Notícia

Concurso TRF 2: AOCP contratado; edital iminente!

O Instituto AOCP foi oficialmente contratado para organizar o concurso público do Tribunal Regional Federal da 2ª Região. O extrato do contrato foi publicado no Diário Oficial da União do dia 10 de janeiro.

Agora, o edital de abertura para provimento de vagas no cadastro de reserva e salários iniciais de até R$ 13.202,62, poderá ser divulgado a qualquer momento!

Lembrando que as vagas ofertadas são para os cargos de Técnico e Analista Judiciário, ambos com exigência no nível superior de formação.

Vale lembrar que o último edital, publicado em 2016, esteve vigente até julho de 2023 e a intenção do órgão é nomear mais aprovados antes da realização de uma nova seleção.

  • Concurso TRF 2
  • Status: banca contratada
  • Banca: Instituto AOCP
  • Vagas: CR
  • Salário inicial: R$ 8.529,67 a R$ 13.994,78 [a partir de fevereiro de 2024]
  • Escolaridade: nível superior
  • Último edital TRF 2

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Concurso TRF 2: Situação atual

Termo de referência

Segundo o termo de referência, o edital será destinado a formação ao cadastro de reserva dos seguintes cargos e especialidades:

Técnico judiciário:

  • sem especialidade (nível superior em qualquer área);
  • Informática (nível superior em qualquer área, acrescido de cursos de programação de sistemas que totalizem, no mínimo, 180 horas/aula, ou curso técnico em Informática);
  • agente da polícia judicial (nível superior em qualquer área e Carteira Nacional de Habilitação);
  • Telecomunicações e Eletricidade (nível superior em qualquer área);
  • Enfermagem (nível superior em qualquer área; registro no Conselho Regional da Classe e dois anos de experiência como técnico de enfermagem);
  • Contabilidade (nível superior em qualquer área e registro no Conselho Regional da Classe).

Analisa judiciário:

  • sem especialidade/área administrativa (nível superior em qualquer área);
  • sem especialidade/área judiciária (nível superior em Direito);
  • Odontologia (nível superior na área; registro no Conselho Regional correspondente e dois anos de experiência);
  • Serviço Social (nível superior na área; e registro no Conselho Regional correspondente);
  • Engenharia Civil (nível superior na área; e registro no Conselho Regional correspondente);
  • Engenharia Elétrica (nível superior na área; e registro no Conselho Regional correspondente);
  • Engenharia Mecânica (nível superior na área; e registro no Conselho Regional correspondente);
  • Engenharia Eletrônica (nível superior na área; e registro no Conselho Regional correspondente);
  • Contadoria (nível superior na área; e registro no Conselho Regional correspondente);
  • Informática – Infraestrutura (nível superior em qualquer área; e certificado de especialização em Tecnologia da Informação; ou curso superior de Informática);
  • Informática – Desenvolvimento (nível superior em qualquer área; e certificado de especialização em Tecnologia da Informação; ou curso superior de Informática);
  • Estatística (nível superior na área; e registro no Conselho Regional correspondente);
  • Arquivologia (nível superior na área; e registro na Delegacia Regional do Trabalho);
  • Medicina do Trabalho (nível superior em Medina; residência ou título de especialista na área; registro no Conselho Regional; e dois anos de experiência profissional na especialidade);
  • Medicina Clínica (nível superior em Medina; residência ou título de especialista na área; registro no Conselho Regional; e dois anos de experiência profissional na especialidade);
  • Medicina Psiquiatria (nível superior em Medina; residência ou título de especialista na área; registro no Conselho Regional; e dois anos de experiência profissional na especialidade);
  • Enfermagem (nível superior na área; registro no Conselho Regional correspondente e dois anos de experiência);
  • Enfermagem do Trabalho (nível superior na área; pós-graduação em Enfermagem do Trabalho; registro no Conselho Regional correspondente e dois anos de experiência);
  • Psicologia (nível superior na área; registro no Conselho Regional correspondente e dois anos de experiência);
  • Arquitetura (nível superior na área; e registro no Conselho Regional correspondente).

Veja o documento na íntegra logo abaixo:

Comissão formada

Os servidores responsáveis pelo concurso do TRF 2 foram designados no dia 10 de fevereiro de 2023. Confira detalhes na imagem abaixo:

Concurso TRF 2 - comissão formada
Concurso TRF 2 – comissão formada
  • Resolução altera especialidades para analista

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região publicou no Diário de Justiça Eletrônico do dia 16 de março de 2022, resolução que altera a especialidade e área de um cargo vago de analista judiciário/biblioteconomia da área de apoio especializado para um cargo de analista judiciário, sem especialidade, para área judiciária do quadro de pessoal do TRF 2. Veja:

Concurso TRF 2: resolução
  • Homologação

Confira abaixo a publicação de sua homologação:

Em virtude dos impactos da pandemia de coronavírus no país, o Presidente do Tribunal decidiu prorrogar o prazo de validade do último concurso até 05/07/2023.

O certame foi homologado em 24 de novembro de 2017 e teve 5.909 candidatos classificados. A medida se deu em virtude da pandemia de Covid-19.

Até meados de novembro de 2021, o Tribunal Regional Federal da 2ª região já nomeou 661 candidatos, o que só ocorreu devido à necessidade de suspensão da validade do certame a partir de 15 de junho de 2020.

Assim, caso o órgão não tivesse sido impactado pela crise sanitária, o número de nomeações já teria sido maior.

O concurso para o Tribunal Regional Federal da 2.ª Região foi organizado pela Consulplan e a remuneração inicial variou de R$ 6 mil a R$ 10 mil para técnico e analista, respectivamente.

Concurso TRF 2: Carreira

Cargos ofertados

Analista Judiciário

  • Área Administrativa – Sem Especialidade,
  • Área Judiciária – Sem Especialidade,
  • Área Judiciária – Oficial de Justiça Avaliador Federal,
  • Área de Apoio Especializado – Especialidades Arquitetura, Arquivologia, Biblioteconomia, Contadoria, Enfermagem, Enfermagem do Trabalho, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia Mecânica, Estatística, Informática/Desenvolvimento, Informática/Infraestrutura, Medicina Clínica, Medicina do Trabalho, Medicina Psiquiatria, Odontologia, Psicologia e Serviço Social

Técnico Judiciário

  • Área Administrativa – Sem Especialidade,
  • Área Administrativa – Especialidades Segurança e Transporte e Telecomunicações e Eletricidade
  • Área de Apoio Especializado – Especialidades Enfermagem e Informática

Salários e benefícios

Segundo o último edital, os vencimentos iniciais eram de R$ 12.455,30 a R$ 7.591,37. No entanto, em janeiro de 2023 foi alterada a remuneração dos servidores da Justiça Federal.

Conforme a publicação, “os valores constantes dos Anexos II, III e VIII da Lei nº 11.416, de 15 de dezembro de 2006, e as demais parcelas remuneratórias devidas às carreiras dos servidores dos quadros de pessoal do Poder Judiciário da União serão reajustados em parcelas sucessivas e cumulativas, da seguinte forma:

I – 6% , a partir de 1º de fevereiro de 2023;

II – 6% , a partir de 1º de fevereiro de 2024;

III – 6,13% , a partir de 1º de fevereiro de 2025.

Vale lembrar que os salários dos servidores dos Tribunais são compostos pelo vencimento básico + GAJ (Gratificação de Atividade Judiciária), além de outras gratificações, como o GAE (Gratificação de Atividade Externa) e GAS (Gratificação de Atividade de Segurança), quando aplicável.

Com a mudança, a estrutura remuneratória apresentada passa a ter os seguintes salários iniciais para as carreias de Técnico e Analista:

  • Analista Judiciário (Vencimento básico + GAJ)
    • 2023
      • Inicial: R$ 13.202,62 
      • Final: R$ 19.823,62
    • 2024
      • Inicial: R$ 13.994,78 
      • Final: R$ 21.013,03
    • 2025
      • Inicial: R$ 14.852,66
      • Final: R$ 22.301,14
  • Técnico Judiciário (Vencimento básico + GAJ)
    • 2023
      • Inicial: R$ 8.046,84
      • Final: R$ 12.082,30
    • 2024
      • Inicial: R$ 8.529,67
      • Final: R$ 12.807,24
    • 2025
      • Inicial: R$ 9.052,54
      • Final: R$ 13.592,33

Ressalta-se ainda que a partir de fevereiro de 2024, os Tribunais ainda pagarão auxílio pré-escolar no valor de R$ 1.178,82, e auxílio alimentação no valor de R$ 1.393,10.

Alteração de escolaridade

O Projeto de Lei 3662/21, que altera a escolaridade do cargo de Técnico Judiciário e estabelece o nível superior como requisito aos concursos Tribunais, foi promulgado.

De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Judiciário Federal e Ministério Público da União (Fenajufe) a alteração da escolaridade valoriza a carreira de Técnico Judiciário, uma vez que as atividades desempenhadas pelos técnicos são complexas e sua importância necessitava de reconhecimento.

Desta forma, para assumir o cargo de Técnico Judiciário, os candidatos agora devem possuir como requisito nível superior de escolaridade.

Inscritos no concurso TRF 2

O certame contou com 204.452 inscritos, sendo 146.779 para o Rio de Janeiro e 57.673 para o Espírito Santo. O cargo com mais inscritos foi o de Técnico Judiciário, com 64.737 candidatos para o Estado do Rio e 25.764 para o Espírito Santo.

Já para Analista Judiciário, foram 17.084 e 8.023 candidatos, respectivamente. Já o cargo com menor concorrência foi o de Analista Judiciário – Apoio Especializado – Medicina do Trabalho, para o Rio de Janeiro, com 117 inscritos.

Concurso TRF 2: Etapas de provas

As provas foram constituíam de questões de múltipla escolha, divididas em conhecimentos gerais (com 10 a 20 questões, a depender do cargo, e peso 1 por questão) e conhecimentos específicos (com 30 a 40 questões, conforme o cargo, e peso 2 por questão).

Além disso, os candidatos enfrentaram uma prova dissertativa, na mesma data. Dependendo do cargo, os candidatos foram avaliados por uma redação ou estudo de caso.

Nomeações

Segundo o quadro de nomeações do último edital, atualizado em 2 de fevereiro de 2023, o número de candidatos nomeados era o seguinte:

Rio de Janeiro

CARGOSTotal de vagas oferecidas da lista de pessoas com deficiênciaClassificação do último nomeado da lista de pessoas com deficiência Total de vagas oferecidas da lista de candidatos negrosClassificação do último nomeado da lista de candidatos negrosTotal de vagas oferecidas da lista geralClassificação do último nomeado da lista geral
Analista Judiciário, Área Administrativa31010ª3651ª
Analista Judiciário, Área Judiciária62436ª90121ª
Analista Judiciário/Oficial de Justiça Avaliador Federal13ª (lista esgotada)62541ª
Analista Judiciário/Biblioteconomia– – – 
Analista Judiciário/Medicina Clínica– – 2
Analista Judiciário/Medicina do Trabalho– – 1
Analista Judiciário/Medicina Psiquiatria– – – 
Analista Judiciário/Odontologia– – – 
Analista Judiciário/Enfermagem– – 1
Analista Judiciário/Enfermagem do Trabalho– – – 
Analista Judiciário/Serviço Social– – – 
Analista Judiciário/Psicologia– – – 
Analista Judiciário/Arquitetura– – 1
Analista Judiciário/Engenharia Civil– – 
Analista Judiciário/Engenharia Elétrica– – 1ver obs.
Analista Judiciário/Engenharia Mecânica– – 1
Analista Judiciário/Engenharia Eletrônica– – 2
Analista Judiciário/Contadoria– 12
Analista Judiciário/Arquivologia– – – 
Analista Judiciário/Estatística– – 1
Analista Judiciário/Informática – Desenvolvimento– 14
Analista Judiciário/Informática – Infraestrutura– – – 
Técnico Judiciário1524ª6086ª223349ª
Técnico Judiciário/Segurança e Transporte272643ª
Técnico Judiciário/Informática12820ª
Técnico Judiciário/Enfermagem– – 2
Técnico Judiciário/Telecomunicações e Eletricidade– – 2
Total28111370509

Espírito Santo

CARGOSTotal de vagas oferecidas da lista de pessoas com deficiênciaClassificação do último nomeado da lista de pessoas com deficiência Total de vagas oferecidas da lista de candidatos negrosClassificação do último nomeado da lista de candidatos negrosTotal de vagas oferecidas da lista geralClassificação do último nomeado da lista geral
Analista Judiciário, Área Administrativa115
Analista Judiciário, Área Judiciária251729ª
Analista Judiciário/Oficial de Justiça Avaliador Federal2
Analista Judiciário/Biblioteconomia
Analista Judiciário/Medicina Clínica1
Analista Judiciário/Odontologia
Analista Judiciário/Serviço Social1
Analista Judiciário/Psicologia
Analista Judiciário/Engenharia Civil1
Analista Judiciário/Engenharia Elétrica
Analista Judiciário/Engenharia Mecânica
Analista Judiciário/Contadoria
Analista Judiciário/Informática – Desenvolvimento
Analista Judiciário/Informática – Infraestrutura
Técnico Judiciário311ª912ª3463ª
Técnico Judiciário/Segurança e Transporte12
Técnico Judiciário/Informática127
Técnico Judiciário/Enfermagem
TOTAL7187095

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

CURSOS E ASSINATURAS

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Assinatura Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos*

Sistema de Questões

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

♦ Informações do último Concurso TRF 2
Data: 2016/17
Vagas: CR
Lotações: RJ e ES
Banca: Consulplan
Escolaridade: Nível Superior e médio
Último edital: 2017

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja os comentários
  • Joyce, todo mundo que fez 60% da prova foi aprovado. Mas eles só corrigiram a redação de alguns candidatos (o número exato está no edital), por isso seu nome apareceu na lista dos aprovados mas você não foi para a próxima etapa. Qual a média da nota das redações?
    Raquel Marchiore em 25/04/17 às 09:50
  • Alguém tem alguma previsão de quantos serão nomeados para o cargo de Analista Judiciário Área Administrativa ou sobre o trâmite do projeto de lei 8132/2014 ??
    hugo em 16/04/17 às 10:49
  • Pessoal, estou com algumas dúvidas em relação a esse resultado divulgado hoje. Foram lançadas duas listas, uma com os aprovados definitivamente na prova objetiva e a outra dos convocados para as fases subsequentes.Minha duvida é: fui aprovada na prova objetiva com nota total 48, mas meu nome não consta na lista de aprovados para as fases subsequentes, isso significa que não fui selecionada para a leitura da minha redação? Um outro ponto é: para que fui aprovada na prova objetiva se não irei para a próxima fase? Para mim ficou bastante confuso já que a CONSULPLAN fez o favor de não liberar a colocação dos candidatos, apenas a pontuação final. Caso alguém saiba e possa me explicar eu agradeço imensamente. Obrigada desde já.
    Joyce Pontes em 13/04/17 às 21:41
  • Olá Sérgio,

    Ficamos felizes em saber da sua conquista e por termos ajudado! Parabéns! Conte sempre com nossa equipe para alcançar seus objetivos!

    Natália Scarano em 13/04/17 às 11:19
  • Olá Equipe Estratégia Concursos. Acabei de conferir o resultado final do TRF 2ª Região e só tenho a agradecer a todos. Fiquei na 35ª posição para Técnico de Segurança e Transporte - Espírito Santo e vou para o teste físico. Sinceramente não esperava tanto. Quando comecei a me preparar tinha o objetivo de ficar entre os 100, 150 primeiros colocados, mas graças ao meu esforço e ao MATERIAL DO ESTRATÉGIA minhas expectativas foram superadas, e muito. Muito obrigado é pouco para definir a alegria que estou sentindo. ESSA EQUIPE É DEMAIS!
    Sergio Leppaus em 13/04/17 às 11:04
  • Passando pra agradece novamente as aulas do estratégia e o apoio nos recursos. Graças aos recursos pulei de 69 para 85 pontos e estou em sexto lugar como analista de controladoria. Obrigado à equipe de professores.
    Filipi Assunção Oliveira em 03/04/17 às 08:01
  • Infelizmente os recursos só me prejudicaram, 3 pontos perdi 200 posições, agora estou em 855°, tenho que torcer para tirar uma excelente nota na redação porque a cada ponto conquistado são vários concorrentes que ficam pra trás. Cargo Técnico ADM, sem especialidade.
    rai cani em 01/04/17 às 08:07
  • Olá Equipe Estratégia Concursos. acabei de conferir o resultado do TRF 2 Região e quero agradecer a todos. Fiz para Técnico - Segurança e Transporte - Espírito Santo. Fiquei na 64ª posição. Não irei para o teste físico, mas agradeço a todos. Tenho certeza que sem o material de vocês meu resultado não chegaria nem próximo do que alcancei. Comecei a estudar em dezembro, muito tarde para um concurso deste nível. Foi só um primeiro teste, outros virão. De todo meu coração, meu muito obrigado!
    Sergio Leppaus em 31/03/17 às 22:23
  • ABSURDO não anularem as questões de Contabilidade Pública na prova.
    Andrade em 31/03/17 às 17:59
  • Achei um absurdo. Fui aprovado, mas na minha área de 30 questões de conhecimentos específicos anularam 3 e mudaram o gabarito de 2. Isso sem contar que a prova em si foi patética, por abordar maldosamente assuntos periféricos e desprezar o núcleo de conhecimentos da minha área.
    Leonardo em 31/03/17 às 16:14
  • Absurdo anularem somente 1 questão
    Renato Santaclara Prado em 31/03/17 às 15:07
  • Não estou aguentando mais, esperar o resultado final, essa bancazinha ..... Ficamos escravos deles, todo dia é a mesma angústia....entrar no site.... e nada. Não tem nem previsão!
    Carlos em 22/03/17 às 20:35
  • Ótimos professores, estou gostando muito das vídeos aula
    Roni Magalhaes Barbosa em 16/01/17 às 14:09
  • Ótimos professores, estou gostando muito das vídeos aula
    Roni Magalhaes Barbosa em 16/01/17 às 14:09
  • Gostaria de receber informações sobre o concurso do TRF
    ione marcia de souza oliveira em 22/12/16 às 18:38
  • Boa tarde! Bem,achei vocês jovens,perem bastante articulados. Inteligentes.Gostei de todas às informações,tudo muito detalhado.Parabens,desjo muito mais alunos e sucesso pra toda equipe.Estomas juntos.Um abraço.
    Denize Valéria Santos em 18/12/16 às 13:45
  • Qual banca segue o estilo de questões da Consulplan? São pouquíssimas as questões específicas para o cargo de TI da banca Consulplan.
    Adilson em 24/11/16 às 16:19
  • É sempre bom acompanhar as notícias aqui pelo Estratégia, que sempre passam as informações em primeira mão. Corrijam só um detalhe no post acima. Vocês informam que alterou o n. de redações corrigidas para AJAJ do RJ, de 60 para 150. Na verdade, essa mudança foi para o cargo de AJAA do RJ. Para os AJAJ do Estado, na primeira versão do contato publicado eram 800 vagas para o RJ e o número não foi alterado. Agora é aguardar a confirmação da data da prova e acelerar o ritmo da preparação!!
    Ibsen Cunha em 22/11/16 às 18:45
  • Boa Noite, o material do Estratégia Concursos foi elaborado com base no edital anterior. Quando for publicado o próximo edital (data provável de 21 ou 22 de novembro), os nossos cursos serão atualizados e quem já comprou receberá as atualizações sem custos adicionais.
    Wesley Teles em 17/11/16 às 21:57
  • Pessoal do Estratégia, para técnico judiciário ainda está previsto noções de Direito Penal. Conferi no contrato, mas vcs não puseram no texto (atualização do dia 1 de nov). Estou avisando pq o desencontro de informações me deixou meio confusa, o que pode acontecer com outros candidatos. Abs,
    Fernanda Gomes em 11/11/16 às 16:13
  • Bom dia, alguém sabe quantos analista na área de informática foram chamados no Espírito Santo? Não estou conseguindo achar essa informação
    Victor em 03/11/16 às 08:59
  • Previsão de nível superior em contabilidade?
    Luís em 30/09/16 às 10:27
  • Na minuta do edital parece que não consta a disciplina DIREITO PENAL para os cargos de ANALISTA JUDICIÁRIO (ÁREA JUDICIÁRIA) E ANALISTA JUDICIÁRIO (OFICIAL DE JUSTIÇA). É estranho, pois constam como se fossem disciplinas distintas, "Processo Penal" e "Direito Processual Penal". Teria sido um erro na elaboração da minuta? Alguém saberia informar? Creio que, na verdade, a intenção é cobrar Direito Penal e Direito Processual Penal para os analistas (judiciário e oficial de justiça). Tanto que será cobrado "Noções de Direito Penal" para outros cargos da área administrativa e demais especialidades não jurídicas. Fica a observação.
    Mário em 19/09/16 às 09:57
  • Uma Dúvida, Baseado em que fonte o material desse concurso foi elaborado? Uma vez que a minuta do contrato apresenta somente as matérias que serão cobradas e não os seus conteúdos que cairão na prova. Aguardo retorno. Att
    Edimar Marques de Santis em 09/09/16 às 15:18
  • A que ponto chegamos... acompanhando licitação de banca examinadora
    Hugo em 02/09/16 às 09:09
  • Regimento interno não estava previsto na Minuta do Contrato que foi divulgada. Houve alguma mudança quanto a essa disciplina? Ela tem chance de aparecer no edital?
    BRUNO RIBEIRO em 01/09/16 às 15:55
  • Qual a data prevista para sair o resultado oficial da banca organizadora?! Qual o prazo para analise de recursos?
    Nubia em 01/09/16 às 12:25
  • 15 disciplinas ao total.... Impossível correr atrás desse prejuízo em tão pouco tempo!! Help me.. (daqui a pouco entra inglês na relação)
    Lidiane Fernandes em 31/08/16 às 12:24
  • Realmente vai ficar difícil estudar para TEC. ADMINISTRATIVO e ANALISTA ADMINISTRATIVO , Previdenciário e Tributário para técnico + CPC e CPP no Analista, uma quantidade de matérias enormes em tão pouco tempo! Tudo bem que o mercado de concursos está bem aquecido mas fazer essa sacanagem com quem vem estudando é fogo!! Só aumentando a carga de disciplinas sem razão de ser..incompatível com os cargos exigidos. Realmente não sei o que fazer...tinha pensado em comprar o pacote para ANALISTA ADMINISTRATIVO e fazer as duas provas mas com o acréscimo de disciplinas para o TÉCNICO, realmente terei que fazer como a nossa colega, optar por apenas 01.
    Lidiane Fernandes em 31/08/16 às 12:05
  • não é dificil brendon cruz visto que é tipico dessas bancas menores.
    Matilinda Gomes em 30/08/16 às 11:47
  • A consuplan é uma banca consagrada, essa AOCP já foi suspeita até de fraudar concursos, salvo engano os donos da empresa são políticos, não confio nessa instituição.
    LEANDRO RODRIGUES FREIRE em 26/08/16 às 22:20
  • Isso está uma novela! Mas é bom pq ainda tenho muita coisa pra ver...kkk Agora sejamos honestos. Se alguém lhe diz que consegue fazer um trabalho que foi orçado em 8 milhões, em apenas 1,2 milhões, você não ficaria com pé atrás? Se levarmos em conta que esse concurso alcance 100 mil candidatos, a Consulplan diz que é possivel ter lucro com R$12,44 por cabeça???? Elaborar prova, imprimir prova, gastos com logística, pagar pessoal de apoio(em média de R$80,00 a R$120,00 o dia), pagar professor pra corrigir redação, alugar faculdades, e ainda ter lucro? Nossa! Eles devem trabalhar por amor ao concurso. Ninguém está vendo isso?
    ALEX SANDER GOMES MENDONÇA em 26/08/16 às 09:58
  • Bom, se $1.244.000 da Consulplan representa 12,19% do valor estimado pelo TRF, deduz-se que este valor é $10.205.086 e 50% disso é $5.102.543. Desta forma, a própria AOCP também poderá ser eliminada pelo mesmo motivo de seu recurso, já que sua proposta é de $4.482.000 (também abaixo dos 50%), certo?
    Júlio Coelho em 23/08/16 às 23:54
  • Professor li a folha dirigida que os editais federais que saírem após 31/08, não poderão convocar candidatos em 2017. Procede?
    Nino em 23/08/16 às 21:18
  • Só falta cobrar média de todas as matérias como condição de classificação.
    Brendon Cruz em 20/08/16 às 17:23
  • Professor! Parece que realmente a consuplan foi escolhida!! Tu não acha que isso é armação entre essas bancas,visto que,a mesma caso aconteceu na PC de PE esse ano??
    Bruno em 19/08/16 às 14:43
  • Não entendi a redação, será questões ou discursiva? Pq está escrito 15 questões com peso 2. Alguém pode me esclarecer?
    Ana lucia Francisco em 18/08/16 às 10:04
  • É sério que não vão cobrar regimento interno??
    Leandro Lima em 11/08/16 às 12:26
  • Caramba! e agr? Como aprender em 2 meses Previdenciário e Tributário?
    Ellen em 04/08/16 às 09:47
  • Colocar 40 questões, mais 4 matérias e uma redação não faz sentido. Se colocar na ponta lápis serão 4 de português, 3 de rlm e sustentabilidade. Para as matérias de direito darão de 4 a 5 questões por matérias. Como avaliar alguém assim? É acertar olho de elefante com bala de chumbinho. Sucesso aos colegas, pq será aquele concurso com precisão cirúrgica.
    Alex Sander Gomes Mendonça em 03/08/16 às 17:45
  • Colocar 40 questões, mais 4 matérias e uma redação não faz sentido. Se colocar na ponta lápis serão 4 de português, 3 de rlm e sustentabilidade. Para as matérias de direito darão de 4 a 5 questão por matéria. Como avaliar alguém assim? É acertar olho de elefante com bala de chumbinho. Sucesso aos colegas, pq será aquele concurso com precisão cirúrgica.
    Alex Sander Gomes Mendonça em 03/08/16 às 17:43
  • […] Quer acompanhar as notícias sobre o andamento do próximo concurso TRF 2? Veja aqui:  Notícias do concurso TRF 2. […]
    Edital TRF 2 - análise completa do certame em 02/08/16 às 21:03
  • Não terá mais para Taquígrafo?
    André em 02/08/16 às 20:33
  • Como de hábito, a Administração passando uma rasteira na turma que já estava se preparando. Incluir tributário e previdenciário para cargo de nível médio é golpe baixo. Para complicar mais, fica difícil crer que a FCC acabe vencendo o pregão. Lamentável. A quem for encarar essa, só resta meter a cara e torcer prá cair o que se conseguir fixar em 2 meses e meio, o que será pouquíssimo em penal, previdenciário e tributário.
    Lucas em 02/08/16 às 14:49
  • Razoavelmente nada, vai mudar muito... Estava estudando para Analista Administrativo e Técnico Adm... agora vai ser impossível estudar para os dois... Vou ter que optar por apenas um
    BRUNO RIBEIRO em 01/08/16 às 18:05
  • Caramba!!! O edital vai mudar razoavelmente. Fortes emoções!!!
    Rogério em 01/08/16 às 17:52
  • Só falta ser junto com a prova do TCM-Rio.
    Julio Fontana em 01/08/16 às 17:17
  • Parabéns daniel pelo pdf!
    Marcelo em 01/08/16 às 15:42
  • Segue o termo de referência do TRF-2 para as bancas: https://sites.google.com/site/danlimolive/termodereferencia_trf2.pdf No termo constam os cargos contemplados, bem como as disciplinas, pesos das questões, cidades onde haverá provas, e previsão do cronograma. Edital em Setembro, provas em Outubro, homologação do resultado final dos cargos sem prova prática em Janeiro de 2017
    Daniel em 01/08/16 às 12:52
  • Douglas seu nível de informação é péssimo! Veja o site que há várias nomeação incluindo o Diário oficial. Ignorante é tenso, bom ter esse do seu nível em concursos. Menos um.
    Felipe em 26/07/16 às 11:26