0

ENEM 2020: conheça tudo sobre o Exame!

Está estudando para o Exame Nacional do Ensino Médio? Então confira as informações que o Estratégia Concursos separou para você! Confira detalhes sobre a prova, a Redação, as edições anteriores e sobre o Enem Digital.

O que é o ENEM?

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) foi criado em 1998 como o primeiro dispositivo de avaliação do ensino no país, cujo principal objetivo era avaliar, anualmente, a qualidade e o nível de aprendizado dos alunos no Ensino Médio. Os resultados, então, seriam utilizados como base para a implementação de políticas públicas de melhoria do ensino brasileiro.

O Enem é aplicado em todo o Brasil e qualquer pessoa pode participar, já que não existem restrições de idade, sexo ou nacionalidade.

Diferente dos vestibulares, o Enem não é um seletivo para uma universidade específica. O Exame atribui notas de acordo com o desempenho dos participantes e esses resultados podem ser utilizados por outros programas e instituições de ensino superior como critério de seleção.

Os três programas principais do Brasil que utilizam a nota to Enem são o Sisu, o Prouni e o Fies. Você pode conhecer mais sobre eles no blog do Estratégia Vestibulares.

Enem 2020 – Principais datas

Inscrições: 11 a 27 de maio de 2020
Isenções: 6 a 17 de abril e 11 a 27 de maio de 2020
Pagamento da taxa de inscrição: 11 de maio a 10 de junho de 2020
Enem Impresso: 17 e 24 de janeiro de 2021
Enem Digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021
Reaplicação das provas: 23 e 24 de fevereiro de 2021
Resultado final: 29 de março de 2021

O Enem 2020 ainda está em andamento. Nos dias 23 e 24 de fevereiro, será feita a reaplicação tanto para candidatos do Enem Impresso, quanto para do Enem Digital que não puderam realizar a prova por problemas logísticos ou por presentar sintomas de doenças infecciosas.

As solicitações só podem ser feitas entre 8 e 12 de fevereiro.

Enem 2020

Inicialmente previsto para o início de novembro de 2020, como ocorre em todos os anos, a primeira versão do Edital Enem 2020 sofreu várias alterações em razão da pandemia de coronavírus (Covid-19) no país. Por isso, após muita pressão do Congresso, das Instituições de Ensino Superior e dos candidatos o MEC decidiu adiar a aplicação do Enem.

Detalhes sobre o Edital e sobre as normas de segurança sanitária nos locais de prova podem ser encontrados no artigo do Estratégia Vestibulares sobre o Enem 2020!

Principais Novidades sobre o Enem 2020

Umas das principais novidades sobre o Enem 2020 foi a aplicação da versão Digital da avaliação. A previsão é de que o Enem seja totalmente aplicado nesse formato até 2026.

No entanto, o Enem 2020 também foi a edição do Exame com a maior taxa de abstenção. Um dos motivos foi a pandemia de Covid-19. Tanto no Enem Impresso quanto no Enem Digital, mais da metade dos candidatos inscritos faltaram no dia da prova. Alguns lugares, como o Amazonas, chegaram a proibir a aplicação do Exame.

Além disso, os portões também foram abertos com meia hora de antecedência para evitar aglomerações nas entradas dos locais de prova. Se quiser saber mais das Últimas Notícias sobre o Enem 2020, visite a página do blog do Estratégia Vestibulares.

Se você participou do Enem 2020 e quer saber seu desempenho, confira o Gabarito elaborado pelos professores do Estratégia Vestibulares!

Quando sai a nota do Enem?

A data da divulgação do resultado final do Enem 2020 na Página do Participante está marcada para o dia 29 de março de 2021. Os gabaritos oficiais das provas são liberados em até 3 dias após a aplicação.

Os gabaritos do Enem Impresso foram liberados no dia 27 de janeiro. Você pode baixar os Gabaritos do Enem Impresso 2020 aqui!

Como funciona o Enem Digital?

Inicialmente, o projeto deveria ser feito com 5 mil candidatos, porém esse número foi aumentado para 100 mil vagas, em parte devido à situação da pandemia de Covid-19.

A prova digital não pode ser feita em computadores de uso pessoal. Ela foi aplicada em locais autorizados pelo Inep e apenas em um dos 110 municípios indicados no Anexo I do Edital. A prova da Redação, porém, ainda foi aplicada em formato impresso.

Para esta edição do Enem Digital foi permitida apenas a participação de candidatos que estão no último ano do Ensino Médio ou que já o concluíram. Ou seja, treineiros NÃO poderão realizar o Enem Digital.

O Enem Digital e o Enem Impresso serão aplicados em dias diferentes, no entanto o formato da prova e o tempo de aplicação são semelhantes.

O que levar no dia?

Neste ano, por conta da pandemia de Covid-19, o uso de máscaras de proteção será obrigatório durante todo o período do Exame. Os candidatos podiam retirar a máscara apenas para se alimentar.

É recomendável também que o candidato traga o Cartão de Confirmação, bebidas não alcóolicas em recipientes transparentes e álcool em gel. Além disso, não pode esqueça de levar máscaras reserva e seu documento de identificação.

Apesar da prova ser realizada em computadores, a Redação foi escrita à mão. Por isso, os candidatos também precisaram levar uma caneta transparente de tinta preta.

Como se inscrever no Enem?

Quem deseja participar do Enem precisa realizar a inscrição dentro do período estabelecido e pagar uma taxa no valor de R$ 85,00. No entanto, os candidatos podem pedir isenção de taxa, caso se encaixem nos requisitos! Os interessados puderam fazer o pedido pelo sistema do Inep. 

Quem pode pedir isenção?

No Enem 2020, a isenção foi concedida automaticamente no momento da inscrição para todos os candidatos que se encaixavam nos requisitos! Os beneficiados precisavam cumprir pelo menos um dos critérios abaixo:

  • Cursar o Ensino Médio em escola pública registrada no Censo Escolar;
  • Ter concluído todo o Ensino Médio em escola pública e ter renda per capita de até um salário mínimo e meio;
  • Possuir renda per capita familiar de até meio salário mínimo ou renda familiar de até três salários mínimos, além de ter o NIS registrado.

Como são as provas do ENEM?

A prova do Enem contém 180 questões, divididas em dois domingos consecutivos de aplicação, sendo que em cada dia os candidatos resolvem 90 questões. O conteúdo é dividido em quatro grandes áreas, contemplando determinadas disciplinas, distribuídas da seguinte forma:

  • Linguagem, Códigos e suas Tecnologias: Português, Inglês, Espanhol e Literatura;
  • Ciências Humanos e suas Tecnologias: História, Filosofia e Sociologia;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Biologia, Química e Física; e
  • Matemáticas e suas Tecnologias: Matemática.

Para que os candidatos saibam o que estudar, há a Matriz de Referência do Enem, que equivale ao Conteúdo Programático da prova, destacando que, independente da área de conhecimento, o candidato será avaliado por 5 parâmetros: 

  1. Domínio da linguagem;
  2. Compreensão de fenômenos;
  3. Capacidade de resolver situações-problema;
  4. Construção de argumentação; e
  5. Elaboração de propostas.

Confira a Matriz de Referência do Enem

1o dia

Com duração de 5 horas e 30 minutos, os candidatos respondem à prova do primeiro dia entre 13h30 e 19h00. Neste dia, a prova conta com questões das áreas de Linguagens, Códigos e suas TecnologiasRedação; e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Cada uma das áreas tem 45 questões para serem respondidas. Além disso, os candidatos também devem escrever uma Redação do gênero dissertativo-argumentativo.

Quer saber quais temas podem ser cobrados na Redação Enem 2020? Então confira os 5 Temas de Redação possíveis que o Estratégia Vestibulares analisou!

2o dia

Já no segundo domingo, a prova tem duração de 5 horas, e acontece entre 13h30 e 18h30. Nesse dia, a avaliação é composta de questões que cobram dos candidatos conhecimentos em Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias. 

Redação ENEM

A prova de Redação deve ser constituída de um texto dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas escritas à mão sobre um tema proposto. O texto precisa ter uma análise sobre o tema, argumentos que fundamentam sua tese e uma proposta de intervenção. 

Em geral, o tema da prova gira em torno de um tema de ordem social, científica, cultural ou política e é ofertada aos candidatos uma coletânea de textos que podem ser utilizados como base para a escrita. 

Dois corretores avaliarão o texto de acordo com cinco competências, sendo que em cada uma o candidato pode receber até 200 pontos:

  1. Domínio da escrita formal da língua portuguesa;
  2. Compreender o tema proposto e aplicar conhecimentos de outras áreas na construção do texto dissertativo-argumentativo;
  3. Capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em favor do seu ponto de vista;
  4. Conhecimento dos mecanismos linguísticos para construir sua argumentação;
  5. Elaboração de uma proposta de intervenção coerente com o problema exposto e que respeite os direitos humanos.

Para baixar a Cartilha de Redação Enem 2020, visite o blog do Estratégia Vestibulares e o artigo sobre Redação ENEM!

Tema de Redação Enem 2020

O Enem 2020 divulgou o tema da redação. Este ano, o tema foi “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”. O tema de redação do Enem 2019 foi “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”.

Confira o comentário do professor de redação Fernando Andrade:

O tema da proposta de redação do Enem não poderia ser mais apropriado. Em um ano de pandemia, no qual as pessoas foram obrigadas a enfrentar situações de estresse, discutir as doenças mentais é mais do que relevante. Além disso, a banca selecionou um problema de abrangência nacional, e não algo mais localizado como aconteceu no exame anterior, cujo tema, “salas de cinema”, abordava um problema enfrentado mais claramente por quem vive em cidades menores.

Contudo, é bom destacar o recorte: trata-se do “estigma associado às doenças mentais”. Esse tipo de disfunção é mais doloroso para quem padece dele, devido à percepção social que se tem desse tipo de enfermidade. Em muitos casos, as pessoas são consideradas incapazes, seja em relação à vontade, pois para o senso comum trata-se de uma simples questão de mudar de perspectiva; seja em relação à competência produtiva, já que alguém acometido de depressão ou ansiedade é visto como incapaz de exercer suas funções normalmente.

Como é calculada a nota do Enem?

A nota do Enem é calculada de forma mais complexa que a maioria dos vestibulares, por um modelo de correção recebe o nome de Teoria de Resposta ao Item, ou TRI.

Assim, as questões são divididas em níveis de dificuldade, porém, se o candidato acertou questões difíceis, mas errou as fáceis, os acertos são considerados INCOERENTES, e portanto, valerão MENOS. 

Gostou do conteúdo que separamos para você? Quer saber mais? Então acompanhe nossas redes sociais e visite o blog do Estratégia Vestibulares para mais informações sobre o Enem!

Mais informações: ESTRATÉGIA VESTIBULARES/ENEM

Confira nossos cursos: ESTRATÉGIA VESTIBULARES

Posts Relacionados

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *