Artigo

Digitação para PCDF: ESCRIVÃO. PREPARE-SE!

DIGITAÇÃO PARA PCDF – Polícia Civil do Distrito Federal: provas nos dias 5 e 6 de março e a banca é o CEBRASPE. Temos como parâmetro a prova de digitação da Polícia Federal de 2021, que já não foi nada fácil.

Agora, está ainda mais difícil, pois a nota de corte subiu para 6,00 e a nota de outro candidato interferirá na sua.

Mas nós te mostraremos como passar ileso por mais essa etapa do certame. Confira!

DIGITAÇÃO PARA PCDF
Você não pode deixar a digitação te vencer na prova da PCDF!

Digitação para PCDF

Aplicação da Prova Prática

Todos os candidatos aprovados na prova discursiva foram convocados para a prova prática de digitação.

O caráter da prova será unicamente eliminatório, ou seja, não mudará a classificação inicial, porém, se reprovar, estará automaticamente excluído do certame.

Contudo, mesmo assim, o candidato precisará ficar de olho na concorrência, pois a nota do melhor candidato na digitação interferirá diretamente na sua, como explicaremos logo mais.

O candidato deverá ficar atento à data de aplicação da prova, pois não haverá segunda chamada. Além disso, o não comparecimento acarretará na eliminação do candidato do concurso.

No dia da prova, bastará levar documento oficial de identidade original.

Lápis, lapiseira e marca texto estão expressamente proibidos no edital. O edital não menciona caneta e régua, todavia, o ideal é fazer o treinamento sem material algum, para não se acostumar e, eventualmente, não poder utilizá-los.

Não será permitida, em hipótese alguma, a interferência e (ou) a participação de terceiros na realização da prova prática de digitação.

Digitação para PCDF

Início da prova

A prova de digitação consistirá na seguinte atividade: digitação de um texto predefinido de, aproximadamente, 2.000 caracteres em 10 minutos, em computador compatível com IBM/PC.

Os candidatos serão divididos em pequenos grupos, por isso serão necessários dois dias para a realização dessa etapa (5 e 6 de março). Ao chegar na sala, ele poderá escolher o local que quiser sentar e receberá orientações dos fiscais.

Haverá um formulário para identificação a preencher bem como lhe será entregue um pen drive para armazenamento do texto digitado para encaminhamento para correção.

Antes de iniciar a prova, o candidato poderá realizar um aquecimento para reconhecimento do equipamento.

Não será possível utilizar o mouse e a prova é realizada num software próprio, desenvolvido pela banca. Algumas teclas poderão estar desabilitadas, bem como a velocidade do teclado reduzida.

Qualquer problema deverá ser comunicado ao fiscal imediatamente.

Digitação para PCDF

Tempo da prova

A prova de digitação terá duração de 10 minutos. Geralmente, no software desenvolvido pelo CEBRASPE, há um cronômetro para acompanhamento, contudo, não está expresso no edital.

Então, se não está no edital, não tem como garantirmos que, de fato, você poderá fazer a prova com cronômetro, então, a sugestão é treinar sem ele.

Em nosso curso completo de digitação para PCDF, inclusive, disponibilizamos aos alunos uma mídia com som de pessoas digitando por 10 minutos para facilitar na hora de treinar.

CURSO COMPLETO DE DIGITAÇÃO – ESCRIVÃO PCDF

Dentro destes dez minutos, o candidato precisará digitar cerca de 2.000 caracteres. Para quem está habituado a digitar, não é uma tarefa difícil. Por outro lado, o psicológico pode pesar no dia.

Outro fator que deve ser levado em conta é que, se a prova de escrivão da PCDF for nos mesmos moldes da prova de escrivão da PF de 2021, será permitido repetir o texto caso o candidato o conclua antes do tempo final da prova.

Guarde essa informação, pois ela fará TODA a diferença na hora de realizar a pontuação final do candidato.

Digitação para PCDF

Ferramentas

Em sua prova, provavelmente lhe serão entregues:

1 pen drive para armazenamento do arquivo com o texto digitado;

1 folha com o texto a replicar

A digitação será realizada em computador compatível com IBM/PC, por meio de software específico desenvolvido pela banca examinadora.

A banca não especificou o tipo de teclado, mencionando no edital que o candidato deverá ser capaz de digitar em qualquer tipo de teclado.

Dentre os tipos de teclado que existem, podemos mencionar o Inglês (US), o Português (PT), o ABNT e o ABNT2. O mais comum e que muito provavelmente estará em sua prova, será o ABNT2.

É um teclado de padrão QWERTY (recebe esse nome por conta da primeira sequência de letras) e possui a tecla AltGr, ao lado direito da barra de espaço, que possui a função de acionar a terceira função das teclas. Isso ocorre quando em uma mesma tecla há três caracteres.

Outra característica do teclado ABNT2, em relação aos demais, é a tecla Interrogação (?) do lado da tecla SHIFT direita.

Você deve estar se perguntando: mas o teclado do meu notebook é exatamente assim, posso treinar com ele?

A resposta é NÃO. Treine com um teclado convencional.

Compre um, se necessário, e conecte ao seu notebook. A distância entre o teclado e a tela do notebook faz uma grande diferença na digitação, bem como o tamanho do teclado, uma vez que os de notebook costumam ser bem mais compactos e, até mesmo, com menos teclas.

Digitação para PCDF

Pontuação

Esta é uma parte do edital de Escrivão da PCDF que deixou muita gente confusa. Mas vamos te explicar como funciona.

A avaliação do candidato na prova prática de digitação será feita em duas etapas.

Número de Toques Líquidos

Primeiro, será calculado o número de toques líquidos por minuto (NTL), por meio da seguinte fórmula:

 NTL = (NTB – 3 × ERROS)/10

NTB significa número de toques brutos, ou seja, tudo que o candidato digitou. Deste valor, será subtraída a quantidade de erros multiplicada por 3 e, por mim, o resultado será dividido por 10.

Computa-se um erro para cada ocorrência, considerando-se erro cada toque em discordância com o texto original:

  • inversão de letras;
  • omissão de letras;
  • excesso de letras;
  • sinais e/ou acentos;
  • letras, sinais e/ou acentos errados;
  • duplicação de letras;
  • falta de espaço entre palavras e espaço a mais entre palavras ou letras;
  • falta ou uso indevido de maiúsculas;
  • parágrafos desiguais;
  • falta de parágrafos;
  • colocação de parágrafo onde não existe.

Por exemplo, se o candidato digitou 1.900 caracteres da prova que continha 2.000 caracteres e cometeu 20 erros, seu número de toques líquidos seria:

NTL = (1900 – 3 x 20 )/ 10

NTL = 184

O candidato precisará atingir um número de toques líquidos por minuto (NTL) de, no mínimo, 100 para prosseguir para os cálculos da nota final.

Nota Final

Feito isso, em seguida, será calculada a nota final da prova prática de digitação (NPPD), utilizando-se da seguinte fórmula:

NPPD = 5,00 + 5 × [(NTL –100)/(MNTL100)]

Perceba uma sigla nova na fórmula acima: MNTL, que significa Melhor Número de Toques Líquidos por minuto.

Ou seja:

A nota do melhor candidato do certame influenciará DIRETAMENTE na nota de todos os outros!

Este fator, aliado ao fato de ser possível repetir o texto da prova, pode levar o candidato despreparado direto para reprovação!

Vamos seguir com o exemplo acima para se ter uma ideia de como o candidato que digitou 1.900 toques brutos e cometeu 20 erros se sairia na nota final.

Acrescente-se que, na situação hipotética, o melhor candidato do concurso tenha conseguido digitar perfeitamente o texto de 2.000 caracteres por DUAS VEZES, ou seja, ele digitou 4.000 caracteres em 10 minutos (acredite, isso aconteceu na prova da PF).

Assim, a MNTL seria:

MNTL = (4.000 )/ 10

MNTL = 400

E a nota final da prova prática de digitação (NPPD) do candidato do exemplo seria:

NPPD = 5,00 + 5 × [(184 –100)/(400– 100)]

NPPD = 6,4

Tendo em vista que, para aprovação nesta etapa, o candidato precisará atingir a nota mínima 6,0, no exemplo acima, ele conseguiria a aprovação, mas sem muita brecha.

Atenção à nota de corte!

Outro ponto  que deve ser levado em consideração é o fato de que a nota de corte será 6,0, ao passo que, no ano passado, a nota de corte de escrivão da PF foi 5,0 (mesma banca, mesmo edital da prova prática).

E, se você conferir as notas dos candidatos aprovados na PF, muita gente (muita gente mesmo!) passou com nota na casa dos cinco pontos. Situação esta que geraria a reprovação na prova da PCDF.

Por isso, não subestime essa etapa da prova, porque pode parecer simples e fácil, mas não será. Além de requerer treino constante até o dia da prova, será essencial manter a tranquilidade, para não colocar tudo a perder.

CURSO COMPLETO DE DIGITAÇÃO – ESCRIVÃO PCDF

Digitação para PCDF

Como digitar

O teclado foi desenvolvido de uma maneira que seja possível utilizar todos os dedos ao manuseá-lo, o que torna a digitação mais rápida e eficiente. Como se fosse um instrumento musical.

Contudo, atualmente, poucas pessoas realizaram curso de digitação ou, até mesmo, datilografia (na máquina de escrever) e acabaram desenvolvendo sua própria forma de digitar.

Há pessoas que digitam apenas com dois dedos (famoso ‘catar milho’), outras que digitam com os cinco dedos de uma mão e apenas dois de outra; aquelas que usam três dedos em cada mão, enfim, uma infinidade de formas.

O examinador, na prova de digitação, não vai avaliar a forma pela qual você digita, o que importa, será conseguir fazer o máximo de caracteres possível dentro dos dez minutos.

Então, mesmo que você não digite perfeitamente, mas esteja conseguindo produzir dentro de um tempo razoável (ao menos, 200 caracteres por minuto para concluir os 2.000 caracteres em dez minutos), mantenha seu jeito.

Isso porque são necessários meses para que uma pessoa consiga mudar a forma de digitar e a domine de fato, para que consiga ser ágil e eficaz na tarefa.

Por outro lado, alguns vícios precisam ser deixados de lado, pois podem prejudicá-lo na hora da prova.

O principal deles é digitar olhando para o teclado. Isso porque, na prova, você já precisará olhar para tela e para a folha com o texto, dois lugares. Por conseguinte, acrescentar um terceiro foco de visão (teclado) vai acabar atrasando o candidato, que poderá se perder no texto ou cometer algum erro e nem perceber, pois não conseguiu olhar para o monitor.

Digitação para PCDF

Conclusão

Como foi possível observar, a prova de digitação da PCDF não será tão fácil quanto a maioria dos candidatos imaginava que fosse, não é mesmo?

Digitar 2.000 caracteres em 10 minutos poderá se tornar muito complexo se não houver um treino prévio, atenção aos detalhes e, principalmente, cabeça no lugar!

Lembre-se que:

  • O candidato precisará de, no mínimo, 100 toques líquidos por minuto, conforme a fórmula que apresentamos.
  • A nota final da prova dependerá diretamente da nota do melhor candidato do concurso.
  • Esta nota final consiste em 6,0 pontos, sendo que, no último concurso da banca CEBRASPE que caiu digitação (PF 2021), a nota final foi 5,0 e muitos candidatos passaram com pontuação abaixo de 6,0, o que levaria à eliminação na prova da PCDF.
  • Treinamento diário e contínuo até a prova é imprescindível para que você alcance a aprovação.

Afinal, ninguém merece chegar até aqui, ou seja, passar pelas provas objetiva e discursiva, para reprovar justo na digitação, certo?

Para que isso não aconteça, conte conosco em sua preparação.

Nosso curso completo de Digitação da PCDF possui 60 textos com cerca de 2.000 caracteres para você digitar todos os dias até a data da prova, além de aulas teóricas, fórum de dúvidas e mentoria ao vivo.

Só o Estratégia para pensar em tudo para você!

Assim, espero tê-lo ajudado.

Um abraço.

Heloísa Tondinelli

CURSO COMPLETO DE DIGITAÇÃO – ESCRIVÃO PCDF

APROVEITE AS OFERTAS DE NOSSAS ASSINATURAS

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

Concursos abertos

Concursos 2022

Assinatura de Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.