Concurso TJMG 2ª Instância: PL de unificação das carreiras avança na ALMG
Herbert Almeida

Concurso TJMG 2ª Instância: PL de unificação das carreiras avança na ALMG

O projeto de lei que discute a unificação do quadro de servidores do Tribunal de Justiça de Minas Gerais foi aprovado em segundo turno na Comissão de Administração da ALMG. O substitutivo relatado pelo deputado Roberto Andrade segue agora para o plenário da casa.

A proposta foi aprovada Órgão Especial do TJMG em agosto e enviada à Assembleia Legislativa. Após a votação em plenário, o texto será consolidado em sua versão final e encaminhado ao Executivo para sanção ou veto.

A proposta de unificação do concurso adiou o lançamento dois dois editais planejados, inicialmente, para 2019: o concurso para a 2ª instância seria organizado pelo IBFC e ofertaria vagas para os cargos de  Técnico Judiciário (Classe C) e Oficial Judiciário (Classe D). O Tribunal aguarda a aprovação final do projeto para dar andamento aos concursos.

Acompanhe abaixo mais informações sobre o certame.

Concurso TJMG: Curiosidades do Cargo

Qual a diferença entre o concurso de 1ª ou 2ª instância?

Um acidente de trânsito por exemplo, as partes não chegam a composição de um acordo na hora do fato, então recorrem ao judiciário para resolver o problema. O juiz ao final dará uma sentença a respeito do caso, colocando um fim na disputa.

O processo em regra, vai começar no 1º grau, tramitando no Fórum da cidade, e será julgado por um juiz de direito. A parte que não concordar com a decisão, poderá interpor um recurso endereçado para a 2ª instância, ou seja, o Tribunal de Justiça competente para aquele caso.

O processo então será julgado novamente por um Desembargador, que irá reanalisar o pedido objeto da demanda. Dentro da 2ª instância, dependendo da matéria, haverá vários órgãos.

O segundo grau também tem a competência originária, por exemplo o caso de autoridade com Foro privilegiado. Caso ele cometa um crime de responsabilidade por exemplo, não será julgado pelo juiz de 1ª instância, a interposição da ação será diretamente em 2ª instância.

Projeto Básico do Concurso TJMG 2ª instância

O Projeto Básico do concurso TJMG 2ª instância traz informações relevantes para que você possa se planejar para a prova. Ainda não se sabe o número exato de vagas, mas o edital irá contemplar os seguintes cargos:

a) Técnico Judiciário (Classe C): Esse é o cargo de nível superior, que terá vagas para diversas especialidades:

  • Administrador de Banco de Dados,
  • Administrador de Rede,
  • Analista de Sistemas,
  • Cirurgião Dentista,
  • Enfermeiro,
  • Engenheiro Civil,
  • Engenheiro Eletricista,
  • Engenheiro Mecânico,
  • Estatístico e
  • Técnico Judiciário – Direito.

b) Oficial Judiciário (Classe D): Esse é o cargo de nível médio, que também terá vagas divididas por especialidade:

  • Assistente Técnico de Controle Financeiro,
  • Assistente Técnico de Sistemas e
  • Oficial Judiciário.

Sem dúvida alguma, os cargos que mais chamam a atenção são os de Técnico Judiciário (Direito) e Oficial Judiciário (nível médio). Estes devem ser aqueles cargos que irão atrair o maior número de candidatos interessados.

O Projeto Básico prevê quais são os requisitos para cada um dos cargos do TJ-MG (2ª instância), em suas diversas especialidades. Por exemplo, um dos cargos de Oficial Judiciário exige apenas a conclusão do nível médio.

Segundo o documento, o concurso será composto de uma prova objetiva e uma prova discursiva. Essa será a estrutura da prova para todos os cargos / especialidades.

Cargos e composição das provas no concurso TJMG 2ª instância

Oficial Judiciário – Especialidade: Assistente Técnico de Controle Financeiro.

  •  Língua Portuguesa
  •  Noções de Direito
  •  Noções de Informática
  • Conhecimentos Específicos (por especialidade)
  • Raciocínio Lógico-Matemático

Oficial Judiciário – Especialidade: Assistente Técnico de Sistemas

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito
  • Inglês Técnico
  • Conhecimentos Específicos (por especialidade)
  • Raciocínio Lógico-Matemático

Oficial Judiciário – Especialidade: Oficial Judiciário

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito
  • Noções de informática
  • Atos do ofício
  • Raciocínio Lógico-Matemático

Oficial Judiciário – Especialidades: Enfermeiro, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Mecânico, Estatístico e Médico

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito
  • Noções de informática
  • Conhecimentos Específicos (por especialidade)
  • Raciocínio Lógico-Matemático

Técnico Judiciário – Especialidade: Administrador de Banco de Dados, Administrador de Rede e Analista de Sistemas

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito
  • Inglês Técnico
  • Conhecimentos Específicos (por especialidade)
  • Raciocínio Lógico-Matemático

Técnico Judiciário – Especialidade: Técnico Judiciário

  • Língua Portuguesa
  • Noções de informática
  • Conhecimentos Específicos (por especialidade)
  • Raciocínio Lógico-Matemático

Cargos vagos para o concurso TJMG – 1ª e 2ª Instância

O Tribunal ainda não divulgou o número exato de vagas que serão abertas no concurso TJ MG. Mas a equipe do Estratégia buscou os números mais atualizados de vacâncias do órgão.

Segundo dados do portal da transparência do TJMG, atualizada pela última vez em abril de 2018, a carreira de Técnico de Apoio Judiciário da 2ª Instância conta com 38 servidores ativos. Já o cargo de Oficial Judiciário, conforme o levantamento feito pelo órgão, possui 886 cargos vagos.

CargoVagos
Agente Judiciário
Oficial de Apoio Judicial1.723
Oficial Judiciário886
Téc. Apoio Jud. 1ª Entrância
Téc. Apoio Jud. 2ª Entrância
Téc. Apoio Jud. Ent. Especial
Técnico Judiciário271
Cargos em Comissão531
Funções de Confiança375

E caso seja do seu interesse ficar por dentro também do Concurso TJ MG  1ª Instância, que inclusive definiu sua banca para o novo certame que ofertará vagas para o cargo de Técnico, basta clicar aqui.

Último Concurso TJMG

O último edital foi publicado em 2011, com oferta de vagas para os cargos de Oficial Judiciário e Técnico Judiciário, especialidade Médica. A execução do certame ficou sob a responsabilidade da Fundação Mariana Resende Costa – FUMARC.

Técnico Judiciário (classe C) – Ensino Superior:

  • Administrador de Banco de Dados
  • Administrador de Rede
  • Analista de Recursos Humanos
  • Analista de Sistemas
  • Arquiteto
  • Assistente Social
  • Bibliotecário
  • Cirurgião Dentista
  • Contador
  • Enfermeiro
  • Engenheiro Eletricista
  • Engenheiro Mecânico
  • Jornalista
  • Relações Públicas
  • Técnico Judiciário
  • Médico

Oficial Judiciário (classe D) – Ensino Médio:

  • Assistente Técnico do Controle Financeiro
  • Assistente Técnico de Sistemas
  • Desenhista/Projetista
  • Oficial Judiciário

Linha do tempo

  • 12/2011: Publicação do edital
  • 04/2012: Aplicação das provas
  • 09/2012: Homologação

Etapas do certame

As provas foram realizadas no ano de 2012, sendo estas objetivas de múltipla escolha com 4 ou 5 horas de duração máxima, dependendo do cargo concorrido.

Para os cargos de Analista de Recursos Humanos, Assistente Social, Jornalista, Relações Públicas e Técnico Judiciário foram aplicadas prova de redação. As demais provas foram cobradas as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Informática;
  • Noções de Direito;
  • Atos do Ofício (para o cargo de Oficial Judiciário);
  • Conhecimentos específicos (de acordo com a especialidade).
Concurso TJ MG 2ª Instância: quadro de disciplinas
Concurso TJ MG 2ª Instância: quadro de disciplinas

Nomeações e nota de corte

Prorrogado até 20 de setembro de 2016, o certame contou com 64 portarias de nomeação durante todo o prazo do concurso, que teve 669 candidatos nomeados.

CargoColocaçãoNota (resultado final)
Oficial Jud. D / Oficial Jud.408º 53,00 (88%)
Oficial Jud. D / Assistente Técnico de Sistemas 65º 39,00 (65%)
Téc. Jud. C / Analista de Sistemas 107º 36,00 (60%)
Téc. Jud. C / Administrador de Rede 11º 43,00 (71%)
Oficial Jud. D / Assistente Técnico de Controle Financeiro 27º 42,00 (70%)
Téc. Jud. C / Relações Públicas* 136,00 (85%)

*A nota do cargo de Relações Públicas é mais alta, pois tinha também redação no valor de 100 pontos.

Materiais e bônus gratuito para o concurso TJ MG

Para você que ficou interessado neste concurso, não deixe de acessar o link acima. Nele você poderá encontrar alguns dos nossos materiais totalmente gratuitos, tais como:

  • Vade Mecum Oficial de Justiça Avaliador – TJ MG 1ª Instância;
  • Vede Mecum Oficial Judiciário – TJ MG 2ª Instância, e
  • Vade Mecum Técnico Judiciário – TJ MG 2ª Instância.

E se por acaso você perdeu o bate papo com o Professor Tiago Zanolla e convidados, não fique de fora, acesse agora mesmo e confira as dicas sobre os concursos para o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, 1ª e 2ª instâncias, acesse:

Assinatura ilimitada e cursos para o concurso TJ MG 2ª instância

Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo? Então, confira os nossos cursos e comece a estudar para TJMG 2ª Instância:

CURSO TJMG 2ª Instância

Assinatura Anual Ilimitada*

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

ASSINE AGORA – Assinatura Ilimitada

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2020

Ficha técnica Concurso TJMG2ª Instância

Informações do próximo concurso TJMG (2ª instância):

Vagas: a definir
Cargos: Técnico Judiciário e Oficial Judiciário
Lotações: Minas Gerais
Banca: IBFC
Escolaridade: Nível médio e superior
Projeto Básico

♦Informações do último concurso 2ª instância 
Data: 2011
Vagas: Cadastro Reserva
Cargos: Técnico e Oficial Judiciário
Banca: FUMARC
Edital: Edital TJMG 2ª Instância

Ascom Estratégia
[email protected]

Receba notícias de Concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram!

Cadastre-se clicando no link abaixo:

Notícias de concursos no seu WhatsApp e/ou Telegram

Compartilhe:

Herbert Almeida

Herbert Almeida

- Herbert Almeida é Auditor de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo. - Durante sete anos foi Oficial do Exército Brasileiro, desenvolvendo atividades como a de Gestor Financeira e Pregoeiro. - Entre as suas aprovações em concursos públicos, destacam-se: - 1º lugar p/ ACE - Auditoria Governamental - TCE/ES - 2012; - 1º lugar Analista Judiciário - TRT/23º Região - 2011; - Aprovado e nomeado no concurso para Auditor de Controle Externo do TCE-MT; - Aprovado e nomeado nos concursos para a Polícia Militar e Polícia Civil de Santa Catarina; - É professor de Direito Administrativo e Administração Pública do Estratégia Concursos.

Veja os comentários:
Deixe seu comentário:

Deixe seu comentário:

Vídeos Relacionados

Cadastre-se para receber novidades e ofertas especiais sobre cursos.