Dois pontos: aprenda de vez como e quando utilizá-lo
Concursos Públicos

Dois pontos: aprenda de vez como e quando utilizá-lo

Olá, queridas e queridos! Tudo certo? O artigo em questão irá tratar de um sinal de pontuação muito importante: os dois pontos. Isso, exatamente esse sinal que utilizamos antes de “os dois pontos”. Preparados para dominar a sua utilização?

O que os dois pontos significam

O sinal de dois pontos possui a função de marcar, dentro de uma construção textual, uma breve pausa no discurso. Sabemos que, popularmente, é muito comum que essa função seja correlacionada a outro sinal de pontuação: a vírgula.

Quem nunca ouviu aquele velho “macete”, segundo o qual as vírgulas devem ser posicionadas quando há a necessidade de inspirar enquanto estamos proferindo uma frase? Pois é, esse é o senso comum em relação à vírgula. Tal “inspiração” não deixa de ser uma breve pausa no discurso.

Por outro lado, você, candidato que vem se esforçando nos estudos para concursos, sabe que essa história de posicionar as vírgulas quando há necessidade de “tomar um fôlego” é totalmente falsa. Há muitas regras por trás da utilização das vírgulas. Dessa mesma forma, também apresentaremos algumas relacionadas aos dois pontos.

Apesar de não ser o foco, é necessário citar que os dois pontos também possuem uma função na linguagem matemática. Tal sinal representa a operação da divisão. Como exemplo podemos citar a operação “100:2 = 50”. Da mesma forma que o sinal “+” representa a soma, o “:” representa a divisão.          

Funções dos dois pontos

Apesar dos dois pontos significarem uma breve pausa no discurso de um texto, há diversas funções que esse sinal de pontuação pode realizar. Sabemos que, principalmente durante o ensino fundamental, os dois pontos são extremamente relacionados a momentos do texto em que existirá um discurso direto.

Isso se deve ao fato de estarmos muito em contato, nessa fase da educação, com textos repletos de discursos diretos. Além dessa função, que pode soar como a principal devido aos tempos primórdios da escola, há diversas outras. Iremos listar todas as funções e exemplificá-las com casos práticos:

  1. Explicações
  2. Resumos ou sínteses
  3. Discursos diretos
  4. Enumerações
  5. Citações
  6. Exemplos
  7. Após vocativos
funções dois pontos
Funções dos dois pontos

1. Explicações

Dentro do universo dos concursos públicos, não há dúvida que essa seja a função mais utilizada para os dois pontos. Estamos falando de sua utilização antes de uma oração explicativa. Oração explicativa é aquela que traz um esclarecimento sobre outra oração citada anteriormente.

As orações explicativas podem ser precedidas de vírgulas ou dois pontos, portanto, não se trata de uma função exclusiva de somente um sinal de pontuação.  Vamos aos exemplos:

João, que estava atrasado para a aula, ainda precisava realizar uma lição de casa: era um dever de matemática.

O estudo para concursos de alto nível precisa ser tratado de maneira sistêmica: já não bastam as horas de estudo.

Nota-se que as orações posicionadas após os dois pontos têm a função de explicar ou esclarecer aquilo que antecede a elas. Em todos os casos, seria possível a utilização, também, das vírgulas no lugar dos dois pontos.

2. Resumos ou sínteses

É muito comum que haja necessidade de resumir e sintetizar uma ideia mais longa de forma mais objetiva.

Foi necessário escavar um buraco gigante, construir a fundação e enchê-lo de cimento. Em resumo: foi um trabalho danado.

3. Discursos diretos

Conforme comentamos anteriormente, é usual que essa seja a função que logo vem à cabeça quando pensamos nos dois pontos. Por se tratar de um discurso direto, a frase, localizada após os dois pontos, deve ser antecedida por um travessão.

Em meio a um grande tumulto, Josué conseguiu se recompor e disse: — Vamos embora daqui, agora!

Maria, exausta após um dia de trabalho, disse: — Preciso descansar para conseguir produzir amanhã.

4. Enumerações

Essa é outra função que é bastante relacionada aos dois pontos. Trata-se da ação de listar e enumerar determinadas coisas, características ou eventos.

André, durante a aula de geografia, precisou citar os estados da região Nordeste: Bahia, Sergipe, Pernambuco, Paraíba, Ceará, Alagoas, Piauí, Maranhão e Rio Grande do Norte.

José foi ao mercado e realizou sua compra de frutas da semana: banana, maçã, melão, laranja, umbu e ciriguela.

O Poder de Polícia pode ser subdividido nas seguintes etapas: ordem, consentimento, fiscalização e sanção.

5. Citações

Faz-se usual que a grande maioria das citações utilizadas em textos sejam bastante conhecidas. Por outro lado, nada impede que exista uma citação de alguma fala desconhecida em um contexto específico, como em uma conversa entre amigos. É necessário que as frases citadas estejam entre aspas, tendo em vista que não são da autoria daquele que escreve o texto. 

Como disse Chaplin: “Creio no riso e nas lágrimas como antídotos contra o ódio e o terror.”.

Muitos acreditam que a famosa frase “Os fins justificam os meios.” seja de Maquiavel, porém, não há nada que comprove sua autoria.

6. Exemplos

A exemplificação é a utilização de exemplos para tornar uma explicação mais palpável. Também é bastante utilizada como ferramenta de argumentação, na qual os exemplos ilustram o ponto de vista e direcionam à defesa da tese.

Todos os brasileiros possuem inúmeros direitos, por exemplo: liberdade de expressão, mobilidade, associação para fins lícitos, reunião pacífica e comunicação. 

7. Após vocativos

A definição de vocativo remete a um termo que não possui relação sintática com outro qualquer termo da oração. Suas funções são as de chamar, invocar ou interpelar um ouvinte.

Senhor Machado: como iremos nos dirigir à saída com toda essa movimentação? 

Dois pontos x ponto e vírgula

É bastante costumeiro que haja uma confusão em relação à utilização dos dois pontos e do ponto de vírgula. Entretanto, há de se considerar que há diferenças. Ambos sinais indicam pausas no discurso. Enquanto os dois pontos indicam pausas breves, podendo ser utilizados nas situações apresentadas acima, o ponto e vírgula indica uma pausa de maior duração.

Uma situação em que ambos os sinais são utilizados, porém, em funções diferentes, é a enumeração. Enquanto os dois pontos apresentam uma enumeração, é comum que o ponto e vírgula separe os objetos que estão sendo enumerados. A separação de orações também é outra função usual do ponto de vírgula.

Dois pontos ou dois-pontos

Segundo o novo acordo ortográfico, a utilização do hífen no termo “dois-pontos” é facultativa. Dessa forma, ambas as grafias estão corretas: dois pontos e dois-pontos.

Conclusão

Nosso objetivo foi de trazer uma variada gama de funções do sinal de dois pontos e exemplificá-las bastante. Esperamos que essa forma de apresentação ajude você a garantir valiosos pontos nas próximas provas de Língua Portuguesa que estão por vir.

Um grande abraço.

Cursos de Português 

Assinatura Anual Ilimitada*

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

ASSINE AGORA – Assinatura Ilimitada

Fique por dentro de todos os concursos:

Concursos abertos

Concursos 2020

Posts Relacionados

Décio Terror Filho

Décio Terror Filho

Décio Terror Filho é formado em Letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora-MG. Professor concursado na área federal, com especialização na didática, no ensino a distância e na produção de texto. Atua no ensino da Língua Portuguesa para concurso público desde 2000. Tem vários artigos publicados em revistas direcionadas para concurso público, portais de ensino, além de seus dois livros: Resoluções de Provas de Português - banca ESAF  e Resoluções de Provas de Português + breve teoria - banca FCC, ambos lançados pela Editora Ímpetus.

Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados