora pública, foi funcionária municipal  e federal em Fortaleza (CE). Foi professora em cursos presenciais de Língua Inglesa e pré-vestibular (CE) e (RO). Foi professora de Inglês nos cursos online EuVouPassar e TEC Concursos. Foi tradutora de textos para o curso Superprovas.      

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Estamos aqui para ajudar você!
x