Notícia

Concurso TRE ES pode estar em edital unificado

O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo confirmou o interesse em participar do edital unificado, promovido pelo Tribunal Superior Eleitoral!

A seleção acontecerá através da publicação de um único edital para atender as necessidades de diversos TREs (Tribunais Regionais Eleitorais) por todo o país.

A expectativa é que o certame seja realizado em 2024 e, segundo o TRE ES, os cargos e vagas a serem ofertados estão sendo levantados.

Confira maiores detalhes ao longo do artigo!

  • Concurso TRE ES
  • Status: previsto em edital unificado
  • Banca: a definir
  • Vagas: a definir
  • Escolaridade: nível superior
  • Salário inicial: R$ 8.529,67 a R$ 13.994,78 [a partir de fevereiro de 2024]
  • Último EditalTRE ES 2010

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Confira todas as informações sobre o TRE ES neste artigo. Saiba tudo que você vai encontrar no decorrer da página nos tópicos abaixo:

Concurso TRE ES: status atual

Alteração de escolaridade

O Projeto de Lei 3662/21, que altera a escolaridade do cargo de Técnico Judiciário e estabelece o nível superior como requisito aos concursos Tribunais, foi promulgado.

De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Judiciário Federal e Ministério Público da União (Fenajufe) a alteração da escolaridade valoriza a carreira de Técnico Judiciário, uma vez que as atividades desempenhadas pelos técnicos são complexas e sua importância necessitava de reconhecimento.

Desta forma, para assumir o cargo de Técnico Judiciário, os candidatos agora devem possuir como requisito nível superior de escolaridade.

Edital unificado

O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo confirmou que solicitou participação no edital unificado promovido pelo TSE para o ano de 2024.

A expectativa e de que sejam ofertadas vagas de níveis médio e superior, mas o número de oportunidades ainda está sendo levantado pelo órgão.

Cargos vagos

De acordo com a Portaria Nº 244, de 31 de marços de 2023, o TRE ES possui 02 cargos vagos na carreira Técnico Judiciário.

Concurso TRE ES: remuneração

De acordo com a edição do dia 10 de janeiro de 2023 do Diário Oficial da União, fica alterada a Lei nº 11.416, de 15 de dezembro de 2006, para reajustar a remuneração das carreiras dos servidores dos quadros de pessoal do Poder Judiciário da União.

Conforme a publicação, “os valores constantes dos Anexos II, III e VIII da Lei nº 11.416, de 15 de dezembro de 2006, e as demais parcelas remuneratórias devidas às carreiras dos servidores dos quadros de pessoal do Poder Judiciário da União serão reajustados em parcelas sucessivas e cumulativas, da seguinte forma:

I – 6% , a partir de 1º de fevereiro de 2023;

II – 6% , a partir de 1º de fevereiro de 2024;

III – 6,13% , a partir de 1º de fevereiro de 2025.

Vale lembrar que os salários dos servidores dos Tribunais são compostos pelo vencimento básico + GAJ (Gratificação de Atividade Judiciária), além de outras gratificações, como o GAE (Gratificação de Atividade Externa) e GAS (Gratificação de Atividade de Segurança), quando aplicável.

Com a mudança, a estrutura remuneratória apresentada pelo Tribunal Superior Eleitoral, órgão que representa os demais TREs, passa a apresentar os seguintes salários iniciais para as carreias de Técnico e Analista:

  • Analista Judiciário (Vencimento básico + GAJ)
    • 2023
      • Inicial: R$ 13.202,62 
      • Final: R$ 19.823,62
    • 2024
      • Inicial: R$ 13.994,78 
      • Final: R$ 21.013,03
    • 2025
      • Inicial: R$ 14.852,66
      • Final: R$ 22.301,14
  • Técnico Judiciário (Vencimento básico + GAJ)
    • 2023
      • Inicial: R$ 8.046,84
      • Final: R$ 12.082,30
    • 2024
      • Inicial: R$ 8.529,67
      • Final: R$ 12.807,24
    • 2025
      • Inicial: R$ 9.052,54
      • Final: R$ 13.592,33

Ressalta-se ainda que a partir de fevereiro de 2024, os Tribunais ainda pagarão auxílio pré-escolar no valor de R$ 1.178,82, e auxílio alimentação no valor de R$ 1.393,10.

Último concurso TRE ES

O concurso TRE ES 2010 ofertou ao todo 39 vagas mais cadastro reserva para cargos de analista e técnico judiciário de diversas especialidades. Segundo informações do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo, o concurso nomeou:

  • Analista Judiciário – Área Judiciária: 12 nomeações
  • Analista Judiciário – Especialidade Medicina: 01 nomeação
  • Analista Judiciário – Especialidade Psicologia: 01 nomeação
  • Analista Judiciário – Especialidade Análise de Sistemas: 08 nomeações
  • Analista Judiciário – Especialidade Arquivologia: 01 nomeação
  • Técnico Judiciário – Área Administrativa: 31 nomeações
  • Técnico Judiciário – Apoio Especializado Taquigrafia: 01 nomeação
  • Técnico Judiciário – Apoio Especializado Edificações: 01 nomeação
  • Técnico Judiciário – Apoio Especializado Programação de Sistemas: 10 nomeações
  • Técnico Judiciário – Apoio Especializado Operador de Computador: 24 nomeações

Provas TRE ES 2010

O concurso TRE ES 2010 foi composto das seguintes etapas:

  • Prova Objetiva (todos os cargos): caráter eliminatório e classificatório;
  • Prática de Acompanhamento Taquigráfico (apenas para Técnico – Taquigrafia): caráter eliminatório
  • Prova Discursiva (somente Analistas): caráter eliminatório e classificatório.

Prova Objetiva

Para os cargos de Analista Judiciário, a Prova Objetiva foi aplicada no período da manhã, em conjunto com a Prova Discursiva, e ambas tiveram a duração de 4 horas e 30 minutos. As questões eram do tipo “CERTO” e “ERRADO”, assim distribuídas:

Analista Judiciário

Área de conhecimentoN.º de questõesPeso
Conhecimentos Básicos501
Conhecimentos Específicos 702
Concurso TRE ES: prova objetiva para analista

A Prova Objetiva para os cargos de Técnico Judiciário teve duração de 3 horas e 30 minutos e foram aplicadas no mesmo dia, no turno da tarde.

Técnico Judiciário

Área de conhecimentoN.º de questõesPeso
Conhecimentos Básicos501
Conhecimentos Específicos 703
Concurso TRE ES: prova objetiva para técnico

Conteúdo Programático / Disciplinas

Conhecimentos básicos para os cargos de Analista:

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Informática (exceto para Analista de Análise de Sistemas)
  • Raciocínio Lógico (somente para Analista de Análise de Sistemas)

Conhecimentos específicos para o cargo de Analista Judiciário:

  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
  • Direito Eleitoral
  • Direito Civil
  • Direito Processual Civil
  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal
  • Noções de Administração Pública
  • Normas aplicáveis aos Servidores Públicos Federais

Conhecimentos básicos para o cargo de Técnico Judiciário Área Administrativa:

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Informática
  • Noções de Arquivologia

Conhecimentos específicos para o cargo de Técnico Judiciário Área Administrativa:

  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Eleitoral
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Administração Pública
  • Normas aplicáveis aos Servidores Públicos Federais
  • Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo

A nota em cada item da prova foi igual a 1,00 ponto, caso a resposta estivesse em concordância com o gabarito oficial; 0,50 ponto negativo, caso a resposta do candidato estivesse em discordância com o gabarito oficial; 0,00 ponto, caso não houvesse marcação ou marcação dupla.

Foi eliminado do concurso o candidato que se enquadrasse em pelo menos um dos itens a seguir:
a) obtivesse nota inferior a 4,00 pontos na parte de Conhecimentos Gerais;
b) obtivesse nota inferior a 5,00 pontos na parte de Conhecimentos Específicos;
c) obtivesse nota final inferior a 6,00 pontos em ambos os Conhecimentos somados.

Prova Discursiva

Respeitados os empates na última posição, foram corrigidas as provas discursivas dos candidatos aos cargos de Analista Judiciário aprovados na prova objetivas e classificados dentro do número de vagas para cada cargo/área/especialidade até as seguintes colocações:

  • Analista Judiciário – áreas: Administrativa e Análise de Sistemas100ª posição;
  • Analista Judiciário – demais especialidades da Área de Apoio40ª posição;
  • Analista Judiciário – área: Judiciária

A prova discursiva valeu 10,00 pontos e consistiu na elaboração de texto, de 30 linhas no máximo, acerca de conteúdos relacionados aos Conhecimentos Específicos. Ela teve o objetivo de avaliar o conhecimento do tema, a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa.

O candidato deveria produzir, com base em tema formulado pela banca examinadora, texto dissertativo, primando pela coerência e pela coesão. Foi eliminado do concurso público o candidato ao cargo de Analista Judiciário que obtivesse nota inferior a 5,00 pontos na Prova Discursiva.

Prova de de Acompanhamento Taquigráfico

Esta etapa foi aplicada apenas para os candidatos ao cargo de Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade: Taquigrafia.

A Prova de Acompanhamento Taquigráfico valeu 10,00 pontos e consistiu de duas partes:

a) PP1 – apanhamento taquigráfico: durante cinco minutos, de ditado feito em velocidade média de 110 palavras por minuto, seguido de tradução digitada em computador compatível com IBM/PC, em software próprio do CESPE/UnB, com prazo máximo de 2 horas e valor de 5,00 pontos;

b) PP2 – apanhamento taquigráfico: durante cinco minutos, de ditado feito em velocidade média de 115 palavras por minuto, seguido de tradução digitada em computador compatível com IBM/PC, em software próprio do CESPE/UnB, com prazo máximo de 2 horas e valor de 5,00 pontos.

A prova foi realizada exclusivamente pelo processo manual, a lápis ou caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. O candidato deveria empregar o método taquigráfico de sua escolha, devendo trazer bloco de papel, lápis ou caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente.

Foi eliminado o candidato que obtivesse nota menor que 5,00 pontos no conjunto das duas partes.

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

Quer estudar para Concurso TRE ES?

Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo? Então, confira os nossos cursos e comece a estudar para 
TRE ES:

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

Informações do edital TRE ES

Informações do último Concurso TRE ES

Data: 2010
Vagas: 39 + CR
Cargos: Analista e Técnico
Banca: Cebraspe
Escolaridade: Nível Médio e Superior
Último edital: TRE ES 2010

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja os comentários
  • Nenhum comentário enviado.