Concurso TRT GO: órgão diz não ter previsão de novo concurso para este ano
Coordenação

Concurso TRT GO: órgão diz não ter previsão de novo concurso para este ano

O Tribunal Regional do Trabalho de Goiás se pronunciou em suas redes sociais desmentindo que um novo certame seria realizado em 2019. O comunicado se deu alguns meses após ser definido em Sessão do Órgão Especial o cancelamento do Concurso TRT GO (18ª Região).

Mesmo sem a previsão de um novo concurso, é importante se preparar o quanto antes. Por isso, trouxemos neste artigo tudo o que você precisa saber sobre o órgão, o certame e os detalhes sobre o último edital, publicado em 2013.

1. Situação atual do concurso TRT GO

Após o cancelamento do concurso TRT GO para os cargos de Analista e Técnico Judiciário, o órgão se pronunciou em suas redes sociais negando que vá realizar um novo concurso em 2019, por conta de restrições orçamentárias.

Nota de esclarecimento sobre o Concurso TRT GO
Nota de esclarecimento sobre o Concurso TRT GO

Cancelamento do concurso

Conforme definido na Sessão do Órgão Especial no dia 29 de maio do ano passado, um novo concurso custaria cerca de R$ 800 mil e atenderia pouco às atuais necessidades. Só seria possível repor cargos que não causassem incremento de despesas, como exonerações ou servidores que viessem a falecer sem deixar pensionistas.

Na ocasião do cancelamento do Concurso TRT 18, em maio do ano passado, o Tribunal se pronunciou em uma nota oficial em seu site com mais detalhes sobre a não realização do concurso:

Concurso TRT GO: nota sobre o cancelamento do concurso
Concurso TRT GO: nota sobre o cancelamento do concurso

Autorização

Anteriormente, o Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região havia autorizado a realização do concurso público em 2018 para o provimento de cargos vagos e formação de cadastro de reserva. Já tinha inclusive, a banca definida, a Fundação Carlos Chagas (FCC).

Seriam contemplados cargos de Analista Judiciário (superior) e Técnico Judiciário (médio). Em contato com o Estratégia Concursos, a assessoria do Tribunal havia informado que o intuito era realizar um certame mais unificado.

A proposta aprovada pelo Pleno do TRT 18 incluía a formação de cadastro de reserva para os cargos de Analista Judiciário nas áreas Judiciária e Administrativa.

2. Concurso TRT GO: Cargos vagos

Segundo o levantamento mais recente, de abril de 2019, o Tribunal Regional do Trabalho de Goiás possui 42 cargos vagos em seu quadro de servidores. O cargo com o maior déficit é o de Analista Judiciário, com 25 cargos vagos.

CargoOcupadosCargos vagos
Analista69025
Técnico60915
Auxiliar32

3. Concurso TRT GO: Remuneração e benefícios

Segundo a estrutura remuneratória, o vencimento básico inicial varia entre R$ 1.621,12 e R$ 5.189,71. Os valores apresentados abaixo já estão acrescidos da Gratificação de Atividade Judiciário (GAJ), mas o servidor pode receber também outras gratificações que aumentam ainda mais o valor.

Analista Judiciário (vencimento básico + GAJ):
Inicial: R$ 12.455,30
Final: R$ 18.701,52

Técnico Judiciário (vencimento básico + GAJ):
Inicial: R$ 7.591,37
Final: R$ 11.389,39

Auxiliar Judiciário (vencimento básico + GAJ):
Inicial: R$ 3.890,69
Final: R$ 6.750,55

Além do vencimento, os servidores também podem receber os seguintes benefícios:

  • Auxílio-alimentação: R$ 910,08
  • Assistência pré-escolar: R$ 719,62
  • Auxílio-transporte: R$ 128,59
  • Assistência médica e odontológica: R$ 215,00
  • Exames periódicos

4. Atribuições dos cargos do concurso TRT GO

Analista Judiciário – Área Judiciária:

  • Analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres;
  • proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer;
  • fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal;
  • inserir, atualizar e consultar informações em base de dados; verificar prazos processuais.

Analista Judiciário – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal:

  • Executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido;
  • executar penhoras, avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, lavrando no local o respectivo auto circunstanciado.

Analista Judiciário – Área Administrativa:

  • Realizar tarefas relacionadas à administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros, de desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, contadoria e auditoria;
  • emitir informações e pareceres;
  • elaborar, analisar e interpretar dados e demonstrativos;
  • elaborar, implementar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes à área de atuação;
  • elaborar e aplicar instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e divulgação referentes aos projetos desenvolvidos; atender ao público interno e externo.

Técnico Judiciário – Área Administrativa:

  • Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais;
  • executar tarefas de apoio à atividade judiciária;
  • arquivar documentos;
  • efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos;
  • atender ao público interno e externo;
  • classificar e autuar processos;
  • realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativas.

Técnico Judiciário – Especialidade Segurança:

  • Atuar na segurança dos magistrados, das autoridades, dos servidores e das instalações do Tribunal;
  • realizar investigações preliminares;
  • conduzir veículos automotores;
  • vistoriar veículos e registrar sua movimentação;
  • prestar primeiros socorros às vitimas de sinistros e outras situações de risco;
  • fiscalizar as atividades de controle de entrada e saída de materiais, equipamentos e volumes das dependências do tribunal;
  • executar ações de prevenção e combate a incêndio e outros sinistros.

5. Concurso TRT GO: Requisitos dos cargos

Analista Judiciário – Área Judiciária
Diploma ou certificado de curso de Graduação em Direito.

Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal
Diploma ou certificado de curso de Graduação em Direito.

Analista Judiciário – Área Administrativa
Diploma de curso de Graduação de nível Superior em qualquer área de formação.

Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade
Diploma ou Certificado de curso de Graduação em Contabilidade, reconhecido e registro no Conselho Regional da categoria.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação
Diploma de Graduação de nível Superior na área de Tecnologia da Informação ou de qualquer outra Graduação de nível Superior com Pós-Graduação na área de Tecnologia da Informação, com carga horária mínima de 360 horas-aula.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Psicologia
Diploma ou Certificado de curso de Graduação em Psicologia e registro no Conselho Regional da categoria.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia Civil
Diploma ou Certificado de curso de Graduação em Engenharia Civil e registro no Conselho Regional da categoria.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Clínico Geral)
Diploma ou Certificado de curso de Graduação em Medicina e registro no Conselho Regional da categoria.

Técnico Judiciário – Área Administrativa
Certificado de conclusão de curso de ensino médio ou de curso técnico equivalente.

Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança
Certificado de conclusão de curso de ensino médio ou de curso técnico equivalente e Carteira Nacional de Habilitação, categoria D ou E.

Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação
Certificado de curso de nível médio ou de curso técnico equivalente, com habilitação específica em cursos de Tecnologia da Informação que, somados, apresentem carga horária mínima de 120 horas-aula.

6. Último concurso TRT 18

O último concurso TRT GO foi realizado em 2013 sob organização da Fundação Carlos Chagas, a FCC. Na ocasião foram ofertadas 11 vagas imediatas mais cadastro de reserva para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário em diversas áreas/especialidades.

O concurso foi homologado, pelo Pleno do TRT 18ª, em 12 de novembro de 2013, para a maioria dos cargos e, em 3 de dezembro, do mesmo ano, para o cargo de Técnico Judiciário – Especialidade Segurança. Em 2015, por meio da Resolução Administrativa Nº 125/2015, o prazo de validade foi prorrogado por dois anos.

Analista Judiciário

  • 02 vagas: Judiciária
  • 01 vaga: Oficial de Justiça Avaliador Federal
  • CR: Administrativa
  • CR: Contabilidade
  • CR: Tecnologia da Informação
  • CR: Psicologia
  • CR: Engenharia Civil
  • CR: Medicina (Clínico Geral)

Técnico Judiciário

  • 07 vagas: Administrativa
  • CR: Segurança
  • 01 vaga: Tecnologia da Informação

Etapas do concurso

A seleção do concurso foi composta por duas etapas, sendo elas uma Prova Objetiva e uma Prova Discursiva. Para os cargos de Analistas, a prova objetiva cobrou conhecimentos específicos e de português. Já para os cargos de Técnicos, foram cobrados conhecimentos gerais e específicos.

Exclusivamente para o cargo de Técnico Judiciário – Especialidade Segurança, a seleção foi feita através de Prova Objetiva e uma prova Prática de Aptidão Física.

Analista Judiciário

  • Português – 20 questões (peso 1)
  • Conhecimentos Específicos – 40 questões (peso 3)
  • Discursiva

Técnico Judiciário

  • Conhecimentos Gerais – 25 questões (peso 1)
  • Conhecimentos Específicos – 25 questões (peso 2)
  • Discursiva

Prova Prática de Aptidão Física

Somente foram convocados os candidatos habilitados e mais bem classificados nas Provas Objetivas, no limite estabelecido de 50 candidatos mais os empates na colocação e todos os inscritos como candidatos com deficiência habilitados.

A Prova Prática de Aptidão Física consistiu de Teste de Corrida de 12 minutos, com o mínimo para aprovação de 2.400 metros para Homens e 2.000 metros para Mulheres.

Quantitativo de inscritos

Foram registrados no total 36.484 candidatos inscritos, sendo que o cargo com maior procura foi o de Técnico Judiciário – Área Judiciária, com 15.603 inscritos, o que representa 43% do total de inscrições.

CargoInscritosDemanda
An. Jud. – Engenharia Civil338169
An. Jud. – Medicina223223
An. Jud. – Psicologia577
An. Jud. – T.I.880
An. Jud. – Contabilidade383
An. Jud. – OJAF1.383
An. Jud. – Administrativa4.323
An. Jud. – Judiciária10.583
Téc. Jud. – T.I.453 65
Téc. Jud. – Segurança1.738
Téc. Jud. – Administrativa15.603 15.603

7. Assinatura ilimitada e cursos para o concurso TRT GO

Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo? Então, confira os nossos cursos e comece a estudar para TRT GO:

CURSO TRT GO

Assinatura Anual Ilimitada*

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

ASSINE AGORA – Assinatura Ilimitada

Ficha técnica Concurso TRT GO

♦Informações do último concurso TRT 18 
Ano: 2013
Banca: FCC
Vagas: 11 + CR
►Edital: Edital TRT GO – 2013

►Cursos Estratégia Concursos: CURSOS PARA O CONCURSO TRT GO

Fernando Brito
Ascom Estratégia
[email protected]


Receba notícias de Concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram!

Cadastre-se clicando no link abaixo:

Notícias de concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram

Posts Relacionados

Compartilhe:

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.

Estamos aqui para ajudar você!
x