Notícia

Concurso TSE unificado: veja informações da última prova!

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) está trabalhando no levantamento de vagas para realizar o novo concurso unificado, e para que você se prepare, elaboramos este artigo com as informações da última prova centralizada promovida pelo órgão.

O Tribunal encaminhou ofícios aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) para prosseguir com os trâmites do concurso unificado, e o edital atualmente conta com o o pedido de participação de, pelo menos, 13 órgãos.

A publicação do documento e realização da seleção unificada estão previstas para 2023, e visa ofertar vagas nos cargos de Analista e Técnico Judiciário, de níveis médio e superior de escolaridade.

Segundo o último levantamento disponível no Portal de Transparência do TSE, os salários iniciais dos cargos previstos variam entre R$ 7.591,37 a R$ 12.544,76!

O último certame unificado do órgão foi realizado em 2007, e ofereceu vagas no TRE RJ, TRE RO, TRE AC e TRE RR. Na época, 190 mil candidatos se inscreveram.

Concurso TSE Unificado: última etapa de provas

Os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, para todos os cargos, e provas discursivas e de títulos para candidatos de nível superior.

Prova Objetiva

A prova objetiva foi composta por 30 questões de conhecimentos básicos, e 50 de conhecimentos específicos para todos os cargos.

A etapa foi realizada em 2006 nas capitais dos estados que contaram com vagas no edital, além do Distrito Federal, no caso das oportunidades para o TSE.

O conteúdo programático se dividiu conforme a especialidade e escolaridade do cargo pretendido, sendo:

Conhecimentos básicos

  • Língua Portuguesa – para todos os cargos
    • Compreensão e interpretação de textos.
    • Tipologia textual.
    • Ortografia oficial.
    • Acentuação gráfica.
    • Emprego das classes de palavras.
    • Emprego do sinal indicativo de crase.
    • Sintaxe da oração e do período.
    • Pontuação.
    • Concordância nominal e verbal.
    • Regência nominal e verbal.
    • Significação das palavras.
    • Redação de correspondências oficiais.
  • Noções de Informáticapara todos os cargos
    • Microsoft Office: Word 2002, Excel 2002 e Power Point 2002.
    • Conceitos e tecnologias relacionados à Internet e a Correio Eletrônico.
    • Internet Explorer 6 e Outlook Express 6.
  • Noções de Direito Administrativo – para todos os cargos, exceto analista judiciário – áreas judiciária e administrativa e para técnico judiciário – área administrativa.
    • Princípios do Direito Administrativo.
    • Administração direta e indireta.
    • Órgãos públicos.
    • Agentes Públicos.
    • Ato administrativo.
    • Poderes e deveres dos administradores públicos.
    • Uso e abuso do poder.
    • Responsabilidade Civil do Estado: aplicação da responsabilidade objetiva.
    • Intervenção do Estado na propriedade.
    • Controle da administração pública.
    • Bens públicos.
    • Serviços públicos.
  • Arquivologia – somente para o cargo de técnico judiciário – área administrativa.
    • Conceitos Iniciais de Arquivologia (o que é arquivo, arquivo público, arquivo privado).
    • Diferenças entre arquivos, museus, bibliotecas e centros de documentação.
    • Princípios Arquivísticos.
    • Classificação dos arquivos.
    • Funções Arquivísticas.
    • Gestão de Documentos.
    • Avaliação de documentos: plano de classificação, tabela de temporalidade e eliminação de documentos.
    • Protocolo.
    • Diagnóstico.
    • Microfilmagem e Automação.
    • Conservação, Preservação e Restauração.
    • Legislação Arquivística (Lei nº 12.527/2011 e Lei nº 8.159/91).
    • Análise Tipológica e Análise Diplomática de Documentos de Arquivo.
    • Políticas de acesso aos documentos de arquivo.
    • Políticas Públicas de Arquivo.
    • Normas de Descrição Arquivística.
    • Sistemas e Redes de Arquivo.
    • Documentos Digitais: requisitos e metadados.
    • Sistema Informatizado de Gestão Arquivística de Documentos (SIGAD) e- ARQ Brasil – Modelo de Requisitos para SIGAD.
  • Noções de Direito Constitucional – para todos os cargos, exceto analista judiciário – áreas judiciária e administrativa e para técnico judiciário – área administrativa.
    • Os princípios fundamentais (Título I – arts. 1.º ao 4.º);
    • Os direitos e garantias fundamentais (Título II):
      • dos direitos e deveres individuais e coletivos (art. 5.º);
      • da nacionalidade (art. 12);
      • dos direitos políticos (arts. 14 a 16); e
      • dos partidos políticos (art. 17);
    • Organização dos Poderes:
    • Poder Legislativo (organização e atribuições do Congresso Nacional, Câmara dos Deputados e Senado Federal): arts. 44 a 58; e Processo legislativo (arts. 59 a 69);
    • Poder Executivo (composição, eleição, sistemas eleitorais, posse, exercício e atribuições): arts. 76 a 84; e responsabilidade do Presidente da República: arts. 85 e 86);
    • Poder Judiciário (disposições gerais, organização e competência do Supremo Tribunal Federal e Superior Tribunal de Justiça): arts. 92 a 105; e organização e competência dos tribunais e juízes eleitorais: arts. 118 a 121.
    • Súmulas de jurisprudência do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral.

Prova Discursiva

A prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, foi aplicada para todos os cargos de nível superior, exceto para os cargos Analista Judiciário – área: Judiciária e Analista Judiciário – área: Apoio Especializado – especialidade: Análise de Sistemas.

A etapa valia 10,00 pontos e consistiu na elaboração de texto narrativo, dissertativo ou descritivo, abordando temas atuais.

Já a prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, para o cargo Analista Judiciário – área: Judiciária e Analista Judiciário – área: Apoio Especializado – especialidade: Análise de Sistemas consistiu na elaboração de texto acerca dos conhecimentos específicos do cargo/área e também valia 10,00 pontos.

Avaliação de Títulos

A avaliação de títulos contou com os seguintes critérios e pontuações:

  • a) diploma/declaração devidamente registrado de conclusão de doutorado, acompanhado de histórico escolar, na área/especialidade a que concorre (título de doutor) – valor máximo do título: 0,50;
  • b) diploma/declaração devidamente registrado de conclusão de mestrado, acompanhado de histórico escolar, na área/especialidade a que concorre (título de mestre) – valor máximo do título: 0,34; e
  • c) certificado/declaração de curso de especialização em nível de pós-graduação lato sensu, acompanhado de histórico escolar, com carga horária mínima de 360 horas/aula, na área/especialidade a que concorre – valor máximo do título: 0,16.

Concurso TSE Unificado: caderno de provas 2006

Os cadernos de provas do edital unificado publicado em 2006 foi dividido por nomes de cidades e países. Abaixo você poderá conferir cada um deles:

Técnico Judiciário

Analista Judiciário

Ficou interessado em saber tudo sobre o concurso TSE Unificado, cuja última prova você acabou de conferir? Preparamos um artigo completo para você!

Saiba mais: concurso TSE Unificado

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!


Quer estudar para o concurso TSE Unificado?

Assinatura Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.