Notícia

Concurso TRE PB: inscreva-se! Ganhe até R$ 13,9 mil

Foi finalmente publicado o edital do concurso TSE Unificado com vagas para o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE PB) pela Justiça Eleitoral!

De acordo com o documento, são ofertadas 03 vagas imediatas, mais formação de cadastro reserva, para os cargos de Técnico e Analista Judiciário, ambos de nível superior, do TRE PB.

Os salários iniciais variam de R$ 8.529,67 a R$ 13.994,78. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas até 18 de julho de 2024, no site da banca organizadora, Cebraspe.

Além disso, é necessário pagar a taxa de participação que varia de R$ 85,00 a R$ 130,00. Já as provas estão previstas para o dia 22 de setembro de 2024.

Confira mais informações no decorrer do artigo!

  • Concurso TRE PB
  • Status: edital publicado
  • Vagas: 03 + CR
  • Banca: Cebraspe
  • Escolaridade: Nível superior
  • Salário inicial: R$ 8.529,65 a R$ 13.994,78
  • Edital: TSE Unificado 2024

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Para quem almeja ser aprovado em algum concurso da área de Tribunais, precisa saber que a preparação deve começar bem antes do período que as inscrições são abertas. Assim, preparamos este artigo com as informações principais para você iniciar os seus estudos.

Situação atual do concurso TRE PB

Principais datas

  • Inscrições: 04/06 a 18/07/2024
  • Isenção da taxa: 04/04 a 18/07
  • Último dia para pagamento: 09/08
  • Prova: 22/09/2024

Cargos, vagas e remunerações do edital TSE Unificado

Analista Judiciário

CARGOSVAGASSALÁRIO
Analista Judiciário – Área Administrativa – ContabilidadeCRR$ 13.994,78
Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Tecnologia da Informação CRR$ 13.994,78
Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Engenharia CivilCRR$ 13.994,78
Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – EstatísticaCRR$ 13.994,78
Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Medicina do TrabalhoCRR$ 13.994,78
Analista Judiciário – Área Judiciária – Sem especialidadeCRR$ 13.994,78
Cargos, vagas e remunerações do concurso TSE Unificado

Técnico judiciário

CARGOSVAGASSALÁRIO
Técnico Judiciário – Área Administrativa – Sem especialidade 03 + CRR$ 8.529,65
Técnico Judiciário – Área Administrativa – Agente da Polícia JudicialCRR$ 9.773,56
Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Programação de Sistemas CRR$ 8.529,65
Cargos, vagas e remunerações do concurso TSE Unificado

Veja aqui a divisão das vagas por estado!

O servidor ainda faz jus aos seguintes benefícios:

  • Auxílio pré-escolar no valor de R$ 951,84, e
  • Auxílio alimentação no valor de R$ 1.203,76.

Etapas e provas do edital TSE Unificado

Sob organização da banca Cebraspe, os candidatos inscritos no edital do concurso TSE Unificado serão avaliados por meio da aplicação das seguintes etapas:

  • Prova Objetiva – eliminatório e classificatório, para todos os cargos;
  • Prova Discursiva – eliminatório e classificatório, para os cargos de Analista Judiciário, todas as especialidades;
  • Prova de Capacidade Física (Agente da Polícia Judicial) – eliminatório; e
  • Prova de Títulos – classificatório, somente para os cargos de Analista Judiciário.

As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de Analista Judiciário terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável do dia 22 de setembro de 2024, no turno da manhã.

Já as provas objetivas para os cargos de Técnico Judiciário terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas também na data provável do dia 22 de setembro de 2024, no turno da tarde.

Provas Objetivas

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será composta de 120 itens e valerá 190,00 pontos.

Cada prova objetiva será constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos que deverão ser respeitados. O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s) a que se refere o item.

A etapa versará sobre as seguintes disciplinas

  • Nível Superior:
    • Língua Portuguesa;
    • Noções de Direito Eleitoral (para os cargos de Analista Judiciário – Área Administrativa, e Técnico Judiciário – Área Administrativa);
    • Noções de Direito Administrativo;
    • Noções de Direito Constitucional;
    • Conhecimentos Específicos.

Prova Discursiva

A prova discursiva valerá 50,00 pontos e consistirá da redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de temas relacionados a conhecimentos específicos do cargo/área/especialidade.

A prova discursiva avaliará o conteúdo (conhecimento do tema), a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa. O candidato deverá produzir, conforme o comando formulado pela banca examinadora, texto dissertativo, primando pela coerência e pela coesão.

Prova de Capacidade Física

A prova de Capacidade Física do edital TSE Unificado terá caráter eliminatório, e será aplicada somente aos candidatos par o cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativo – Especialidade: Agente da Polícia Judicial .

Segundo o edital, os candidatos serão avaliados por meio dos seguintes testes:

  • flexão de braço na barra fixa (para os candidatos do sexo masculino) ou de barra estática (candidatas do sexo feminino);
  • flexão abdominal;
  • corrida de 12 minutos.

Avaliação de Títulos

De caráter apenas classificatório, a Avaliação de Títulos será aplicada aos cargos de Analista Judiciário. A etapa valerá até 10,00 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos enviados seja superior a esse valor.

Somente serão aceitos os títulos abaixo relacionados, expedidos até a data de envio, observados os limites de pontos do quadro a seguir:

Tabela de pontuação de Títulos.
Tabela de pontuação de Títulos.

Alteração da escolaridade de Técnico Judiciário

No dia 26 de dezembro de 2022 foi promulgada a resolução que altera a escolaridade para a carreira de técnico judiciário. A partir da alteração passará a ser exigido o certificado de nível superior aos candidatos.

O requisito deve ser aplicado nos concursos para os seguintes órgãos do Poder Judiciário da União: 

  • Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs);
  • Tribunais Regionais Eleitorais (TREs);
  • Tribunais Regionais Federais (TRFs);
  • Tribunal Superior do Trabalho (TST);
  • Tribunal Superior Eleitoral (TSE);
  • Superior Tribunal de Justiça (STJ); 
  • Supremo Tribunal Federal (STF);
  • Superior Tribunal Militar (STM);
  • Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

Veja aqui o texto na íntegra!

Concurso TRE PB: Carreira

Cargos vagos

De acordo com o último levantamento disponibilizado pela Portaria Nº 244, de 31 de março de 2023, há 06 cargos vagos no órgão, distribuídas entre os cargos de Técnico e Analista Judiciário, de níveis médio e superior de escolaridade.

Confira abaixo a distribuição!

CargoVagas
Analista02
Técnico 04
Total06
Cargos vagos TRE PB

Salários e Benefícios

De acordo com a edição do dia 10 de janeiro de 2023 do Diário Oficial da União, fica alterada a Lei nº 11.416, de 15 de dezembro de 2006, para reajustar a remuneração das carreiras dos servidores dos quadros de pessoal do Poder Judiciário da União.

Conforme a publicação, “os valores constantes dos Anexos II, III e VIII da Lei nº 11.416, de 15 de dezembro de 2006, e as demais parcelas remuneratórias devidas às carreiras dos servidores dos quadros de pessoal do Poder Judiciário da União serão reajustados em parcelas sucessivas e cumulativas, da seguinte forma:

I – 6% , a partir de 1º de fevereiro de 2023;

II – 6% , a partir de 1º de fevereiro de 2024;

III – 6,13% , a partir de 1º de fevereiro de 2025.

Vale lembrar que os salários dos servidores dos Tribunais são compostos pelo vencimento básico + GAJ (Gratificação de Atividade Judiciária), além de outras gratificações, como o GAE (Gratificação de Atividade Externa) e GAS (Gratificação de Atividade de Segurança), quando aplicável.

Com a mudança, a estrutura remuneratória apresentada pelo Tribunal Superior Eleitoral, órgão que representa os demais TREs, passa a apresentar os seguintes salários iniciais para as carreias de Técnico e Analista:

  • Analista Judiciário (Vencimento básico + GAJ)
    • 2023
      • Inicial: R$ 13.202,62 
      • Final: R$ 19.823,62
    • 2024
      • Inicial: R$ 13.994,78 
      • Final: R$ 21.013,03
    • 2025
      • Inicial: R$ 14.852,66
      • Final: R$ 22.301,14
  • Técnico Judiciário (Vencimento básico + GAJ)
    • 2023
      • Inicial: R$ 8.046,84
      • Final: R$ 12.082,30
    • 2024
      • Inicial: R$ 8.529,67
      • Final: R$ 12.807,24
    • 2025
      • Inicial: R$ 9.052,54
      • Final: R$ 13.592,33

Ressalta-se ainda que a partir de fevereiro de 2024, os Tribunais ainda pagarão auxílio pré-escolar no valor de R$ 1.178,82, e auxílio alimentação no valor de R$ 1.393,10.

Requisitos dos cargos

Analista Judiciário

Este cargo tem como requisito diploma de nível superior, e dependendo para qual especialidade, que a função está alocada, pode-se exigir a qualificação superior naquela área. No concurso TRE PB de 2015, para o Analista Judiciário da área administrativa, foi requerido diploma em qualquer área de atuação, inclusive licenciatura plena.

Técnico Judiciário

Desde o dia 26 de dezembro de 2022, para os cargos técnicos, que também podem ter diversas especialidades, o requisito essencial é o certificado de conclusão de ensino superior.

Outra informação interessante para os dois cargos é a possibilidade do candidato concorrer para analista e técnico judiciário. No concurso TRE PE de 2015, as provas para Analista ocorreram na parte da tarde e para os Técnicos de manhã.

Último concurso TRE PB

Em setembro de 2015 foram abertas as inscrições para o concurso TRE PB e sua homologação ocorreu em março de 2016. No entanto, em fevereiro de 2019, foi publicado no Diário Oficial da União a prorrogação do prazo de validade até abril de 2020. Até o momento segue expirada a validade do certame.

O edital ofertou 19 oportunidades de nível médio e superior para os cargos de analista e técnico judiciário na área administrativa; técnico judiciário na área apoio especializado com especialidade em programação de sistemas; e técnico judiciário na área de apoio especializado com especialidade em operação de computadores.

Quantidade de vagas

  • O concurso TRE PB de 2015 teve no total 15 vagas em aberto.
  • Analista Judiciário Administrativo: 4 vagas; destas 1 destinada a candidatos negros.
  • Técnico Judiciário Administrativo: 13 vagas; destas 1 vaga para deficientes e 3 vagas para candidatos negros.
  • Técnico Judiciário em Programação de Sistemas: 1 vaga
  • Técnico Judiciário em Operação de Computadores: 1 vaga

Quantidade de inscritos

Segundo o levantamento da Fundação Carlos Chagas (FCC), instituição organizadora do concurso TRE PB, foram no total 53 mil inscritos, e o cargo que teve mais candidatos concorrendo foi de Técnico Judiciário com 41.589 concurseiros. Cerca de 79% dos inscritos.

No caso dos candidatos com deficiência, o total foi de 919, não só para o cargo de Técnico Judiciário que havia vaga destinada para este público. Os outros cargos em aberto também tiveram inscrições, concurseiros com deficiência ou mobilidade reduzida que prestaram o concurso TRE PB em ampla concorrência. Já candidatos que se autodeclararam negros, o total foi de 7.196 inscritos.

Notas de corte

CargoNota Final
Analista Judiciário Administrativo 8,28
Candidatos Negros7,93
Técnico Judiciário Administrativo 9,50
Candidatos Negros 9,50
Candidatos com deficiência
8,88
Técnico Judiciário em Programação de Sistemas 7,81
Técnico Judiciário em Operação de Computadores 8,50

Concurso TRE PB: Etapas de Provas

A realização das provas do concurso TRE PB foram realizadas em dois horários. Na parte da manhã foram aplicadas as provas para os Técnicos Judiciários, enquanto no período da tarde ocorreram as avaliações para Analista Judiciário.

No momento da inscrição para o concurso TRE PB os candidatos puderam optar em fazer a prova nas cidades de João Pessoa, Campina Grande ou Patos e Sousa.

Provas e redação – Analista Judiciário Administrativo

Foram aplicadas três provas para este cargo. Uma prova de conhecimentos gerais, com 20 questões e outra de conhecimentos específicos com 40 questões. As duas constituídas de questões objetivas de múltipla escolha. E uma prova discursiva, em formato de redação.

As avaliações foram de caráter habilitatório e classificatório, os candidatos tiveram 4 horas para resolver as questões e realizar a prova discursiva. Veja abaixo a quantidade de questões para cada prova e peso de uma cada uma delas.

ProvasQuantidade de QuestõesPeso
Conhecimentos Gerais201
Conhecimentos Específicos403
Prova DiscursivaRedação2
  • Conhecimentos Gerais
  • Gramática e interpretação de texto da língua portuguesa
  • Noções de Informática
  • Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais

Na prova discursiva de redação do concurso TRE PB foi cobrado do candidato o desenvolvimento de um texto dissertativo a partir de um tema atual. Como segue abaixo:

concurso TRE - PB

Além disso, em relação ao conteúdo do texto que equivalia a 4 pontos, foram cobrados:

  • Perspectiva adotada no tratamento do tema;
  • Capacidade de análise e senso crítico em relação ao tema proposto;
  • Consistência dos argumentos, clareza e coerência no seu encadeamento.

Nesta parte, se o candidato tangenciasse o tema, ou seja, em algum momento do texto fugisse do tema ou não o tivesse abordado de maneira crítica, teria a nota prejudicada.

Sobre a estrutura da redação, equivalente a 3 pontos, foram usados como critérios de avaliação:

  • Respeito ao gênero solicitado;
  • Progressão textual e encadeamento de ideias;
  • Articulação de frases e parágrafos.

Já para a dominação expressão, os critérios avaliados foram:

  • Desempenho linguístico de acordo com o nível de conhecimento exigido para o cargo/área;
  • Adequação do nível de linguagem adotado à produção proposta e coerência no uso;
  • Domínio da norma culta: estrutura sintática, elementos coesivos, concordância verbal e nominal, pontuação, regência verbal e nominal, emprego de pronomes, flexão verbal e nominal, uso de tempos e modos verbais e grafia e acentuação.

Para a redação é atribuída a pontuação de 0 a 10. Só é corrigida a redação dos candidatos habilitados nas provas objetivas, portanto, aqueles que acertaram igual ou superior a 50% das questões.

Provas para Técnicos Judiciários

As provas para Técnicos Judiciários eram constituídas de: uma prova de 20 questões objetivas de múltipla escolha de conhecimentos gerais. A segunda prova de conhecimentos específicos tinha 40 questões também objetivas e exigia do candidato conhecimentos na área de atuação do cargo.

Esta etapa foi de caráter habilitatório e classificatório e teve duração de 3 horas para a sua realização. Segue abaixo o quadro descritivo das avaliações.

ProvasQuantidade de QuestõesPeso
Conhecimentos Gerais201
Conhecimentos Específicos403
  • Conhecimentos Gerais
  • Gramática e interpretação de texto da língua portuguesa
  • Noções de Informática
  • Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

Quer estudar para Concurso TRE PB?

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Assinatura Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos*

Sistema de Questões

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Informações do edital TSE Unificado – TRE PB

  • Provas: 22/09/2024
  • Vagas: 03 + CR
  • Cargos: Analista e Técnico
  • Banca: Cebraspe
  • Escolaridade: nível superior
  • Edital: TSE Unificado 2024

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.